Follow by Email

domingo, 29 de dezembro de 2013

O DIA DO SÁBIO

(Severino dos Reis)
Nesta matéria, pretendemos concentrar as nossas homenagens, a MANOEL JACINTHO COELHO; aquele que foi e sempre será a expressão máxima em sabedoria dentre a humanidade; especialmente para os que já conhecem a sua Obra, que já estudam a CULTURA RACIONAL, porque esses sabem a sua importância para cada um dos habitantes da Terra.
Por isso, o dia 30 de Dezembro, tornou-se o dia do sábio, porque nesta data, há 110 anos passados, nascia o menino MANOEL, o porta-voz do RACIONAL SUPERIOR, que transmitiu para os terrestres, a maior Obra do mundo, UNIVERSO EM DESENCANTO. Digo a maior, porque veio para salvar a humanidade que, sem saber, se transformaria da classe de animal Racional, para a classe de animal Irracional, a partir de 04 de Outubro de 1.935, por excesso de desenvolvimento do pensamento, obedecendo às transformações naturais da Natureza.
Para receber a energia Racional do RACIONAL SUPERIOR em forma de mensagem, alguém do MUNDO RACIONAL tinha que nascer aqui, se atirar dentro deste buraco que é esse nosso mundo de mortais.
MANOEL JACINTHO COELHO, foi o único que teve a coragem de sair da eternidade, deixar lá a pureza, para vir nascer aqui neste mundo de matéria, sabendo, consciente, que ia enfrentar a dor e a morte; e que isso seria o mínimo, pois, em um mundo de histórias e mentiras, ele teria que contar a verdade e a verdade dói, fere aqueles que já se acostumaram com as aparências interpretadas como verdades.
No instante do seu nascimento, MANOEL JACINTHO COELHO surpreendeu os moradores da Rua Barão de Iguatemi e todos os moradores do bairro Matoso no Rio de Janeiro; pois viram cair uma estrela em sua casa, o que foi registrado pelos jornais da época. Quando menino surpreendeu os seus Pais com a sua inteligência; foi para a escola e surpreendeu os seus professores; acabou parando os estudos muito cedo, porque professores e diretores dos Colégios e Universidades que o conheceram já diziam: “Nós não temos mais nada para ensinar ao menino MANOEL, ele já nasceu sábio.” E mais tarde, surpreendeu o mundo com as verdades da CULTURA RACIONAL.
Apesar de sua grande missão, ele teve uma vida comum, até 04 de Outubro de 1.935; na juventude, ele foi violonista parceiro de grandes nomes: como Jacó do bandolim, Luperce Miranda e outros. Foi alto funcionário do Governo Federal e amigo de Getúlio Vargas. E ao longo de seus 87 anos entre nós foi cercado por artistas, políticos e cientistas que se extasiaram com seus ensinamentos.
MANOEL JACINTHO COELHO, por ser enviado do RACIONAL SUPERIOR e iluminado pelo MUNDO RACIONAL, respondeu na CULTURA RACIONAL, todas as perguntas feitas pela Civilização; e não precisou de nenhuma formação da Cultura do segundo Milênio, para escrever a Obra UNIVERSO EM DESENCANTO, que é a didática da Cultura do Terceiro Milênio. Desde o despontar da raça humana, os homens mais inteligentes já diziam: quem provar e comprovar quem sou, de onde vim e para onde vou, com esse eu estou! Porque é o verdadeiro sábio, é o verdadeiro salvador!
E nessa procura já floresceram as mais curiosas lendas; os mais curiosos nomes de Deuses! Nas mais variadas Religiões, tentando explicar e provar a origem do Universo e da vida; e até hoje, ninguém provou nada. Tanto, que depois veio a Ciência desacreditando tudo! Passando por Platão, Aristóteles, Tales de Mileto e vieram sempre surgindo novas inteligências. E num progresso constante, os Cientistas vieram formulando teses, fazendo pesquisas e até hoje, ninguém chegou a uma conclusão definitiva.
MANOEL JACINTHO COELHO definiu o Universo e sua criação, a origem da vida animal: Racional e Irracional, Vegetal e Mineral na Obra UNIVERSO EM DESENCANTO, de forma tão simples, que os analfabetos aprendem a ler nesses livros e entendem com facilidade; e os semianalfabetos entendem com clareza. E quantos renomados Cientistas e intelectuais que eu conheço, que são estudantes e divulgadores desta Obra, afirmando para seus colegas de Ciência, que todos os enigmas do Universo e da vida já estão equacionados na CULTURA RACIONAL.
