Follow by Email

sábado, 29 de novembro de 2014

MEDO


(Gilberto Carnasciali, estudante de Cultura Racional, Miguel Pereira, RJ)

Certo dia, meu filho, já crescido, me perguntou:
“Pai, você tem medo de alguma coisa?”
Considerei o escopo de sua pergunta e respondi negativamente.
Daí então, ele desejou saber como eu havia conseguido ser daquele jeito e eu expliquei que depois de haver começado a ler a Obra UNIVERSO EM DESENCANTO, de Cultura Racional, meus medos e preocupações começaram a desaparecer e hoje não mais existem.
Continuei explicando que com a leitura da Obra, a perspectiva que a pessoa tem do mundo e da vida aqui na matéria muda completamente, o mesmo ocorrendo com o nosso comportamento, nossas atitudes, nossas maneiras de ser e de existir.
É tão simples para os estudantes de Cultura Racional e é tão complicado para alguém que não está familiarizado com a Escrituração, entender essa transformação.
“Por quê?” Ele perguntou.
Porque tal pessoa ignora sua Origem Divina, que é o MUNDO RACIONAL, ignora totalmente o que está fazendo aqui neste mundo de matéria, que ele agora habita e que é uma consequência do seu Mundo de Origem, simplesmente desconhece o que causou a sua vinda, como veio, como e quando retornará para o lugar de onde veio. Simples questões para um estudante de Cultura Racional, mas, confusas para um ser confuso, porque um confuso é um livre-pensador e sempre dessa forma, ora pensando e ora imaginando, por estar ligado às energias elétrica e magnética, que mal podem alimentar seus pensamentos, por o pensamento haver secado e deixado de funcionar em 1935. A Fase Racional, a fase do Raciocínio é a que está no comando através da Natureza; a Fase Racional Natural da Natureza.
Ao passo que o estudante de Cultura Racional, por estar se conectando à sua Energia Superior, a ENERGIA RACIONAL, e desenvolvendo o RACIOCÍNIO, que é a verdadeira Essência do MUNDO RACIONAL dentro de todas as cabeças humanas, vai adquirindo o equilíbrio perfeito de seus sentidos, psíquica e fisicamente, uma indicação dele estar se tornando um Aparelho Racional e em vias de alcançar a IMUNIZAÇÃO RACIONAL.
E essa é toda a diferença!
Quem estuda e lê os livros Universo em Desencanto vai sendo agraciado, paulatinamente e naturalmente, com a desconexão das duas energias primárias, a elétrica e a magnética e, ao mesmo tempo, absorvendo a vibração da energia Racional pura, limpa e perfeita, que é dirigida com maior força e intensidade para dentro da glândula Pineal do estudante/leitor, do que a força e intensidade com que a energia Racional se dirige à glândula pineal dos que não estudam Cultura Racional.
Como assim? Perguntarão.
Ora, como a fase em vigor na Natureza é Racional, o raciocínio (glândula pineal) de todos está sendo desenvolvido, sendo ou não estudante/leitor. E quem estuda Cultura Racional, passa a ter mais uma força incomensurável a agilizar esse desenvolvimento Racional, por se tornar consciente dessa fantástica transmutação de animal Racional (ser inconsciente da VERDADE das verdades), para Aparelho Racional (ser consciente racionalmente da VERDADE das verdades).
E assim, novas transformações começam a ocorrer na vida do vivente; as mais notáveis são as orientações que vêm de cima constantemente e são devidamente percebidas, anotadas e cumpridas pelo receptor, exatamente porque existe uma conexão energética vibrando ativamente de cima para baixo, sendo recebida pelos de baixo que, então, se ligam em cima, criando um campo energético positivo e consciente permanente. Daí surgindo a Clarividência Racional.
A vida na matéria com os sentidos equilibrados torna-se suave, o sofrimento insignificante, e assim, bem suportável, facilitando a existência e o cumprimento da missão Número Um do ser humano na Terra; o retorno à PLANÍCIE RACIONAL.
