Follow by Email

segunda-feira, 24 de junho de 2013

O QUE MUITOS NÃO SABEM SOBRE SERES INVISÍVEIS

(Divina Lethycia, DF)
Neste imenso universo em que vivemos, existem entre o sol e a terra seres invisíveis amórficos, seres azurras, gerados pela essência magnética do campo eletromagnético, dotados da propriedade de se materializarem também, a partir da energia magnética.
São os habitantes do astral térreo, que aparecem atemorizando as pessoas, através de formas horríveis, com antenas ou capacetes, outras vezes, com línguas de fogo, com escafandros ou ainda como humanóides ou bichos. E já foram vistos também sob a forma de seres baixinhos, de cor verde, chamados por muitos de marcianos, fazendo experiências com plantas, sangue animal, etc.
São seres intraterrenos que vivem de experiências por não saberem por não conhecerem a própria natureza de que são constituídos, nem tampouco sabem o porquê deles serem assim como são, devido à inconsciência em que se encontram. O pensamento deles é mínimo, insignificante, e, mesmo assim, transmitem mensagens que alguns acreditam serem procedentes de extraterrenos. Mas, não são não, eles pertencem ao eixo da terra, por isso chamados por muitos de exus.
Então esses habitantes do astral térreo são os responsáveis pelo pânico causado às pessoas, quando se materializam ou quando se comunicam com elas, às vezes enganando-as, dizendo que é espírito de certa pessoa falecida ou o Lúcifer ou o diabo ou uma entidade de outra galáxia, dando margem para muitos às chamadas estórias rotuladas de "além da imaginação", bastante exploradas pelo cinema, pela TV. E não só isso. Freqüentemente, chegam mesmo a causar escoriações no corpo de pessoas e praticar seqüestros.
As pessoas que já passaram por situações semelhantes a essas mencionadas e que não desejam mais que elas ocorram novamente ou aquelas que desejam estar livres de suas influências negativas ou ainda aquelas que não querem ter nenhum contato ou avistamento relacionado com esses habitantes do astral térreo, é muito simples, não requer nenhum esforço, nem compromisso, nem regime.
É muito natural, basta ligarem-se à energia infinitamente superior a deles, que é a Energia Racional, através do estudo diário da Cultura Racional, do MUNDO RACIONAL, de onde provêm os verdadeiros extraterrenos, habitantes do MUNDO RACIONAL, que vêm se apresentando aqui na Terra e no espaço como corpos de energia sob várias cores e formatos, causando alegria e bem-estar a todos.
São vistos também, em todas as partes do mundo sob a forma de seres humanos, às vezes com roupas brancas de brilho metálico, socorrendo os que necessitam de ajuda e orientação, em missão de amor, paz, fraternidade e concórdia universal, para que realizemos a "Racionalização dos Povos" que é conhecer o mundo de nossa raça, o MUNDO RACIONAL, e saber como voltar para ele.
CULTURA RACIONAL nos Livros UNIVERSO EM DESENCANTO www.universoemdesencanto.com.br

O GRANDE DESAFIO

(Mestre POP – Mestre em Capoeira)
O grande desafio da humanidade para compor uma unidade humana capaz de superar as mazelas e conflitos humanitários tanto no campo da política, das religiões e da ciência é a dualidade! Enquanto se levantar uma bandeira que represente a direita ou a esquerda, o caminho certo ou o errado, a batalha humana irá permanecer.
Em minha opinião os paradoxos humanos no campo da política partidária, por exemplo, se dão pelo princípio de que quem pertence ao campo da direita, tem que necessariamente defender a direita com seus princípios e valores, e os que estão no campo da esquerda do mesmo modo. Estes argumentos se estendem também para compreendermos não só os fenômenos político-partidários, que são constituídos e estruturados a partir de conceitos ideológicos, conceitos estes que impulsionam a marcha pela superação do outro, como também acontece no campo das religiões, seitas e doutrinas.
Neste momento estamos vendo isso acontecer, pelas manifestações que vêm ocorrendo em todo Brasil. A direita buscando avanços estratégicos para desmoralizar politicamente aqueles que se colocam como esquerda e que detém o poder central, como também levantam suas bandeiras partidárias aqueles que se afirmam ser os verdadeiros representantes da esquerda. Portanto, existe um campo de força e de batalha complexo que vai dos anarquistas, aos fascistas, nazistas, reformistas, neoliberais, liberais, esquerda radical, esquerda conservadora, a turma do PCC e por aí adiante. E diante disto quem puder mais irá chorar menos. A possibilidade da conspiração de um golpe existe! Sendo assim quem está no poder não quer deixá-lo e quem o deixou quer voltar e aqueles que nunca tiveram fazem de tudo para poder entrar! Neste cenário é que passam a existir os discursos, as análises e críticas sobre a conjuntura deste ou daquele governo.
Este mar de idéias sobre tudo e sobre todos é que faz do mundo este enorme quebra cabeça! O pensamento, através das múltiplas ideologias, é que nos divide, e que nos fragmenta em castas, em grupos, em tribos, em maiorias ou minorias que lutam em campos diversos e muitas vezes em condições desiguais, batalhas estas por liberdade, por visibilidade, por afirmação etc. O mundo é concretamente uma real torre de babel. Os da direita, convictos puxam para a direita e os da esquerda, convictos da mesma forma, puxam para a esquerda. Este comportamento de pessoas ligadas tanto aos partidos políticos como também às organizações religiosas é que inviabilizam o diálogo e o entendimento para equacionar os problemas existentes no mundo, sejam estes de ordem social, política, econômica etc.
O mundo além das divisões geopolíticas, econômicas e culturais também é dividido pelas ações do ser humano por sua individualidade. Em qualquer sociedade, em qualquer grupo social, seja este de uma família rica ou pobre, os conflitos e desentendimentos ali vão existir e são estes que nos desafiam e por onde perpassam todas as idéias que se têm de qualquer realidade. Os problemas humanos (sejam de ordem psicossocial, econômica, étnica ou política) superam as condições intelectuais do homem e os tornam impotentes diante de tantos problemas humanos a serem resolvidos.
A Cultura Racional na qual me fundamento nos esclarece que a origem dos conflitos humanos encontra-se no desconhecimento das leis universais e no desconhecimento da origem do pensamento e da imaginação por parte dos seres humanos. Por desconhecerem o que é o pensamento e a imaginação vivem todos neste grande dilema. Explica-nos a Cultura Racional que todos pensam e sabem que pensam nisto ou naquilo, porém desconhecem a origem que deu causa ao pensador, ou seja, aos seres humanos. O filósofo Frances René Descartes escreveu que pensar asseguraria à mente o fato da própria existência psicológica. Em outras palavras, quando ela se dá conta de que está pensando, pode ter certeza que existe. Daí a célebre frase “penso, logo existo.” Porém o pensamento não nos esclarece a origem e a razão de ser um pensador.
Dos notáveis mestres do saber teológico temos a explicação de que nossa origem tem desígnios divinos, porém, não nos explicam a razão de existirmos na condição de livres pensadores – ou “presos pensadores”. E como pensadores que somos não há como estabelecer um único pensamento como correto, certo ou verdadeiro. O que nos explica a existência de tantas teorias e hipóteses sobre tudo? Ou seja, não existe consenso entre os seres humanos que são livres para pensar e imaginar, muito pelo contrário, existe a contradição. Isso dá ao homem condições de induzir e persuadir outros pensadores e é o que acontece no campo das idéias e dos conceitos.
A grande encruzilhada humana é o desconhecimento de tudo e o engodo que induz aos homens se posicionarem como grandes conhecedores deste universo. É a própria ciência, como também a filosofia e a religião. Tanto em um campo como no outro, existem os indivíduos que se tornam eminentes, notáveis conhecedores deste ou daquele assunto. Os múltiplos saberes – ou hipóteses - se constituem em um grande divisor. E são estes pensadores que paradoxalmente tentam explicar e equacionar as questões deste universo.
A necessidade de equacionar os conflitos e problemas humanitários levou os homens a criarem mecanismos institucionais como as Nações Unidas para que pudessem interferir e resolver os conflitos gerados pelos desentendimentos entre os povos e as nações. No entanto o que se observa é que estes organismos não são capazes de evitar ou resolver objetivamente os conflitos no mundo, pois estes existem nos micro e macro universos, ou seja, dentro de nós mesmos.
Neste sentido, a humanidade precisa superar o próprio conhecimento que está posto, pois, o conjunto de saberes existentes no mundo não está sendo suficiente para equacionar os problemas existentes, dos quais muitos são promovidos pelo próprio conhecimento. A contradição do saber humano é um dilema por um achar que sabe mais do que o outro e como ninguém quer sentir-se menos sabedor, impõe-se como detentor do saber e da consciência. Eis o dilema do saber.
A continuação destas análises e reflexões, encontra-se nos livros Universo em Desencanto de Cultura Racional.