Portanto, a sua Obra provou que ele era o verdadeiro sábio! A sabedoria fala com lógica e prova! E a lógica define. Ele dedicou toda sua vida em favor da humanidade! Viveu com simplicidade, para não despertar o assédio das multidões. O verdadeiro sábio não tem essas vaidades, porque não precisa angariar benevolências dos homens e nem tão pouco discutir com as Igrejas! Nada disso é necessário para ele: pois desta vez, a vontade de Deus impele a humanidade, como que chicoteada pelo sofrimento, para ir ao encontro dele. Porque os que não querem hoje, porque parece que estão certos, estão tranquilos, não lhes falta nada, espere só mais um pouquinho! E logo irão procurar em desespero os seus ensinamentos: pois a desilusão e o sofrimento fazem qualquer um mudar de opinião.
Todos têm o direito e a liberdade de acreditar e ter a sua fé; de desprezar e até falar mal da Obra UNIVERSO EM DESENCANTO: mesmo assim, quando a desilusão chegar e não restar mais nenhuma alternativa, podem procurar a CULTURA RACIONAL, que a energia Racional que emana da leitura, acalmará o seu desespero imediatamente! Resolverá o seu problema, seja ele qual for. Eu já tomei desse cálice; eu já tenho essa certeza; mas você que ainda não conhece a CULTURA RACIONAL, que ainda não sabe a sua importância tem razão de ter dúvidas! Mas, você não precisa esperar ser chicoteado pelo sofrimento, para encontrar com o RACIONAL SUPERIOR, receber os seus ensinamentos e ter as suas soluções. A CULTURA RACIONAL já está pronta e ao alcance de todos; ninguém está obrigado. Mas, demorar conhecer é adiar o fim de seus problemas.
Você que está lendo esta matéria, não fique aí conjeturando na ignorância! Não espere por ninguém, dê um presente a si mesmo! Compre o primeiro volume da Obra UNIVERSO EM DESENCANTO e comece a ler! Entre o ano de 2014 com nova vida! Comece o ano desenvolvendo o seu Raciocínio. Portanto: Salve 30 de Dezembro de 2013!
Salve o nosso aniversariante MANOEL JACINTHO COELHO!
Salve o dia do sábio!
O meu muito obrigado a todos que acompanharam as nossas postagens em 2013; um forte abraço e um feliz 2014.

terça-feira, 24 de dezembro de 2013

ENTÃO É NATAL!

(Severino dos Reis)
Novamente, estamos às vésperas do Natal!
E nós, os seres humanos, vamos comemorar 2013 anos do nascimento de CRISTO. CRISTO, venerado em todo mundo.
Este homem simples veio à Terra, cumprir uma missão maior; de ensinar à humanidade o verdadeiro amor e a necessidade de entendimento, para a boa evolução da espécie humana.
Ele cumpriu a sua missão árdua de mostrar ao homem o seu lugar; a sua responsabilidade e o seu caminho de volta para a casa do Pai.
E em tempos diferentes, outros estiveram aqui, em vários pontos do nosso planeta. Uns antes e outros depois dEle; mas, todos cultuando um ideal de libertar o homem da matéria.
Moisés, Maomé, Gandhi, Buda, Confúcio e outros tantos, deixaram o seu legado à humanidade, na busca da paz, do equilíbrio e da razão.
Em nossa época, o último grande mestre: MANOEL JACINTHO COELHO, também fez a sua parte. Trazendo do seu mundo, que também é o nosso mundo, a CULTURA RACIONAL, através dos livros UNIVERSO EM DESENCANTO, que não só complementa, mas dá sequência a tudo que seus antecessores fizeram.
MANOEL JACINTHO COELHO, ao chegar neste mundo, trouxe consigo a Luz Racional e espalhou por todos os quadrantes da Terra. Porque, cada Livro UNIVERSO EM DESENCANTO lido, folheado, estudado, é uma verdadeira fonte de Luz Racional. A maior base de sustentação Energética, tão necessária aos seres humanos. Pois, a Energia Racional vai ativar a última célula de Razão deformada, que ainda está ociosa no homem: o Raciocínio.