Trata-se de um enredo muito mais sério de que se possa pensar. Trata-se de uma saga; a verdadeira, sofrida e eterna história da humanidade, enfim com um final feliz.
É um Livro ditado pelo próprio DEUS, nosso PAI, para o Senhor Manoel Jacintho Coelho, o RACIONAL SUPERIOR materializado na Terra, para resgatar Suas criaturas da extinção, devido a uma desobediência causada pelo uso impróprio do livre arbítrio e do abuso da vontade. Após haver entrado indevidamente em uma parte da Planície que não estava pronta para progredir, não deram atenção aos chamados de advertência do Pai, continuando a progredir por conta própria, resultando na descida em espiral da parte que não estava pronta para progredir, durante 21 eternidades. Nesse processo regressivo e degradante, perderam todas as suas virtudes que deram origem ao sol, e dando causa a este segundo mundo em que habitamos.
Ficou uma virtude restante, o Habitante do MUNDO RACIONAL, que se materializou em cima da Planície (degenerada em goma e cinza, causa, respectivamente, da água e da terra).  Quanto à formação da lua, das estrelas, dos animais, dos vegetais, enfim, de todos os componentes deste universo em que habitamos, encontra-se minuciosamente descrita no primeiro volume da escrituração Universo em Desencanto.
Portanto, os corpos dos Racionais se extinguiram em cima da Planície transformada em goma e resina – água e terra.
Mais tarde, surgiram do chão como monstros, evoluíram para se tornarem selvagens, depois selvagens civilizados, e finalmente animais Racionais. Tudo aqui, muito resumidamente descrito.
O Livro Racional UNIVERSO EM DESENCANTO surgiu para acabar com o estado degradante da humanidade, justo no exato início da última fase da vida humana na Terra, a FASE RACIONAL.
A leitura, e somente a leitura desse grandioso Livro, tornou possível a salvação do animal Racional e a sua evolução para alcançar o estado de Aparelho Racional, abrindo o caminho para se tornar um Racionalmente Imunizado, o único estado de perfeição que permite estabelecer uma conexão definitiva e final com seu Mundo de Origem o MUNDO SUPREMO, ainda em sua vida terrestre na matéria; o verdadeiro significado do Paraíso na Terra.
Sem a leitura, a pessoa será condenada a descer ainda mais ao fundo, para o mundo dos irracionais, suportando a lapidação e o sofrimento por mais sete infindáveis eternidades.
A escolha é fácil de se fazer, o que é difícil é entender porque há dúvida em se fazer a escolha, ou não fazer escolha nenhuma. Os despertos já escolheram, mas os sonâmbulos, os confusos, os distraídos e os inconscientes, estão vagando por aí, ignorando completamente quem eles são.
Para aqueles no processo de Racionalização, a mensagem é divulgar para merecer a salvação, salvando seus iguais. Tarefa dura, mas é assim que ela é.
Para os inconscientes, a mensagem é para se conscientizarem sobre o Conhecimento Racional, passarem a se conhecer lendo e relendo o Livro para começar a Raciocinar, se salvando e tornando-se aptos a salvar o próximo. Outra tarefa dura, mas é assim que ela é.
Devemos louvar o RACIONAL SUPERIOR por sua infinita bondade, dando-nos essa última oportunidade. Aquele que recebe esse grandioso presente, obedecendo às instruções, recebe-o incondicionalmente e de boa vontade, subindo para seu MUNDO DE ORIGEM, e o que não aceita terá uma travessia longa e sofrida, descendo e passando por toda a hierarquia da infinidade de classes inferiores dos animais irracionais, por não haver desenvolvido o Raciocínio.
Lembrando ainda que o Habitante do MUNDO RACIONAL, aquele que corresponde à última virtude que se materializou, aquele que está encapsulado dentro da glândula Pineal do animal Racional, acompanha durante 7 eternidades a descida de classe do animal Racional para animal irracional, sentindo todo o sofrimento dessa descida. Que o Pai eterno tenha piedade!
Descida  essa, na verdade, que todos devem temer: o único medo que se deve ter na vida!