sábado, 22 de junho de 2013

O QUE O POVO E OS GOVERNOS PRECISAM

O QUE PRECISAMOS É DE ÉTICA, AMOR, FRATERNIDADE E RESPEITO DOS GOVERNANTES PELOS GOVERNADOS E DOS GOVERNADOS PELOS GOVERNANTES. QUANDO ISSO HOUVER, HAVERÁ A PAZ ENTRE TODOS, PORQUE TODOS SOMOS IRMÃOS, SOMOS UMA SÓ FAMÍLIA, DE UMA RAÇA SÓ: RACIONAL. ENQUANTO OS POVOS AGIREM COMO ANIMAIS, NÃO HAVERÁ SISTEMA QUE EQUILIBRE A HUMANIDADE.
TODOS SOMOS ERRADOS, PORQUE NÃO EXISTE NADA CERTO NA MATÉRIA E NÓS DEPENDEMOS DA MATÉRIA PARA VIVER.
O POVO ERRA E OS GOVERNOS ERRAM.
ESTAMOS LUTANDO UNS CONTRA OS OUTROS, TODOS PROCURANDO O ACERTO, PORQUE TODOS ESTAMOS CANSADOS DE SOFRER – SOFREM OS DOMINADOS E SOFREM OS QUE DOMINAM.
ENTÃO, O QUE TODOS QUEREM É PARAR DE SOFRER.
E A CAUSA DO SOFRIMENTO? A MATÉRIA, O NÃO SABER VIVER EQUILIBRADAMENTE NA MATÉRIA, PORQUE ELA É UM MAL QUE PRECISAMOS, PORTANTO, UTILIZÁ-LA COM PARCIMÔNICA, COM EQUILÍBRIO, COM LIMITES, EXATAMENTE POR A MATÉRIA SER UM MAL, UM VENENO NECESSÁRIO.
E POR A GENTE ESTAR VINDO HÁ MILÊNIOS DESRESPEITANDO ESSES LIMITES, ESTAMOS NOS ENVENENANDO.
POR ISSO O MAIOR MAL QUE A PESSOA ADMITE PARA SI MESMA É O BINÔMINO GANÂNCIA/AMBIÇÃO MATERIAL.
AGORA TALVEZ MUITA GENTE VÁ ENTENDER PORQUE OS ESTUDANTES DE CULTURA RACIONAL RECOMENDAM TANTO PARA QUE TODOS LEIAM E ESTUDEM A CULTURA RACIONAL, DOS LIVROS UNIVERSO EM DESENCANTO.
PORQUE NESSES BRILHANTES LIVROS A GENTE FINALMENTE APRENDE TUDO SOBRE O QUE É A MATÉRIA, COMO ELA SE CONSTITUIU E CAI NA REAL DO NADA QUE ELA REPRESENTA. AÍ, MINHA GENTE, A GENTE MUDA DA ÁGUA PARA O VINHO, PORQUE PASSA A TER PROVAS E COMPROVAÇÕES DE QUE ESTAVA HÁ MILHÕES DE MILÊNIOS DANDO MURROS EM PONTAS DE FACAS.
E, AO TOMAR CONSCIÊNCIA POSITIVA RACIONAL DE TUDO ISSO, A GENTE COMEÇA, COM FACILIDADE E NATURALMENTE A COLOCAR LIMITES NO USO DA MATÉRIA, DANDO PRIMAZIA AO AMOR, À PAZ, À FRATERNIDADE E À CONCÓRDIA.
POR EXEMPLO: SE NUM NEGÓCIO ALTAMENTE RENDOSO VOCÊ VÊ QUE VAI PREJUDICAR ALGUÉM, IMEDIATAMENTE VOCÊ, QUE JÁ SABE O QUE É A MATÉRIA, PROCURA DESCARTAR DESSE NEGÓCIO OU PROCURA CONDUZÍ-LO DE FORMA A NÃO CAUSAR PREJUÍZOS A NINGUÉM, NEM À NATUREZA, MESMO QUE LUCRE MENOS, PORQUE SABE QUE ALTOS LUCROS EM DETRIMENTO DA PAZ, DO AMOR E DA FRATERNIDADE, NA VERDADE SÃO ELEVADÍSSIMOS PREJUÍZOS E SOFRIMENTOS FUTUROS PARA SI E PARA TODOS. E SÓ MESMO UM IDIOTA PARA ADMITIR PREJUÍZOS E SOFRIMENTOS.
CONCLUINDO:
NESTES ÚLTIMOS MOVIMENTOS NO BRASIL, COM TANTAS PASSEATAS, COM TANTAS RECLAMAÇÕES APONTANDO ERROS GRAVES DE NOSSOS GOVERNANTES, PROCUREMOS TAMBÉM APONTAR NOSSOS ERROS, ERROS DO POVO, ADVINDOS DO FAMOSO “JEITINHO BRASILEIRO”, QUE, EM ÚLTIMA ANÁLISE POVO E GOVERNO ERRAM POR VALORIZAR A MATÉRIA COMO TUDO SENDO, SENDO QUE A MATÉRIA NADA É. E ENQUANTO ASSIM AGIRMOS, ESTAREMOS AGINDO CONTRA TUDO E CONTRA TODOS.
VAMOS MUDAR, SIM, PRECISAMOS MUDAR: NÓS GOVERNADOS E OS GOVERNANTES, PASSANDO A NOS CONHECER RACIONALMENTE, PARA QUE NOSSO RACIOCÍNIO SE DESENVOLVA PARA, ASSIM, EMBARGARMOS O SOFRIMENTO E A DOR.
E PARA MUDAR PRECISAMOS É DE ÉTICA, AMOR, FRATERNIDADE E RESPEITO DOS GOVERNANTES PELOS GOVERNADOS E DOS GOVERNADOS PELOS GOVERNANTES. QUANDO ISSO HOUVER, HAVERÁ A PAZ ENTRE TODOS, PORQUE TODOS SOMOS IRMÃOS, SOMOS UMA SÓ FAMÍLIA, DE UMA RAÇA SÓ: RACIONAL.
ENQUANTO OS POVOS (POVO E GOVERNO) AGIREM COMO ANIMAIS, TENDO COMO REFERENCIAL A MATÉRIA (ANIMAL) E, NÃO, O SER (RACIONAL), NÃO HAVERÁ SISTEMA QUE EQUILIBRE A HUMANIDADE, PORQUE A HUMANIDADE ESTARÁ DISTRAÍDA COM A MATÉRIA, DESUNIDA E DIVIDIDA. E UM POVO E GOVERNO DIVIDIDOS SE ENFRAQUECEM E SE DESTROEM, PORQUE SOMENTE A UNIÃO FAZ A FORÇA E MANTÉM A VIDA!
ENTENDERÃO MELHOR TUDO ISSO LENDO OS LIVROS UNIVERSO EM DESENCANTO DE CULTURA RACIONAL, A CULTURA NATURAL DA NATUREZA.

quarta-feira, 19 de junho de 2013

É PRECISO ACORDAR DE VERDADE!

