Follow by Email

quarta-feira, 29 de julho de 2009

ISSO É QUE É AMOR À HUMANIDADE!


É com a maior alegria e emoção que publico este vídeo feito por nossa Irmã Racional Pattyxica! Mas, que trabalho mais lindo, de verdadeiro amor à humanidade, que os estudantes de CULTURA RACIONAL vem fazendo desde 1970 e, agora, homenageados por nossa preciosa Irmã Racional! Estou muito emocionada! Será, minha gente que visita este blog, será que não deu ainda pra perceber como a gente AMA A HUMANIDADE? Será que não deu pra perceber a seriedade do nosso trabalho ao longo destes anos, um trabalho nas ruas, na internet, de todas as formas, jeitos e maneiras, absolutamente despretensioso, sem receber nada em troca, a não ser a alegria que nos enche o coração, quando vemos o resultado deste trabalho, que é ver nossos semelhantes pelo mundo à fora integrando-se à Fase Racional, salvando-se do coma consciencial que infelizmente ainda impera neste mundo turbulento da matéria!
Por mais que a gente agradeça a você, Querida Irmã Racional Pattyxica, será pouco, muito pouco diante da grandeza dessa homenagem!
Abraçamos sua pessoa, com todo o nosso AMOR RACIONAL e lhe dizemos:
NOSSA PRECIOSA, ESTAMOS MUITO, MUITO ORGULHOSOS DE VOCÊ!
Que o nosso Pai Verdadeiro, o RACIONAL SUPERIOR e a Mãe Natureza Racional, derramem sobre você (e sobre todos os demais Irmãos Racionais que colaboraram na feitura deste belíssimo vídeo) todas as bênçãos do MUNDO RACIONAL!

terça-feira, 28 de julho de 2009

A VERDADEIRA ORIGINALIDADE DE SER

A verdadeira originalidade de ser, onde buscá-la?
No Conhecimento do Ser.

O Conhecimento do Ser, onde está?
Está no raciocínio.

O raciocínio, onde encontrá-lo?
Busque-o em si mesmo.

Buscar o raciocínio em mim mesmo, como?
Lendo o Conhecimento do início da formação de tudo.

De que Conhecimento se trata?

De um seletíssimo prato literário formado de um só Conjunto de Conhecimentos Racionais. Conteúdo dos Livros: Universo em Desencanto. O Conhecimento Supremo de paz, amor e fraternidade universal; é o Conhecimento de Cultura Racional o maior tesouro da humanidade. O Conhecimento de Redenção Universal.

Qual o objetivo desse Conhecimento?
A ligação do Ser Humano ao seu verdadeiro Mundo de Origem, o Mundo Racional.

No que se baseiam esses Conhecimentos Racionais?
Na Personalidade Verdadeira.

Personalidade Verdadeira?
Nos Conhecimentos Racionais estão todas as bases do Ser Supremo a tudo e a todos, para dar-nos a conhecer: • de onde viemos; • como viemos; • para onde vamos; • e como vamos.
Este Conhecimento nos foi dado pelo contato do Racional Superior que é Habitante de um Mundo Superior a este Mundo de matéria. Uma pessoa ligada ao Racional Superior; por ser ligada, são dois em um só. São dois Racionais: o do Mundo Racional (que é o Racional Superior) e o da Terra, o Sr. M.J.C., ligado ao do Mundo Racional. Para ver que, são dois Racionais, ambos ligados em um só.

Aqui estamos. Mas, de onde viemos?
Este Mundo onde estamos surgiu do Mundo Racional; esta deformação de origem Racional.

E como viemos parar aqui?
Uma parte do Mundo Racional começou a deslocar-se e a descer e descendo sempre, até chegar a ficar o Mundo como está.

O porquê deste Mundo?
A vontade; por, a vontade ser livre.

A vontade de quem?
De cada um dos causadores de si mesmo ser como é. A vontade do Ser Racional que deu origem ao animal Racional e que ninguém conhecia.

E daqui, para onde vamos?
De volta para o lugar de onde viemos.

Por quê?
Porque é de lá que somos.

E se alguém não quiser fazer por onde voltar?
Então, esse alguém continua fazendo o que sempre fez até aqui, por continuar ligado às Energias deste Conjunto elétrico e magnético. Continua como o inconsciente que não conhece o certo, vivendo de experiências atrás de encontrar a verdadeira base; na dúvida de tudo, na incerteza de tudo, uma vida de indecisões, típica da Fase do pensamento que terminou. Fez por onde aqui ficar. E, por aqui, vai continuar.

E qual o destino de quem aqui neste Mundo vai continuar permanecendo?
A sua sabedoria artificial o manterá como um livre pensador, vago sofredor e mortal. Então, continuará a viver aqui no chão, por conta de uma Natureza de transformações. Vindo a extinção da classe de Animal Racional e a sua transformação para classes de corpos de vida sempre mais inferiores. E vai se transformar de animal Racional para irracional. Primeiramente, invisível e depois, de matéria visível; porque a Natureza é de transformações. Então, só depois de percorrer toda uma hierarquia de corpos inferiores, advirá a transformação desta deformação para o seu estado natural de Planície Racional. Aquela mesma que desceu para compor este Plano da existência Racional deformada.

E se alguém quiser fazer por onde voltar?
Então, esse alguém toma atitude diferente. Procura conhecer a solução Racional da vida, definida e definitiva. Vai ler os Livros que lhe dão a conhecer a razão do seu Ser. Vai conquistar a sua Racionalização pessoal, no conhecer a razão de viver. Vai saber que, o que deu razão ao Racional é o Mundo Racional até nele ficar ligado, como um Aparelho Racional. Vai conhecer a razão do Mundo, o que deu razão a este Mundo que é uma deformação. Vai conhecer a razão verdadeira do seu Ser. Vai conhecer e desenvolver a Individualidade Verdadeira, a razão verdadeira da verdadeira origem de ser assim como é. A razão do seu Ser é Racional. Vai conhecer a razão da vida. Vai conhecer a origem.

O que é a origem Racional do corpo de matéria?
A origem Racional é um corpo de energia que deu causa ao corpo de matéria, de origem Racional. Tudo isso seria impossível, se nós não fôssemos corpos de matéria de origem Racional.

E o que é que volta para o nosso verdadeiro Mundo de origem, que é o Mundo Racional?
É o Corpo de Origem. Sim; que, no ler e reler desenvolve o raciocínio. No desenvolver o raciocínio, vai se ligar Energia Racional, pura, limpa e perfeita. Então, o raciocínio desenvolve a origem. E a matéria se transforma naquilo que lhe originou. E há a transformação da matéria para o seu estado verdadeiro de ser um corpo de energia.

O que foi que originou a matéria?
Foi aquele mesmo corpo do antes de ser matéria, que deu causa ao corpo de matéria de origem Racional; porque este corpo é de origem Racional. A origem é a parte essencial da matéria. É uma condensação Racional, a condensação de energia Racional, que deu prosseguimento à vida Racional na matéria; porque se constituiu (a sua massa cosmológica Racional) num corpo em matéria fluídica elétrica e magnética; com a transformação da Planície Racional.


E por que é que a humanidade julgava e pensava que a matéria fosse a nossa verdadeira origem?
É que a humanidade sempre desconheceu a sua verdadeira origem; então, todos julgavam que fossem filhos da matéria.
Sim desconheciam a origem que foi e é a fábrica dos micróbios e vírus e germens, para a formação do corpo humano.

E onde está o Conhecimento do Ser?
Está no raciocínio, que é a sua verdadeira originalidade de ser. Essa é parte da cabeça que sempre esteve paralisada; isso, enquanto base biológica de nossa função psicológica Racional; que é o exercício do raciocinamento e não, dessa função psicológica de animal; que é a imaginação e o pensamento.

O pensamento elétrico e magnético é o juízo final?
Não. Desses três pólos diferentes em nossa cabeça: a parte que é ligada ao elétrico; a parte que é ligada ao magnético; e a parte que é ligada ao natural; a humanidade – na condição de centros astrológicos, ficou altamente desenvolvida somente nos hemisférios elétrico e magnético, a parte da matéria.

Mas sempre, procurando a verdade — justamente onde não podia encontrar — nessa ilusão que provém do nada, que se transforma em aparência de tudo ser e volta a se transformar no nada ser. Morrendo e nascendo por geração desse óvulo no formato de um pingo d’água, que é esse líquido seminal, chamado ”sêmen”.

Essa é a vida aparente, desenvolvida pela energia animal em oscilação; que dá causa ao desequilíbrio da razão. De forma que com esses dois pólos em função, a vida era de sonhos, fantasias e de ilusões e ninguém sabia definir o seu “Eu”.

E quanto à questão do “Eu”, qual a solução?
Há mais uma evolução a fazer. Há mais progresso dentro da cabeça humana, do que a nossa categoria vã de cultos em cultura artificial jamais pode imaginar, quando a fase era de Animal Racional.
A solução é Racional. Ficávamos, na humanidade, na Fase de Animal Racional livre pensador, todos achando ser o que ninguém era e dizendo:
— “Eu sou Fulano.”. Ou — “Eu sou Fulana.”. Ou — “Eu sou a Cicrana.”. Ou — “Eu sou Beltrana.”. Ou — “Eu sou Beltrano.”.
Para ver que era uma infinidade de “Eu” fracionado; que, todos somados, nunca que resultava em um.