O FAZER POR ONDE É TUDO!


Uma saudação Racional aos Queridos Amigos!
Mais vale um chá de ervas do mercado, adquirido para socorrer um Amigo necessitado, que toda uma plantação do mesmo chá visando apenas o lucro que aquela plantação irá gerar.
As aparências enganam.
Trabalho, para o Mundo Superior, é aquele que se presta tão somente com o propósito sincero de colaborar para um mundo melhor.
À margem disso, qualquer trabalho é inócuo e tem efeito destruidor.
Trabalhador é todo aquele que, mesmo recebendo gratificação pecuniária pelo que faz, o faz abençoadamente, com a determinação firme de nada nem a ninguém prejudicar e, sim, beneficiar.
Esse sim, é um colaborador da paz, do amor, da fraternidade e da concórdia.
Da mesma forma, não é a quantidade de ações que faz do vivente um merecedor, mas, sim, a qualidade elevada de suas ações.
Nada deva de ser feito por obrigação e, sim, por devoção, por mais simples que seja a ação.
Esses singelos exemplos é que são a grande diferença, para o Mundo Superior, entre um merecedor e um não merecedor.
Amigos, a vida verdadeira está na simplicidade, na autenticidade das boas intenções, plenas de amor, paz e fraternidade – por dentro e por fora.
É preciso ter mais atenção com a própria vida e a forma pela qual a estamos conduzindo – vivendo como todos vivem por viver, fazendo porque todos fazem, querendo porque todos querem ou, ah…  isso é muito bom: vivendo atento à solidariedade, à paz, ao amor e à fraternidade, para que todos sintam e recebam essas grandezas e sintam a alegria de viver?
A vida, Amigos, é por demais preciosa, a vida de todos, para que a releguemos a um simples acordar, comer, trabalhar, divertir, sonhar sem nunca em todos refletir – nos demais irmãos e irmãs espalhados pelo mundo. Isso não é vida e, sim, um mecanismo material.
Fazer por onde requer estar com o coração afinado com a razão, pois, que a razão nos remete à união.
Tenhamos sempre em mente: toda semente que se planta no deserto com amor, inevitavelmente brotará em flor.
Fazer tudo isso constituir parte natural de sua vida, de seus hábitos, de seus costumes é muito simples: basta tomar conhecimento da ENERGIA TRANSCENDENTAL que nos conduz assim, e se ligar a ELA.
Onde ELA se encontra? Dentro da cabeça de cada pessoazinha deste mundo.
E como coloca-la em ação?
Leia o livro Universo em Desencanto, do MUNDO SUPERIOR, o MUNDO RACIONAL, e saberá.