(Porfírio Jesus das Neves)
O povo precisa mesmo é de uma Cultura não materialista. Afinal, “nossos representantes” na política ou no governo, saem do seio do povo.
E, por que será que se pervertem e deixam de representar aqueles a quem deveriam representar? É justamente a falta de uma Cultura não materialista.
Vamos ver que o povo acorda para a Cultura Racional, a cultura natural da Natureza, que não alimenta o materialismo.
É preciso ACORDAR DE VERDADE!
http://www.culturaracional.com.br

O MOMENTO EXIGE REFLEXÃO E PRUDÊNCIA

Estamos passando por uma transição que carece de prudência e reflexão para chegarmos à causa verdadeira das manifestações/passeatas em todo o Brasil para, conhecendo a causa, termos condições de colocar fim nos efeitos.
Sim, porque não há efeito sem causa.
E, assim, tudo que estamos passando é produto do que plantamos em todas as vidas passadas.
Plantamos mal e estamos colhendo o mal. Sim, o mal, porque o bem seria todos equilibrados e satisfeitos.
Há quem, por total inconsciência chega a admitir que tudo que estamos passando é um castigo de DEUS. Ora, DEUS não castiga ninguém. A própria pessoa, por não ter conhecimento VERDADEIRO do que é a vida, a Natureza e de suas leis é que faz com que retorne para si todo tipo de sofrimento, porque não há efeito sem causa.
Isso visto, TODOS SOMOS CULPADOS!
Portanto, evidente está que o que falta à humanidade é a consciência VERDADEIRA. Saber de onde veio, como veio, porque veio, para onde vai e como vai.
Mas, a maioria esmagadora não se deu conta disso e continua inconscientemente admitindo a cultura primária que nos engambela com divertimentos que nos distraem, sem nos deixar perceber de que a vida é séria, está passando e tem um objetivo MAIOR: O RETORNO À ORIGEM, AO NOSSO VERDADEIRO ESTADO NATURAL DE RACIONAIS PUROS, colocando fim nessa vida grosseira e atrasada de animais Racionais, ou seja, de Racionais animados pelo mal, que é a matéria.
A falta desse conhecimento é a verdadeira causa de toda INSATISFAÇÃO.
É preciso que todos levem isso a sério e procurem, enquanto há tempo, passar a se conhecer através da cultura verdadeira do animal Racional, a Cultura Racional, a cultura natural da natureza, que é a cultura que tem base e lógica para equilibrar o animal Racional que, através dela, ficará acima de tudo criado neste campo material, a saber: ciências, filosofias, religiões, seitas, políticas, que, por serem fruto de divisão, não dão substância ao animal Racional que precisa de união para se erguer e se firmar como ser verdadeiramente RACIONAL e, não, ANIMAL.
Toda essa cultura artificial materialista foi precisa e necessária. Alcançou o ápice de sua função e entrou em falência e liquidação.
Portanto, não se trata aqui de condená-la e, sim, de reconhecer que essa cultura artificial, materialista é algo absolutamente anacrônico, que já deu o que tinha que dar.
Anime-se, portanto, minha Gente, a conhecer a cultura verdadeira que um dia você, eu e toda a humanidade renegou para constituir esse mundo de sofrimentos, padecimentos e dor.
E enquanto não se compenetrarem disso, de que a fase do pensamento (políticas, religiões, seitas, filosofias etc.) já terminou, término esse DECRETADO PELA NATUREZA, pois, tudo isso já encerrou sua função de lapidação e preparação do animal Racional, enquanto não se compenetrarem disso, tudo que se tentar fazer para melhorar, somente irá trazer mais sofrimentos, será apenas uma troca de figurinhas, por não quererem admitir que a consciência verdadeira, que nos une, nos dá paz, amor, fraternidade e concórdia, está no desenvolvimento do raciocínio, que é a GLÂNDULA PINEAL.
E, assim, o Brasil e o mundo ainda estão POR ACORDAR!
E esse ACORDAR somente será possível através do desenvolvimento do raciocínio, que é a glândula pineal, POIS, SEM ESSE DESENVOLVIMENTO NINGUÉM TERÁ CONDIÇÕES DE RECONSTRUIR NAÇÃO NENHUMA!
SALVE-SE QUEM OUVIR ESSA ADVERTÊNCIA DA MÃE NATUREZA, QUE É QUEM GOVERNA TUDO E TODOS PARA LIBERTAÇÃO, PELO DESENVOLVIMENTO DO RACIOCÍNIO, OU PARA FALÊNCIA E LIQUIDAÇÃO, ATRAVÉS DO PENSAMENTO, QUE ESTÁ SECANDO, PORQUE SUA FASE JÁ TERMINOU DESDE 1935! LEIAM OS LIVROS UNIVERSO EM DESENCANTO PARA ENTENDER O PORQUÊ DE TUDO ISSO!

CARTA ÀS AUTORIDADES BRASILEIRAS E MUNDIAIS

http://www.facebook.com/photo.php?v=537141986344071&set=vb.508372419221729&type=2&theater
Os recentes movimentos de massa no Brasil têm um significado bem mais amplo do que se possa imaginar.
Representam o grito da Natureza, através de seus filhos, advertindo, mais uma vez, aos que teimam em ignorar suas leis, que a vida tem uma finalidade muita elevada, que é de paz, amor, fraternidade e concórdia entre todos e tudo universalmente.
Quando o desrespeito a essas leis magnas, que deveriam ser a base para as leis dos homens, quando essas magnas leis da Natureza alcançam o ápice do desrespeito e do descaso pelos habitantes da Terra, a Natureza, que comanda e governa tudo e todos, utiliza as ferramentas humanas para deixar clara sua insatisfação.
Todos somos irmãos, mas, poucos querem reconhecer isso, porque não reconhecem a Natureza como mãe, que gera, cria, governa e mantém tudo e todos.
Os que já reconheceram a Natureza como verdadeira mãe, não estão felizes nem alegres com os últimos movimentos de passeatas, mesmo que pacíficas, pois, sabemos que isso significa que temos muitos irmãos e irmãs desviados completamente das leis naturais, tendo sido necessárias as passeatas.
Quem é que se sente feliz e contente vendo irmãos e irmãs se afundarem na lama da ganância e da ambição, sendo que foram recebidos com carinho e a eles entregue, com toda confiança, a administração e governo de nossas cidades, Estados e países? Somente irá se regozijar com a desgraça alheia, quem é tão miserável quanto o miserável.
Ainda há tempo, por mais vergonha e humilhação que tenham que enfrentar (fizeram por onde merecê-las), ainda há tempo de reconhecer os próprios erros e, de forma transparente e absolutamente desprendida, colocar a par do conhecimento público o restante da sujeira ainda encoberta, e entregar tudo isso para correção definitiva, a quem tenha capacidade moral e ética para reconstruir o nosso Brasil, com base nas leis eternas naturais, de paz, amor, fraternidade e concórdia universal, para que a finalidade de nossas vidas seja alcançada.
Precisamos de uma cultura assim: de paz, de amor, fraternidade e concórdia, uma cultura natural, uma cultura racional e, não, contra o animal racional.

segunda-feira, 17 de junho de 2013

ONDE TODOS BRIGAM, TODOS SOFREM E NINGUÉM TEM RAZÃO!

