Follow by Email

terça-feira, 30 de outubro de 2012

TENHAMOS CONFIANÇA INABALÁVEL NO SER SUPREMO

Estamos chegando ao final de mais um ano. Mas, não é um fim de ano comum. Muitas profecias com prognósticos não favoráveis e o calendário Maia que tem final em 21.12.2012.
Quem tem acompanhado, com séria atenção, as divulgações feitas por nós, estudantes de Cultura Racional, a essa altura já concluiu o significado de todas as profecias feitas pelo pensamento e, principalmente o grande significado do calendário Maia.
Conclusão positiva e que nos enche de CONFIANÇA, deixando a fé de lado, porque a fé tem sido um instrumento de alento para quem não conhece a realidade e, por isso, carece de se encher de esperanças em dias melhores. Sempre esperando.
É preciso prestar muita atenção: a CONFIANÇA é certeza absoluta, por ter base e lógica, comprovadas em todos os seres. É fundamentada em conhecimento verdadeiro, que prova e comprova o princípio e o fim de tudo e de todos. A fé, uma esperança sem fim, muita necessária para quem não conhece a base e a lógica de tudo e de todos.
A CONFIANÇA nasce da certeza absoluta da existência da causa e efeito de tudo e de todos, comprovada em si mesmo. A esperança uma anestesia para se manter de pé quem ainda desconhece o princípio e o fim (quem sou, de onde vim, para onde vou e como vou). A esperança é calcada em suposições não comprovadas: faltam a base e a lógica.
Ora, se a Natureza que nos gera, cria, mantém e governa nos trouxe o conhecimento de sua cultura natural para, finalmente (afirma ELA em sua cultura), termos fundamentos reais e comprovados para enfim vivermos sem sofrimentos, qual o nosso dever? Consultar a sua Obra para nos certificarmos do que ELA nos afirma.
E o que ELA nos afirma em sua Obra? Que terminou a fase do pensamento, provando em sua cultura natural que o pensamento foi o recurso que ELA utilizou para nos preparar para adentrarmos numa fase superior, tomando conhecimento da cultura natural e verdadeira dELA, que é a nossa verdadeira cultura, porque fazemos parte dessa grandiosa Natureza.
Em sua Obra, que nos desencanta da cultura ilusória do pensamento que ELA mesma criou para nossa lapidação e preparação, fica evidente que o pensamento foi um recurso passageiro para alcançar a nossa meta final: o RACIOCÍNIO.
Resumindo, vejam a comprovação no calendário Maia, pertence da fase do pensamento, que não teve mais recursos para prognósticos, porque o pensamento é limitado, por ser um simbolismo da fase material (visível e invisível). A matéria é limitada e negativa. O positivo é todo aparente.
Então, se a fase do pensamento terminou (e essa falência do pensamento teve início em 1935, como há muito temos explicado em outros textos aqui postados), é porque está em falência a fase do sofrimento, pois, pensamento é sofrimento, por nos levar a ações negativas e positivas aparentes (porque esse positivo nunca se estabeleceu na Terra , servindo apenas de anestesias para agüentarmos a negatividade da vida da matéria).
E, assim, minha gente, procurem se inteirar mais a fundo do que temos divulgado sobre a Cultura Racional, para que não tenham dúvidas de que não há motivo algum para apreensões relativamente à data de 21.12.2012 e, sim, de muita alegria, pois, esta data representa o reconhecimento de que o pensamento não tem mais recursos para solução de espécie alguma na Terra, passando seu bastão de comando ao RACIOCÍNIO, que tem a solução de tudo e de todos e, por isso, com seu o desenvolvimento, que é feito dentro da Fase Racional, todos encontramos a verdadeira paz, o verdadeiro amor e a verdadeira fraternidade, culminando na concórdia universal.
A fase do pensamento continuará existindo, porém, não mais para preparação e lapidação e, sim para liquidação dos que não passarem para a Fase Racional.
Então, como já dissemos no texto do link a seguir, http://nalub7.wordpress.com/2012/03/12/21-12-2012-o-fortalecimento-do-bem-na-terra/ reafirmamos que não há motivos para apreensões quanto ao 21.12.2012 e, sim, para muito júbilo e alegria, para todos que se firmarem na Fase Racional que vem, desde 1935 trabalhando para o estabelecimento da paz definitiva na Terra, através do conhecimento complementar e conclusivo da vida de tudo e de todos, que já se encontra à nossa disposição na Terra, para a pacificação universal.
Todos que estão se inteirando dele estão sendo tomados por CERTEZA e CONFIANÇA absolutas, porque passaram a conhecer o ANTES DE SER de tudo e de todos. E nesse ANTES DE SER está a FORÇA SUPREMA A TUDO E A TODOS, o Verdadeiro DEUS, o RACIONAL SUPERIOR, o RACIOCÍNIO SUPERIOR a todos os raciocínios, e a ENERGIA SUPERIOR a todas as energias, Habitante do Primeiro Mundo, o MUNDO RACIONAL, que deu origem ao segundo mundo em que vivemos.
E todos que passam para a Fase Racional ficam por conta do Verdadeiro DEUS, passando a ter com quem contar e onde se agarrar para solução dos seus problemas, dos seus negócios e de sua vida. Pois, acima de DEUS VERDADEIRO, ninguém.
E quem passa a conhecer a Cultura Racional, passa a conhecer a verdadeira identidade de DEUS, que é a identidade de si mesmo, que estava há milhões de milênios perdida, por todos viverem sem se conhecer, por ainda estarem sendo preparados pelo pensamento e, portanto, sem condições ainda de tomar conhecimento de sua cultura verdadeira, a Cultura Racional, a cultura pela qual nos pautávamos antes de ser o que somos neste segundo mundo passageiro e transitório.
Passando a SE CONHECER, reconhecendo sua verdadeira identidade, passamos todos, pelas provas incontestáveis que encontramos dentro de nós mesmos, a desenvolver uma confiança inusitada, verídica, indestrutível em nós mesmos, por reconhecer e sentir DEUS dentro de nós.
Portanto, cuidemos de estudar a cultura natural nossa, da Natureza da qual fazemos parte, a Natureza Racional, para que desenvolvamos nosso raciocínio e tenhamos confiança inabalável no SER SUPREMO.
Deus Verdadeiro QUER SOMENTE O BEM PARA TUDO E PARA TODOS, porque ELE é o BEM VERDADEIRO. E filhos do BEM VERDADEIRO, queiram ou não queiram, precisam e necessitam retornar ao BEM VERDADEIRO, para poderem realmente VIVER absolutamente e racionalmente equilibrados.
Saúde e Paz para todos!