Em época em que a palavra de Rei era soberana, CRISTO superou o seu tempo, não permitindo a supremacia do grande sobre o pequeno. Viveu de forma humilde, nutrindo valores maiores, os valores do Pai. Por isso, devemos refletir nesta época de Natal sobre suas mensagens, ensinamentos, que é a sua herança deixada para nós.
Então percebemos que ainda temos muito por aprender com Ele. Mas, temos que nos despir de todas as pretensões pessoais, lembrando que Ele falou em parábola, para ser entendido em tempos futuros.
“Eu virei como um ladrão; posso bater em sua porta e tu não me receberes. Então como vamos saber Mestre? Examinai todas as escrituras: que nelas encontrarás a verdade.”
Agora, está aí a CULTURA RACIONAL: a solução em forma de sabedoria; quem estiver esperando Ele como homem, certamente não O receberá como cultura. Mas, se a forma de conhecê-Lo, é examinando todas as escrituras; então, vamos obedecer a esse Mestre; vamos examinar a Escrituração Racional, ou não estamos Lhe obedecendo; e sim, suprindo as nossas vaidades, de querer mostrar que já sabemos tudo para ensinar aos outros; e não precisamos aprender mais nada, com ninguém, nem com Deus. Pois, Ele mandou examinar todas as escrituras! Então vamos examinar, vamos estudar a CULTURA RACIONAL, que você mesmo vai descobrir! Que nela está a verdade a que Ele se referia.
Verdade não é o que eu falo que é verdade; não é aquilo que você quer seja verdade; a verdade confirma por si mesma. Está aí o ladrão: quem for inteligente, receba quando bater em sua porta, alguém falando da CULTURA RACIONAL. Temos que aprender que a verdade é de cima; e que a CULTURA RACIONAL vem de cima! E que em nós está latente um poder imenso, o Raciocínio, que é de cima para se desenvolver com a Energia Racional, que vai ligar todos à sua base de origem o MUNDO RACIONAL. Fazendo então a separação do joio do trigo! Dando a César o que é de César e dando a Deus o que é de Deus. Ou seja: a matéria é da terra, volta para terra e o Raciocínio é de Deus, volta para Deus, porque Deus é um Raciocínio Superior a todos os Raciocínios, um Raciocínio Supremo. Por isso, todos que são filhos de Deus têm Raciocínio, porque o Raciocínio é uma partícula de Deus! É a alma: é o que sobrevive após a morte.
O mundo Terra sucumbe, se degenera. O homem desafia cada vez mais a Mãe Natureza com a sua Ciência. Mas, o sofrimento é um conselho e vai agir sobre aqueles, que relutam em se ligar à nova fase, a Fase Racional. O tempo está passando gente! Já estamos no fim do ano 2013; há 78 anos que está na Terra a CULTURA RACIONAL, a fonte da Energia para desenvolver o Raciocínio! E eu gostaria que as comemorações do final do ano, de todos, fossem compartilhadas com a Energia Racional. Que nenhum pai ou mãe precisasse procurar seus filhos que estão drogados pelas ruas; que todas as famílias estivessem unidas como antigamente; que nenhuma criança tivesse morando nas ruas; que Hofmann, não tivesse descoberto o “LSD” o primeiro alucinógeno; que não existisse a maconha, a Marijuana, a Mescalina, o Crack, o Êxtase e nenhum tipo de droga para viciar e matar os nossos jovens. Eu gostaria que Julius Robert Oppenheimer não tivesse criado a bomba atômica; que a camada de Ozônio, não tivesse sendo destruída pela poluição; que os nossos mares não tivessem sendo poluídos pelos petroleiros; que as nossas florestas não tivessem sendo devastadas; que não existisse, o aquecimento Global; que não existissem enchentes, deslizamentos de encostas e Tsunamis; e, que não acontecessem tantos acidentes.
Mas, já que tudo isso existe, que tudo isso está acontecendo e é uma realidade incontestável, então eu gostaria que todos já tivessem examinando, estudando mesmo a escrituração RACIONAL! Em contato com a Energia Racional, que é o único antídoto, capaz de eliminar os efeitos da Radiação e os perigos de todos os artifícios criados pela cultura do pensamento. Porque a CULTURA RACIONAL desenvolve o Raciocínio, que está com todo vigor para substituir o pensamento que está enfraquecendo; e nos dá, a verdadeira consciência.
