Follow by Email

sexta-feira, 25 de outubro de 2013

A NATUREZA NOSSA MÃE

(Angela Maria, Recife, PE)
À medida que a humanidade foi evoluindo, aconteceram mudanças que, não percebidas, transformaram modos e meios de conviver coletivamente. Em cada época os costumes foram sendo adaptados ao meio, cada cultura tratando de si mesma.
No entanto o homem sempre dependeu da Natureza para sua subsistência. Como quem está em aprendizado constante, fomos experimentando tudo ao nosso redor: o que fazia bem se tornando presente nas necessidades básicas humanas, o que fazia mal sendo afastado, muito embora alguns perderam vidas, saúde por não saber distinguir o bom daquilo que faz mal.
Dessa maneira nós começamos a caminhar num mundo sem sabermos nada de si, tudo foi sendo descoberto mediante experimentações.
Nesse caminho foram descortinados, para a sobrevivência humana, a natureza animal, vegetal, mineral dentre outras. Mesmo com essa evolução, nunca o homem descortinou sua origem, essa sempre foi contada em cada cultura mediante os experimentos vividos pelos grupos de convívio.
Respeitando a tudo e a todos, a Natureza sempre esteve presente, não importando cor, costumes, cultura, isto porque a Natureza é um Ser vivo, que nos mantém desde que saímos de uma parte Limpa, Pura e Perfeita nosso Mundo de Origem.
Para que aqui pudéssemos viver, Ela foi sublime em nos oferecer tudo, todo o necessário para sobreviver em um mundo degenerado do natural de todos.
Em cada fase mudaram-se vestimentas, alimentações, habitações, filosofias, religiões, etc. tudo porque como uma mãe que dá o melhor a seu filho, a Natureza nos proveu de pensamento, imaginação e Raciocínio.
Em nossa cabeça funcionam estas três máquinas, ou melhor funcionou, a máquina da imaginação (nos conduziu no primeiro milênio, éramos selvagens), no segundo milênio a máquina do pensamento (nos conduziu, éramos civilizados) e agora o terceiro milênio regido pela máquina do Raciocínio, que é a Fase natural da natureza, onde nos encontramos com nossa Verdadeira Origem, onde começamos a olhar para o Alto e ver que não estamos sozinhos nesse imenso universo.
Chegou para todos o conhecimento de si, de onde viemos, porque viemos e para onde vamos e como vamos.
A mãe nos mostra mais uma vez o caminho certo a seguir.
No entanto, Ela respeita nosso livre arbítrio e assim cabe a cada um decidir se obedece ou se vai experimentar mais um pouco dessa vida cercada de sofrimentos.
A evolução natural da Natureza agora é Racional. E por assim ser, é que AGORA podemos ter contato com os demais habitantes de outras paragens, desde que desenvolvamos este SER RACIONAL, através do estudo da Cultura dele, a Cultura Racional.
Pois, se a origem de tudo e de todos é uma só, é Racional, ao nos ligarmos ao nosso SER RACIONAL, automaticamente nos ligamos a todos os seres existentes no universo em que vivemos e fora dele, porque RACIONAL é Um só SER. E, por isso, RACIONAL é o SER REAL, onde tudo está UNIDO!
E as provas e comprovações de tudo isso todos terão, desenvolvendo o seu RACIOCÍNIO e se ligando ao SER REAL, o SER RACIONAL, através do estudo dos Livros Universo em Desencanto, de Cultura Racional, a cultura do VERDADEIRO SER, do SER REAL, do SER RACIONAL.
Permita-se SE CONHECER, quer dizer, permita a si mesmo conhecer o seu SER REAL, o SER RACIONAL, que é o mesmo SER REAL da Natureza nossa Mãe Verdadeira, porque RACIONAL é um só, por A ORIGEM ser uma só e, por isso, a VERDADE é uma só, porque provém da ORIGEM e, não deste universo deformado e sem estabilidade em que vivemos.