Estamos em tempos de PAZ, mas, a maioria desconhece isso.
Continuam brigando, guerreando, desentendidos de tudo, de todos, da natureza.
Tudo isso porque não querem SE CONHECER e, muito menos, conhecer a Natureza.
Onde há brigas, está aí a inconsciência.
Onde estão as guerras, está aí a inconsciência.
Onde há discussões, está aí a inconsciência.
Onde há ciúmes, inveja, arrogância, ambição e ganância, está aí a inconsciência.
Onde há uns contra os outros, está aí a inconsciência.
Onde há lados, grupos, está aí a inconsciência.
Onde está o bem e o mal, está aí a inconsciência, porque o bem é aparente e aparências não são verdades.
O bem verdadeiro não discute, não briga, não guerreia, não destrói, não difama, não agride, porque está em paz, ACIMA DO BEM E DO MAL.
O bem verdadeiro está com a RAZÃO, em correspondência com a origem e, por isso, com a sabedoria verdadeira.
Não briga, não ofende, não humilha, não guerreia, não destrói, somente constrói, espelhando-se no SER SUPREMO, que vence com amor, com carinho e com suprema benevolência Racional, para a PACIFICAÇÃO UNIVERSAL, adquirida através da CULTURA RACIONAL.
Deus não tem lados, porque é UM SÓ SER, RACIONAL.
E, assim, apesar de já estar na Terra o Conhecimento Transcendental de união de tudo e de todos, continuam brigando e guerreando, por NÃO QUEREREM TOMAR CONHECIMENTO do conhecimento de paz que já na terra está.
E onde todos brigam, todos sofrem e ninguém tem RAZÃO!
Para quem quiser encontrar a paz de si mesmo: leia os Livros Universo em Desencanto, de Cultura Racional.

domingo, 16 de junho de 2013

A DUALIDADE HUMANA É REFLEXO DA NATUREZA

(Mestre POP)
A causa da existência da dualidade humana é a Natureza. Está na Natureza a origem do bem e do mal, o principio das duas realidades que dão o duplo sentido a existência, as duas naturezas presentes no comportamento humano. E é em seu dualismo que surgem as contradições, dado o duplo sentido de tudo. Somos duais providos desta faculdade que é o amar e odiar, o querer e o negar, o aceitar e o rejeitar.
Os opostos constituem o grande paradigma da natureza humana. Estamos permanentemente numa luta para a superação desta condição. O dualismo está no ser humano como parte de sua natureza, razão pela qual o ser humano nunca é plenamente bom nem simplesmente mal. Somos incapazes de superar estas condições. A busca permanente do homem para superação desta condição está na busca de caminhos, caminhos estes representados pelas religiões e pelas ciências.
Na origem desta natureza está a ambigüidade, a permanente luta do homem entre o bem e o mau, entre a vida e a morte. A realidade é construída a partir desta natureza. Na natureza, não ha a consciência do bem nem do mal. Simplesmente a natureza age de acordo com sua própria condição. Por isso o dia e a noite, o frio e o calor, o longe e o perto, a vida e a morte, o claro e o escuro, o bom e o ruim, o sim e o não. A natureza é complexa na sua funcionabilidade, por ser variante e inconstante, e assim também são seus feitos.
Esta inconstância está representada na condição física e emocional do ser humano. Daí a instabilidade emocional. Hora bem, se sentindo alegre. Hora se mau, se sentindo triste. Hora animado, hora desanimado. Exatamente como a natureza, que hora é frio, hora é calor, hora muito frio, hora muito calor. Não há como descompatibilizar o ser humano de sua natureza. Por isso o bem ou o mau não é uma opção, mas sim uma condição da Natureza humana. Por isso as verdades existentes no mundo são relativas. Não podendo haver nenhuma realidade que sobreponha outra, como realidade una, pois tudo se divide. Sendo assim é necessário que aprendamos a lidar com a diversidade, seja esta religiosa, política, filosófica e comportamental dos seres humanos.
Por isso não adianta odiarmos as cobras por seu veneno, e nem tampouco amarmos as flores por seu perfume. Porque assim como existem as flores lindas, que nenhum perfume tem, existem aqueles em que não há beleza, mas cujo perfume nos embriaga e encanta. Assim também são os seres humanos, que se representam pelas aparências de serem bons, mas em sua prática de vida, não conseguem permanecer com a mesma atitude, alternando seu humor, e conseqüentemente suas atitudes.
E é por isso, que o homem é um grande problema para si mesmo, visto que não consegue conhecer a totalidade de sua própria natureza e de todas as coisas existentes.
“Infinitamente incapaz de compreender os extremos, tanto o fim das coisas como o seu princípio permanecem ocultos num segredo impenetrável, e é impossível ver o nada de onde saiu e o infinito que o envolve”.
A Cultura Racional, na qual me fundamento nos proporciona compreender a profundidade da dualidade da natureza, esclarecendo-nos a sua gênese, causa e efeito e esclarecendo-nos que existe a possibilidade concreta do equilíbrio entre estas duas forças, criando com isso uma unidade capaz de superar a própria dualidade.
Essas informações e esclarecimentos estão contidas nos livros Universo em Desencanto de Cultura Racional.