Portanto, o meu desejo de boas festas para todos: que a festa interior de cada um, seja autêntica, feliz e compensadora. Pois a grande festa é aquela onde reina a paz, o entendimento e a verdade.
Deus nuca pediu que nós fizéssemos cultos, e nós sempre fizemos; mas agora está pedindo que tenhamos cultura. Mas, CULTURA RACIONAL: para que aprendamos tudo sobre o Universo e sobre nós mesmos; sobre Ele e sobre o mundo eterno que é o MUNDO RACIONAL. Ele quer nos fazer conscientes do erro que cometemos; que não foi contra Ele, mas, contra nós mesmos.
Ele é inatingível à nossa mesquinha ignorância de pensadores. Mas, quer nos ensinar o que é realmente a paz, o amor, a felicidade e a concórdia universal; enfim, a grandeza de Raciocinar.
O pensamento e a imaginação nos tirou do rudimentarismo das cavernas para o conforto da Civilização. E o Raciocínio vai nos tirar dessa vida de matéria, para a Eternidade, o MUNDO RACIONAL. E é o que desejamos, a todos os nossos queridos leitores e membros desse blog o qual compartilhamos.

OS FILHOS RESULTANTES, DO CASAMENTO DA CIÊNCIA COM A TECNOLOGIA.

(Severino dos Reis)
E continuando a reportar as informações dos novos tempos para a humanidade, daremos destaque, mais uma vez, à importância da CULTURA RACIONAL, esse conhecimento inédito, que certamente nos levará a equacionar, as mais intrincadas questões, que envolvem a origem da vida, do Universo e tudo a ele pertinente.
Contudo, nessa matéria, nós pretendemos mostrar a insipidez do maior casamento do Século Vinte, realizado, entre a Ciência e a tecnologia. Mas, não podemos falar desse tão importante evento, sem fazer um alerta: não só aos Cientistas, aos Educadores, às Autoridades, mas, também generalizada a toda a humanidade, no sentido de conscientizar a todos da importância de estudarem a CULTURA RACIONAL, para atualizar os seus conhecimentos e o mais importante: reintegrar-se culturalmente à regência da Natureza. Pois todos estão precisando saber, que a CULTURA RACIONAL foi ditada pelo RACIONAL SUPERIOR, mas foi a Natureza orientada por ELE, que preparou com a sua evolução, todos os pormenores da criação do Universo e da vida; desde os primeiros micróbios e toda evolução subsequente: de monstrinhos, monstros, ao início do homem das cavernas, por meio das transformações.
E quando começou o progresso cultural, ela passou a comandar todos no 1º Milênio, com a imaginação na Cultura da pré-história e no 2º Milênio, com a imaginação e o pensamento na Cultura da Civilização.
E a partir de 04 de Outubro de 1.935, ela mudou da fase da Cultura do pensamento, para a fase da Cultura do Raciocínio, porque o progresso da Ciência do pensamento, já estava ficando muito perigoso.
Então, ela deixou de alimentar o pensamento e a imaginação, com as energias elétrica e magnética, para alimentar só o Raciocínio com a energia Racional, para melhorar a vida dos seres humanos: em saúde, em conhecimentos e em todos os aspectos, por o Raciocínio ser superior. Mas, para melhorar é necessária a integração de todos os Civilizados à nova Cultura.
Porque apesar de muitos já estarem estudando a CULTURA RACIONAL, uma grande parcela, da mais importante da nossa sociedade, como cientistas, educadores e as autoridades que elaboram e desenvolvem todos os segmentos Culturais humanos, ainda não tomaram conhecimento.
E assim a humanidade sem saber da mudança, continuou com a Cultura do pensamento, que já foi extinta, falida e tudo e todos falindo junto com o pensamento que está ficando cada dia mais fraco. É por isso que ao invés de melhorar com a mudança de cultura, está ficando cada dia pior, porque ninguém está percebendo o pensamento enfraquecer.
Mas vejam a loucura que está o mundo atual em todos os aspectos!