sexta-feira, 28 de novembro de 2014

OBEDIÊNCIA, PERSISTÊNCIA E PACIÊNCIA


Amigos, uma saudação Racional, com elevado carinho!
A humanidade se encontra num beco sem saída, por se encontrar em desobediência às leis naturais que governam tudo e todos.
“Pensam” que estão vivendo, mas, vivendo como vivem, indiferentes às leis naturais universais que governam tudo e todos, caminham moribundamente para um abismo que desconhecem.
Vejam a situação nos quatro cantos do mundo, onde o sofrimento passou a ser uma constante em todos os meios e em todas as classes.
Isso é vida? Não, Amigos, isso é morte. E o pior, acostumaram-se tanto com a morte, que nem percebem o quanto naufragam dia e noite, noite e dia, buscando na matéria, na “cultura” que tem a matéria como base, a solução de seus problemas, de seus negócios e de suas vidas!
Viver sustentados por uma natureza e desconhecer os procedimentos naturais que ela determina, é mesmo um suicídio lento a cada dia e, não, uma vida.
E nessa brutal inconsciência, nessa contumaz desobediência, fica o vivente desorientado, insatisfeito, variando de procedimentos a cada instante, sem ter uma base e uma lógica para persistir no certo.
Torna-se, assim, um ser impaciente, desequilibrado, procurando nem sabe o que.
E, assim, as palavras obediência, persistência e paciência passam a ser um sonho inatingível na prática, levando a humanidade a viver contra si mesma, numa luta sem tréguas de uns contra os outros, permanecendo, incessantemente, contra quem lhes gerou, lhes criou e lhes mantém.
Como podem seres nessas condições serem felizes e desfrutarem de paz, amor, fraternidade e concórdia?
Já faz é tempo que assim vive a humanidade, uma humanidade sem consolo, por não saber o que está fazendo em cima desta Terra, o porquê da Terra, o porquê de sua vida, de sua existência e o porquê da vida e existência de tudo e de todos.
Dirão:
“Mas, nunca nos disseram QUEM SOMOS, DE ONDE VIEMOS, para que soubéssemos PARA ONDE VAMOS e COMO VAMOS.”
Até 1935, sim, todos tinham razão ao assim dizerem, e tinham também muita razão em viverem de forma desordenada, desequilibrada, sem saber o que fazer para acertar suas vidas. Mas, a partir de então, não.
Sim, porque as leis naturais universais, desde então, já se encontram na Terra, para quem quiser obedecê-las e, finalmente, se acertar na vida.
Portanto, quem hoje vive em desobediência é por falta de interesse em pesquisar e encontrar o BEM de si mesmo e de todos.
Pode alguém dirigir um carro sem conhecer as leis de trânsito? Pode alguém advogar sem conhecer as leis do país em que vive? E pode alguém viver na Terra sem conhecer as leis naturais do universo?
Aí está o porquê toda a humanidade continua sofrendo após 1935, quando foram dadas a conhecer essas leis a toda a humanidade, para que enfim se tornasse obediente a essas leis, persistente no cumprimento dessas leis e paciente para aguardar os frutos de sua obediência e persistência.
Amigos, o sofrimento de todos e todas as dificuldades da vida de todos se resume apenas nisto: a falta de obediência e persistência no cumprimento do que devam realmente seguir para poder viver em paz com quem governa a vida de todos: a NATUREZA, que é de DEUS! E somente a obediência e a persistência a essas magnânimas leis naturais universais é que dão aos viventes o privilégio de passar a ser paciente.
Procurem se cientificar delas, nos livros Universo em Desencanto, para, enfim, colocar um basta nessa milenar vida de desobediência ao que lhes irá garantir a paz que sempre buscaram e nunca encontraram. Aí vão tomar conhecimento de que, por melhor que fizessem, jamais poderiam ser obedientes, estando sempre em desequilíbrio.
Através dessas leis irão SE CONHECER e saber como BEM proceder. E somente assim, poderão finalmente vencer, mudando de uma vida de infelicitados para uma vida de afortunados e abençoados pela Mãe Natureza.
Portanto, obediência, persistência e paciência não é para inconscientes e, sim, um privilégio dos conscientes, aqueles que já passaram a SE CONHECER pelo desenvolvimento do raciocínio, através das leis naturais universais, ficando em harmonia perfeita com a Natureza.
Obediência, persistência e paciência é o que toda humanidade precisa URGENTE. E que somente irá obter pelo desenvolvimento do raciocínio (glândula pineal), através do estudo da Cultura Racional, o contencioso das leis naturais universais, a cultura natural da Natureza, nos livros Universo em Desencanto.