quinta-feira, 13 de junho de 2013

QUEM CATALIZA É A MENTE

(João de Castro, SP)
Pesquisando alguns livros sobre mente, gens e corpo, dentre os quais o livro de Bruce Lipton sobre citologia, chegamos ao seguinte consenso, que é mais ou menos como descrevemos a seguir.
Os gens estão abaixo da MENTE, que está abaixo do raciocínio, que é a mente superior, ENERGIA RACIONAL, energia absolutamente equilibrada, em contato com a ENERGIA RACIONAL da Natureza.
Portanto, uma mente regida pelo raciocínio irá catalisar a ENERGIA RACIONAL da pessoa e que estava dispersa nas sete partes da natureza (sol, lua, estrelas, água, terra, animais vegetais), partes essas que dão origem e causa ao fluido que forma a harmonia do ser humano.
E, assim, sob a égide do raciocínio, da ENERGIA RACIONAL, os gens serão “orientados” para produzir as predisposições necessárias para que o indivíduo consiga vencer os entraves do artifício, da cultura artificial, da cultura materialista, que é uma cultura contra a verdadeira natureza humana e, conseqüentemente, contra toda a NATUREZA.
Bruce Lipton sempre esteve envolvido com estudos no campo da citologia (estudo das células), o que o levou à conclusão de que tanto o meio como o sistema de crenças são fatores predominantes sobre a formação e desenvolvimento do corpo humano.
Sempre se acreditou que os gens controlavam o organismo humano, quando na verdade é a Mente que organiza as células e as delimita em suas funções.
A percepção humana, com efeito, desempenha papel fundamental como catalisadora daquilo que o sistema de crenças oferece.
“Sempre tivemos uma noção muito superficial de como os gens operavam”, afirma Bruce Lipton. “Mas, estávamos cientes de que eles determinavam as predisposições básicas em nosso organismo! Na verdade, os gens não possuem total controle sobre o que somos!”
Bem, teremos que nos servir da história para compreender o ponto de vista de Bruce Lipton.
Tudo começa na época das descobertas de Newton (físico inglês), envolvendo as leis da Física. O conceito de que tudo funcionava dentro de sistemas físicos e mecânicos também acabou por influenciar a biologia, que começou a ver o organismo humano como uma máquina. Tal postura simplista descartava um outro aspecto que era muito mais essencial que o adotado, a ENERGIA!
Em 1600 a Sociedade Científica e a Acadêmica demonstravam grande euforismo e entusiasmo com relação à idéia de que o corpo era, verdadeiramente, uma máquina biológica. Conseqüentemente, as Leis da Física, descobertas por Newton, tornaram-se a base de um conhecimento “materialista” do homem, onde a matéria orgânica passou ocupar posição de destaque.
Diante disso, todo o sistema de crença foi adaptado para preservar e difundir o conceito físico-mecânico do corpo humano, cujas funções poderiam ser alteradas através de PÍLULAS que desencadeariam um processo químico para as alterações hormonais, sanguíneas e dos órgãos humanos.
Entretanto, tal conceito começa a ser derrubado pelos avanços da ciência no campo da Física Quântica, onde o ponto nefrálgico da questão deixa de ser a MATÉRIA para tornar-se a ENERGIA.
Essa nova perspectiva busca clarificar a relação entre AMBIENTE, MENTE E GENS, e não apenas GENS e CORPO.
A visão das funções das células como meros expedientes do processo FÍSICO-MECÂNICO, ou seja, MATERIAL, cedeu lugar à relação AMBIENTE-MENTE E GENS.
As descobertas de Bruce Lipton estão, aos poucos, destruindo a idéia de que os gens influem no comportamento das células. É o sistema de crenças (MENTE HUMANA) que irá desencadear no organismo humano alguns aspectos, os quais lhe são compatíveis e que estão contidos nos gens humanos.
Por conseguinte, não há nada errado com os nossos GENS, mas, com o ESTILO DE VIDA que levamos. Acreditar que estamos limitados aos nossos GENS nos torna impotentes com relação ao processo de mudança e adaptação que deve ocorrer em nossas MENTES.
A vida moderna está totalmente imersa nos princípios NEWTONIANOS, ou seja, pura MATERIALIDADE! Pela FÍSICA QUÂNTICA é a mente humana que determina a REALIDADE na qual vivemos, portanto, se ELA for negativa, irá catalisar somente aspectos negativos que também existem como predisposições em nossos GENS!
Seria impossível combater a OBESIDADE, DIABÉTES ou o CÂNCER sem nos atermos ao princípio de que esses sintomas são catalisados pela MENTE HUMANA do AMBIENTE e depois transmitidos aos GENS, que apenas executam aquilo que ELA lhes transmite!
Para ver a comprovação da supremacia energética sobre a parte física, que se restringe a obedecer os comandos da primeira.
E, assim, fica provado e comprovado que todo materialista se torna um simples robô – um SER INFERIOR, por ignorar a superioridade da força energética sobre a parte bruta material.
E mais, sendo o Raciocínio a Raiz Mestra da Fecundação Universal, a cada ciclo da espiral cósmica da descida DO MUNDO PERFEITO, ABSOLUTO, de onde somos originários, para o mundo inferior que passamos a constituir com a descida do MUNDO DE ORIGEM (ABSOLUTO), ia se formando no corpo de Energia mais uma volta da espiral do DNA.
Cada estrela formada nas dobras espaciais do tempo ia formando uma informação (ou instrução) semelhante na espiral do GNA e depois DNA.
O Raciocínio é o computador eletrônico do corpo, por ser Ele Energia Racional, onde está gravado o passado, o presente e o futuro.
Reparem na figura acima a semelhança entre a espiral de descida e a espiral do DNA.
E, assim como o DNA de 2 metros de comprimento fica dobrado sobre si mesmo ocupando um volume de microns cúbicos, todas estas nossas galáxias formadas pela espiral de descida estão dobradas sobre si mesmas ocupando um volume cósmico que representa apenas um “pedacinho” da Planície Racional, o MUNDO PERFEITO, de onde saímos.
Portanto, este Universo em que vivemos, à semelhança de um DNA que degenerou, esse Universo representa um tumor dentro do Corpo Puro Limpo e Perfeito da Planície Racional.
E, assim, explicando em resumo: a espiral do GNA e do DNA correspondem à espiral da descida da Planície Racional que não estava pronta para entrar em progresso. E tudo isso gravado no raciocínio, que representa os Habitantes do Mundo Racional que desceram também, perdendo virtudes, que são vidas que deram origem a outras vidas, sendo o raciocínio a última virtude que se materializou em forma de máquina do raciocínio, na Glândula Pineal.
O DESENVOLVIMENTO DO RACIOCÍNIO É EXATAMENTE A PAULATINA TOMADA DE CONSCIÊNCIA DAS INFORMAÇÕES/INSTRUÇÕES CONTIDAS EM CADA ESPIRAL.
SÃO 21 DOBRAS DA ESPIRAL.
QUANDO TOMAMOS POSSE DAS INFORMAÇÕES/INSTRUÇÕES CONTIDAS NAS 21 ESPIRAIS, O RACIOCÍNIO TORNA-SE COMPLETAMENTE DESENVOLVIDO E SE LIBERTA DAS TREVAS EM QUE FICOU PARALISADO NESSAS 21 ETERNIDADES (ESPIRAIS).
ENTRETANTO, ESSA LIBERTAÇÃO, DIGA-SE DE PASSAGEM, DEPENDE NÃO TÃO SOMENTE DE ESTAR CONSCIENTE DAS INFORMAÇÕES, MAS, CARECE DE QUE A PESSOA COLOQUE EM PRÁTICA AS INSTRUÇÕES CONTIDAS NESSAS 21 ESPIRAIS PARA PODER, ENTÃO, SE LIBERTAR - AÍ ESTÁ A RESSURREIÇÃO DO HABITANTE DO MUNDO RACIONAL QUE ESTAVA MATERIALIZADO EM FORMA DE MÁQUINA DO RACIOCÍNIO NA GLÂNDULA PINEAL!
DONDE SE CONCLUI QUE A TEORIA É MUITO BOA, MAS, A PRÁTICA É MUITO MELHOR!
PORTANTO, O RACIOCÍNIO, O HABITANTE DO MUNDO RACIONAL, QUE TÊM EM SI TODAS AS INFORMAÇÕES/INSTRUÇÕES DAS 21 ESPIRAIS GRAVADAS EM SI, AO SE DESPERTAR E SE DESENVOLVER, PASSA A FUNCIONAR COLOCANDO EM AÇÃO ESSAS INSTRUÇÕES, CORRESPONDENDO AO NATURAL DA NATUREZA, IMPLANTANDO A PAZ, O AMOR, A FRATERNIDADE, POR AGIR DE ACORDO COM AS LEIS NATURAIS QUE REGEM O UNIVERSO, CONSUMANDO A CONCÓRDIA UNIVERSAL. ASSUMINDO, ASSIM, O SEU VERDADEIRO PODER DE CENTRO ASTROLÓGICO, CENTRO IMUNIZADOR RACIONAL (IMUNE A TUDO AQUILO QUE NÃO CORRESPONDA ÀS LEIS NATURAIS DO UNIVERSO). É O FIM DA NEGATIVIDADE NA TERRA.
Aí está a supremacia do RACIOCÍNIO, ou seja, a supremacia do MUNDO ENERGÉTICO ORIGINAL, RACIONAL.
Conheçam com detalhes o porquê dessa superioridade, pesquisando seriamente o livro que esgota todo o assunto sobre as 4 mecânicas do universo e suas correspondentes hierarquias, nos livros de Cultura Racional, Universo em Desencanto.
Aí irão entender e compreender, com base e com lógica o porquê que quem catalisa é a Mente Superior, o RACIOCÍNIO, dependendo o equilíbrio de cada ser humano do desenvolvimento do seu raciocínio, INDIVIDUALMENTE, e de mais ninguém.