É um absurdo atrás do outro. Crianças sendo mortas, abandonadas nos abrigos, nas ruas se prostituindo, traficando drogas, se drogando e recém-nascidas no lixo. Essas crianças vieram ao mundo, muitas vezes vitimas do pensamento fraco de seus pais; mães solteiras, na maior parte delas adolescentes ainda sem muito juízo, que fazem o que veem e aprendem nos veículos de comunicação, que é explícito a todos. Porque basta ligar um rádio ou uma televisão, para ouvir uma palavra ou ver uma cena, estimulando a sexualidade, não só dos adolescentes, mas de toda a família.
Isto é só um exemplo: porque, os distúrbios do enfraquecimento do pensamento estão em tudo, no mundo inteiro e em todas as camadas sociais. A violência, as drogas, a degradação do meio ambiente e todos os monstruosos perigos que rondam a humanidade, são discutidos em todos os recantos do mundo! Mas o pensamento do homem está tão fraco, que tão logo terminam as reuniões, esquecem o que ficou combinado, ninguém cumpre o que foi tratado, não importa se a vida está em perigo ou não. Tudo se justifica, se a transação comercial que vai ser feita dá muito dinheiro; ou, que a produção traga altos lucros.
E nessa obsessão mercantilista, a Ciência que já andava de namoro com a tecnologia, concluiu o enlace matrimonial e os filhos dessa união, são verdadeiros gigantes ameaçando a humanidade.
São os aviões de guerra, os submarinos, as bombas atômicas, usinas nucleares, petroleiros cruzando os Mares, com cargas altamente radioativas ou mesmo grandes vazamentos de petróleo, pondo em risco a fauna marinha e a vida de milhares de pessoas; poluindo tudo até chegar ao seu destino, para se transformar em foguetes de longo alcance, bombas atômicas ou, em outros monstros quaisquer.
As fábricas se multiplicam nos mais variados campos de produção; e, as que parecem mais importantes, enchem a Terra de veículo de tal forma, que em algumas cidades, os engarrafamentos e a poluição, já estão insuportáveis, mas continuam aumentando a produção de veículos em todo mundo.
Resultado: enquanto os elementos poluentes tomam o lugar do nosso oxigênio no ar, as máquinas, os robôs vão tomando os nossos empregos. Por outro lado, as Usinas Nucleares ainda são novas; e veja os estragos que causou um pequeno vazamento na Usina de Chernobyl, a recente contaminação quase incontrolável de Fukushima no Japão. Imaginem daqui a alguns anos , quando todas essas Usinas espalhadas pelo mundo, virarem sucatas! Não precisarão nem mais de bombas atômicas para aniquilar a vida no Planeta! Aliás, nessa guerra, não precisarão nem mesmo de adversários. E os lixos atômicos! São tão ruins, que ninguém quer; já vimos Navios lotados desse material, rodar os Mares, sem ter onde descarregar! E no mundo inteiro se produz lixo atômico. E são inúmeros, os perigos que os filhos desse casal trazem para a humanidade, constantemente. Porque, empolgados no início do namoro, não perceberam que seria impossível o progresso da Cibernética, da informática, das viagens espaciais e da Química em geral, sem produzir resíduos, que são venenos de efeitos devastadores, que num futuro muito próximo, poderiam ser incontroláveis.
E o pior! É que não podem perceber que tudo isso, são elucubrações do pensamento avariado, por falta de controle da Natureza, que não controla mais as ações do pensamento de ninguém, desde 1.935. Para controlar todos os seres humanos só com o Raciocínio. Mas tudo isso é apenas um pequeno período de transição, entre o final da paralisação do pensamento, até o completo funcionamento do Raciocínio.
No futuro quando tudo parecer incontrolável, o Raciocínio, já estará bem desenvolvido: e será a única arma, capaz de neutralizar, os perigos criados pela geração deste nefasto casamento.