quarta-feira, 23 de outubro de 2013

O TERCEIRO DOS SETE ENIGMAS DA HUMANIDADE

(Severino dos Reis)
Queridos leitores do nosso Blog: como negar as transformações e a evolução do homem, se a própria história da inteligência humana, pode ser resumida como uma caminhada; que no princípio começou muito lenta, depois foi acelerando e num progresso geométrico passou das trevas da ignorância, para a luz meridiana do conhecimento.
E hoje, galgamos tão elevados desenvolvimentos científicos, com tecnologias, capazes de medir a radiação de uma estrela há milhões de anos luz de nós, darmos uma volta em torno da terra em algumas horas, apertar um botão e destruir uma cidade.
E, no entanto, o homem apesar de sua incursão profunda no domínio da ciência e da tecnologia, continua cercado pelos mistérios, quanto ao mundo que habita e entre muitas coisas, o aparecimento da vida.
E para ir diminuindo os mistérios, nesse comentário, vamos explicar o 3º enigma: O APARECIMENTO DA VIDA. Enigma para a Cultura do pensamento, a Cultura do 2º milênio; mas é muito conhecido na Cultura do Raciocínio, a CULTURA RACIONAL do 3º milênio.
E assim, passamos então a explicar o aparecimento da vida, que logicamente eles se referiam à vida de matéria, pois é dessa forma, que Hackel e Du Bois Raymond e todos conhecem a vida.
Mas em um mundo, onde nada se perde nada se cria, tudo se transforma, como bem patenteou Lavoisier, para falar do aparecimento da vida, não seria necessário ser muito perspicaz para saber, que a vida material, também é produto de transformações de outras vidas antes dessa, porque não existe efeito sem causa. Se existe esta vida material em transformação, é porque existe a outra que não estava em transformação, para dar causa a essa.
E com certeza, se existe este mundo em que vivemos, onde somos animais Racionais é porque existia o MUNDO RACIONAL com habitantes Racionais, para dar causa a esse. E lá o progresso é só de pureza; quer dizer: não tem variações tudo é estável, o mundo do RACIONAL SUPERIOR.
Lá não existem dois sexos é um ser só, porque são puros, limpos, perfeitos e eternos, por isso não estão em transformação, por serem seres de Luz Racional (Energia Racional). E há vinte e uma eternidades atrás, tinha lá uma planície, que não estava pronta para entrar em progresso e os Racionais estavam avisados pelo RACIONAL SUPERIOR. Mas uns tantos Racionais, não deram atenção ao aviso e começaram progredir naquela planície por conta própria, abusando da liberdade.
A planície por não estar pronta não aguentou o progresso, começou se transformar e a descer, afastando do MUNDO RACIONAL; quando eles perceberam quiserem voltar, mas ela já estava muito abaixo e já havia uma separação entre eles e a pureza.
Então eles continuaram aquele progresso, mas passaram a perder as suas energias, as suas virtudes; virtudes são vidas que se transformaram em outras vidas, porque as virtudes que saiam dos corpos de todos eles, iam se reunindo em só ponto, formando um foco de luz já invertida, começando produzir pressão e calor, por sair do seu estado natural.
O calor começou a esquentar a planície e a planície com o calor amoleceu virando uma goma; e o calor sempre aumentado, a goma começou a ferver e a espumar e a espuma foi virando uma resina. O calor sempre aumentando, a goma derreteu virou água e a resina queimou e virou cinza, o que hoje nós chamamos de terra. E os Racionais perderam todas as suas virtudes e se extinguiram: uns tantos em cima da água e uns tantos em cima da terra. Os que se extinguiram em cima da água, deram origem ao sexo masculino e os que se extinguiram em cima da terra, deram origem ao sexo feminino.
A água sendo o sexo masculino, penetrou na terra, que é o sexo feminino, molhou e com o calor mofou, ficou choca, acontecendo ali, a primeira fecundação, porque tudo que choca gera; gerando assim, os primeiros micróbios, as primeiras vidas. Explicando assim, o 3º enigma: O APARECIMENTO DA VIDA. Obviamente estamos falando da vida biológica em geral: Racional e Irracional. Mas a formação da vida humana Racional como conhecemos: a água e terra contribuíram com o corpo de matéria; e os Racionais que se extinguiram, contribuíram com a sua energia, que é o motor que movimenta o corpo. Por isso acreditamos na existência de duas vidas em cada pessoa: uma que vive essa vida aqui na terra e a outra que vive fora do corpo após a morte.