quarta-feira, 12 de junho de 2013

O QUE É ENCANTO E O QUE É DESENCANTO

(Severino dos Reis)
Os seres humanos, sem saber que a Natureza mudou da Cultura da civilização para a CULTURA RACIONAL, vivem entusiasmados com o progresso da civilização; achando que com o avanço da ciência é possível fazer tudo, resolver tudo.
Mas, não resolve o vício das drogas, com a matança de jovens, de mulheres, a matança indiscriminada nos acidentes de trânsito! Atiradores que entram nas Escolas, nas residências, nas festas, tirando a vida de dezenas de pessoas inocentes, sem nenhum motivo! Isto, em todos os países do mundo; porque a mudança da Natureza é para o mundo inteiro!
Sem contar a contaminação das águas, a poluição da terra, do ar e até do espaço; que está cheio de pedaços de satélites, de foguetes, de dejetos de plataforma espacial: e o lixo do espaço não tem solução, só vai aumentando, porque lá não tem coleta! Tudo isso, provando que estamos mesmo, na verdade, todos encantados, chamando esse grande regresso de progresso.
É por isso que há uma premente necessidade de todos os seres humanos, com urgência, tomarem conhecimento da CULTURA RACIONAL, cuja didática é a Obra UNIVERSO EM DESENCANTO.
E nesta matéria, vamos explicar: o que é encanto e o que é desencanto.
Vejam bem: o homem, na palavra da ciência, sempre viveu numa busca incessante, em saber quem somos de onde viemos e para onde vamos, todos sabem disso. E na Obra UNIVERSO EM DESENCANTO, aprendemos que antes de sermos seres humanos mortais, éramos seres Racionais eternos, que habitávamos o MUNDO RACIONAL a eternidade, onde o progresso é de pureza não há transformações.
Nós somos uns tantos Racionais, que entramos e começamos progredir em uma pequena planície do MUNDO RACIONAL, que não estava pronta para o progresso dos Racionais. E por não estar pronta, não agüentou o progresso, tomou um sentido inverso: começou a regredir, iniciando as transformações; por isso tudo se transforma.
Sendo assim, a planície se transformou nesse universo de matéria e os Racionais se transformaram nos animais Racionais que são os seres humanos.
Notamos então, que a unidade de cada Racional, passou a ser dualidade de: (animal + Racional). O animal, o corpo de matéria e o Racional a vida, que é a ação do corpo, o que chamamos de “alma”.
O corpo de matéria é apenas um obstáculo para a vida; porque se o corpo contrair uma doença ou sofrer um acidente interrompe a vida! Ficou a vida que é Racional, condicionada a um corpo de matéria; isto é o encanto. Como nas histórias infantis, um príncipe encantado no corpo de um sapo. Assim é o ser humano: um ser Racional, uma vida eterna, que ficou encantado num corpo de matéria. E o que é desencanto? Desencanto é desvencilhar o Racional, do animal! E a única forma de fazer isso, é desenvolvendo o Raciocínio que é a consciência Racional. E para desenvolver o Raciocínio, tem que estudar o livro UNIVERSO EM DESENCANTO: desencantar o ser Racional do corpo de matéria. É por isso que com todo progresso da ciência, ninguém descobriu a fórmula de quebrar esse encanto até hoje, o que já deveria ter sido feito! Não estão tão evoluídos? Mas, encanto e inconsciência são a mesma coisa; basta ser encantado para ter a consciência negativa ou totalmente confusa.
Vejam bem: diz que Deus é criador de tudo, todo poderoso e de extrema bondade, mas o acusam de todas as bondades: se é pobre, aleijado, é porque Deus o fez assim; se está doente é a vontade de Deus; se foi atropelado ou morreu, Deus o levou e assim por diante. Na inconsciência humana, Deus é quem faz tudo de ruim; mas quando ficam doentes, pedem a Deus e diz que recebeu o milagre da cura. Porém se for dia dele, o Deus bondoso não atende a oração de ninguém e por aí vai a inconsciência.
Se o homem tivesse consciência, já saberia que esse universo deformado e a vida são conseqüências de seus próprios habitantes e não criação de Deus. Se a vida material fosse obra de Deus, nós não seríamos sofredores e mortais! Porque ele sendo bom e eterno, faria os seus filhos para viver bem e faria todas as nossas vontades. E, no entanto você, não foi consultado se queria ser alto ou baixo; se queria ser preto ou branco; se queria ser pobre ou rico; se queria ser bonito ou feio; você não teve direito nem de escolher se queria ser bom ou mau. Logicamente você não pediu para nascer e nasceu; agora você não quer morrer e tem que morrer, porque a sua vida Racional, está presa e dependente de um corpo de matéria.
Mas a ciência não resolve tudo? O homem com a ciência não pode tudo? Então porque não abandonam esse corpo, ficando com a vida livre para viver? É o que todos queriam! Mas estão encantados: não podem. E o que é pior: ninguém nem sabe que é encantado e nem o que aconteceu para ficar encantados; porque a imaginação e o pensamento que comandou a vida até agora, não deixou ninguém saber que viviam encantados. Porque primeiro, tinha que desenvolver o corpo de matéria, para evoluir a vida: prepará-la para receber a energia Racional, que desenvolveria o Raciocínio, quando chegasse a cultura dele.
Agora já está na terra a CULTURA RACIONAL! Para quebrar esse encanto, é só ler UNIVERSO EM DESENCANTO, para desenvolver o Raciocínio. O Raciocínio desenvolvido desativa o pensamento, liberta a vida Racional do corpo de matéria, deixando-a livre para viver sem morrer. Então, ela volta ao MUNDO RACIONAL porque se desencantou. Está aí a verdadeira salvação, que é o retorno ao nosso mundo de origem; a salvação tão almejada, tão esperada por todos os povos da terra.
Mas, a humanidade por não saber e até agora só ter informações da cultura do pensamento, a cultura do encanto, estavam esperando a salvação de outra forma: através das Religiões.
Hoje nós sabemos: que se salvar é se desvencilhar da matéria; é separar o joio do trigo. Dizia Jesus, que antes do tempo não poderia exterminar o joio; porque as ramas são iguais e arrancaria também o trigo. Então, tinha que esperar dar frutos, porque os frutos são diferentes.
Agora sim! Está explicada a parábola: o joio é o animal; é o pensamento! E o trigo é o Racional, o Raciocínio. Agora chegou o tempo; agora vamos saber o que é joio e o que é trigo: se desenvolver o Raciocínio é trigo, sobe para o MUNDO RACIONAL; se não desenvolver o Raciocínio e continuar pensando é joio! Porque a fase agora é Racional, não é mais de animal Racional. Mas é muito fácil desenvolver o Raciocínio; é só ler UNIVERSO EM DESENCANTO para se desencantar, desvencilhando assim o Racional eterno, da matéria do animal mortal.
Portanto meus queridos leitores: a CULTURA RACIONAL te alivia o sofrimento nesta vida e te salva na outra, quando você sair dessa, se o Raciocínio estiver desenvolvido. Se o Raciocínio não tiver desenvolvido, você volta a nascer aqui na terra outra vez; mas, como animal Irracional! Porque a fase de animal acabou em 1.935 e entrou a governar o mundo a fase Racional.
E a fase Racional é decisiva, ou sobe para o MUNDO RACIONAL ou desse para o mundo do Irracional; quem não sabe, pode ainda ter mais uma chance, mas quem sabe deve obedecer. Se como animal Racional humano, com todo conforto, a vida já é de muito sofrimento, imaginem como animal Irracional no relento e sem mais nenhuma chance de outra evolução ou salvação?
Nós que já conhecemos que já estudamos a CULTURA RACIONAL, estamos fazendo a nossa parte, avisando a todos; cabe a cada um ativar a curiosidade e ver por si mesmo se é verdade; não se rejeitar sem analisar. Então comece hoje mesmo, a estudar a CULTURA RACIONAL, não perca mais tempo para quebrar o seu encanto.