“Nesse tempo - diz o RACIONAL SUPERIOR - o livro UNIVERSO EM DESENCANTO será procurado por todos! Vocês vão ver filas dobrando quarteirões nas portas das livrarias à procura dele. Porque os que hoje desdenham, amanhã estarão implorando para conseguir um.” Quando a Natureza mudou, da Cultura do pensamento para a Cultura do desenvolvimento do Raciocínio, ela passou de um estágio primário, para um estágio superior; se a humanidade imediatamente, tivesse iniciado o estudo da Cultura do desenvolvimento do Raciocínio, a CULTURA RACIONAL, o mundo estaria melhor e o progresso científico e tecnológico, não seria tão perigoso. Porque, o Raciocínio é Racional: o seu progresso é só para o bem! E não precisa de regulagem. E o pensamento para analisar, pesquisar e construir com efeitos positivos, a Natureza tem que emitir no cérebro, a quantidade certinha de energia elétrica, na proporção exata de energia magnética, como em um laboratório: na dosagem certa faz bem, passou ou faltou, faz mal. E já faz 78 anos, que a Natureza parou de metrificar as energias do pensamento. Por isso, as criações e as invenções da ciência do pensamento, são feitas para o bem, mas o destaque é sempre recheado de perigos, pela falta de regulagem do pensamento. Portanto prezados leitores: vocês que estão lendo esta matéria, não precisam entrar naquela fila dobrando quarteirões, para comprar os livros da Obra UNIVERSO EM DESENCANTO! Pois vocês já estão cientes! Eu já estou contando o que vai acontecer no futuro! Então comecem a estudar agora, que ainda tem livros para comprar sem filas.

quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

O 7º, DOS SETE ENIGMAS DA HUMANIDADE: COMO SURGIU O LIVRE ARBÍTRIO

(Severino dos Reis)
Sabemos que fazer o bem, sem olhar a quem, é bom e engrandece; mas é difícil encontrar alguém querendo fazer o bem sem interesse, ou sem pretensão alguma de vantagem.
Mas, tem sempre alguém que acha mais fácil fazer o mal, mesmo sabendo que não enobrece. Ora! Para que fazer mal ao vizinho, se o seu já vem a caminho! Pois quem só faz o bem cresce; e quem faz o mal decresce! Coisas da dualidade da deformação material, do mundo elétrico e magnético, do bem e do mal, do pensamento e da imaginação. Ainda bem que em 4 de outubro de 1.935, já chegou à Terra a Cultura da unidade, a CULTURA RACIONAL, para a Energia Racional desenvolver o Raciocínio, para despertar só o lado bom, o lado Racional.
Com o progresso do desenvolvimento do Raciocínio, você cresce, sobe para o seu mundo de origem, o MUNDO RACIONAL; e se continuar com o progresso da matéria agora na fase Racional, vai continuar descendo cada vez mais para o centro da matéria, para o centro do mau, perdendo o vínculo Racional!
E um animal sem o vínculo Racional é Irracional. Mas isso é só uma luz do conhecimento, a vontade é livre; no comentário de hoje, finalmente, nós vamos explicar o sétimo enigma, que é: como surgiu o livre arbítrio. O livre arbítrio e tudo que existe no Planeta Terra e em todo o nosso Universo deformado, são reflexo do mundo perfeito, que deu consequência ao nosso mundo imperfeito e cheio de defeitos que habitamos, por consequência da transformação da Planície Racional. Esse mundo perfeito, o MUNDO RACIONAL é a tão propalada eternidade: o Céu que todos sonham em alcançar, depois de serem vencidos por todos os sofrimentos desta vida. Contudo, existe quem questione se realmente existe a eternidade e se existe quem a fez?
A nossa formação Religiosa diz que foi Deus; e então perguntam os mais céticos: quem é Deus? Porque existem tantos Deuses, tantas Religiões e muitos nomes de Deus?
Parece que uns por não gostar da Religião do outro, dão um nome diferente ao Deus de sua Religião, ao seu Deus. E todos dizendo que só existe um Deus; confusão da Cultura do pensamento! Porque faltava um referencial lógico, um nome que provasse a unidade de Deus para todas as nações!
Agora na Cultura do Raciocínio, a CULTURA RACIONAL, está dando as respostas com coerência: se somos animais Racionais, logicamente, Deus o nosso Pai verdadeiro, também é Racional. E foi ele quem fez a Eternidade, o “MUNDO RACIONAL” com seus habitantes, que são os Racionais puros, para progredir a pureza, com um progresso sem mácula e com liberdade total de arbítrio. Sendo ele o criador de tudo, lá na eternidade e não tendo se deformado em matéria, para ficar inferior como nós: é justo o seu nome, RACIONAL SUPERIOR.