Essa última, na Cultura da civilização é conhecida como Alma ou Espírito; mas a CULTURA RACIONAL explica, que o que dá vida ao corpo antes e após a morte é o Raciocínio! Porque é o que sobrou de cada Racional que foi extinto! É a impressão que ficou como vínculo, do homem com a sua origem eterna, o MUNDO RACIONAL.
E nos “Irracionais”, a vida é apenas a vibração da matéria, a energia elétrica e magnética ligada ao corpo. Porém, nada foi feito de uma hora para outra e nem por acaso; e só na quarta eternidade, que apareceram as primeiras vidas; e mesmo assim, vidas microbianas, que foram se transformando e evoluindo no transcorrer de todas essas eternidades.
É só agora na 21ª eternidade é que o homem despertou em querer saber a sua origem e a origem do universo.
Mas sem ter o mapa da trajetória percorrida, ficou muito difícil; por isso a ciência com suas teorias tenta, mas não explica de forma definitiva. Só quem sabe, quem viu fazer, conta com naturalidade; é o que o RACIONAL SUPERIOR está fazendo na CULTURA RACIONAL: explicando como surgiu esta vida biológica, microbiana de mortais. Porque a vida verdadeira acabou, quando os Racionais se extinguiram em cima da terra e da água: ali aconteceu a verdadeira morte.
Desde então, estamos mortos para nossa origem; e olha que já faz vinte e uma eternidades, que estamos nesta vida de matéria: nascendo e morrendo. E nesse ciclo vicioso, nem nos lembrávamos mais, do nosso mundo de origem, o MUNDO RACIONAL; porque a vida e a morte que conhecemos são fictícias: nem é vida nem é morte, mas apenas um ponto acentuado, na trajetória da vida deformada em transformação constante. Portanto, está na terra, o que o ser humano está em busca, desde os primeiros “despertar” da consciência primitiva, até os mais audaciosos pesquisadores da atualidade: que sondam o Universo, com os mais importantes equipamentos, como poderosos telescópios, Satélites, sondas Espaciais e computadores de última geração, procurando a origem do Universo e da vida e não encontraram.
E agora para o deleite dos que buscam com seriedade a definição de tudo no Universo, está na terra a CULTURA RACIONAL: a Cultura do Terceiro Milênio, contando com pormenores sobre tudo! Desnudando todos os mistérios e enigmas, para todos sem privilégios. Bastando para isso, apenas desenvolver o Raciocínio, estudando a CULTURA RACIONAL, lendo a Obra: UNIVERSO EM DESENCANTO, que é a didática da CULTURA RACIONAL. Isto é para você também, vamos! Experimente!

O SEGUNDO DOS SETE ENIGMAS DA HUMANIDADE

(Severino dos Reis)
No último comentário nós enfocamos os sete enigmas da humanidade, citados por Haeckel e Du Bois Raymond e explicamos o primeiro Enigma: a natureza da matéria e das energias, fatos que ocorreram nas três primeiras eternidades.
E dando sequência à questão dos sete enigmas da humanidade, neste comentário, explicaremos o 2º Enigma que é: a origem dos movimentos.
Obviamente, nós não somos os primeiros sucessores dos primatas, segundo Charles Darwin, a propor explicar e desvendar todos os mistérios e enigmas do Universo e da vida; pois, talvez esse seja o sonho mais antigo do homem. Quando ainda morava nas cavernas, já fervilhavam em seus pensamentos, os anseios de entender e explicar tudo que sentia, tudo que ouvia e tudo que via movimentar em sua volta aqui na terra e até o brilhar dos mais distantes corpos celestes
.