quinta-feira, 27 de novembro de 2014

SENTIR A VIBRAÇÃO SUPERIOR


Amigos, PAZ, AMOR, FRATERNIDADE e CONCÓRDIA!
Como é belo sentir tudo isso!
Enquanto tantos se preocupam com emoções terrenas, estão perdendo um precioso tempo que poderia ser aproveitado para se desenvolver para sentir a eternidade.
Ainda não perceberam como buscam tanto na matéria o bem sentir e, cada vez mais, encontram é um mar de decepções, enganos, traições que perturbam de toda sorte deixando o vivente sempre mais longe da paz, da serenidade, da tranquilidade e da paz?
Que dirá do amor!
Amigos, aqui na Terra, enquanto ligados a tudo que aqui existe, não poderão jamais sentir os esplendorosos fluidos da paz, do amor e da fraternidade, que são fluidos exclusivos de um mundo superior, os quais somente se fazem presentes na vida do vivente que passa a ter os conhecimentos desse mundo onde reina a eternidade – onde tudo é estável.
Quem não sabe se comunicar com os Superiores do mundo eterno, não pode sentir a grandeza da LUZ desses seres. Quem não se importa em conhecê-los, não é capaz de ter entendimentos com eles, não pode se lembrar deles, tornando-se um esquecido por eles.
É preciso lembrar deles, para que eles se lembrem de vocês e lhes cubram com seus esplendorosos fluidos de eternidade.
A pessoa somente sente o fluido daquilo ou daqueles em que se liga.
Quem quer o BEM, deva de se informar como se conectar com o BEM. Quem quer o BEM, deva procurar o CAMINHO DO BEM, que é um só caminho, sem bifurcações, um caminho reto e brilhante, sem dúvidas, cristalinamente conduzindo à fonte mais alcandorada, a fonte da razão da vida, do verdadeiro sentido da vida.
Não percam tempo com a matéria. Ela é apenas um condutor da luz brilhante divina que está dentro de cada ser humano, como um simples barco que conduz o passageiro à terra firme.
Não se liguem no barco, ele, depois de levar sua pessoa à terra firme, despede-se do passageiro e segue seu curso de matéria no mar revolto.
Assuma, Amigo, sua condição superior de passageiro transcendental e, não, de barco, você não é o barco.
Mas, para isso, é preciso ter os conhecimentos culturais que fazem com que sua pessoa passe a ser o comandante desse barco, para que ele não se desvie do destino grandioso do passageiro.
Comande o seu barco. E a melhor maneira de comanda-lo triunfantemente ao transcendental destino, é estar culturalmente preparado para se manter fixado ao destino e, não, nas intempéries do caminho.
E, assim, ligado firmemente ao destino, começará, mesmo antes da chegada, a receber os fluidos divinos, dos Superiores que lhe esperam, de braços abertos, no final de sua transcendental viagem.
É lindo! Nada existe na Terra que de longe possa se comparar.
E quando, pela primeira vez começar a sentir essas vibrações fluídicas superiores, com certeza, ficará tão motivado, tão engrandecido e fortalecido que nada, nada mesmo jamais o fará desviar seus sentidos dessas Forças Superiores do além.
Sua pessoa vai viver, então, somente agradecendo, agradecendo e agradecendo durante toda a viagem, com o sentimento puro voltado para o final de sua grande e apoteótica viagem.
Dê o primeiro passinho. Avante! Leia o livro dos Superiores: Universo em Desencanto, de Cultura Racional, a cultura dos que lhe esperam com todo carinho, amor e alegria.
Eles nos esperam e querem que nós não nos esqueçamos disso, em momento algum.
Comande o caminho de sua felicidade, cujo final é a sua transformação em um corpo eterno de LUZ!

quarta-feira, 26 de novembro de 2014

COMO É LINDO SE CONHECER!