Mas, agora, no passarmos todos a conhecer o porquê da vida e que: se existe vida, é porque existe a causa que deu origem à vida; vamos ficando esclarecidos de que: a vida é o testemunho de outra vida que, deu conseqüência a esta vida. Então, iremos saber de uma vez por todas, como podemos nos organizar para a composição melhor da vida, para o equilíbrio perfeito. A outra vida, a vida Racional.

E nesse equilíbrio perfeito, todos sabendo viver. Para quem sabe viver a vida se torna alegre, feliz e contente. E para quem não sabe viver, a vida se torna triste, infeliz e descontente.

Daí, então, a restauração do “Eu”. E chegando assim, todos à solução do “Eu” e do “tu”; ficando tudo Racionalmente solucionado.

De forma que, o significado de “humanidade” vai tomando o real sentido de ser, o Ser uno, integral, da Fase Racional: “todos irmanados em “UM””. Este “UM” é o Verdadeiro Deus.

E nós somos “os todos irmanados”. E daí, “UM” por todos e todos por “UM”. Esse “UM” é o Racional Superior e este “UM” é o Mundo Racional. E nós somos “os todos por UM”.
Aí está o que a Humanidade, agora, quer dizer.

E o resultado alcançado, nos dias vindouros, será o equilíbrio perfeito, alcançado pelo desenvolvimento do raciocínio; essa Energia dos Racionais que se extinguiram em cima de quando era o início da existência da matéria e perderam a vida de Racional.

E no perderem a vida de Racional, o que lhes sucedeu?
E por perder a vida de Racional, por se extinguirem em cima do início da terra e da água, se misturou a Energia dos Seres de cima, com essas duas energias deste chão, todas três, degeneradas. E houve a união dessas três energias que se transformaram do que eram.

Então formaram um Mundo de materializados?
Mas, (assevera o Livro de Cultura Racional) que é tempo da Humanidade parar com isso, de julgar e pensar que a sua verdadeira origem seja, o que nunca foi: “a matéria”.

A matéria, no ter contribuído (como muito contribuiu) para a formação desse tudo aparente (o corpo de vida) que nos deu o efeito simbólico da deformação; ela foi sim, uma coadjuvante para a formação da Energia degenerada.

Mera coadjuvante; visto que, por si mesma, a matéria não podia fazer o corpo sem que existisse uma causa, que tivesse dado formação a esta vida degenerada.

De sorte que, nasceu a inteligência no corpo de matéria, porque a Energia se desenvolve de uma maneira super-inteligente. A inteligência está no corpo de Energia; e, por a Energia ser uma força geradora, criadora e formadora deste corpo de matéria de origem Racional, então vai retomar a causa, que é o Ser de Energia.

Se alguém pergunta se é para já. Sim, já estamos na Fase Racional e por isso, sob um novo conceito evolutivo natural da Natureza.
O RACIONAL nos assegura que ninguém precisa ficar aflito; daqui a um bocado, a salvação de todos.
______________________________________
SAIBA TUDO SOBRE ISSO, ESTUDANDO OS LIVROS DE CULTURA RACIONAL: “UNIVERSO EM DESENCANTO” — A VERDADEIRA ORIGEM DA HUMANIDADE.
Receba seu UNIVERSO EM DESENCANTO EM CASA, LIGANDO PARA 0xx 31 2555-0054.

sexta-feira, 24 de julho de 2009

O PORQUÊ DE SE CONHECER!

A vida tem solução!
E a solução da vida está no se conhecer!
Conhecer a sua origem, conhecer o mundo de sua origem.
Saber a razão e o porquê de tudo assim ser.
Conhecer o seu verdadeiro natural.
Porque este não é o nosso natural e, por isso, não temos o direito de viver, por vivermos fora do nosso natural.
O se conhecer é você saber que tem com quem contar, que está sendo protegido, amparado e guiado por uma Força Suprema, uma Energia da razão da vida, a Energia Racional.
Essa Energia está nas linhas e entrelinhas do Livro Universo em Desencanto, de Cultura Racional.
É um Livro grandioso que, ao ser adquirido, deve ser lido com atenção, com tempo e todos os dias um pouquinho, para tomar conhecimento do seu verdadeiro natural.
Este é o Verdadeiro Conhecimento Natural do TUDO VERDADEIRO que desconheciam, pois, o tudo aparente estão cansados de conhecer.
O TUDO VERDADEIRO embarga o sofrimento e o tudo aparente alimenta, cada vez mais, o sofrimento de todos.
O mundo atravessa horas difíceis e perigosas para todos.
Infinidades de desastres. Desastres naturais da natureza, que são os terremotos, tufões, furacões, frio de matar, calor de matar, secas de matar e acabar com tudo.
E todos em busca de uma vida melhor e sempre vivem sofrendo, pois, quando não sofrem de um jeito, sofrem de outro.
Como está aí: a violência cada vez mais desenfreada, os assaltos, a roubalheira e os crimes hediondos, que por qualquer motivo tiram vidas preciosas, sem razão de ser.
Como está se vendo, o vivente perdeu o direito de viver, pois a liquidação física, moral e financeira está aí para quem quiser ver.
E todos em busca de PAZ, gritando pela PAZ; e o que se vê é o alimento da violência e de todos os maus feitos que a humanidade está sendo levada sem sentir, querendo dar fim a essa situação, sem conseguir.
Todos à procura de solução e a solução está no SE CONHECER para saber quem somos, de onde viemos e para onde vamos.
Procurem conhecer CULTURA RACIONAL, dos Livros Universo em Desencanto, ligando para 0xx 31 2555-0054 e receberá o LIVRO-DEUS no conforto do seu lar.
(Colaboração de Nely, Brasília, DF)

quinta-feira, 23 de julho de 2009

ATENÇÃO!

NAS TRANSFORMAÇÕES ESTÃO AS MUDANÇAS DE TUDO, ESTÃO AS MUDANÇAS DE TODAS AS VIDAS: OU PARA CIMA, OU PARA BAIXO.
MUDOU PARA BAIXO, VAI PARA O MAGNÉTICO INFERNAL.
MUDOU PARA CIMA, MUDOU PARA A PUREZA, PARA SER PURO, LIMPO E PERFEITO, NO SEU MUNDO DE ORIGEM, O MUNDO RACIONAL.
ENTÃO, TRATEM DE DESENVOLVER O RACIOCÍNIO, PARA HAVER A SUA MUDANÇA PARA O SEU VERDADEIRO MUNDO, O MUNDO RACIONAL (22º vol. do Histórico de Universo em Desencanto, do RACIONAL SUPERIOR. Receba seu Universo em Desencanto em casa, ligando para 0xx 31 2555-0054)
1 º volume da Obra - Universo em Desencanto - gratuito para download.
http://www.4shared.com/file/54692366/216a5d0f/UD_-_atualizado.html?dirPwdVerified=fbcc3adf
Universe in Disenchantment (download for free)
http://www.4shared.com/file/78826848/bf8c5754/_-_1st_-_Universe_in_Disenchantment_-.html

Link2 (Universe in Disenchantment)
http://www.4shared.com/file/79192703/3ea4f0df/-_1st_-_Universe_in_Disenchantment_-.html?dirPwdVerified=fbcc3adf
Universo em desencanto 1 volume da Obra – gratuito para baixar na rede EMULE:
1) Abra seu emule, conecte-se à rede kad;
2) Copie qualquer um dois links abaixo e cole no seu navegador (IExplorer ou Firefox);
3) Espere o download no seu computador.
Link 1 (copie e cole no seu navegador, com o emule aberto)
ed2k://fileUniverso%20em%20Desencanto.pdf1436288C16E0AC763E25E55963D24F937F0662A/
Link 2 (copie e cole no seu navegador, com o emule aberto)
ed2k://fileLivro_Universo_em_Desencanto.pdf1432083514D2059EBA7091F234BC68D91D0E258/

Para baixar gratuitamente o livro Universo em Desencanto – 1 Volume da Obra na íntegra (em formato HTML), basta acessar qualquer link abaixo:

http://raciocinioracional1.blogspot.com/

http://desencantodouniverso.blogspot.com/

1 - Ir em Arquivo;
2 – Salvar como;
3 – Salvar como página da web, ou como página html.

BOA LEITURA.

(Obs: Os links já estavam disponíveis na web)

BIBLIOTECAS PÚBLICAS QUE TEM OS LIVROS UNIVERSO EM DESENCANTO PARA EMPRÉSTIMO:

Biblioteca Central da Universidade de Brasília
Campus Universitário Darcy Ribeiro Gleba "A" BCE 70910-900 - Brasília - DF

Biblioteca Demonstrativa de Brasília
EQS 506/507 W3 Sul - CEP 70350-580 - Brasília -DF

Biblioteca Publica Municipal de Nova Friburgo-RJ
Rua Farinha Filho, Centro - Nova Friburgo- RJ

Biblioteca do Colégio CASEB
SGAS quadra 909 lotes 27 / 28 - Asa Sul - Brasília -DF

Biblioteca Pública de Belo Horizonte
Praça da liberdade - Belo Horizonte -MG

terça-feira, 21 de julho de 2009

PARA REFLETIR!