Para o descortino dos enigmas já fizeram tudo: já tentaram essas explicações de uma infinidade de jeitos; desde as formas mais simples, como Deus criou o mundo apenas por sua vontade, até as mais complicadas, como a teoria de Big Bang. Isso prova que ninguém está certo, porque deixa dúvidas; se ainda existe mistério e enigma é porque faltam explicações; a forma verdadeira convence todos, não tem contradição. O mundo foi feito uma vez só, portanto só existe uma forma para explicar sua criação: a forma Racional, porque o mundo é de origem Racional; a forma Racional é completa, explica tudo, não fica faltando nada para ser chamado de mistério ou enigma.
E o RACIONAL SUPERIOR, conta com simplicidade na CULTURA RACIONAL para todos entender; mas tinha que esperar chegar o tempo; sem evoluir culturalmente ninguém entenderia! E a jovem humanidade querendo saber, precipitaram. Por isso, em tempos primitivos, comunidade inteira em desespero, saía aos gritos: queremos saber como surgimos aqui! Qual a finalidade desta vida sem sentido! Como e de onde veio esta imensidão de universo; temos medo da escuridão do cosmo.
E, como num gesto de mãe acalentando seus filhos, a Natureza veio engendrado idéias em forma de filosofias, em forma de religiões, de ciências e tecnologias, para entreter e acalmar, em paliar a humanidade, na infância assustada e na adolescência cheia de indagações. Como uma mãe que conta histórias e presenteia os seus filhos, com brinquedos similares às coisas verdadeiras, que eles só terão quando forem adultos. Para que entretidos com as histórias e com os brinquedos, as crianças vão crescendo e sem sentir se tornam adultos; assim era a humanidade em tempos primitivos.
Mas, não estamos mais em tempos primitivos! A humanidade já passou pela infância na pré-história, já passou pela adolescência na civilização e já atingimos a idade adulta, por isso esta aí a CULTURA RACIONAL. Agora não precisamos mais viver engambelados pelas histórias; porque chegou o resto do saber que faltava, para explicar todos os mistérios e enigmas. Portanto, essa fração de existência que chamamos de vida atualmente, serve apenas de exemplo para a vida real, que ficará pronta com a CULTURA RACIONAL, agora no final dessas 21 eternidades que já se passaram, nesse nosso Universo deformado. Para melhor entendimento dos nossos leitores, daremos uma idéia do que é uma eternidade, em que se refere à CULTURA RACIONAL.
Que o conceito de universo deformado, é o mundo onde tudo está em transformação, nada é definitivo, tudo é aparência; e aparências não são verdades. Por exemplo: uma semente se transforma em uma árvore; a árvore se transforma em madeira; a madeira se transforma em papel; o papel se transforma em livros e etc. Quer dizer: que nem a semente, nem a árvore, nem a madeira, nem o papel, nem os livros, são verdadeiros, nada é verdadeiro nesse mundo. Tudo que se transforma não é verdade; porque é hoje, amanhã se transforma deixa de ser. Então, 21 eternidades, são apenas referências cronológicas, do tempo que não existiam números, um passado obscuro, desconhecido da humanidade.
E o mundo onde nada se transforma? Há sim! Aí tudo é verdadeiro, porque está pronto; e não muda mais porque é eterno, esse é o MUNDO RACIONAL. É o mundo da eternidade, tão desejado por todos os seres humanos, que agora está ao alcance de todos, porque chegou o tempo. Lá sim, a eternidade é só uma, porque não existem transformações. A cronologia ou a contagem de anos é muito recente, em relação à existência do universo. A vida humana era muito rude, só depois de organizada a escrita e desenvolver alguns conhecimentos dos movimentos dos astros e dos planetas, é que foi possível determinar contagem de anos.
O astrônomo Norte americano, Kal Seigan, nos limites de seus conhecimentos, chamou o tempo que levou do início da criação do universo até agora, de um dia cósmico. E disse: que o homem dessa forma humano, só apareceu nos últimos 10 segundos desse dia. Isso é um tempo incomensurável, uma vez que a nossa Arqueologia, afirma que a Cultura humana, há 15.000 anos atrás, já tinha progredido bastante em diversas partes do globo; e que o aparecimento do homem se deu, há mais de três milhões de anos.