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

MURROS EM PONTA DE FACA

A Astronomia anda preocupada com o movimento dos astros.
Os seus movimentos têm registrado mudanças tão inusitadas, que têm deixado todos com a pulga atrás da orelha.
Na década de 80 o alinhamento dos planetas. E ultimamente tem sido registrados comportamentos ainda mais estranhos, divergentes do que a ciência há séculos vinha observando. Pesquisem e ficarão assombrados!
Mas, não adianta apenas observar e registrar. O que importa é saber o que eles significam e que mensagem estão transmitindo para a humanidade.
Se, como provou Einstein, estamos num oceano eletromagnético, ou seja, tudo é energia elétrica e magnética e que essa energia tem o seu comportamento, porque os corpos no espaço tem reagido de forma diferente do contencioso eletromagnético?
Não precisa ser um sábio, nem um gênio para deduzir que outro campo vibratório entrou em ação no universo. E, com certeza, um campo superior, por estar suplantando o comportamento milenar dos corpos celestes.
Só isso já dá para se chegar à conclusão de que se trata da inferência de um mundo superior, pois, se superior não fosse, não teria força para tamanhas mudanças.
Então, provado está que existe um mundo superior a este universo (visível e invisível) em que vivemos.
E se interfere aqui neste universo em que vivemos, obviamente é porque este mundo faz parte desse outro mundo superior.
A ciência procura respostas através de pesquisas no espaço, mas se esquece de que somos um efeito de todo este campo do espaço, do qual sofremos todas as influências. Se a formiga pesquisar no formigueiro sobre o que é o ser humano, pesquisará em vão, porque o ser humano está numa classe superior. Um inferior não tem condições de comunicação e entendimento com o superior, a não ser que mude de classe, da inferior para a superior.
Portanto, a ciência, com todos os louváveis esforços que tem desprendido está dando murros em ponta de faca.
Na Cultura Racional, cultura dessa energia superior que está em ação no universo em que vivemos, causando modificações inusitadas no comportamento dos astros, vamos encontrar nessa Cultura as respostas que precisamos e necessitamos para entender as grandes modificações pelas quais o universo em que vivemos está passando.
Por que as respostas nessa Cultura?
Porque a Cultura Racional é a Cultura do Mundo Superior, trazida pelo Mundo Superior à Terra (sobre isso já falamos com detalhes neste blog).
Os astros, por serem superiores a nós, já estão captando o que essa energia vem nos dizer. Ela, sendo uma energia pura, limpa e perfeita (RACIONAL), veio providenciar o retorno deste universo em que vivemos ao seu estado natural, que é no MUNDO RACIONAL, origem de tudo e de todos.
Esse retorno requer UNIÃO de tudo e de todos e que tudo e todos voltem-se para o alto. Reparem nestes dois pontos simples e comparem, em suas pesquisas, como é exatamente assim que os astros têm se comportado. E como tudo que foge a esses pontos cardeais (todos numa linha só no chão, mas, voltados para o alto) perde o valor e é deletado. O cruzamento perfeito!
Ora, se os astros no espaço já estão se alinhando, ou seja, obedecendo a uma só linha, que significa, uma só energia, a ENERGIA RACIONAL, querendo ou não, por sermos deles dependentes e sofrer suas influências, chegaremos, forçados pelos sofrimentos, a ter o mesmo comportamento de UNIÃO e ascensão.
Os renitentes no erro de dividir, ação de uma fase que já se acabou, de comando eletromagnético, inevitavelmente serão conduzidos para uma classe inferior, onde perderão a liberdade de agir conforme suas vontades, não interferindo neste trabalho grandioso da Mãe Natureza de recuperação de tudo e de todos. Passarão por um sofrimento muito maior do que o até então sofrido como animal Racional, para aprender a respeitar a Natureza que, quando muda de fase, deva de ser acatada e acompanhada em todos os seus movimentos de mudança.
A Natureza mudou da fase do pensamento (energia elétrica e magnética) para a fase do desenvolvimento do raciocínio (ENERGIA RACIONAL).
Deixou de governar a Natureza a energia elétrica e magnética (que divide) e passou a governar a Natureza a ENERGIA RACIONAL (que une).
Portanto, é preciso muita atenção nesta fase, para não nos ligarmos a coisa alguma que divide, pois, tudo que divide está em liquidação, está sendo deletado por todos os componentes do Universo. E essa é a causa da violência e do desequilíbrio moral, físico e financeiro no mundo inteiro, por estarem fora da LINHA RACIONAL.
O pensamento FALIU e está em liquidação. Não tem mais nada a dar para os pensadores, a não ser a respectiva falência e liquidação. E quem está fora da LINHA RACIONAL, fica por conta do pensamento falido.
Somos seres superiores e, não pensadores. Pensadores foi apenas uma contingência a que fomos submetidos pela Mãe Natureza, por termos perdido a consciência da nossa vida verdadeira anterior, na ORIGEM. Ficando assim sendo lapidados pelo pensamento, para nossa preparação para a fase atual, a fase do desenvolvimento do raciocínio, de retorno ao nosso estado natural de Racionais puros, limpos e perfeitos, no nosso verdadeiro mundo de origem, o MUNDO RACIONAL.
Mas, repetimos, terminou essa fase de preparação, agora a fase é de ascensão. Terminou a fase do sofrimento, sendo lapidados pelo pensamento. E ainda vamos querer continuar a sofrer? Vamos continuar mantendo a inconsciência, a desunião, o misticismo, o atraso e a brutalidade?
Não, minha gente, vamos acordar! Chega de marcar passo com o pensamento! Pensamento é do irracional e nós somos seres SUPERIORES. E o nosso natural é RACIOCINAR!
Acham pouco o que nós temos sofrido? Uma vida tumultuosa, onde reina um falso saber, um saber invertido, voltado para o chão, que nunca nos deu garantia de nada, jogando uns contra os outros e destruindo uns aos outros. Onde o bem é todo aparente, por isso, hoje serve e amanhã não serve mais. E isso se observa em todos segmentos desta cultura artificial, que o pensamento criou através de suas ferramentas que somos nós.
Chega de sermos robôs do pensamento! Ele foi muito bom para nos lapidar e preparar, mas, esta fase já passou. Estamos mais do que amadurecidos. E uma fruta madura se não for colhida para o destino a que foi preparada pela Natureza, o que acontece? Cai no chão e apodrece.
Vamos agradecer ao pensamento pela lapidação e preparação que nos deu e dar um ADEUS! A fase agora é RACIONAL. A energia que está comandando a Natureza (a essência de tudo e de todos) é a ENERGIA RACIONAL. E a parte bruta da Natureza, a parte deformada, está por conta do magnético (dono do pensamento e da imaginação), para ser conduzida à liquidação.
Confiram tudo isso nos Livros Universo em Desencanto!
ALEGRIA, ALEGRIA, ALEGRIA! Pois, agora sabemos quem somos, de onde viemos e para onde vamos: para o MUNDO DOS ETERNOS, o MUNDO RACIONAL!
E chega de dar murros em ponta de faca!