Tudo dentro do limite há perfeito entendimento. E fora do limite, não tem sentido de entendimento. E para viver dentro dos limites, é preciso conhecer profundamente as leis naturais que regem a natureza de tudo e de todos.
O mundo vem sofrendo de veteranas eras, por todos viverem à margem dessas leis naturais.
E essas leis naturais agora já se encontram em livros,à nossa disposição, nos Livros de Cultura Racional, Universo em Desencanto.
Portanto, a culpa do sofrimento persistir no mundo, é dos próprios viventes deste mundo, por não quererem se inteirar dessas leis naturais, através do estudo de Universo em Desencanto.
Talvez, por estarem muito acomodados com o sofrimento, ou, quem sabe, pela ingenuidade de achar que ainda vão encontrar solução para seus problemas na matéria, nem vendo que a matéria é um ser simbólico e, por isso, passageiro e provisório.
Como diz: "Há muitos doentes mentais com aparência de bons!"

segunda-feira, 20 de julho de 2009

É HORA DE SABER O QUE A GENTE JULGAVA QUE SABIA

Você sabia que:
“Para saber tudo, o jeito que tem é ficar a par de todas as coisas, por mais insignificantes que possam parecer?”
Pois, saiba que essa é a solução para que a gente não viva mais: indecisos, nem infelizes e nem desconfiados com tudo.
*****
Até parecia que o Ser Humano (enquanto animal Racional) já soubesse de tudo sobre si mesmo e sobre as demais coisas e Seres.
Assim parecia, haja vista o alto grau de desenvolvimento de que se reveste o pensamento elétrico e magnético.

Contudo, aí está (público e notório)
o sofrimento, dando-nos provas cabais de se tratar, o sofrimento, de um produto da infinidade de desacertos praticados no cotidiano desta nossa vida de:
livres pensadores, vagos sofredores e mortais.

Como que a dizer-nos:
“É meus caros: quem sabe não sofre; quem parece que sabe, não sabe; então, sofre.”

Sim, o sofrimento aí está dando-nos provas cabais de que:
“Para quem pensa”, a vida não tem solução definida e definitiva.
Posto que:
“Para quem pensa, a vida é tida como sendo mesmo esta.”.

Muitos até devem imaginar que:
“Por o pensamento datar de milhões de milênios; então, estejamos condenados a pensar para sempre.”
E daí, concluíam:
“se o pensar é eterno; então, pensemos.”


Ainda bem que assim não é.
Mas, assim foi e por um lapso de tempo a que o Conhecimento de Cultura Racional cognomina de: “A Fase do Pensamento.”

Foi um período com características bem definidas; contudo, desconhecidas dos pensadores, independentemente
do grau de intelectualidade e capacidade.

De forma que, “Ser pensador” já preenchia e
suficientemente, a condição de, necessariamente,
“ser sofredor.”

A causa básica de assim ter sido?
“O viver sem se conhecer.”
A fase do Pensamento, portanto, foi caracterizada como:
“A Fase da Artificialização dos Povos”.

Que assim se traduzia: “Todos vivendo desconhecidos do Mundo de sua Raça; e, até como uma inevitável conseqüência, ninguém sabendo como voltar para ele.”

Em resumo:
“Todos encantados; por todo este Universo. Melhor dizendo: por todo este Conjunto elétrico e magnético do Universo.”

Encantado?!
Sim, no Conhecimento da base da origem da causa de todos os feitos, que é a Cultura Racional, está dito que:
o “Encantado” é todo Ser que, para si mesmo, é um Ser misterioso.

Sabe que existe; mas, não sabe por que.
Não sabe quem é, não sabe de onde veio nem como veio.
E não sabe para onde vai nem como vai.

Então, nessas condições, como podes saber
o que é o “Universo em Desencanto”?.

E para saber, só mesmo tomando conhecimento de todo o seu conteúdo. Adotando assim, a postura indefectível de sujeito de um conhecimento do qual o seu “eu” é um objeto fundamental; o seu ponto vital.

Vá até esse Livro, veja em sua Capa: um Portal.
Adentre pelo seu Universo de discurso, atente para o Conhecimento nele contido.

Descortine-o. Você encontrará nessa Literatura, inúmeras referências à sua pessoa.
Não delegue a outrem, esta missão que, é só tua.


Não incorra na tolice de se sentir insultado(a)
por julgar que estão sendo feridas as suas suscetibilidades e convicções.
O Livro não nos insulta e sim, nos define com base e com lógica e com uma infinidade de provas e comprovações.

Não se exacerbe em sua idiossincrasia. Sabe? Essa sua maneira peculiar de ver, sentir, reagir, como é próprio de cada pessoa.


Prossiga persistindo, página por página,
volume a volume, de fio a pavio; vá retirando um a um, os véus desse magnetismo
que obscurece a mente humana.

Esse é um importante processo, que desenvolve na gente o raciocínio, sem produzir abalos em nossa pessoa.

Note bem: o raciocínio de que aqui falamos,
não se trata de ente lógico, abstrato, conceitual.
Não, não se trata de operação mental inferindo a verdade ou a falsidade de alguma proposição.
Trata-se isto sim, de uma Energia de nosso verdadeiro Mundo de origem, o Mundo Racional. Essa Energia sempre esteve latente, inerte, dentro da cabeça humana, desde o princípio de nossa existência neste Mundo de matéria.

E agora foi que chegou a época, o tempo, o dia, e a hora certa, Racional, dela (essa Energia que é o raciocínio) ser retirada de seu crônico estado de coma consciencial e então, ser Racionalizada. E é aí que ficamos a par de tudo e em minúcia de detalhes.

Para isso, veio de fora, transcendentalmente,
o único Conhecimento que desenvolve o raciocínio, que muitos chamam de a 3ª Galáxia,
e outros chamam de o 3º Milênio. Com ele desenvolvido, ficamos conhecendo o Mundo de nossa Raça e sabendo como voltar para ele.

Esta é a hora precisa de todos nós despertarmos para uma nova Era. Estamos na Fase Racional,
a Fase do desenvolvimento do raciocínio, da vidência Racional do Aparelho físico de matéria para que a solução da vida seja encontrada na própria vida. A vida é Racional.
Para ver que a razão da vida está no que a vida é.

Atente para esta nossa recomendação de ler os Livros: “Universo em Desencanto” de Cultura Racional.

sábado, 18 de julho de 2009

O CONCEITO RACIONAL - 2ª PARTE (FINAL)

Até certo ponto de vista estavam certos, (afirma o Racional Superior no seu 1º volume da Tréplica); porque, não podia surgir da mente de um Animal Racional a definitiva solução de como o Mundo foi feito e como tudo foi feito e como todos foram feitos e de que forma foram feitos e do que é que foram feitos e o porquê da existência do Mundo e todos os feitos.

Mas, sob outro ponto de vista, estavam errados; porquanto, não há nenhum Animal Racional que seja Senhor da Natureza; então, não pode afirmar o que é possível nem o que é impossível ▬ é o que assevera o RACIONAL SUPERIOR.

Aduz o Racional Superior, em seu 07º volume do Histórico, 1ª mensagem, que agora sim chegou o Conhecimento da origem. Porquanto, sendo a origem de todos Racional, o certo só pode ser encontrado na origem que é onde reside o princípio de tudo e o princípio de todos. Então agora, aí sim, o Certo chegou, o Conhecimento da Origem:
Encontrou a Origem, encontrou o Certo;
Encontrou a Origem, encontrou a Base;
Encontrou a Base, encontra a Lógica.
Encontra a Lógica, encontra o Certo.

O sentido da vida, o formar intimamente o sentido real de viver, está na causa e na origem e na lógica. Então aí sim, encontra o sentido da vida e fica sabendo porque vive. Senão, a vida não tem sentido e nunca ultrapassa esse ponto, renitente, de pouco entendimento; por ninguém conhecer a causa e a origem; para então, saber como viver e como desenvolver a máquina humana, com base e com lógica. Senão, não pode resolver o certo. Daí, acabam criando (como até aqui) as aparências como certo. Estas, por não serem certas multiplicam-se em mais incertezas. Fica tudo mais confuso por não encontrar o certo (a Base e a Origem) para então, se firmar numa verdadeira Lógica. Enfim, não conhecendo a causa nem a origem, não conhece a Lógica. Sem conhecê-la, o Ser Humano perdeu o sentido de viver. É um íntimo angustiado, inconsolável, insaciável, um vazio que a matéria não preenche. Uma vida provisória. No que é provisório, não há realidade real.

Nem mesmo o fato de que, na Humanidade, houve os grandes gênios, os grandes cérebros e sempre existiram os grandes inventos e descobertas, é razão suficiente para assegurar que, de alguma forma, algum dia algum Livre Pensador poderá ser dotado pela Natureza, do dom de descobrir, por meio do Conhecimento Artificial, a verdadeira origem da Humanidade.