O RACIONAL SUPERIOR, autor da CULTURA RACIONAL, diz no livro UNIVERSO EM DESENCANTO, que já se passaram 21 eternidades, do início do universo até agora. E chamou de uma eternidade, um tempo de duração na deformação. Por exemplo: vamos admitir que a terra no início fosse comprida, e foi se transformando, até ficar quadrada; e quando nada mais se lembrava de quando ela era comprida, completou-se uma eternidade. De quadrada, ela foi se transformando, até ficar redonda; e nada mais se lembrava de quando ela era quadrada, complete-se mais uma eternidade e assim por diante. Está aí o que é uma eternidade: um tempo de duração na deformação.
A deformação e transformação começaram, quando os Racionais entraram na planície que não estava pronta. Eles entraram sem ordem do RACIONAL SUPERIOR, que já tinha lhes avisado, que naquela planície não poderiam progredir, porque ainda não estava pronta para o progresso. Mas eles usaram o livre arbítrio e começaram progredir por conta própria; a planície não aguentou o progresso e começou a regredir e a se movimentar; desprendeu do MUNDO RACIONAL, foi descendo e se transformando. Era o início das transformações, que deram origem a todos os movimentos, de tudo que existe, na terra e fora dela e em todo o Universo.
Assim, está explicado o segundo enigma, que é: A ORIGEM DOS MOVIMENTOS. Portanto, a única forma confiável de vislumbrar todos os mistérios e enigmas; e explicar tudo que existe nesse nosso Universo deformado, é observar da origem, do MUNDO RACIONAL, de onde partiu o início do Universo. Porque só de lá é possível ver toda trajetória, que percorreu todas as coisas e as transformações que passaram até chegar ao que é hoje. De outra forma, são teorias; suposição de quem quer explicar o que não conhece; o que nem sabe por que existe. Como explicar, se está tudo em constantes transformações? Se tudo é temporário. Hoje fazem uma teoria, todos aceitam como certa; daí a pouco chegam à conclusão que ela estava errada, porque descobriram outra forma mais correta. Assim é tudo: nas Religiões, o que até pouco tempo era pecado, matar, assaltar, etc., agora não é mais, tudo será perdoado. Será que Deus mudou de opinião? Não! É porque ele não deu ordem nenhuma até agora; estava tudo sendo criado pelas invenções do pensamento, determinado pela Natureza elétrica e magnética para lapidar, evoluir os seres humanos, até alcançar um nível mínimo de compreensão, capaz de entender o que realmente aconteceu para o surgimento deste mundo de mortais.
Agora a humanidade evoluiu, já alcançou a maioridade! Já está apta para entender. Por isso, já está aí a CULTURA RACIONAL, ditada pelo RACIONAL SUPERIOR (Deus), que ficou na origem. Vendo o desenrolar da nossa evolução, para então contar a realidade: como tudo aconteceu para ficarmos deformados, com vida de matéria, sofrendo e morrendo! Criando normas, leis e Religiões, para refrear o nosso instinto de animal. Agora sim: estamos prontos. Não precisamos mais ficar a mercê das teorias, das invenções do pensamento dos homens. Agora na CULTURA RACIONAL, os ensinamentos são dados pelo Raciocínio Superior a todos os Raciocínios, o RACIONAL SUPERIOR (Deus), nos ensinando a desenvolver o nosso Raciocínio, para ficarmos igual a ele e voltarmos a viver com ele no MUNDO RACIONAL.
Portanto, meus queridos leitores: para os seus próprios bens, procurem conhecer; estudar mesmo a CULTURA RACIONAL, que está inserida, na obra: UNIVERSO EM DESENCANTO, o saber completo e verdadeiro, porque é de Deus.