terça-feira, 23 de outubro de 2012

VOCÊ ESTÁ ENGANADO (A)

Quando você diz estar triste, você está enganado(a).
Que está deprimido (a), sem paz, sem amor, você está enganado (a).
Que a solidão persiste, você está enganado (a).
Que não consegue superar a dor, a perda, o infortúnio, você está enganado (a).
Que a VIDA não vale a pena viver, você está enganado (a).
Que o fracasso é uma constante em sua vida,você está enganado (a).
Que a vitória sobre o mal não é possível, você está enganado (a).
Que não consegue entender e compreender os demais, você está enganado (a).
Que não consegue relevar o que lhe causam de mal, você está enganado (a).
Que só consegue dormir à custa de medicamentos, você está enganado (a).
Que não consegue se afastar das drogas, das bebidas e dos maus costumes, você está enganado(a).
Que não consegue deixar de ser materialista, primário, você está enganado (a).
Que não consegue superar o medo sempre maior que lhe impede de viver livre e em paz consigo mesmo, você está enganado (a).
E tudo o mais de negativo que lhe ocorre, é porque você está enganado (a).
Enganado por quem?
Por quem lhe acompanha há milhões de milênios, vida após vida e que está em liquidação, alguém que já faliu, porque não tem mais nada a lhe dar para lhe iludir e lhe afastar do seu verdadeiro EU, que é brilhante, feliz, em paz, pleno de amor e fraternidade.
Esse alguém é que sente tudo isso de negativo e transmite a você.
E quem é esse alguém, tão fracassado que está lhe irradiando tudo de ruim?
É o pensamento magnético, um ser invisível, que persiste em lhe comandar, porque você não sabe da existência dele, não sabe como ele faz para lhe manipular, não sabe como ele foi feito, de que dimensão primária ele provém e para que ele foi feito pela Natureza deformada.
A missão dele é de lapidação da humanidade, irradiando tudo de ruim na cabeça dos animais racionais e engabelando os viventes através do positivo aparente, que hoje é certo, amanhã não é mais.
Hoje faz bem e amanhã faz mal. Faz você gostar e amanhã não gosta mais. Faz você sonhar, ter esperanças, ter ilusões e amanhã o sonho se transforma em pesadelo, as esperanças em descrédito da vida, que a esperança é a última que morre e as ilusões transmutam-se em desilusões. E após esse quadro todo negativo, o pensamento, que não é o seu senhor, senhor se torna de ti e você se torna um fracassado como ele, pois, escravo de fracassado, fracassado é.
Acorda, você não é nada de negativo. O seu SER VERDADEIRO é SUPERIOR e tem condições de dominar todo o mal, porque você é filho legítimo de DEUS e que está materializado em forma de máquina do raciocínio, na glândula pineal: este é o seu verdadeiro ser – puro, limpo e perfeito, ansioso para se libertar do pensamento destruidor.
Procure SE CONHECER, só isso falta a toda a humanidade para se libertar eternamente e vivermos todos unidos em perfeita paz, amor e fraternidade, em CONCÓRDIA UNIVERSAL. Conheça o seu verdadeiro SER, a sua verdadeira identidade que estava perdida, por você estar admitindo uma sabedoria falsa, invertida, olhando somente para o chão. Leia Universo em Desencanto, liberte-se do jugo amargo, conheça os modos e os moldes do seu verdadeiro SER – aí ele se ilumina de felicidade por você lhe dar atenção, esquecido que estava há milhões de milênios, por você somente dar atenção ao pensamento.
Com a alegria do raciocínio, todo iluminado, levante sua cabeça. Aí vai se ligar à LUZ ESPLENDORA RACIONAL que está cobrindo todas as cabeças, vai ficar ligado (a) eternamente em DEUS VERDADEIRO, RACIONAL como o raciocínio, porém, superior, o RACIONAL SUPERIOR, e ficará imunizado racionalmente, eternamente de todo o mal e nunca mais será um (a)enganado (a) e um enganador (a)!
LOUVADA SEJA A LUZ DA DIVINA PROVIDÊNCIA NA TERRA!
LOUVADA SEJA A CULTURA RACIONAL!