Este foi o pormenor esquecido por todos. De que ▬ mesmo sem que algum de nós fosse consultado ▬ ainda assim, surgisse dentre a Humanidade um e único Ser dotado de um dom divino. E por assim ser, pudesse entrar em contato com o MUNDO RACIONAL, o outro Mundo que é superior a este Cosmo Artificial e Deformado e trazer-nos esta grande Revelação de qual foi a Verdadeira Origem da Humanidade e de como se dará a volta de todos ao seu Verdadeiro Mundo de Origem.

Vir até esta soberba fonte de raciocínios perdidos, onde nos encontramos e por fim, dar as provas e comprovações a todos de que a Origem é uma só e de que a razão da vida está no que a vida é. A vida é Racional. E então, não existem duas verdades; muito menos, essa infinidade de verdades aparentes, a verdade é uma só: é Racional.
Sendo por isso que aqui estamos como Racional com forma de Animal. Sim, é por isso que aqui estamos classificados como Animal de Raça Racional; “raça” significando “origem”. Animal é a matéria; e Racional, o raciocínio (essa Energia do Mundo Racional que está latente em nosso istmo do mesencéfalo).

Para ver que este Mundo é uma Deformação sim, está fora de sua verdadeira forma natural, perfeita, de ser; que é: Racional, puro, limpo e perfeito.
Então, o quê este Mundo não é?
Não é uma Deformação qualquer.
É Racional, razão e causa de ser o que é.

Então, só mesmo um Ser da verdadeira causa é que podia se apresentar a este Mundo para provar e comprovar, com base e com lógica e com uma infinidade de provas e comprovações, a realidade justa e positiva a todos os Seres da mesma causa.

Então, o que é Cultura Racional do Mundo Racional?
E o que é o Alfabeto Artificial feito pela imaginação dos Seres Humanos?

Leiam detidamente os Livros de Cultura Racional: “Universo em Desencanto” que vão saber a diferença específica entre a Cultura da verdadeira solução da vida e a Cultura da Matéria. A Cultura Racional esta sim, afinal, uma Cultura construtiva porque está nela a Racionalização dos Povos; que é o que nos remete todos de volta ao Mundo de nossa Raça, o Mundo Racional. Adquirimos na Cultura Racional as duas Plantas naturais da Natureza:
*A Planta da Esquerda é a Planta desta Deformação Racional;
* A Planta da Direita é a Planta da volta de todos para o nosso estado natural de ser.
Até que enfim, o fim da vida da matéria, ao nosso alcance chegou.

Só o Mundo Básico é que pode dar o esclarecimento definido e completo de toda a Formação Universal. E não, suposições de mentes encantadas pelo magnetismo desta deformação em transformações. No se basear na matéria, a humanidade se tornou materialista. Resultado: todos na dúvida de tudo.

Hoje sim, todos sabendo que a causa de sermos Racionais é o Mundo Racional. Uns sabendo mais cedo, outros mais tarde. E outros, tarde demais. Contudo, ainda há tempo

Então, RACIONAL tudo é, porque RACIONAL é a ORIGEM existente. Existindo a ORIGEM, emana-se O PODER da ORIGEM para a solução daquilo que pertence à ORIGEM.
O que pertence à ORIGEM é RACIONAL. Então, para que a PESSOA encontre o equilíbrio e a RAZÃO DE SER é conhecer 'o porquê és um animal Racional, para saberes o que é RACIONAL, e saberes o que é animal'. Racional é o Poder dos poderes.
Então, é a força da sua verdadeira origem, a força RACIONAL.
E, se teve força de lhe fazer assim, de lhe gerar assim, também tem para resolver o seu equilíbrio na vida da matéria, desde que se ligue à sua ORIGEM, O MUNDO RACIONAL.
Renovamos a recomendação a que nos propomos neste espaço de que Leiam os Livros: “Universo em Desencanto”, a verdadeira origem da Humanidade.

sexta-feira, 17 de julho de 2009

O CONCEITO RACIONAL - 1ª PARTE

Vejamos o que preconiza o Postulado Racional a respeito de conceitos, terminologias e nomenclaturas utilizadas no universo de discurso da CULTURA RACIONAL.
Em seu 1º Volume da Tréplica, 5ª Lição, o RACIONAL SUPERIOR deixa claro que, sendo RACIONAL a Razão da vida, sendo RACIONAL a Razão do Mundo, sendo RACIONAL a razão de tudo que existe neste Mundo; então, como querer subordinar o conceito advindo da Fonte Suprema RACIONAL ao do Ser RACIONAL decaído em matéria, nesta nossa condição de Animal que teve origem RACIONAL e nem sabia disso?!

Todo RACIONAL circunscrito a este Plano da Existência que é uma Deformação RACIONAL em Transformações ▬ e esse é o caso de: todo Ser Humano, de todo Ser Espiritual, bem como de todos os Seres do Campo de Luz e Força Cósmica, Elétrico e magnético ▬ padecendo de um flagrante estado de coma consciencial RACIONAL; então, como pode querer ditar regras ao conteúdo da verdade das verdades que a Razão Suprema instituiu?!

Ora, evitemos colocar o carro adiante dos bois.

Pois, tudo é RACIONAL e nesses dois teores:
RACIONAL puro, limpo e perfeito;
E Racional deformado.
RACIONAL é a razão da vida. RACIONAL é a origem verdadeira da vida. Então, tudo que se relacione com a vida, tudo é RACIONAL, embora degenerado da forma que era.
De forma que, por ser o verdadeiro referencial da origem desta Deformação Universal Racional e de seus Seres de Animais Racionais, é que prevalece, acima de tudo e de todos: O CONCEITO RACIONAL, como o conceito dos conceitos.

Mas, de quando em vez, surgem os críticos que ainda não tiveram oportunidade de ler todo o conteúdo de CULTURA RACIONAL contido nos 1.006 volumes do Livro: “Universo em Desencanto” e mesmo assim, aventuram-se a adiantar suas opiniões, sobre o que, de fato, não conhecem a fundo. E, quem fala do que não conhece, não sabe (a fundo) o que diz. Não sabendo o que diz, ao expor-se, emitindo pareceres sobre aquilo de que tem conhecimento superficial, se contradiz.

Afinal, um dos protagonistas centrais do longo histórico dessa grandiosa Obra de Cosmogonia, é justamente todo aquele ou aquela que é uma vida transformada do seu Verdadeiro Ser, e que desconhece o seu Ser real e sequer sabe defini-lo.

Sim, Seres deformados. E todo Ser que é uma deformação Racional em transformações não conhece e nem sabe o que é pureza.

Diz o RACIONAL SUPERIOR em seu 14º volume da Réplica, na 5ª lição (ou mensagem) que o Animal Racional não conhece a origem desta Deformação e Degeneração que teve origem RACIONAL. Mas, julgava que conhecia aquilo que a inconsciência não podia registrar e que, de verdade, o Animal não soube como foi feito.

Diz também o RACIONAL SUPERIOR em seu 8º volume da Tréplica, na 1ª lição (ou mensagem) que a mania do Animal é pensar que sabe tudo e o principal, que é saber o porquê que é um Animal Racional, não sabe. (...) Não se conhece. (...) Não sabe responder o porquê é Animal e não sabe responder o porquê é Racional. (...) Nunca descobriu a sua origem (...) sabe que é Racional, mas não sabe o porquê que é Racional. Então, o saber do Animal é um saber muito resumido, menos significante e por isso, está aí pertencendo ao reino animal, sem saber por que é que pertence ao reino animal.

Afirma o RACIONAL SUPERIOR que: somos ou cada qual é um Racional com forma de Animal. Cada qual de nós é um Racional inferior porque estamos constituídos como uma vida transformada de nosso verdadeiro Ser. Como já foi assinalado pelo professor Porfírio, vivíamos desconhecidos de que somos, cada qual de nós, não se percebia como um indivíduo que é uma conseqüência de seu próprio arbítrio. Cada qual, o causador da existência de si mesmo neste conjunto universal perecível.

Mas, os que ainda vivem sem se conhecer nos conteúdos de Cultura Racional, muitas vezes, tomando por base as dogmáticas do Artifício e, pelo Saber Artificial de que está certificado, propõe-se a emitir pareceres sobre uma coisa que não viu fazer. Não viu o início da existência deste Mundo que habita como foi que se deu e não viu, lá no primitivo início da formação do Ser Humano, de que ingredientes e circunstâncias houve a partida.

E, na hora de serem dadas as provas autênticas da realidade, e provas de que a mente conhece a sua verdadeira semente e de que sabe qual foi o ediogroma (ou fôrma) em que foi formada, para que se configurasse a gênese verdadeira da origem do Mundo e sua Criação, nessa hora, nada!

Ora, era e é impossível (via tentativas artificiais) serem apresentadas provas de que, alguma dessas tantas versões existentes sobre a origem do Mundo, seja aquela que realmente corresponda à verdadeira gênese. Posto que, o início da existência de tudo isto se deu por circunstâncias naturais da Natureza dos Seres que lançaram mão do livre arbítrio e introduziram-se por uma parte do Mundo Racional que não estava pronta para entrar em progresso. E depois que se deformaram com forma de Animal, ficaram em crônico estado de coma consciencial.