terça-feira, 1 de outubro de 2013

DESENCANTO

SENTIMO-NOS HONRADOS E GRATIFICADOS DE POSTAR O TEXTO A SEGUIR QUE, NA VERDADE, É UM BELÍSSIMO DEPOIMENTO DE RECENTE ESTUDANTE DE CULTURA RACIONAL, A ANGELA MARIA, DE RECIFE, DENTRE MILHARES DE PESSOAS QUE TÊM TOMADO CONHECIMENTO DA CULTURA RACIONAL ATRAVÉS DA INTERNET. NOSSOS AGRADECIMENTOS A ELA E A TODOS OS NOSSOS PREZADOS VISITANTES.
(Angela Maria – Recife, PE)
“Desencanto quer dizer: liberdade, libertou-se da matéria, estava preso à matéria, ao mal, sofrendo, preso aí a todo sofrimento e agora, teve a liberdade por meio da IMUNIZAÇÃO RACIONAL. Então, encanto quer dizer: prisão neste chão de amarguras." (1º volume da Obra de Universo em Desencanto, página 300).
Então, nós estudantes de Cultura Racional estamos saindo de um canto encantado, deformado, degenerado que é a matéria, para a liberdade Racional.
"Desencanto quer dizer: libertou-se desta prisão de matéria, desta condenação de condenados a sofrer e condenados à morte, muitas das vezes tragicamente, horrivelmente; libertos deste jugo amargo." (1º volume da Obra de Universo em Desencanto, página 300).
Mais uma vez nos chama a atenção o RACIONAL SUPERIOR, sobre o desencanto, pois, a liberdade agora é Racional, onde de fato estaremos conhecedores sobre a fase que entrou a governar, a Fase Racional, o conhecimento de si, de onde vim, como vim, para onde vou, como vou.
"Desencanto quer dizer: libertou-se. Encanto é o mesmo que condenado a tudo de ruim. Portanto, está no mundo o desencanto do povo. Então, este é o maior tesouro, a maior riqueza, o maior brilhante. A maior felicidade é o desencanto.” (1º da Obra, pág. 300).
Então, o maior brilhante temos nós Estudantes de CR, temos em mãos o maior tesouro dado pelo Verdadeiro DEUS, somos aqueles escolhidos, somos aqueles que tem o conhecimento para a volta ao nosso mundo de origem, a Luz Racional brilhando sobre nós, este é nosso contato direto com DEUS.
"Hoje, chegando a IMUNIZAÇÃO RACIONAL, todos têm prazer de viver tranquilos e felizes, por encontrarem o verdadeiro rumo, o verdadeiro caminho, que é a IMUNIZAÇÃO RACIONAL, para que todos tenham contacto com o RACIONAL SUPERIOR, para que todos se unam ao RACIONAL SUPERIOR, junto com o RACIONAL SUPERIOR, conversando e falando com o RACIONAL SUPERIOR, tendo todas as orientações precisas para o rumo de felicidade e equilíbrio, tendo conferências com o RACIONAL SUPERIOR.”
Estou feliz por estar na Fase Racional, desencantada, unida aos Estudantes de CR, conhecendo cada dia o meu mundo de origem, sentindo a vibração Racional, entendendo a verdadeira origem, compreendendo a união fraternal do Mundo Racional com o mundo racional decaído, conversando com a Mãe Natureza, vendo o efeito da Energia Racional sobre mim, não sou a mesma desde que comecei a ler o livro UNIVERSO EM DESENCANTO, sei de onde vim e para onde vou, sei que existe o mundo materializado visível e invisível, sei que nós Estudantes de Cultura Racional somos abençoados pelo conhecimento de per si, sei que o Racional Superior da Terra nos acompanha e nos protege, sei que não estou só, que não estamos sós, a volta ao nosso Mundo Racional essa é a nossa salvação, o nosso maior tesouro dado pelo verdadeiro DEUS.
Salve!

O PRIMEIRO DOS SETE ENIGMAS DA HUMANIDADE

(Severino dos Reis)
Estudiosos e analistas sérios da mente humana, como Krishnamurti e Lobsang Rampa, mencionam com propriedade em suas dissertações, a ineficiência do pensamento, nas soluções dos problemas atuais da humanidade.
A CULTURA RACIONAL afirma, com todas as letras, que a fase do pensamento acabou em 04 de Outubro de 1.935; e desde então, o pensamento vem enfraquecendo. E o enfraquecimento do pensamento é a causa da violência e de todos os desequilíbrios que assolam o mundo atual.