sábado, 20 de outubro de 2012

RECOLHER-SE

Quem conviveu com o Mestre Manoel Jacintho Coelho, dele ouvia com freqüência: “BOA ROMARIA FAZ, QUEM EM SUA CASA VIVE EM PAZ.”
E cada qual tinha sua interpretação dessa verdade que, na verdade, abrange um gama sempre maior de aplicações na vida, englobando todas as nossas interpretações. Mas, a gente, estudando a Cultura Racional, a qual nos foi trazida por ELE, em missão ímpar universal, a gente vai amadurecendo, começa, pouco a pouco, muito naturalmente a enxergar com os olhos da razão, limpando o ego dos sonhos, das fantasias, da ambição, da ganância e das ilusões... e todo o exterior aparente vai perdendo o seu valor.
Reduzimo-nos, passo a passo, em tudo que é desnecessário (o que divide), expandindo nossa luz interior, a luz do raciocínio.
Aí vamos chegando ao conhecimento e ao reconhecimento do nosso EU verdadeiro, através das verdades das verdades contidas na Cultura Racional, por nosso EU verdadeiro se identificar com o conhecimento Racional que vamos adquirindo, passando o raciocínio a nos guiar.
É quando voltamos para dentro de nós mesmos, é quando ACORDAMOS da nossa ilusão com tudo que não pertence ao nosso EU verdadeiro e que o aprisionava, impedindo que a gente passasse a SE CONHECER. É o RECOLHER-SE!
Aí, vamos nos tornando em paz conosco mesmos, despreocupados e desprendidos de tudo que a ELE não pertence, assumindo nossa verdadeira CASA que é a extensão do MUNDO SUPERIOR, o MUNDO RACIONAL.
E, assim, vamos, muito devagarzinho, alcançando uma compreensão maior e mais elevada, da grandeza das palavras do Mestre MJC:
“BOA ROMARIA FAZ, QUEM EM SUA CASA VIVE EM PAZ.”

quinta-feira, 18 de outubro de 2012

MATERIALIZAÇÕES DOS HABITANTES DO MUNDO RACIONAL

No último 13 de outubro, quando comemorávamos o Dia da Cultura Racional no Retiro Racional, onde são confeccionados os Livros Universo em Desencanto, fomos agraciados com um espetáculo indizível: a materialização dos Habitantes do MUNDO RACIONAL, em forma de luzes brilhantes prateadas, fazendo evoluções!
Um dos nossos Irmãos Racionais, estudante dos Livros Universo em Desencanto, documentou o momento apoteótico, que nos encheu de emoção!
Aqui estão as três fotos, mas que não podem, nem de leve dar uma pálida ideia da grandeza de sentimento que nos tomou a todos!
Fica assim provada, mais uma vez, pois, fato como esse já ocorreu inúmeras vezes no Retiro Racional e fora dele, de que os Habitantes do MUNDO RACIONAL já estão na Terra, desde 1935, para evolução da Fase Racional, garantindo o desenvolvimento do raciocínio (Glândula Pineal), de toda a humanidade!
Mas, é preciso que todos tenhamos a cultura deles, a Cultura Racional, para que possamos nos conectar com eles independente de suas materializações.
Vamos sorrir, minha gente, a concórdia universal depende agora só de nós, que cada qual estude a Cultura dos nossos Irmãos de Origem, a cultura natural da Natureza, para que possamos ter o entendimento perfeito com eles, que estão no mundo em missão de paz, amor e fraternidade, para solucionar os sérios problemas desta nossa humanidade sofrida!
ALEGRIA, ALEGRIA, ALEGRIA! Avante, minha gente, não vamos perder mais tempo com o sofrimento! O pensamento faliu e agora só com o raciocínio desenvolvido encontraremos a solução de tudo, porque estaremos preparados para receber as orientações dos nossos Irmãos Habitantes do MUNDO RACIONAL!
Estudemos UNIVERSO EM DESENCANTO!
SAÚDE E PAZ PARA TODOS!