Amigos,
uma saudação especial, racional, com muito carinho!
Num mundo onde a turbulência tira o chão e o sossego da vida da tanta gente, é um privilégio muito grande não ser afetado por esse estado aflitivo de tempestades.
Mas, isso, Amigos, é alcançado somente por quem SE CONHECE, por quem não mediu nem mede esforços nem sacrifícios para alcançar o bem de si mesmo.
É verdade, o FAZER POR ONDE MERECER é o tudo da vida!
Quem busca, encontra. Quem não busca, não encontra.
Quem busca em terreno deserto, apenas encontra calor insuportável de dia e frio insuportável à noite – é o que um deserto oferece, nada mais.
E assim é o mundo terreno: um deserto em tudo que é de bom, pois, a vida da matéria nada é.
Feliz de quem já deduziu que procurar na lama, na matéria, é uma busca em vão. Nela, no campo visível ou invisível, somente se poderá encontrar a absoluta solidão, o deserto do nada, para tudo acabar em nada.
Ah, como é lindo SE CONHECER. SE CONHECER é para quem já há muito encerrou suas buscas neste mundo de ilusões, fantasias, mistérios e aparências, onde o nada se apresenta com as máscaras mais “lindas”, “puras”, “sábias”, “amorosas”, “carinhosas”, “profícuas”, mas, que na verdade são engodos bem ornamentados para enganar, trair, iludir e não deixar nunca a pessoa SE CONHECER.
Maravilhoso SE CONHECER e poder enxergar toda essa traição, toda essa fantasia, cujo objetivo é tão somente não permitir que a pessoa SE CONHEÇA e se liberte dessa prisão de matéria.
Quantos comprando gato por lebre! Quantos levando pra casa o terror, crentes que consigo levam o amor.
Como é lindo SE CONHECER e não se deixar mais enganar por esse turbilhão de mentiras engenhosas que unicamente objetivam lhe levar de vez ao chão.
Quem SE CONHECE sente o cheiro do mal à distância, sabe se proteger, evita o sofrimento e cresce cada vez mais, a passos largos, gigantes, impossíveis de serem acompanhados por aqueles que não se conhecem e, por isso, por não se conhecerem, caem nas armadilhas de fel do mal, tornando-se ferramentas, sem saber, de tudo quanto é de ruim.
A inconsciência é a pior doença deste mundo aparente, deste mundo material.
Um mundo que pensa ser consciente, por ter a sabedoria aparente que aprendeu e aceitou por falta de bom senso, apesar do desequilíbrio terrível em que esse mundo se encontra, e continuam pensando que tudo que lhes foi passado está certo. Ah, como é triste a vida de quem não SE CONHECE, a vida de cegos de olhos abertos! Meros papagaios repetindo todos os mesmos erros de nossos antepassados.
E papagaios não têm guarida no MUNDO SUPERIOR. E por não terem guarida é que sofrem, por viverem sem a garantia SUPERIOR.
Como é triste a vida do pensador, que confunde o pensamento lapidador com a coisa mais linda que existe, que é o verdadeiro amor.
O verdadeiro amor só é encontrado no raciocínio, a centelha divina, que somente beneficia e se agiganta em quem passou a SE CONHECER.
Procurem, Amigos, SE CONHECEREM. Desliguem-se das aparências deste mundo inferior de matéria. Procurem conhecer o MUNDO SUPERIOR, de onde somos originários e para onde estamos sendo preparados para retornar em vida. Nosso mundo verdadeiro é o primeiro, que deu consequência a este segundo mundo em que vivemos.
Essa é uma tarefa que só mesmo a própria pessoa pode fazer por si mesma: SE CONHECER, tomando conhecimento dos conhecimentos verdadeiros da vida, emanados do nosso verdadeiro mundo, o MUNDO RACIONAL.
Leiam, pesquisem, se informem, se iluminem nos livros Universo em Desencanto, de Cultura Racional, a cultura do Primeiro Mundo! Esses são os únicos livros ditados pelo PRIMEIRO MUNDO! Os livros do SE CONHECER, para deixar de sofrer!

terça-feira, 25 de novembro de 2014

FALAR MAL DO ALHEIO: INDÍCIO DE GRANDE ATRASO!