Que como Pai, deu o seu nome como sobrenome, para todos os seus filhos; por isso somos animais Racionais. RACIONAL SUPERIOR, um nome de Deus universal: Pai de Brasileiros a Americanos; de Canadense a Africanos, para Ingleses, Alemães, Indianos, Chineses, Japoneses, Russos, para os Ateus, para todas as Religiões, porque todos são de origem Racional, todos são animais Racionais.
No MUNDO RACIONAL por todos serem eternos, nunca houve coação de liberdade. E o livre arbítrio foi a causa da existência deste mundo de sofrimento e morte; porque uns tantos Racionais, usaram a sua liberdade e começou progredir a Planície que não estava pronta para o progresso dos Racionais.
O resultado foi o início da deformação da Planície, que se transformou em água e terra e em todo universo. E os Racionais se extinguiram como Racionais de luz e nasceram do chão como animais Racionais de matéria. E só depois de muitas Eternidades em transformação, ao sentir os reflexos da vida material, começaram a usar a própria vontade para descortinar a sua origem, a origem do Universo e de tudo. Assim surgiu o livre arbítrio aqui em nosso mundo: isso explica o 7º dos sete enigmas da humanidade, como surgiu o LIVRE ARBÍTRIO.
Então começaram as pesquisas, forjando teses e criando fórmulas; e por ser de origem de um mundo muito superior, é que o homem tem elaborado teorias sobre o Universo, que parecem reais. Mas não sabiam que nós ficamos vinte e uma Eternidades em evolução, para alcançarmos esse desenvolvimento cultural, científico e tecnológico da civilização.
E apesar de todo progresso do homem, o mais importante nós ainda não sabemos, que é: quem somos, de onde viemos e para onde vamos.
Na verdade, o que nós aprendemos como verdade, com as Religiões e com as Ciências como certo, são apenas a soma das hipóteses com as lendas visionárias, de materializações das energias, elétrica e magnética. Pois, por mais que a Ciência com toda tecnologia que se dispõe, tenha vasculhado em busca de explicações para o Universo e a vida, nada de concreto encontraram ainda e nem vão encontrar, porque a Cultura da Civilização, não tem essa finalidade.
A finalidade da Cultura da Civilização é lapidar e preparar os seres humanos, para aprender no 3º Milênio, com quem realmente sabe: o RACIONAL SUPERIOR, que programou e veio orientando a nossa evolução, para que, quando tivéssemos preparados, trouxesse então, como de fato trouxe, o saber verdadeiro, A CULTURA RACIONAL, porque nem todos se conformavam com as hipóteses.
Como prova, veja o desabafo de Pascal, um estudioso pesquisador do Universo, no limiar de uma nova era. O místico Pascal, contempla o Céu estrelado, numa vã espera de vozes, mas o Céu calou-se! Nenhum Ufo! O silêncio desse espaço infinito me apavora! Estamos sós no Universo, Deus nos abandonou.
Não: Deus não nos abandonou! Tanto que já está na Terra, todo saber do Universo na CULTURA RACIONAL! O Pascal é que ainda não tinha tomado conhecimento. Mas muito em breve, esta luz do saber, chegará aos olhos de todos os Pascais do mundo; e então eles ouvirão a voz do infinito, romper o silêncio do espaço. Quando perguntamos aos sábios da Terra: de onde nós viemos? E eles respondem taxativamente: nós viemos do pó e ao pó retornaremos ou: nós viemos da terra e para a terra voltaremos.
Claro: eles não conhecem as transformações que se passaram na terra, antes dela ser terra. É a mesma coisa de perguntar a um bicho de queijo, de onde ele veio; logicamente também, ele responderá que veio do queijo. Pois ele não sabe que antes de ser queijo, era leite; antes ser leite era sangue da vaca; antes ser sangue era capim; antes ser capim, era água e terra e assim por diante.
Mas, só o ser humano que fez o queijo, quem pode contar ao bicho do queijo, que a origem dele é muito antes, da existência do queijo. O mesmo acontece com a humanidade! Só conhecem até a terra! Então dizem que viemos da terra (do pó).
Mas só o RACIONAL SUPERIOR, que fez o MUNDO RACIONAL com seus habitantes Racionais, é quem sabe que nós viemos da Planície que se transformou em terra e água. E que antes de ser água, era a Planície que vinha amolecendo com o calor do foco de luz, virando goma; e a goma foi amolecendo, liquidificou e virou água.