A Cultura Racional nos assevera também que, até hoje ▬ sem um Conhecimento Racional de sua própria realidade ▬ todos na humanidade estiveram por discernir o que era a semente líquida com as dimensões de um nada, da qual surgimos como existências de vida fictícia, realidade ilusória, provisória, aparente, nessa classe de sofredores e mortais. Conhecimento Racional (fique bem entendido), proveniente única e exclusivamente do verdadeiro Mundo de origem da humanidade, o Mundo Racional e não, de alguma outra qualquer proveniência.

E isto significa que, somente a origem pode se apresentar ao Ser que é de sua origem e lhe dizer: ▬ “Aqui está a tua origem.”. E também, não é nada disso de chamarmos os Habitantes do Mundo Racional de “alienígenas ou extraterrenos” e sim, nós é que somos os Seres externos ao Mundo dos Eternos. O êxodo foi nosso e não, de nossos irmãos do Mundo Racional, onde aconteceu a originalidade de nossa vida. Além do quê, não fomos expulsos do Paraíso.

Para que acontecesse a verdadeira origem deste Mundo Universal Deformado e sua criação, plantel ou rebanho, tudo isto surgiu Racionalmente e, portanto, naturalmente. E não, artificialmente; em hipótese alguma. Demos livre expansão à vontade, sem limite.

De forma que, se este Plano da Existência deformada, se tratasse de uma deformação que tivesse tido alguma origem qualquer; então, vá lá que um Ser qualquer, indiscriminadamente considerado, pudesse pensar e apresentar uma fórmula qualquer para endireitar o Mundo e consertar a vida.

Mas, como é lógico e notório, este Conjunto Universal em transformações trata-se de um Plano da Existência Deformada que teve origem Racional e nem uma outra origem diferente dessa, teve não. A origem é uma só, é Racional. A verdade, portanto, tem necessariamente que ser uma só; não existem duas verdades, muito menos uma infinidade de verdades acerca da solução da vida, definida e definitiva. Entenda-se a verdade aqui, como a razão certa das coisas serem o que são.

Seria, portanto, uma flagrante contradição desse Postulado Racional, se quisesse apoiar-se em premissas científicas e filosóficas para justificar suas asseverações; posto que, o próprio Conhecimento de Cultura Racional estipula que a razão da vida é Racional. Tudo isso, deste Universo perecível se resume na junção dos elementos desses dois conjuntos:
Uma Planície Racional que está transformada da forma do seu verdadeiro Ser;
E uma infinidade de Habitantes do Mundo Racional, todos também transformados da forma do seu verdadeiro Ser.



Este aqui, só se tornou um Cosmo Artificial e Deformado muito e muito depois de completada a sua deformação, depois de infinidade de transformações. Só muito tempo mesmo, depois do abandono do Alfabeto de Astrologia e da extinção daquelas civilizações que o abandonaram. Isso se deu em trasmontanas eras idas, nas regiões onde hoje estão os 21 Países do Oriente Médio, na Jordânia.

De forma que com o desenvolvimento do pensamento, todos acabaram sabendo que eram Animais Racionais: Animais superiores aos irracionais. Mas, cadê que soubessem o porquê que todos aqui estavam nessa classe de Animais Racionais, livres pensadores, vagos sofredores e mortais. Não, nada de verdade sabiam sobre o seu Ser, de Racional inferior; com forma de animal.

E, por nada de verdade saberem sobre o seu Ser, muitos julgavam e pensavam que nunca poderia ser esclarecida a verdadeira situação de serem. É que o Animal Racional não sabe o porquê existe. Tem vida e não sabe o porquê da vida. Pensa que sabe. Julga e pensa ser o que não é. E, o que não é não existe. E, quem pensa que é o que não existe nada é. Pois, não existe o que julga ser. Mas, alimenta uma sua superstição que tem. Quer dar satisfação ao Ser imaginário, existente somente em sua imaginação variante. Haja desperdiçar recursos sem conta com um Ente de Razão que, da realidade, não.

segunda-feira, 13 de julho de 2009

AS NOSSAS TRÊS VIDAS

Esta Deformação Racional, na qual nós somos Animais Racionais, se existe, é porque existe a causa, que é o Mundo Racional, por não haver efeito sem causa.
A vida é constituída por este Conjunto Elétrico e Magnético
E este conjunto elétrico e magnético está em desequilíbrio, por ser um conjunto degenerativo e poluído.
Os Seres, além de imperfeitos, são de vida curta e passageira por serem Seres formados por uma deformação.
São diferentes por serem deformados. Todos são diferentes e imperfeitos, por serem Seres de matéria.

Por serem
Seres em transformações,
a vida na deformação é uma vida passageira.
Sem garantias.
O valor da vida
está na vida eterna.
Na vida de Racionais puros, limpos e perfeitos no seu verdadeiro estado de ser natural.

E não,
nesta deformação
onde a vida é passageira, por sermos Seres vivendo fora do nosso verdadeiro estado natural de ser.


Uma vida
nestas condições é constituída de todos os males, pela evolução deformatória.
Uma Natureza
nestas condições se caracteriza como estão vendo:
A deformação
é uma coisa que vai se destruindo por si mesma,
porque vai se degenerando, poluindo cada vez mais e enfraquecendo.

A velhice
é um enfraquecimento.
Nada consiste, nada sustenta a forma de ser que toma.
Quanto mais fracos, mais desorganizados.
Seres em transformação
são Seres de pouca duração, porque tudo se transforma.

A própria Natureza por estar em transformações, por ela ser deformada no seu estado natural, então, com o tempo, viria naturalmente, a extinção dos feitos da deformação.

Os Seres deformados
condenados à extinção pela própria Natureza que assim os fez,
por ser uma Natureza em transformações.


Extingue numa classe e,
pela degeneração,
passa para
outra classe de vida inferior.
Assim, já se deu
quando todos eram Racionais puros, limpos e perfeitos, na primeira vida que viveram e que foi a originalidade da vida.
Saíram por conta própria de sua originalidade, atrás de um progresso de um grande alcance.
E vieram se degenerando, perdendo virtudes da primeira vida naquela segunda vida.
Que já era a primeira vida da deformação.
Todos se transformaram em outras vidas, que foi a origem desta vida deformada.

No fim daquela degeneração
deu-se a extinção e se transformaram em Seres desta terceira vida,
que é a segunda vida da deformação.
E foram originados os dois sexos: o sexo masculino, os que se extinguiram em cima de quando era o início da água.
E o sexo feminino, os corpos que se extinguiram em cima de quando era o início da terra.
Que esta, é a segunda vida da deformação.


E agora,
está se dando a mesma coisa, distraídos com o progresso,
não enxergam a degeneração de seus corpos em extinção.
Com a mesma mania da vida de Racionais que estavam distraídos com o progresso da massa cósmica Racional.
Aquele
era um progresso diferente deste,
já que neste é o progresso da massa cósmica Racional degenerada, deformada, enfraquecida e poluída.
Este,
é o progresso
das duas energias de condensação material: elétrica e magnética.
Porque hoje, com os dois sexos,
os Seres Humanos são Aparelhos de Reprodução reproduzindo
por conta própria.
E nessa produção
de semelhantes a si mesmo,
está a sua degeneração.
Dado que,
o que multiplica, subtrai, polui, enfraquece e com o tempo se esvai.
E quando esta forma de vida desaparecer,
vão se transformar em corpos da classe de animal irracional.
A poluição sinaliza o caminho da velhice desta deformação.
E
depois da velhice,
a extinção.
E depois da extinção?
Será a 3ª transformação, o passaporte para a 4ª vida.Disso, agora, nem é bom falar. Mesmo porque, é possível evitar.

Na PUREZA, foram as virtudes perdidas o que levou os corpos (anteriores a estes) à extinção.
E de há muito,
nesta Deformação
é o progresso da degeneração
que está conduzindo todos
à extinção desta civilização.

Então,
o Mundo Racional ▬ através de uns tantos de seus Habitantes que, de lá saíram ▬ que se extinguiram por perder todas as virtudes e se materializaram.

E naquela sua materialização em cima de quando iniciava a formação da terra e da água,
a energia de si mesmo se materializou em forma de máquina do raciocínio.

Porque,
energia rege com sua força.
É um Ser de viva força que, por si mesmo se desenvolve.
Tem força de crescimento e de desenvolvimento.
E tudo que se desenvolve, resulta em multiplicação dos Seres. Gera, cresce, refloresce.

E assim,
foi composta esta vida, uma vida que não adianta nada;
por não sermos daqui deste segundo Mundo.
E então,
ficamos perdendo
com esta vida do nada.
Tudo aparência.

E somente
quem tudo isto fez,
é que pode resolver todos os problemas da matéria e de seus feitos de matéria.
Somente podia ser agora,
Nesta Fase Racional.
A Fase do Dono.


Só o Dono é que pode dar solução. O Dono da matéria e de todos os seus feitos de matéria.
A Fase do ‘Mundo que é Dono desta Deformação Racional em forma de Mundo de matéria’,
esta Fase está agora em vigor e é a Fase Racional.

Quem fez este Mundo
que é uma Deformação e Degeneração Racional é quem manda na matéria e não, a Matéria que manda nele, muito menos os Seres feitos de matéria. O Mundo Racional é que governa este Mundo, por estar na Terra, agora,
a Fase Racional.
Racional é a razão
que regeu todas as cabeças e reedificou toda essa formação Racional.