Uma saudação Racional a todos!
Comentários negativos do alheio não mudam o alheio. Seja ele seu parente, seu cônjuge, seu vizinho, seu “amigo” ou “amiga”, seja um político ou um empresário, enfim, seja quem for, continuará sendo o que é independente de seu comentário.
Para que, então serve o comentário sujo? Para sujar quem o faz e expandir a sujeira pelo mundo, que já está por demais sujo.
O vivente que “pensa” que com seu comentário negativo vai mudar as pessoas e o mundo, é um vivente muito infantil, que somente consegue com esse tipo de comportamento, mostrar seu nível de atraso, de desconhecimento da vida e do desrespeito a quem realmente tem condições de mudar uma má pessoa e uma má situação: a Natureza, somente a ela cabe mudar para melhor ou pior quem faz por onde ser melhor ou pior. Por quê? Porque a Natureza é do PODER SUPREMO A TUDO E A TODOS!
A humanidade, em maioria, por NÃO SE CONHECER, por não se interessar em conhecer as leis naturais universais, coloca-se numa posição arrogante de juiz de tudo e de todos, como se dona do mundo fosse, julgando-se, o vivente, melhor que os demais, como o mais inteligente, o mais sábio, o mais perfumado, querendo que seu “perfume” domine todos.
Como pode quem NÃO SE CONHECE conhecer tudo que é alheio? Como pode quem sofre (ora está bem, ora está mal), poder dizer o que é certo e o que é errado, pois, se nem a si mesmo conhece e vive em desacertos?
Se comentar os erros alheios ou os próprios tivesse o poder de eliminá-los, o mundo há muito já viveria em paz, vivendo todos acertados.
Comentar o mal é contemplar o mal. Contemplar o mal é dar força, valor e importância ao mal.
Se de repente a humanidade parasse de comentar sobre o mal e se firmasse em si mesma, em se ligar no BEM que tem dentro de si, há muito o mal já teria perdido sua força e o seu poder.
Sim, porque o mal campeia pelo mundo pelo fato da humanidade valorizá-lo muito mais do que o BEM.
Quando todos se conscientizarem disso, aí, sim, a Natureza, que é de DEUS, providenciará a retirada do mal, porque o mal terá perdido sua utilidade, qual seja, lapidar, fazer sofrer a humanidade até que ela se compenetre de que o mal é um estado provisório e de que o BEM é o estado verdadeiro natural – eterno.
Amigos, reflitam sobre a inutilidade, a serventia nula de comentários negativos sobre o alheio, que somente reforçam o mal, pois, há muito já dizia o ditado: “Falem mal, mas, falem de mim!” Sim, é isso que o mal quer: sua propaganda, sua publicidade pelos quatro cantos do mundo.
Como há também aquele ditado que diz: “Senta no próprio rabo para falar do rabo alheio.”
Então, cuidemos cada qual, com empenho, em melhorar a nós mesmos: todos melhorando, o mundo melhorando.
Mas, para isso, é fundamental conhecer a verdade sobre QUEM SOMOS, DE ONDE VIEMOS, COMO VIEMOS, POR QUE VIEMOS, PARA ONDE VAMOS E COMO VAMOS.
Sim, ninguém terá base para se firmar no BEM, sem conhecer a sua verdadeira origem, que é a primeira origem, de onde provém o BEM, pois, que a segunda origem há muito já conhecemos pelas escriturações espalhadas pelo mundo. E que as revelações da segunda origem estão certíssimas, mas, precisamos complementar e conhecer o antes de ser dessa segunda origem, precisamos conhecer tim tim por tim tim a primeira origem, que é de onde veio tudo existente neste mundo em que sempre vivemos em total desequilíbrio, exatamente pela falta de conhecimento da primeira origem.
Somente, tão somente os conhecimentos dados pela primeira origem têm força e poder para complementar nosso desenvolvimento.
Com os conhecimentos da segunda origem, desenvolvemos o pensamento, o qual já atingiu seu clímax de desenvolvimento, terminando sua fase.
Precisamos continuar essa grande jornada da vida, tomando conhecimento da sabedoria que já está na Terra para dar prosseguimento ao nosso desenvolvimento e evolução, numa nova e derradeira fase, a Fase Racional, de desenvolvimento, enfim, da nossa parte racional, o raciocínio (glândula pineal), a parte que pertence à PRIMEIRA ORIGEM. E, por isso, não poderia ter sido desenvolvida pelos conhecimentos da Segunda Origem. Tal como uma flor, que antes de chegar a flor, tem que passar pela fase de botão. Simples assim!
Então, respeito a tudo que já existiu e ainda existe. Tudo foi fantástico para nos trazer até aqui: filosofias, seitas, religiões, doutrinas, sistemas políticos e econômicos etc. Tudo isso foi um grandioso trabalho da Natureza para nos lapidar e tirar a nossa casca grossa de atraso, brutalidade e selvageria, pois, já fomos muito piores do que somos hoje. Mas, o tempo de função de tudo isso terminou, porque a Natureza anda é para a frente e para o alto. Tudo passa, como tudo tem passado.
E o sentimento que todos devemos ter com relação a tudo isso da fase do pensamento, por estranho que lhes possa parecer, é o da gratidão.
Então, não percamos mais tempo comentando sobre o mal, que sua fase já terminou. E se ainda está presente no mundo é porque a humanidade, em maioria, infelizmente, teima em marcar passo numa fase que já terminou desde 1935: a fase do pensamento.
Estamos certos de que todos procuram o melhor para si.
Portanto, aqui vai a recomendação de onde todos nós nos abastecemos culturalmente em sintonia com as leis naturais universais: Universo em Desencanto, livros de Cultura Racional, a cultura do Primeiro Mundo, a cultura natural da Natureza.
Esses conhecimentos culturais racionais é que nos dão base e lógica para nos encontrarmos, nos conhecermos e nos firmarmos no nosso próprio BEM interior, o raciocínio, ponto vital da vida eterna, elo de ligação com o PRIMEIRO MUNDO, o MUNDO RACIONAL!
  