quarta-feira, 17 de outubro de 2012

UMA RECEITA PARA QUEM QUER SER FELIZ

(Severino dos Reis)
Sabemos que todos os homens nascem livres, com direitos iguais, dignidade e são dotados de razão, consciência e com direito a ser feliz. Mas para ser feliz, devemos agir com espírito de fraternidade uns com os outros.
Nenhuma vitória humana na matéria, seja qual for, poderá trazer felicidade duradoura. Não podemos misturar a felicidade aparente, passageira, superficial da matéria, com a felicidade fundamentada na elevação Racional. Ambas são de extremos diferentes como do dia para a noite.
Jamais invejais a felicidade de quem quer que seja, pois não sabeis o que passa em seu ego. Lembre-se de não desejar a ninguém, tudo que é prejudicial a você; tudo o que te faz mal ou que lhe causa sofrimento, o afaste de ti; procure forças em DEUS que é infalível.
Lembre-se: o mal tem forças de domínio sobre os fracos e só conseguiremos vencê-lo, se tivermos força de vontade, opinião, determinação. Renuncia a fé em DEUS e aceite a certeza, a plenitude da existência verdadeira de Deus; pois a fé é pequena demais para expressar a grandeza do poder do verdadeiro Deus.
Renuncie: bebidas, drogas, paixões, desespero, angústia, ansiedade! Tudo isto fortalece o domínio do mal, enfraquece a nossa proximidade com a força do bem: (de DEUS). Nunca deixe o fanatismo alimentar seu ego. Pois se observa sempre, que se o fanatismo é religioso, matam em nome de DEUS. Se o fanatismo é político, matam em nome da ideologia e assim por diante.
Mesmo subsidiado do livre arbítrio que DEUS lhe deu, saiba que tudo tem limites e deve rigorosamente ser respeitado. Devemos respeitar as leis da natureza, pois, ela é a mãe de todos nós, é dela que tiramos desde o ar que respiramos, ao pão nosso de cada dia.
Tentar agredi-la é destruir a si próprio. Jamais devemos nos sentir grandes diante da fragilidade de nosso semelhante, principalmente quando nos julgamos ser os únicos protegidos por DEUS. Pois, para Ele todos são iguais; essa mesquinhez, só serve para melhor qualificar arrogância de si mesmo.
Ninguém alcança em sua totalidade, as graças celestiais de DEUS, se em sua mente não refletir o verdadeiro espírito de humildade, fraternidade, amor ao próximo, de paz e união.
Não precisamos julgar e nem combater, a quem ou, ao que não presta, ele morre pelos seus próprio atos. Mentiras, palavras bonitas, gestos que emocionam e nos fazem chorar, não alcançam as vibrações celestiais de DEUS, se em nossa consciência existem sentimentos opostos ao que dizemos! Se tudo isto é apenas para conquistar pessoas sofridas e retirar-lhes o pouco que ganham, o pouco que lhe resta para o pão de seus filhos e atirar-lhes a uma desilusão ainda maior.
É fácil conquistar pessoas que sofrem, nos momentos que estão fragilizadas. Mas é impossível enganar a Deus e mentir para nossa própria consciência.
Gostaria de apresentar-lhe o livro UNIVERSO EM DESENCANTO, da CULTURA RACIONAL, talvez já não lhe seja novidade, pois, o mesmo já está anunciado na Bíblia Sagrada, em Romanos, cap. 12, v. 1... Pedro cap. 2, v. 2... E Apocalipse cap. 3, v. 3...e cap. 7 v. 9... Seus ensinamentos nos dão sabedoria infinita; da razão ao porquê de tudo! Desperta em nós, uma gratidão imensa pela vida, por tudo, por todos e de amor infinito a DEUS, como forma de sermos gratos a cada minuto de nossa existência. E sobretudo, nos ensina quem nós somos; de onde viemos e para onde vamos!
Está aí, uma descoberta, que de priscas eras é buscada pelo homem; e hoje, a ciência recorre todos os meios de pesquisas nessa busca: na expansão do universo, na astronomia, já fizeram acelerador de partículas e a incógnita continua ai! Porque a resposta não está na inteligência do pensamento; mas na magnitude do Raciocínio desenvolvido.
Ma, como desenvolver, se os homens acham que já Raciocinam? Porque não sabem o que é Raciocinar! Raciocinar é ter a parte Racional do cérebro desenvolvida. E como poderíamos já Raciocinar, se só agora chegou à Terra a Energia Racional para desenvolvê-la? E a única fonte geradora da energia Racional, é na leitura do livro UNIVERSO EM DESENCANTO. Portanto: pegue o livro e boa leitura!