Por isso os Discos Voadores, os extraterrestres, estão sempre presentes em nossos comentários; pois a violência e todos os desequilíbrios causados pelo enfraquecimento do pensamento, tem solução nos estudos da CULTURA RACIONAL, que é de um extraterreno o RACIONAL SUPERIOR. Mas a CULTURA RACIONAL é abrangente a todos os estudos, porque completa o saber humano; e ensina com determinação, desvendando todos os mistérios e enigmas da humanidade. Que segundo Hackel e Du Bois Raymond, são sete os enigmas que desafiam os conhecimentos do homem.
O 1º enigma, a natureza da matéria e das energias.
O 2º enigma, a origem dos movimentos.
O 3º enigma, o aparecimento da vida.
O 4º enigma, a finalidade da Natureza.
O 5º enigma, o aparecimento da sensação e da consciência.
O 6º enigma, a Razão, o pensamento e origem da linguagem.
E o7º enigma, a questão do livre arbítrio.
Então, nos comentários a seguir, estaremos explicando e dissertando sobre esses setes intrigantes enigmas, que chamam a atenção, não só de Heckel e Du bois Raymond, mas de todos os estudiosos, que nunca se acomodaram e sempre saíram em busca de explicações para o inexplicável; para esses, a busca termina quando encontram a CULTURA RACIONAL.
Sabemos que é impossível começar a construção de uma casa pelo telhado; a sábia Mãe Natureza, também não levaria seus filhos, primeiro à Universidade; logicamente esperou que se preparassem, nos cursos primário e secundário. Quero dizer: na Cultura da Pré-história, no primeiro milênio e na Cultura da Civilização no segundo milênio, para então trazer a Cultura do terceiro, a CULTURA RACIONAL e então, explicaria todos os enigmas.
Entretanto, é natural, que muitos alunos ainda no segundo grau, fizessem perguntas, cujas respostas, só viriam e seriam respondidas, na Universidade. É o que aconteceu com os seres humanos, muitas perguntas feitas no 2º Milênio, na Cultura da civilização, que só seriam respondidas na Cultura do 3º Milênio, a CULTURA RACIONAL. Então foram chamadas de enigmas, precipitações dos primários do 2º Milênio, que queriam saber tudo sem completar os estudos da emancipação da vida.
Agora sim; chegou a Cultura do 3º Milênio, agora podemos.
Portanto, vamos às explicações do 1º enigma: “COMO SURGIU A NATUREZA DA MATÉRIA E DAS ENERGIAS”.
A 21 eternidades atrás, há milhões de anos luz daqui, existia e ainda existe, uma galáxia chamada de MUNDO RACIONAL, onde tudo é puro limpo e perfeito. Com seus habitantes, Racionais, puros limpos e perfeitos e que os seus trabalhos, também eram só progresso de pureza; isto é, de puro para mais puro sempre, um mundo de perfeição. E por ser perfeito não se transformava porque era eterno, criado pelo RACIONAL SUPERIOR.
E o RACIONAL SUPERIOR, estava criando mais uma planície Racional, mas ela ainda não estava pronta para o progresso dos Racionais e ele alertou a todos, que eles não poderiam progredir naquela parte porque ela não estava pronta para o progresso dos Racionais. Mesmo assim, uns tantos Racionais, entraram por essa parte e começaram progredir por conta própria, usando o seu livre arbítrio, causando a deformação da planície. Porque ao invés de progredir indo para frente, regrediu indo para trás; começando aí as transformações e deu início à contagem de tempo, que até então tudo era eterno não existia tempo.