Em suma,
Reedificou e edificou e fez e
criou tudo que aí está.
Os Seres que aqui estão feitos de matéria, os Seres da matéria, nunca souberam o porquê da matéria nem o porquê que foram feitos de matéria.

Então, só a Origem
pode se dirigir ao que é de sua origem e lhe dizer:
—“Aqui está a sua Origem.”
Somente,
quem sabe explicar
é o Dono da matéria.
E somente o Dono
pode dar toda a Solução Real da Vida da matéria.

E o Dono a nos dizer que
Não existe efeito sem causa.
Que a causa de termos raciocínio é o Mundo Racional.
E que a causa de vivermos em pesquisas e experiências a vida inteira, é a procura da individualidade perdida, que é Racional.

Perdida? Onde?
Perdida no Encanto; que é nesta soberba fonte de raciocínios perdidos.
Que é nesta Deformação que teve origem Racional.
Na qual ficamos todos deformados.
E, como deformados,
Nós nos dividimos em dois Seres:
Um Ser, a personalidade íntima;
E, a personalidade pessoal, outro Ser.
E, tudo isso,
UM DONO só,
a nos dizer.
E o Dono a nos dizer que
o Conhecimento do Ser está no raciocínio, que é a nossa verdadeira originalidade de ser.

E o Dono a nos dizer que
Chegou a hora de desenvolvermos
A Individualidade Verdadeira
Que é Racional.
E para que tenhamos a íntegra dessas explicações em nosso ‘EU’, gravada, precisamos persistir na leitura dos LIVROS: UNIVERSO EM DESENCANTO DE CULTURA RACIONAL.

terça-feira, 7 de julho de 2009

ABORDANDO: O QUE É UNIVERSO EM DESENCANTO!

O que é "Universo em Desencanto"
Quando a gente lê e examina o conteúdo dos Livros de Cultura Racional: “Universo em Desencanto”, emana de seu POSTULADO Racional o seguinte:

Toda a humanidade vem de um histórico muito longo, em que passou pela trajetória de submissão a estas três formas de lapidação redutora do seu estado de rudez, de atraso, de brutalidade e de ferocidade. As três lapidações:
●Natural ●Artificial e ●Espiritual.

Então, nessa trajetória, a humanidade já se desiludiu há muito.
Hoje estamos ma Fase Positiva. A Fase negativa já passou.
Hoje a intelectualidade é outra. É o saber definitivo e não, o saber pejorativo.

E agora, é a rica hora de decisão de cada Ser Humano e de toda a Humanidade. Todos tendo em suas mãos o Conhecimento real da realidade, a Verdadeira Bússola da Vida, que é o Conhecimento Racional.

Aí está nesta Fase natural da Natureza, a Fase Racional, uma Cultura construtiva ▬ a Cultura Racional, produto da Divina Providência, providenciando o retorno da Humanidade ao seu verdadeiro Mundo de Origem, o Mundo Racional.
Que tinha que chegar o dia da evolução natural da Natureza colocar todos no seu Verdadeiro Mundo. O dia chegou. Esta é a Fase do Habitante do Mundo Racional voltar para o Mundo Racional e é também a Fase do que é da Planície Racional (que é esse corpo de matéria) voltar para a Planície Racional.

A realidade deformada, aparente, provisória está sendo esta:
•‘máquinas do raciocínio & Este Mundo Universal Perecível’.
A realidade definitiva definida com base e com lógica, a realidade real é esta outra:
• ‘Habitantes do Mundo Racional puro, limpo e perfeito & Planície Racional pura, limpa e perfeita’.

E para que chegassem todos ao seu verdadeiro Mundo, precisou que a Natureza mantivesse o seu progresso de transformações. Tudo e todos se transformando para vir a chegar a seu verdadeiro estado natural. É essa, a evolução natural da Natureza, botando as vidas nos seus lugares certos para viver.

Transformar quer dizer: voltar para o seu verdadeiro lugar, voltar a ser o que era; se transformar para o seu verdadeiro estado natural. Que esse foi o objetivo das transformações naturais da Natureza: colocar as duas vidas, cada qual no seu verdadeiro Mundo, no seu verdadeiro estado natural.

Aqui está ▬ completamente esclarecido ▬ o aspecto teleológico da realidade em permanente transformação, traduzida neste estudo de finalidade que é nesta abordagem peculiar do Mundo, tido como um sistema de relações entre meios e fins. Tal ilação tornou-se factível mediante o exame dos volumes: ●o 20º, da Réplica, 2ª Mensagem; ●o 194º, do Histórico Completivo, 2ª Lição, 4ª Mensagem; ● o 152º, também do Histórico, 4ª Lição, 7ª Mensagem; e ● o 11º, 6ª Mensagem da Escrituração dos Livros do Desencanto.

A premissa de que devemos partir, é a de que lá no início da evolução antropológica, no início da existência do Ser Humano, já aquela inaugural máquina orgânica foi fecundada com todos os seus pertences, para que viessem os Seres Humanos a nascer e pudessem entender e compreender o seu Ser. Foi para que▬ no findar os tempos da inconsciência ▬ desenvolvesse, nela, o juízo final (a sua 1ª psicomáquina que foi feita no istmo do mesencéfalo e que estava sem funcionar).

E então, quando chegasse esta Fase Racional que teve início em 1935, a Humanidade tivesse condições de (um dia) saber e conhecer: a sua verdadeira semente, o porquê de suas vidas, a origem do seu Ser. E estando, nessa altura dos acontecimentos, a máquina do raciocínio funcionando dentro de nossa cabeça como a única base biológica de nossas funções psicológicas somente Racionais. E, assim Racionalizada cada pessoa, pudesse voltar ao seu verdadeiro Mundo de origem, depois da desmaterialização do Habitante do Mundo Racional, essa Energia que todos a temos na glândula pineal.
Assim, foi feita a Planta Racional microbiana do corpo, de uma vida material; mas, tendo a finalidade precípua de que se tornasse um dia uma vida entendida do seu Ser. Esse dia é hoje, da Racionalização dos Povos.
E por isso, aí está o Livro de Energia Racional, o Livro UNIVERSO EM DESENCANTO.
Podemos começar pelo entendimento do título do Livro: ‘Universo em Desencanto’:

Este Mundo que habitamos nunca foi um Mundo só, nesta sua parte Universal perecível; e sim, dois Mundos em um só, materializado. E a causa da união dos dois Mundos em um só, é por tudo ser de uma origem só, de origem Racional.

Este manancial de corpos de matéria é de origem da transformação da Planície Racional, essa a causa dessas duas psicomáquinas em atividade dentro cabeça humana: a máquina da imaginação e a do pensamento.

E a causa da máquina do raciocínio? É este manancial de fluidos. E o manancial fluídico é devido aos Habitantes do Mundo Racional que se extinguiram fluidicamente em cima de quando era o primitivo início da terra e da água.

De forma que, o corpo do Animal Racional é da Planície Racional que saiu do seu estado natural, perfeito, de ser e se transformou. Para ver que o corpo elétrico e magnético foi feito pela transformação e degeneração da Planície Racional.

Mas, é chegada à hora da divisão dessas duas vidas, cada qual no seu Mundo. O corpo de matéria continua a sua vida na Matéria. E o Corpo de Energia Racional continua a sua vida no seu Mundo de Origem, o Mundo Racional.

Todos estão sendo acordados Racionalmente pela Imunização Racional (a Energia Luminosa Racional) para elucidação Racional do raciocínio, para despertarem do coma consciencial Racional, de quando viviam desconhecidos de si mesmo.
De fato, se não existisse a origem, então não poderia haver a formação do tu. Posto que, sem micróbio, não existe matéria.
A matéria, tu matéria, és essa massa mecânica microbiana que nasceste do chão. O tu nasceu do chão. Tal evento se deu por os Corpos anteriores a esses terem se extinguido em cima da Planície e em cima da Resina. Então, originou-se o tu. E agora o tudo aí está solucionado e sabendo responder: “Quem és tu?”.

Como Encantado que estava envolvido nessa combustão de matérias orgânicas, o Ser Humano não sabia o porquê de sua existência, o porquê da existência de seu organismo e de sua formação. E hoje, nesta Fase do Desencanto, ao alcance de todos, com Base e com Lógica, o saber de que se existe vida, é porque existe a causa que deu origem à vida.

A ficha ainda não caiu e por isso, muita gente não se deu conta de que chegou e, está entre nós, o Conhecimento do Mundo verdadeiro que deu conseqüência a este Encanto Fluídico elétrico e magnético. Este Universo daqui é um Conjunto Fluídico. É um Plano da Existência Fluida sim, porque o Fluido é a causa do microzoário existente no sêmen. Então, todos são de geração fluídica, efêmera, por não ser este aqui o nosso verdadeiro Mundo, como muitos pensavam que fosse.