quarta-feira, 10 de outubro de 2012

O CARENTE NÃO EXISTE

Quem não se conhece, é porque não conhece a Natureza.
E por não conhecer a Natureza, não conhece a si mesmo, pois, faz parte da Natureza. E quem não conhece a Natureza, não sabe por que tem vida, não sabe por que existe.
E quem não sabe por que tem vida, não sabe por que vive. E não sabendo por que vive, pensa que vive, mas, não vive.
E, assim também, quem não sabe porque existe, não existe, porque não domina sua existência, vivendo ao léu, vivendo porque tem vida, fazendo o que os outros fazem, vivendo como os demais vivem, sem saber se vive certo ou errado, não sabendo o que faz, não sabendo o que quer, não sabendo o que diz.
E por viver a vida dos outros, deixa de viver a própria vida, por não se conhecer. Aí está a carência, a carência de conhecimento de si mesmo.
Portanto, todo carente não existe, porque não assume a própria vida, vivendo como papagaio, falando o que os outros falam, fazendo o que os outros fazem e admitindo o que os outros admitem. E aí está a doutrinação permitida por si mesmo, dos outros sobre si mesmo.
Um doutrinado é como um animal qualquer que segue o que lhe é imposto, sem o crivo do bom senso. É um guiado, que não quer ser, por indolência, o seu próprio guia. Aí, sente-se vazio, por não voltar-se para si mesmo, por não ouvir o seu íntimo que, vazio de conhecimentos reais da vida, cai em depressão.
A depressão é uma advertência da Natureza a dizer:
“Você está negligente consigo mesmo, acorde para a sua vida, que está dentro de você!”
Ninguém pode viver a vida do outro e vice-versa. Todos são diferentes, por estarem fora do seu verdadeiro estado natural, aquele traçado pela Mãe Natureza para que a pessoa evolua por si mesmo.
Por todos serem diferentes, ninguém, ninguém mesmo pode fazer nada interiormente por ninguém, a não ser a própria pessoa, pois, somente o ser interior dela é quem sabe o que ela precisa para se engrandecer, fortificar, evoluir e se libertar eternamente. E, assim, o amor é um estado que se adquire por a pessoa dar a devida atenção a si mesma. Quando isso acontece, a pessoa se desprende de tudo e de todos, o que significa, não espera nada de ninguém pela certeza de que cada qual é que tem que fazer por onde se engrandecer, fortificar, evoluir e se libertar. Não se aprisiona, nem aprisiona ninguém.
Quando se liberta, encara tudo com naturalidade, por compreender que cada qual está fazendo aquilo que precisa para se engrandecer, fortificar, evoluir e se libertar. Então, fica aqui provado e comprovado que ninguém pode fazer ninguém feliz e, sim, a própria pessoa é que cava a sua felicidade ou o seu infortúnio.
Concluindo, ninguém é culpado do sofrimento de ninguém, a própria pessoa é que é a causadora do seu sofrimento, por não se conhecer, vivendo carente de si mesma. E como se conhecer? Ora, por fazermos parte desta grandiosa Natureza, somente poderemos nos conhecer se conhecermos essa Natureza, sua cultura, seus procedimentos, suas leis naturais universais.
Portanto, quem se mantém carente é por falta absoluta de gratidão a esta grandiosa Natureza que nos gera, cria, mantém e governa, ingratidão essa comprovada pela falta absoluta de interesse em conhecer a cultura que rege essa Natureza e que lhe dá o poder de a todos atender e contemplar de tudo que precisam e necessitam para sua existência, atendendo aos seres invisíveis, de todas as dimensões e aos visíveis que somos nós, bem como os animais irracionais, os vegetais, os minerais, a água, a terra, o sol, a lua, as estrelas e todos os demais componentes visíveis deste grandioso universo.
Procuremos todos, em agradecimento a tudo que recebemos de graça da Mãe Natureza, conhecer a cultura natural dela, presente na Terra há 77 anos! E o povo sofrendo por teimosia e rebeldia, mantendo, por gosto e vontade seu estado vergonhoso de carente. E, por isso, ao carente, todo sofrimento é pouco!

quinta-feira, 4 de outubro de 2012

SALVE 04 DE OUTUBRO DE 2012: 77 ANOS DE CULTURA RACIONAL!

CONFRATERNIZAMO-NOS COM TODA A HUMANIDADE, COM A MÃE NATUREZA, COM TODAS AS FORÇAS BENDITAS LIGADAS AO RACIONAL SUPERIOR, NUM AGRADECIMENTO CONJUNTO AO RACIONAL SUPERIOR, QUE TROUXE A LIBERTAÇÃO DE TODOS NÓS, PELO DESENVOLVIMENTO DO RACIOCÍNIO, ATRAVÉS DOS LIVROS DA IMUNIZAÇÃO RACIONAL, UNIVERSO EM DESENCANTO, QUE HÁ 77 ANOS FORAM DITADOS DO MUNDO RACIONAL AO POVO DA TERRA, ENSINANDO-NOS O CAMINHO DE RETORNO AO NOSSO VERDADEIRO ESTADO NATURAL DE RACIONAL PURO, LIMPO E PERFEITO, NO MUNDO RACIONAL, DE ONDE VIEMOS E PARA ONDE, AGORA, ESTAMOS VOLTANDO, ATRAVÉS DO ESTUDO DA CULTURA RACIONAL, A CULTURA NATURAL DA NATUREZA, PARA A RACIONALIZAÇÃO DOS POVOS, QUE É TODA HUMANIDADE CONHECER O MUNDO DE SUA RAÇA E SABER COMO VOLTAR PARA ELE, PELO DESENVOLVIMENTO DO RACIOCÍNIO.
AGORA SÃO SOMENTE FESTAS! FESTAS E MAIS FESTAS, PARA QUEM JÁ PASSOU A SE CONHECER RACIONALMENTE.
PARTICIPE VOCÊ TAMBÉM, VISITANTE AMIGO, DESTA APOTEOSE DE PAZ, AMOR, FRATERNIDADE E CONCÓRDIA UNIVERSAL, LENDO OS LIVROS UNIVERSO EM DESENCANTO.
TENHAMOS TODOS SAÚDE, SOSSEGO E ALEGRIA, MUITA, MUITA, MUITA ALEGRIA!!!!!!!!!!!!! SIM, QUE O SOFRIMENTO ESTÁ CHEGANDO AO SEU FIM!