segunda-feira, 24 de novembro de 2014

FLORIR


Uma saudação Racional a todos!
Muitos há que dizem querer florir, mas, nem todos querem.
O querer não está no dizer, está no modo de proceder.
Quem quer florir sabe esperar a época da florada, ciente de que quem manda é a Natureza, que provê o certo na hora certa.
E, assim, busca em si a força de um carvalho, para se manter firme nas piores tempestades, humildemente aguardando que a Natureza lhe traga o florescer sorridente da primavera.
A paciência é de quem sabe e, não de quem não tem o verdadeiro saber.
Que o verdadeiro saber está em reconhecer que tudo nada vale perante a força maior que é a Natureza.
Nela estão todos os ensinamentos e, não, nas vãs filosofias, ornamentadas pelos homens para fazer da mentira a verdade, e o sofrimento dia e noite, provando que elas nada valem.
Como é triste o viver de quem não quer enxergar! E quem não quer enxergar, é porque não quer florir, por pensar que sabe mais que a Natureza e que as obras dela nada valem – imaginam que o saber artificial dos homens é que tudo vale.
O artifício não faz ninguém florir e muito menos sorrir. Se despertam sorrisos, são sorrisos de fel e, não de mel. São farsas para iludir o próprio que as admite.
Como é triste a pessoa NÃO SE CONHECER!
Renegar os conhecimentos verdadeiramente culturais da Natureza, que fazem florir, para continuar admitindo tudo que é de artificial e que tão somente tem a nos denegrir.
Quem gera, faz nascer, crescer, amadurecer, viver e mantém tudo e todos, é quem tem o saber, é quem tem cultura.
Feliz de quem ouve a VOZ DO MUNDO SUPERIOR, transmitida pela Mãe Natureza – esses saberão enfrentar com equilíbrio racional, todas as intempéries que ainda estão para chegar.
Esses saberão raciocinar.
Por quê?
Por já estarem, há muito, ouvindo as transmissões do MUNDO SUPERIOR, através da Mãe natureza, nos Livros Universo em Desencanto.
E, assim, florir é para quem faz por onde florir.