Cada Habitante do Mundo Racional é um causador de ser o que é (= cada um dos causadores da máquina do raciocínio) e os causadores desta vida e deste segundo Mundo, voltando todos estes para o seu Mundo. Posto que, o raciocínio é o Dono da vida, que é o Habitante do Mundo Racional, fica encerrada neste segundo Mundo esta vida de Aparelho Racional. Que, antes de ser Aparelho Racional (portador do saber verdadeiro), cada Aparelho físico de matéria deste, era Animal Racional, cada qual um Aparelho porta voz deste Mundo elétrico e magnético.



O objetivo das transformações naturais da Natureza: o Desencanto dos Encantados no Encanto. É colocar o Habitante do Mundo Racional no Mundo Racional e a máquina de matéria na Planície Racional.

Cada vida em seu Mundo, cada vivente em seu Mundo.
O que é que volta para o Mundo Racional, afinal?
É um Habitante do Mundo Racional, que está materializado em forma de máquina do raciocínio. É quem volta para o Mundo Racional desmaterializado, depois de tomar a forma corpórea do seu verdadeiro estado natural de ser.

Agora chegou a Fase de se transformar para o seu verdadeiro estado natural; tanto essa máquina de matéria elétrica e magnética, como essas duas máquinas de lapidação que exercem a função psicológica Animal. Tudo isso surgiu com a transformação da Planície Racional que era uma massa de uma Energia só, a Energia Racional; mas ficou transformada nessas duas Energias do Chão, magnética e elétrica, terra e água.

E agora, tudo isso que é de uma origem só, tem que voltar a ser o que era.

sexta-feira, 3 de julho de 2009

O VALOR DA VIDA ESTÁ NA VIDA ETERNA!

Esta Deformação Racional, na qual nós somos Animais Racionais, se existe, é porque existe a causa, que é o Mundo Racional, por não haver efeito sem causa.
A vida é constituída por este Conjunto Elétrico e Magnético
E este conjunto elétrico e magnético está em desequilíbrio, por ser um conjunto degenerativo e poluído.
Os Seres, além de imperfeitos, são de vida curta e passageira por serem Seres formados por uma deformação.
São diferentes por serem deformados. Todos são diferentes e imperfeitos, por serem Seres de matéria.

Por serem
Seres em transformações,
a vida na deformação é uma vida passageira.
Sem garantias.
O valor da vida
está na vida eterna.
Na vida de Racionais puros, limpos e perfeitos no seu verdadeiro estado de ser natural.

E não,
nesta deformação
onde a vida é passageira, por sermos Seres vivendo fora do nosso verdadeiro estado natural de ser.


Uma vida
nestas condições é constituída de todos os males, pela evolução deformatória.
Uma Natureza
nestas condições se caracteriza como estão vendo:
A deformação
é uma coisa que vai se destruindo por si mesma,
porque vai se degenerando, poluindo cada vez mais e enfraquecendo.

A velhice
é um enfraquecimento.
Nada consiste, nada sustenta a forma de ser que toma.
Quanto mais fracos, mais desorganizados.
Seres em transformação
são Seres de pouca duração, porque tudo se transforma.

A própria Natureza por estar em transformações, por ela ser deformada no seu estado natural, então, com o tempo, viria naturalmente, a extinção dos feitos da deformação.

Os Seres deformados
condenados à extinção pela própria Natureza que assim os fez,
por ser uma Natureza em transformações.


Extingue numa classe e,
pela degeneração,
passa para
outra classe de vida inferior.
Assim, já se deu
quando todos eram Racionais puros, limpos e perfeitos, na primeira vida que viveram e que foi a originalidade da vida.
Saíram por conta própria de sua originalidade, atrás de um progresso de um grande alcance.
E vieram se degenerando, perdendo virtudes da primeira vida naquela segunda vida.
Que já era a primeira vida da deformação.
Todos se transformaram em outras vidas, que foi a origem desta vida deformada.

No fim daquela degeneração
deu-se a extinção e se transformaram em Seres desta terceira vida,
que é a segunda vida da deformação.
E foram originados os dois sexos: o sexo masculino, os que se extinguiram em cima de quando era o início da água.
E o sexo feminino, os corpos que se extinguiram em cima de quando era o início da terra.
Que esta, é a segunda vida da deformação.


E agora,
está se dando a mesma coisa, distraídos com o progresso,
não enxergam a degeneração de seus corpos em extinção.
Com a mesma mania da vida de Racionais que estavam distraídos com o progresso da massa cósmica Racional.
Aquele
era um progresso diferente deste,
já que neste é o progresso da massa cósmica Racional degenerada, deformada, enfraquecida e poluída.
Este,
é o progresso
das duas energias de condensação material: elétrica e magnética.
Porque hoje, com os dois sexos,
os Seres Humanos são Aparelhos de Reprodução reproduzindo
por conta própria.
E nessa produção
de semelhantes a si mesmo,
está a sua degeneração.
Dado que,
o que multiplica, subtrai, polui, enfraquece e com o tempo se esvai.
E quando esta forma de vida desaparecer,
vão se transformar em corpos da classe de animal irracional.
A poluição sinaliza o caminho da velhice desta deformação.
E
depois da velhice,
a extinção.
E depois da extinção?
Será a 3ª transformação, o passaporte para a 4ª vida.Disso, agora, nem é bom falar. Mesmo porque, é possível evitar.

Na PUREZA, foram as virtudes perdidas o que levou os corpos (anteriores a estes) à extinção.
E de há muito,
nesta Deformação
é o progresso da degeneração
que está conduzindo todos
à extinção desta civilização.

Então,
o Mundo Racional ▬ através de uns tantos de seus Habitantes que, de lá saíram ▬ que se extinguiram por perder todas as virtudes e se materializaram.

E naquela sua materialização em cima de quando iniciava a formação da terra e da água,
a energia de si mesmo se materializou em forma de máquina do raciocínio.

Porque,
energia rege com sua força.
É um Ser de viva força que, por si mesmo se desenvolve.
Tem força de crescimento e de desenvolvimento.
E tudo que se desenvolve, resulta em multiplicação dos Seres. Gera, cresce, refloresce.

E assim,
foi composta esta vida, uma vida que não adianta nada;
por não sermos daqui deste segundo Mundo.
E então,
ficamos perdendo
com esta vida do nada.
Tudo aparência.

E somente
quem tudo isto fez,
é que pode resolver todos os problemas da matéria e de seus feitos de matéria.
Somente podia ser agora,
Nesta Fase Racional.
A Fase do Dono.


Só o Dono é que pode dar solução. O Dono da matéria e de todos os seus feitos de matéria.
A Fase do ‘Mundo que é Dono desta Deformação Racional em forma de Mundo de matéria’,
esta Fase está agora em vigor e é a Fase Racional.

Quem fez este Mundo
que é uma Deformação e Degeneração Racional é quem manda na matéria e não, a Matéria que manda nele, muito menos os Seres feitos de matéria. O Mundo Racional é que governa este Mundo, por estar na Terra, agora,
a Fase Racional.
Racional é a razão
que regeu todas as cabeças e reedificou toda essa formação Racional.

Em suma,
Reedificou e edificou e fez e
criou tudo que aí está.
Os Seres que aqui estão feitos de matéria, os Seres da matéria, nunca souberam o porquê da matéria nem o porquê que foram feitos de matéria.

Então, só a Origem
pode se dirigir ao que é de sua origem e lhe dizer:
—“Aqui está a sua Origem.”
Somente,
quem sabe explicar
é o Dono da matéria.
E somente o Dono
pode dar toda a Solução Real da Vida da matéria.

E o Dono a nos dizer que
Não existe efeito sem causa.
Que a causa de termos raciocínio é o Mundo Racional.
E que a causa de vivermos em pesquisas e experiências a vida inteira, é a procura da individualidade perdida, que é Racional.

Perdida? Onde?
Perdida no Encanto; que é nesta soberba fonte de raciocínios perdidos.
Que é nesta Deformação que teve origem Racional.
Na qual ficamos todos deformados.
E, como deformados,
Nós nos dividimos em dois Seres:
Um Ser, a personalidade íntima;
E, a personalidade pessoal, outro Ser.
E, tudo isso,
UM DONO só,
a nos dizer.
E o Dono a nos dizer que
o Conhecimento do Ser está no raciocínio, que é a nossa verdadeira originalidade de ser.

E o Dono a nos dizer que
Chegou a hora de desenvolvermos
A Individualidade Verdadeira
Que é Racional.
E para que tenhamos a íntegra dessas explicações em nosso ‘EU’, gravada, precisamos persistir na leitura dos LIVROS: UNIVERSO EM DESENCANTO DE CULTURA RACIONAL.

quarta-feira, 1 de julho de 2009

A CAUSA DESTA EPIDEMIA MUNDIAL DE VIOLÊNCIA


INTRODUÇÃO

De 1935 para trás era a Fase do pensamento. E de 1935 para cá, é a Fase do raciocínio.
Estamos falando de Fase natural da Natureza de todo esse Conjunto de Energias deformadas e degeneradas, transformada em Seres desta vasta biodiversidade.
Que é a composição deste Mundo universal perecível, desta totalidade em transformações sucessivas, onde estamos.

E quando esta Natureza mudou de Fase, entramos em um outro estágio da evolução antropológica que, já no seu início, vem apresentando fortíssimo impacto na natureza humana.