E a terra, antes de ser terra, era cinza da resina que saiu da planície; e antes de ser cinza, era resina; antes de ser resina, era a Planície que vinha se deformando e se transformando pelo calor do foco de luz; e antes ser Planície em transformação, era a Planície Racional, pura limpa e perfeita, que não estava pronta para entrar em progresso dos Racionais.
Então está aí, o RACIONAL SUPERIOR, contando na CULTURA RACIONAL, a origem do Universo, da vida e de tudo.
Descobrindo a origem, acaba o segredo, acabam os mistérios, como esses sete enigmas que explicamos nos últimos sete comentários: que não são indagações apenas de Haeckel e de DU Bois Raimond, mas de todos os segmentos Culturais da humanidade.
Essas sete dúvidas, todas as tentavas da Ciência em respondê-las, foram seguidamente frustradas pela realidade, que não se deixa subjugar por fórmulas ou esquemas; então foram jogadas para o campo dos enigmas. Mas a CULTURA RACIONAL responde com detalhes, todos os mistérios e enigmas do mundo, porque desencanta e desenvolve o Raciocínio; apenas lendo os livros da Obra, UNIVERSO EM DESENCANTO.
Aguardem para a próxima postagem: OS FILHOS RESULTANTES DO CASAMENTO DA CIÊNCIA COM A TECNOLOGIA

MÃE NATUREZA

(Wilma Fernandes)
Enquanto não somos estudantes de Cultura Racional, vemos a natureza como sendo os rios, o mar, o vegetal, os animais etc. Depois que conhecemos a Cultura Racional, entendemos que a natureza são os 7 reinos.
Sol
Lua
Estrelas
Água
Terra
Animais
Vegetais
Mas, se formos mais adiante um pouco, veremos que, a nossa verdadeira natureza, não são os 7 reinos. Os 7 reinos são a natureza deformada elétrica e magnética (uma energia Racional, ainda em formação, que se deformou e se poluiu em elétrica e magnética, sendo uma energia que está lutando por forças naturais da natureza dela mesma para voltar ao seu primitivo estado de ser, o seu estado natural racional).
Os 7 reinos: a organização da vida material e dos seres orgânicos.
Somos todos partes um do outro, devido à reprodução. Se somos todos parte um do outro, sendo a natureza uma só, então somos irmãos.
Os 7 reinos ao mesmo tempo que são nossos irmãos, são também como uma mãe de criação, que gerou e formou nosso corpo de matéria. Os 7 reinos são a natureza elétrica e magnética. Esta natureza elétrica e magnética é uma segunda natureza.
O Racional Superior diz nos livros Universo em Desencanto que quando estivermos prontos, ligados ao MUNDO RACIONAL, estaremos ligados à Natureza, conversaremos com todos os seres, entenderemos todos os seres dos 3 poderes.
Bem, nós estamos ligados aos 7 reinos, aos nossos irmãos (sol, lua, estrela, água, terra, animais e vegetais), os quais achamos ser a verdadeira Natureza. Mas, não temos entendimento com eles, podemos até conversar com os animais, vegetais, água etc., mas, não entendemos nada do que nos falam.
Isto só acontecerá quando estivermos ligados ao Mundo Racional, à verdadeira Natureza, a nossa MÃE NATUREZA, embora continuaremos a depender da segunda natureza, a natureza deformada, que é a elétrica e magnética, para nossa sobrevivência.
Estamos ligados aos 7 reinos, nossos irmãos, mas, a nossa grande MÃE NATUREZA, a verdadeira, é RACIONAL, é o MUNDO RACIONAL.
Somos naturais de onde?
Qual é a nossa verdadeira natureza, a eterna que deu causa ao mundo em que vivemos?
A quem estaremos ligados depois do raciocínio desenvolvido 100%?
Quem que apesar dos nossos desmandos da nossa rebeldia, mesmo assim aguarda ansiosa a nossa volta para casa, para nos dar um abraço, conversar, ter longos papos, contar como foi a descida à instância material?
Quem que com todo amor incondicional, enviou a Divina Providência para providenciar a nossa volta para casa, para junto da nossa verdadeira Mãe?
Ela própria, a nossa VERDADEIRA MÃE NATUREZA, o MUNDO RACIONAL.
Saibam mais sobre esta grande Mãe Natureza lendo os livros UNIVERSO EM DESENCANTO.
www.universoemdesencanto.com.br