quarta-feira, 5 de junho de 2013

VOLTE-SE PARA A NATUREZA

(WILMA FERNANDES – Fonte: A NATUREZA)
HOUVE UM TEMPO EM QUE ERA UMA GLÓRIA PARA TODOS NÓS ANDAR POR ENTRE AS FLORESTAS E CAMPOS, OUVINDO OS DIVERSOS SONS PROPORCIONADOS PELA NATUREZA.
O CRUZAMENTO DOS SONS E IMAGENS PRODUZIA, EM CADA UM DE NÓS, UMA TORRENTE DE SENTIMENTOS E EMOÇÕES, QUE LEVAVA-NOS A CRIAR NOVAS COISAS.
A NATUREZA ERA NOSSA GUIA E FONTE DE INSPIRAÇÃO. DE TUDO QUE NELA HAVIA TIRAVÁMOS PROVEITO POSITIVO. NADA ERA USURPADO, POIS RESPEITÁVAMOS O CICLO DA NATUREZA E SABÍAMOS QUE ÉRAMOS PARTE DELA. ESTE RESPEITO NOS PERMITIU ENTRAR EM CONTATO COM OS MAIS PROFUNDOOS SEGREDOS DA NATUREZA.
SE PRECISÁVAMOS NOS AGASALHAR, OS ANIMAIS NOS ENSINAVAM A TIRAR PROVEITO DE SUAS PELES. SE PRECISÁVAMOS COMER, OS SERES DOS DIVERSOS REINOS SE OFERECIAM PARA SACIAR NOSSA FOME.
OBSERVANDO A NATUREZA, APRENDÍAMOS A RECONHECER NOSSOS DEFEITOS E VIRTUDES. ISSO NOS FAZIA PERCEBER QUE NÃO HAVIA INFERIORES, NEM SUPERIORES E QUE TODOS ESTAVAM NO MESMO BARCO, EM EVOLUÇÃO, O QUE NOS LEVAVA A TROCAS DE IDÉIAS QUE ENRIQUECIAM NOSSAS EXPERIÊNCIAS E INSPIRAVAM NOSSOS PASSOS PARA MELHOR.
PORÉM, COM O TEMPO, FOMOS PERDENDO A CAPACIDADE DE VIVER NATURALMENTE. DEIXAMOS DE RESPEITAR A NATUREZA, COMEÇAMOS A ACHAR QUE ÉRAMOS MELHORES DO QUE ELA, QUE PODERÍAMOS DOMINÁ-LA.
COMEÇAMOS A PENSAR QUE PODERÍAMOS SER MAIS PODEROSOS DO QUE ELA. ENFIM, COMEÇAMOS A PERCEBER QUE O NOSSO SEMELHANTE PODERIA SER DOMINADO.
E DO RESPEITO, PASSAMOS PARA O MEDO. PASSAMOS A TEMER O OUTRO, PASSAMOS A ACHAR QUE O OUTRO NÃO PODERIA SABER NADA SOBRE O QUE SE PASSAVA DENTRO DE NÓS. DESCOBRIMOS A DESCONFIANÇA. NÃO OLHÁVAMOS MAIS NOS OLHOS DO OUTRO, COM MEDO DE QUE ELE PERCEBESSE NOSSO MEDO E NOS DOMINASSE. PASSAMOS A NOS CONCENTRAR NÃO MAIS NO CRESCIMENTO INTERIOR, MAS NA CONQUISTA DESESPERADA DE MANEIRAS E IDÉIAS QUE NOS TORNASSEM “SUPERIOR” AO OUTRO. PASSAMOS ASSIM, A DESENVOLVER DOIS TERRÍVEIS SENTIMENTOS: O DA GANÂNCIA E O DA AMBIÇÃO. TORNAMO-NOS RICOS E PODEROSOS EXTERNAMENTE. JÁ NÃO NOS AVALIÁVAMOS PELO QUE ÉRAMOS, MAS, PELO QUE TEMÍAMOS QUE O OUTRO PODERIA SER.
AS SOMBRAS DA NOITE TORNARAM-SE TENEBROSAS, MACABRAS, E DECOBRIMOS A MORTE.
PASSAMOS A SER ASSASSINOS, IRMÃOS MATANDO IRMÃOS. BASTANDO UM GESTO, UM OLHAR ESTRANHO, UM ÚNICO MOVIMENTO SUSPEITO, PARA IRMÃOS TORNAREM-SE INIMIGOS. PASSAMOS A VIVER O SISTEMA DE SENHORES E ESCRAVOS: UNS MANDANDO E OUTROS OBEDECENDO SEM DIREITOS, PONDO FIM NA VERDADEIRA LIBERDADE. CRIAMOS A FOME E A POBREZA! TORNAMO-NOS INSACIÁVEIS!
OS ANIMAIS PASSARAM A FUGIR DE NÓS. OS PÁSSAROS PASSARAM A CANTAR PARA ALERTAR OS OUTROS SERES DA NOSSA APROXIMAÇÃO. TORNAMO-NOS SANGUINÁRIOS.
COMEÇAMOS A SOFISTICAR NOSSAS CAÇAS A FIM DE SUPERAR NOSSAS DEFICIÊNCIAS FRENTE AOS ANIMAIS.
CRIAMOS AOS POUCOS AQUILO QUE HOJE CHAMAMOS DE TECNOLOGIA. COM A TECNOLOGIA PODERÍAMOS MATAR TUDO QUE ESTIVESSE NA NOSSA FRENTE, INCLUSIVE A NÓS MESMOS.
NOSSAS OBSESSÕES TRANSFORMARAM-SE EM DOENÇAS. NOSSAS DOENÇAS PASSARAM A SER TRANSMITIDAS ÀS FUTURAS GERAÇÕES.
DOS ANIMAIS MORTOS SEM NECESSIDADE VIERAM OUTRAS DOENÇAS E ELAS SE PROPAGARAM À MEDIDA EM QUE NOSSA TECNOLOGIA SE EXPANDIA: E A ISSO CHAMAMOS DE PROGRESSO.
OS VEGETAIS APODRECENDO NOS PÉS, VÍTIMAS DE PRAGAS ANTES INEXISTENTES, POIS, ELES AGORA SÃO PLANTADOS AOS MONTES, MAS MUITO ALÉM DAS NOSSAS NECESSIDADES. OS VEGETAIS FICARAM POBRES DE NUTRIENTES E TROUXERAM MAIS DOENÇAS. OS SOLOS COMEÇARAM A SE ESGOTAR, GERANDO MAIS DOENÇAS. AS DOENÇAS CRESCENDO E NÓS RESOLVEMOS QUE ERA HORA DE CURÁ-LAS. OLHAVÁMOS AO QUE ACONTECIA E CONCLUÍMOS COMO PODERÍAMOS NOS SALVAR DAS DOENÇAS: APERFEIÇOANDO NOSSOS MÉTODOS DE ANÁLISE ATÉ QUE CONSEGUÍSSEMOS DEBELAR ESTA OU AQUELA DOENÇA.
NOSSOS OLHOS SE TORNAVAM CADA VEZ MAIS AGUÇADOS COM A AJUDA DE INSTRUMENTOS CADA VEZ MAIS SOFISTICADOS. NÓS CONSEGUIMOS ENXERGAR AS ENTRANHAS DE TODOS OS SERES, MAS ESQUECEMOS DE OLHAR PARA O NOSSO INTERIOR. JÁ NÃO TÍNHAMOS MAIS TEMPO PARA PENSAR E MEDITAR, TORNAMO-NOS A CÓPIA FIEL DAS MÁQUINAS QUE PRODUZIMOS EM SÉRIE. OS MALES AUMENTARAM E A TECNOLOGIA TAMBÉM. A SOBERBIA MAIS AINDA! TORNAMO-NOS “SÁBIOS” DA SABEDORIA DO NADA, CAPAZES DE FALAR LÍNGUAS DIFERENTES E TECER PENSAMENTOS OS MAIS DIVERSOS SOBRE A CRIAÇÃO, MAS, CONTINUAMOS A SER OS MESMOS SERES INSENSÍVEIS.
INVESTIGÁVAMOS TODO O NOSSO PLANETA E NOS MARAVILHÁVAMOS A CADA DESCOBERTA.
COM O DESENVOLVIMENTO DA TECNOLOGIA PUDEMOS CRIAR LARES MAIS CONFORTÁVEIS, MAS, ÀS CUSTAS DA DEPREDAÇÃO EXCESSIVA E DESMEDIDA DA NATUREZA E COMEÇAMOS LOUCAMENTE A DESENVOLVER EM NOSSOS LABORATÓRIOS, TECNOLOGIAS QUE NOS AJUDASSEM A VIVER MELHOR SEM NOS IMPORTAR COM OS RECURSOS NATURAIS QUE SE ESGOTAVAM MUITO RAPIDAMENTE.
AO MESMO TEMPO PASSAMOS A PRODUZIR MAIS SERES, QUE NÃO SÃO MAIS CONCEBIDOS E, SIM, PRODUZIDOS POR DESCUIDO OU CONVENIÊNCIA.
CRIAMOS TECNOLOGIA QUE PERMITE CONSTRUIR NOVOS SERES COMO NÓS, NÃO SENDO O AMOR MAIS NECESSÁRIO NESTE NOVO MUNDO DE ALTA TECNOLOGIA.
PASSAMOS A INVESTIGAR MAIS PROFUNDAMENTE NOSSOS CORPOS NA BUSCA DESESPERADA DA CURA PARA OS NOSSOS MALES. A CADA MOMENTO PIPOCAVA UMA NOVA TECNOLOGIA CAPAZ DE NOS TRAZER A SAÚDE, A LONGEVIDADE. MAS, COMEÇAMOS A NOS PERTURBAR COM ISSO.
“ COMO SERÁ UM MUNDO SEM ANIMAIS, SEM VEGETAIS, SEM NATUREZA? QUAL A VANTAGEM DE SE VIVER MAIS, NUM MUNDO CADA VEZ MAIS CINZA?” NÓS NOS CONFRONTAMOS COM A NATUREZA, COM O AMOR, COM A SABEDORIA, ENTRE OUTRAS COISAS, SÓ PORQUE UM DIA ACHAMOS QUE ÉRAMOS MELHORES DO QUE TUDO E DO QUE TODOS.
TORNAMO-NOS SERES SOLITÁRIOS, TEMENDO OLHAR UM PARA O OUTRO.
CRIAMOS TECNOLOGIA QUE CONSEGUE EXPLORAR NOSSOS TECIDOS, NOSSAS CÉLULAS, NOSSOS CROMOSSOMOS, MAS NÃO SABEMOS MAIS EXPLORAR NOSSA MENTE NOSSO “EU”, NOSSO INTERIOR SUPERIOR. ESQUECEMOS DE TUDO.
“QUEM ÉS TÚ QUE A ILUSÃO É TANTA QUE ÉS INCAPAZ DE DEFINIR O SEU EU?”
VOLTE-SE PARA A NATUREZA… ELA AGRADECE!!!