terça-feira, 2 de outubro de 2012

VOCÊ TEM MEDO DA MORTE?

(Porfírio Jesus das Neves – Programa de rádio A VOZ RACIONAL)
Este é um ótimo tema para se propagar o conhecimento da Cultura Racional. Você tem medo da morte?
Há tempos atrás a maioria, senão a totalidade das pessoas respondia que sim. Na verdade só de ouvir a pergunta já se pelavam de medo.
Se você está querendo desligar o rádio com medo do que aqui será falado, não precisa. Só falaremos de coisas muito boas e muito significativas. Eu diria até, com muita energia positiva.
Afinal se não fosse a morte, apesar de ninguém a desejar para si e para seus entes queridos, senão fosse a morte, ficaríamos por aí vivendo piores do que zumbis, caindo aos pedaços, sem ter um “merecido descanso eterno”. Por isso é que havia um argumento muito convincente sobre a morte na fase do pensamento, ou fase do atraso: descanso eterno. Quem morria ia para o descanso eterno junto ao Criador. Que belo consolo. Mas ninguém explicava porque continuava nascendo gente neste mundo. Se todos iam para junto do “criador”, então por que continuava nascendo gente neste mundo? Se nada se perde, nada se cria tudo se transforma, tinha que parar de nascer neste mundo caso estivessem voltando para o “Criador”.
Na verdade, o descanso eterno era uma suposição que servia para consolar os que ficavam. Mas, apesar dessa oportunidade oferecida a todos para ficar junto de Deus, ninguém queria morrer. Todos tinham medo da morte, como quem diz: Deus pode esperar!
A verdade é que não existe morte! Isso mesmo, não existe morte para quem se conhece. E quem é que se conhece?
Todo aquele que já dividiu as duas vidas em seu devido canto, no Universo em Desencanto. Mas, vamos deixar esta explicação para o encerramento do nosso assunto. Primeiro, vamos rezar!
Vocês gostam de rezar? Eu tenho certeza que muitos ainda gostam da reza. E o Racional Superior, no livro Universo em Desencanto, nos presenteou com esta linda e esclarecedora mensagem sobre a reza, a Reza da Morte:
(*R-2 p-21) “Abre esta porta!
Quer dizer: este livro, que estás abrindo a porta do teu Mundo de Origem, o Mundo Racional, para onde todos têm de voltar porque não somos daqui. Se daqui fôssemos, seríamos eternos, por daqui não sermos é que morremos. Então, abre este livro, para saberes como podes voltar ao teu verdadeiro mundo que é o Mundo Racional.
Esta é a chave da porta do livro da volta para o teu mundo de origem. Esta é a Porta do Mundo Racional e a chave a ti entregue para abrir e entrar por ela a dentro para chegar ao teu verdadeiro mundo, o Mundo Racional.
O Mundo dos Puros, Limpos e Perfeitos, e não essa degeneração de podridão Racional, porque tudo que se degenera é podre e por ser podre é mau e, por ser mau, por si mesmo se destrói.
Então estamos vivendo em um mundo que não é nosso, destruindo a nós mesmos. Somos uns seres que vivemos para nos destruir e por isso o sofrimento nos acompanha noite e dia.
Que nesta vida de turbilhões de males não há quem não sofra, por muito bem que esteja.
Então, abre esta porta já!
Sem perda de tempo, para saíres deste tufão de angústias que é o mundo em que vives. E assim toda a humanidade vive angustiada e, por isso, preocupada com tudo e com a vida, vivendo com medo de tudo, com medo de morrer, porque ninguém quer morrer e de repente perde o que não queria – a vida.
Fogem da morte e não adianta fugir. Por isso se tratam, tomam remédios. Fogem dos perigos, vivem com cautela, procurando se livrar de tudo, mas não se livram da morte. Ela é traiçoeira e, de um momento para outro, é surpreendido por ela. (...) Está aí, a bela vida, em que os iludidos vivem à procura do que não existe: a felicidade.
Aonde existe sofrimento e morte não existe felicidade! Mas, inventaram esta tal palavra: a felicidade, para engambelar os iludidos com a vida. Isto seria bom, se a vida não fosse de mortais e sofredores.
E ninguém se conforma com o sofrimento nem com a morte.
Então, trata de abrir esta porta para que saias desta falsa vida para sempre. Que quem conhece esta vida vive porque tem que viver, mas não que preze a vida, pois a vida não preza ninguém.
Se a vida prezasse alguém, ninguém morria.
A vida é falsa, fingida e traiçoeira, e por isso se acaba de um momento para outro. Acabou-se o tudo aparente do nada, que é a morte quem reduz à condição de nada. A morte é mais forte que a vida e por isso a morte acaba com a vida. Com o poder da morte ninguém nunca pôde.
Sendo a morte a vigília da vida, até quando ela quiser.
Então: -“morte, por que tu existes?”