Mas a planície com aquele progresso indevido começou a se deslocar,desprendeu-se e foi descendo, afastando da sua galáxia de origem, transformando com o tempo, o que era puro e de luz, numa deformação em transformação constante de matéria. E os Racionais por sair do seu estado natural, começaram a perder energia de seus corpos que também era de luz; e essa luz, essa energia que saía dos corpos de todos eles, iam se reunindo em ponto do cosmo, formando um foco de luz, para onde convergia toda energia dos corpos dos Racionais. Assim, os corpos dos Racionais sempre diminuindo e o foco de luz sempre aumentado, começou a gerar o calor que até então não existia; e o calor começou a amolecer a planície que foi virando uma goma. E o calor sempre aumentando, a goma cada vez mais amolecendo e fervendo, criando espuma, uma resina. Com mais calor a resina secou queimou e virou cinza, é o que nós chamamos de terra, a matéria sólida. E a goma derreteu virou líquido, o que nós chamamos de água.
A vibração da água passou a produzir o campo elétrico: a energia elétrica. E a vibração da terra passou a produzir o campo magnético: a energia magnética. Sendo a Planície, Energia Racional que se transformou, (bifurcou-se) em terra e água, energia elétrica e energia magnética. E assim, está explicado e solucionado, o 1º enigma, que é: a origem da matéria e das energias. Mas é preciso saber, que quando surgiu a matéria, tinha passado apenas três eternidades, estava ainda no início das transformações. A terra era deserta, só mais tarde é que surgiram as nossas vidas, produto dos Racionais que perderam toda energia de seus corpos para o foco de luz e o que restou ficou como semente da vida, encima da recém formada água e terra. Por a Natureza ser evolutiva, veio transformando tudo numa órbita rotativa, em frente sempre, no sentido regressivo, para um dia chegar novamente, no lugar de onde saiu: no MUNDO RACIONAL.
Mas, quando atinamos em saber a origem da matéria e das energias, a vida já estava pronta e evoluindo há 21 eternidades; era impossível saber como surgiu o Universo e tudo que nele existe. Porque ninguém! Inteligência nenhuma poderia parar a ação rotativa das transformações da natureza e muito menos inverter a rotação, dar marchar ré, para ver o início; pois essa seria a única forma possível de saber, como foi o início do Universo, sem nenhuma margem de erro! Ou, esperar completar a órbita. De outra forma, é dar tiro no escuro, pensa que matou um Dinossauro, vai ver era lagartixa e mesmo assim errou o alvo. É o que sempre aconteceu: vem um, estuda, pesquisa anos e anos, faz uma tese, todos aprovam e o autor fica famoso. Daí a alguns tempos, outros descobrem que a tese anterior estava errada, porque agora é que descobriram a teoria certa; e assim vem vindo nos estudos do segundo milênio.
Num Universo aonde tudo vai se transformando, não existe nada certo; porque é certo hoje, amanhã se transformou o certo já é outro. Porque os Cientistas só fazem o que pensam, o que vem em seus pensamentos; e o pensamento não foi feito para acertar! Ele foi feito apenas para definir as coisas da evolução da matéria para lapidar. Para definir o certo, viria a energia Racional para desenvolver o Raciocínio! Desenvolvendo o Raciocínio, alcança a meta final que é o MUNDO RACIONAL, o fim da órbita regressiva das transformações da natureza! Exatamente o ponto zero onde tudo iniciou; nesse ponto, acabam todos os mistérios e enigmas; encontra explicação para tudo, e o que é, é mesmo porque é eterno. Agora está aí a CULTURA RACIONAL, a fonte da energia Racional para desenvolver o Raciocínio e completar a órbita, para todos que desenvolver o Raciocínio. Se você está cansado de acreditar em coisas que pareciam verdade, depois fica provado que era mentira, que era apenas elucubração do pensamento! Se você está cansado de trabalhar tanto, de estudar tanto, de aprender tanto e depois de saber tudo que aprendeu ter que morrer sem querer e deixar tudo aí, sem ter alternativa! Então vem estudar a CULTURA RACIONAL, vem desenvolver o seu Raciocínio e comprove por si mesmo. Você pode sair desse mundo de transformações, de dor e sofrimento, para o MUNDO RACIONAL, de onde nós saímos por vontade própria. Mas é estudar mesmo, para sentir a vibração da energia racional desenvolvendo o seu Raciocínio! E não dar uma lida por curiosidade e dizer que conhece e não viu nada.