segunda-feira, 3 de junho de 2013

O MAU NÃO RECONHECE DIREITOS

Numa reunião social, numa festa ou similar, é costume do bom anfitrião oferecer muitos pratos, para que cada convidado se sirva do melhor que lhe convém, de acordo com seu gosto, sua necessidade orgânica ou sua preferência. Assim, ninguém precisa reclamar , brigar ou sair falando mal por não tem encontrado o prato de sua preferência, o que não é de bom tom para alguém que se considera civilizado.
Mesmo porque é muito fácil para quem não gosta, por exemplo, de feijoada, agradecer e recusar educadamente um convite para tal. Assim é a vida, um grande banquete com muitos pratos diferentes para que cada qual, sem precisar de brigar, reclamar, discutir, agredir, ofender, enfim, para que cada qual, em nome da paz, sirva-se de acordo com seu gosto e vontade e se sinta satisfeito, sem causar desunião.
Mas, nem todos entendem isso, porque há os maus. E os maus não reconhecem direitos.
Cada qual em seu espaço, que a Mãe Natureza lhe deu, serve o que tem para oferecer. A vida é um grande banquete com bilhões de espaços. O bom cidadão ou cidadã, procura cuidar do seu e respeitar o espaço dos demais, porque reconhece que todos somos irmãos, porém, diferentes, por estarmos todos em evolução.
O bom compreende isso com perfeição e sabe muito bem que suas dúvidas são provas da falta do completo saber e de uma evolução que ainda não se consumou, mas... que com respeito, ordem, disciplina, respeito pelos outros e amor no coração irá chegar lá, por si mesmo, fazendo por onde merecer essa evolução, já que o PAI de todos é um só e contemplará a todos na hora certa, desde que a pessoa prove querer ser contemplado, porque ELE não é contra ninguém.
Entretanto, há os maus, que não desejam e nem fazem questão alguma de serem contemplados, vivendo de aparências como se bons fossem, mas, com um comportamento que prova o contrário.
E esses e essas não conseguem se aquietar em seus espaços, de tanta sujeira que carregam em si mesmos, a ponto de não se suportarem, cometendo ingerências o tempo todo, para vomitar o ódio, a inveja, o despeito e outras imundícies mais, que é o que conseguiram colecionar em suas bagagens de longos anos perdidos por este velho mundo, disseminando a desunião para enfraquecer os ingênuos, dominá-los e desfrutar a vida de acordo com as suas conveniências, sem levar em conta o prejuízo dos demais.
O tempo é chegado do fim dessa classe que sempre preteriu a paz, porque o tribunal da NATUREZA houve por bem presentear os mais humildes, os de bondade verdadeira em seus corações, com o saber completo sobre a vida, de onde ela veio, como veio, para onde vai e como vai.
Afinal cada qual tem o entendimento da categoria em que está. Para avançar um degrau a mais é preciso muita humildade. Sirva-se em paz essa gente linda, essa gente que gosta de paz, com os Livros de Cultura Racional, Universo em Desencanto. Saúde e sossego para todos que sempre fizeram por onde ter saúde e sossego!

CONFERÊNCIA DE CULTURA RACIONAL NA UFMG - 01

CONFERÊNCIA DE CULTURA RACIONAL NA UFMG - 02

CONFERÊNCIA DE CULTURA RACIONAL NA UFMG - 03

CONFERÊNCIA DE CULTURA RACIONAL NA UFMG - 04

CONFERÊNCIA DE CULTURA RACIONAL NA UFMG - 05

CONFERÊNCIA DE CULTURA RACIONAL NA UFMG - 06

CONFERÊNCIA DE CULTURA RACIONAL NA UFMG - 07

CONFERÊNCIA DE CULTURA RACIONAL NA UFMG - 08

CONFERÊNCIA DE CULTURA RACIONAL NA UFMG - 09