Deu-se que, terminou a Fase do Animal Racional no século passado, em 1935. Até então, a Energia que regia a evolução natural da Natureza era a Energia Animal, uma dualidade de composição energética elétrica e magnética.

E a Energia Racional, a 3ª Energia que compunha a natureza humana, era uma força neutra, latente; porque, a humanidade estava sob o comando das duas energias (elétrica e magnética) que sempre centralizaram, em seu estado vibratório poderoso, a regência de todos os seus feitos aqui existentes em todas as classes viventes. Todos éramos governados através do pensamento e da imaginação na Fase anterior.

OUTRA ENERGIA COMANDANDO A NATUREZA

Tendo ocorrido a mudança de Fase, então quem está comandando a Natureza agora, é a Energia Racional. E, em função disso, houve uma comando-descentralização. A Energia Animal passou a reger o irracional e não mais o Animal Racional dentro desta Fase Racional. De forma que, o Animal Racional ficou sem Fase.

Isso, na prática significa que, a Energia elétrica e magnética continuou governando a natureza do animal irracional mas, houve o embargo no que diz respeito à classe do Animal Racional.

De sorte que, a natureza humana mudou para a Fase do desenvolvimento do raciocínio, que é essa Energia Racional que, todos a temos (materializada) dentro da cabeça, no istmo do mesencéfalo.

Acontece também, que a humanidade estava vivendo artificialmente, e por isso, ninguém dentre nós pode sentir a referida mudança de Fase natural da Natureza.

O IMPACTO DA MUDANÇA

Então, ficamos todos à mercê de uma avalanche incalculável de descalabros e tormentas em todas as esferas da vida humana:
• Física, moral e financeira; tanto no âmbito pessoal, quanto no social.
A civilização do 2º milênio, ela vinha buscando pela expansão da instrução entre os povos, encontrar um ponto de estabilidade harmoniosa entre todos no Mundo. Observando limites, reconhecendo direitos, apurando o sentimento de fraternidade, se empenhando em busca da tão sonhada perpetuação da paz mundial.

Mas, com a mudança de Fase, o pensamento da classe do Animal Racional, deixou de ser alimentado pela Energia animal e proporcionou esse grande equilíbrio que estamos assistindo no Mundo inteiro. Olhem só o desrespeito a tudo e a todos. Olhem só, todos atarantados, como o Ser Humano ficou desumano. Olhem só, todos embrutecidos, mais materialistas. Olhem só essa violência absurda subjacente nas atitudes e exposta nos atos e procedimentos. Olhem só a epidemia de monstruosidades.

Terminou a Fase do pensamento, da inspiração, da intuição, da imaginação, do amor ao próximo como a si mesmo, terminou a Fase espiritual. Terminou o ânimo da Fase anterior. E por terminar o ânimo, veio o desânimo em muitas camadas. Veio o desânimo da juventude, porque com a paralisação do pensamento faltou força de propulsão para romper a inércia de desalento entre todos.

No terminar a Fase do pensamento, ficaram todos diferentes e bem diferentes do que eram de 1935 para trás, de quando o pensamento se preservava mais equilibrado. Eram tempos que existia a vergonha e o respeito, a ordem e o equilíbrio moral; existiam as sólidas amizades. Não é que não existisse desrespeito e desequilíbrio e sim, de que nada disso era cultivado pela tábua de valores.

Vejam como, dantes, tudo era muito pensado, ponderado e então,
decidido. E olhem só como não se medem mais conseqüências do impacto das ações praticadas. Houve a perda do tino e as mentes aceleraram-se nos desatinos sem freios, cada vez mais ferozes.
Como se ninguém repensasse mais para fazer coisa alguma, vai fazendo e pronto. E os resultados, tão desastrosos que, bem..., destes nem é preciso falar, estão aí estampados nos noticiários diuturnos. Essa onda avassaladora de violência.

OS CULPADOS

Não há efeito sem causa. Não há, por (o Ser) ser este. Porque é assim que a Natureza funciona. Diz a Cultura Racional que esta não é a primeira vez. Também foi assim, nas mudanças anteriores de Fase natural da Natureza. Quando muda o paradigma de funcionamento regente na Natureza, a humanidade sempre enfrenta um período de transição e adaptação.

Houve uma Fase de Monstros na mais primitiva evolução antropológica física, Seres Humanos de corpos gigantescos, de quando a Natureza era completamente outra.
Quando veio o findar daquela Fase, já existiam as selvas primitivas e uma porção de Selvagens vivendo aquela nova Fase que os Monstros que não assimilaram e não se adaptaram, foram extintos com o tempo, nas eternidades de Selvagens.

Assim também, nas eras mais primitivas das primeiras civilizações. Os Selvagens acostumados há muito com a sua Fase que estava se findando, tinham imensas dificuldades em se adaptar ao início do princípio desta civilização que, por isso mesmo, demorou muito para dar ignição. Houve várias Fases iniciantes até que a civilização decolasse. Tudo debaixo de muita luta e muitos abalos entre todos.

Depois, houve tempos da civilização astrológica. O mapa da astrologia que todos trazem nas palmas das mãos, a redação dos caminhos da passagem de vida provisória nas mãos de cada um. Tudo pronto e determinado pelos Planetas e os signos. Com o abandono da Astrologia, aquela Fase terminou devido a adoção de tábuas de valores artificiais que permitissem a expansão do livre arbítrio, cada vez com menor reconhecimento de limites. A instrução artificial, cada vez mais materialista e a tal ponto que, hoje, a matéria é tida como um santuário de nobreza e a vida humana, esta perdeu o valor.

Aqueles eram tempos sem registros, sem repórteres. Contudo, hoje tudo muito registrado; menos os movimentos das Energias que regem a Natureza, porque esse é um estado vibratório muitíssimo poderoso sobre todos e que ninguém pode ver. Nem mesmo através de meios artificiais. Sentem os efeitos; mas, não são capazes de apontar a causa básica: o fim da Fase do pensamento. E este é que é o marco real para o qual nos adverte o Conhecimento de Cultura Racional

Então, dizem muitos: ▬ “Ora, o pensamento está funcionando sim, debaixo de intensa atividade cerebral.”

De fato, o pensamento continua a funcionar; mas é um restinho de pensamento fazendo a mente vibrar em curto; exposto que está às transmissões da essência fluídica do mal (o magnetismo pesado) produzindo tantas confusões mentais que, não está mais adiantando quase nada, o pensar as coisas. Tudo acabando num dilúvio de discussões, sem solução definida e definitiva.

A atividade cerebral está comprometida, dentre outros fatores, devido ao artifício desastroso, prejudicial ao Ser Humano; como aí está a poluição de toda ordem ceifando vidas humanas, degradando a vida em um processo inconsciente de suicídio lento.
Tudo isto, porque o pensamento evoluiu tanto que, até passou dos limites do bem e enveredou pela parte nociva, que cria coisas para destruir a vida humana. De forma que ficou instituído na vida humana, o bem e o mal.

E com o término da evolução do pensamento elétrico e magnético, a Natureza deixou de alimentar o pensamento dos pensadores, vindo um progressivo estado de inanição das mentes. O enfraquecimento das mentes gerou o desrespeito às tábuas de valores da civilização.

O desrespeito generalizado produziu, no Mundo todo, essa epidemia de violência que assombra o Mundo.

Aí estão os atritos produzindo conflitos, revoltas, o terror, as guerras, a mortandade; enfim um processo de causação circular levando a violência a gerar mais violência. O Mundo atravessando a era do fogo, essa era de salve-se quem puder e se puder. Um brigueiro infernal.

A causa de tudo ter ficado desregulado, a causa do desequilíbrio de tudo, é por ter terminado a fase do pensamento. O pensamento parou de funcionar, porque terminou a sua fase:
pararam as mentes, parou a regulagem e ficaram desregulados e depois de desregulados, a violência. Depois que a fase terminou, todos completamente desregulados, porque na matéria tudo é assim: tudo que tem princípio, tem fim.

Mas, a humanidade vivendo artificialmente, nem deu por elas, ficou julgando que tudo termina, menos o pensamento. Achando que o pensamento seria eterno. Que todo dia após o outro, é tudo a mesma coisa; achando que não haveria mais evolução a acrescentar ao seu Aparelho Psíquico.

Terminou a função do pensamento, nascendo na natureza, por circunstâncias naturais
da sua evolução, a Fase de um novo conceito evolutivo natural da Natureza, a FASE RACIONAL. E para haver a normalização e o equilíbrio de todos e de tudo, tem que conhecer a Fase, que está em vigor, a FASE RACIONAL. E todos precisam conhecer a nova Fase, nos Livros de Cultura Racional.

O ponto final nessa onda mundial de violência, passa pela elucidação cultural Racional do raciocínio, para a Humanidade alcançar o equilíbrio de Razão Suprema. E daí vigorar a Paz, o Amor, a Concórdia e a União de todos universalmente, depois do raciocínio desenvolvido.

Para da FASE RACIONAL haver a mudança de todos para o seu verdadeiro mundo, o MUNDO RACIONAL. SAIBA MAIS SOBRE ISSO NOS LIVROS: UNIVERSO EM DESENCANTO; DE CULTURA RACIONAL.