-“Eu tinha que existir para tirar todos daqui de um mundo ao qual não pertencem. Então, nasceu aqui, está por minha conta. Mato porque não é daqui e por isso a lei é esta: quem nasce tem que morrer”.
E, por isso, aqui na Terra existe esta força poderosa que ninguém nunca pôde com ela, a morte.
É a vida dos choros, dos sentimentos, das preocupações, das desilusões, dos sonhos, das paixões, das aflições, dos desesperos, das agonias, das indecisões; já está morrendo em vida, vítima de todas essas atordoações. Tudo isto é a reza e o rosário da morte.
Que quando começa a rezar estas rezas só tem vontade de uma coisa, é desaparecer, é de morrer, porque ninguém tem força para resistir à reza da morte.
A reza são todos esses sofrimentos e padecimentos irresistíveis.
Então, quem vive dentro de todas essas ruínas, de um mundo completo de ruínas, como pode encontrar a felicidade dentro ou no meio de todas essas ruínas?
E por isso tudo é passageiro!
Os seres humanos e tudo enfim são os pássaros que por aqui estão todos de passagem, por não serem daqui.
Então, trata de pegar nesta chave, abrir esta porta e voltar para o teu verdadeiro lugar, o teu mundo de origem, o Mundo Racional.
Perder tempo é aumentar o teu sofrimento, as tuas misérias, nesta vida do nada onde todos nasceram sem saber por que e, por isso, lutando pelo nada, sonhando com o nada, e daí tudo acabando em nada.
O bicho tinha que viver assim mesmo, sonhando sempre de olhos abertos, porque o bicho nunca soube o porquê ele é um bicho.
Nunca soube o porquê ele vive assim.
Nunca soube o porquê ele tem vida assim.
O bicho nunca soube quem fez este mundo em que ele vive dentro.
E, por isso, o bicho, cego por nada saber, por nada conhecer de real, tinha que viver sonhando na vida material e viver confinado pelas ilusões da vida.
A morte indica o ressurgimento de outra vida: uma inferior ou superior, devido a categoria do ser humano ser de bicho Racional.
Então, a morte indica o ressurgimento de outra vida: ou a porta de baixo do irracional, ou a porta de cima do Racional.
A morte é o ressurgimento de outra vida: ou a de baixo, ou a de cima. Ou desce ou sobe, porque a categoria é de bicho Racional.
Tudo é bicho, em comparação com o Racional.
Então são duas classes: a de baixo e a de cima – a Porta do Mundo Racional.”
Está aí este belíssimo texto cultural sobre a morte – esta força poderosa que nos manda de volta para o nosso mundo de origem, ou pela porta de cima ou pela porta de baixo. A escolha é nossa.
“A reza são todos esses sofrimentos e padecimentos irresistíveis”. Nesta afirmativa o Racional nos mostra que a vida de matéria é a reza da morte e que muitos prezam esta vida e não querem deixar por nada, nem para ir ao encontro de Deus.
Muitos desprezam a morte pensando que assim estão prezando a vida e muitos prezam a vida sem saber que estão de fato prezando a morte. A reza da morte é a vida de sofrimentos e de dores. Essa é a triste reza de quem não se conhece e só sabe rezar.
Agora, a explicação final para provar que não existe morte e que a reza da morte é a vida do encanto.
Todo aquele que já dividiu as duas vidas em seu devido canto, no Universo em Desencanto, prova com base e com lógica que morte não existe. A vida continua, ou melhor, as duas vidas continuam. Mas, primeiro tem que saber dividir, para depois unir cada uma no seu canto.
(*R-20 p-17) “A divisão das duas vidas, cada qual no seu mundo. O corpo de matéria continua sua vida na matéria e o corpo de Energia Racional continua sua vida no seu mundo de origem, o Mundo Racional”.
(*R-20 p-22) “É a separação dos corpos. O corpo de matéria regressa à matéria, se transformando no que era. E o corpo de Energia Racional regressa ao seu verdadeiro Mundo de Origem, o Mundo Racional. Então não há morte”.
(*R-20 p-26) “Então diz: UNI-VERSO EM DESEN-CANTO, cada um no seu canto, cada um no seu lugar. O corpo de matéria no seu canto, o mundo de matéria. E o corpo de Energia Racional também no seu canto, o Mundo Racional. Então diz: Universo em Desencanto: unir cada um no seu canto, cada um no seu mundo. Versar cada qual no seu lugar”.
E o Racional Superior está convidando toda a humanidade a sair desta reza da morte, que é a vida de sofrimentos, para voltar ao nosso Mundo de Origem. Então, abre esta porta. Abre este livro, o Universo em Desencanto, para saber separar estes dois corpos, estas duas vidas.
Não havendo a separação dos dois corpos de vida, o de matéria e o de Energia Racional, então, para esses, continua a reza da morte, na vida de sofrimentos em classes inferiores, que são os que ficam na porta de baixo.
* R = Livros da Réplica de universo em Desencanto