Follow by Email

domingo, 29 de julho de 2012

SOMOS SEMPRE OS MESMOS A NASCER E A MORRER NESTE MUNDO PARTE 2

(Porfirio Jesus das Neves)
Esta afirmativa de sermos sempre os mesmos se reflete sobre o verdadeiro ser e não sobre o ser aparente de vida material, pois a matéria é uma vida provisória e única, não se repete. Por isso afirmamos que, em inteligência, as novas gerações são velhos transformados em novos. Novos corpos de vida, mas já trazem informações impressas em seu ser, o Raciocínio, derivadas de vidas anteriores. E por isso vejam as novas gerações, que, de forma crescente, já nascem sabendo mais coisas antes mesmo de serem ensinadas.
A palavra morte foi criada pelos bichos atrasados que não entendiam que os corpos de matéria precisavam ser reformados e transformados, mas o verdadeiro ser não morre – o verdadeiro ser é eterno. A matéria degenerou e enfraqueceu pelas transformações, mas o ser verdadeiro não, porque Racional não desvirtua de seu ser.
A segunda “morte” dos Racionais Puros, representada pela sua extinção, é que deu motivos para a criação do Raciocínio, porque seus corpos se transformaram conjuntamente com o corpo da Planície. Seus corpos de massa de Energia Cósmica se “desmancharam” em formação de “vírus de massa de energia” dentro da massa cósmica em degeneração e deformação da Planície Racional, Goma e Resina.
Então, A CAUSA do Raciocínio está naqueles tantos habitantes que se transformaram pela transformação da Planície em dois Princípios: o feminino e o masculino. Energia Elétrica e Energia Magnética. Que assim nos revela o Racional Superior no livro Universo em Desencanto:
(*H-169 p-140) “E quem é o dono do segundo mundo? Um Raciocínio Supremo (grifo meu) que se transformou, pela transformação da Planície, nessa infinidade de Raciocínios.
Um Raciocínio Supremo que se transformou pela transformação da Planície nesta infinidade de Raciocínios, porque era uma infinidade de habitantes progredindo por conta própria."
Mas, tem mais uma referência, neste sentido, para aprimorar nossa compreensão: (*H-169 p-140) E quem é o Deus verdadeiro dos Racionais? O Racional Superior (da Terra). Um Raciocínio supremo (grifo meu), por estar acima de todos e de tudo – o Raciocínio Supremo é que originou. É a origem verdadeira de todos os Raciocínios. E hoje, todos que passaram a se conhecer, sabem que todos os raciocínios são de origem do Mundo Racional. O Mundo Racional é o causador de todas as máquinas do raciocínio. E, por isso: Raciocínio – Racional; Racional – Raciocínio”.
Na primeira referência, acima, podemos ver a causa do Raciocínio e na segunda referência, a origem do Raciocínio, porque tudo tem uma causa e uma origem. E o Raciocínio teve o seu princípio e tinha que ter o seu fim. Porque o Raciocínio é uma divina providência para manter a vida eterna de uns tantos que entraram em estado de extinção.
A ORIGEM do raciocínio, e aí sim compreendemos a ação de um Redentor, é um Raciocínio Supremo que ORIGINA – a Divina Providência. O único Habitante do Mundo Racional que teve a coragem de “vestir esta roupa de Bicho” em que se transformou o Mundo. O primeiro e único, e só precisava de “UM”, para dar a instrução Racional (origem) e promover a ligação de todos no sentido de retornarem ao Mundo de Origem, após aquelas “duas mortes”.
O mundo virou bicho por causa dos vírus dos corpos dos Racionais “apodrecerem” em decomposições e mutações conjuntamente com os vitus do “corpo da Planície”, após múltiplas transformações degenerativas, porque tudo que se transforma, degenera e se extingue em formas de vida inferiores. Mas, nada termina de vez.
Um Raciocínio Supremo que ORIGINA é quem deu origem ao Raciocínio – aí vemos o Racional Superior da Terra. Primeiro e Único, provando que a base é o Mundo Racional e que ELE é o “AMOR DE UM POR TODOS” – Racional, Raciocínio.
E um Raciocínio Supremo que se transforma é quem deu CAUSA ao Raciocínio – “uns tantos” progredindo por conta própria. Por isso, O Raciocínio é o FILHO do MUNDO RACIONAL, a filial do Mundo Racional – tanto pela causa, quanto pela origem. Isto prova que a Lógica é a Planície e nela está o “AMOR DE TODOS POR UM” – Raciocínio, Racional.
Bem entendida a CAUSA e a ORIGEM do Raciocínio, começamos a entender por que “o Raciocínio é um Habitante do Mundo Racional materializado em forma de máquina do Raciocínio”.
Vemos o Raciocínio sendo criado por “duas máquinas” ou duas fôrmas: a “Máquina do Raciocínio Masculino” (na Planície Gomosa) e a “Máquina do Raciocínio Feminino” (na Resina). “Máquinas de Energia Racional” (no primeiro mundo) que vão gerar as máquinas na matéria (no segundo mundo).
É como dizermos numa figuração pessoal: “Deus, com as próprias mãos, fez a fôrma do Animal Racional no Chão”. Uma afirmativa deste nível está em concordância com a criação divina que se apresentou no Curso Primário em que Deus fez o homem do barro. Quanto à questão de ter feito a mulher da costela do homem, esta referência, certamente ficou por conta da má tradução e desconhecimento das duas vidas anteriores. A história da costela, para ser vista com fundamento, deve anteceder à extinção ou “segunda morte” dos Racionais.
Na verdade, a “costela” que se pode relacionar na Cultura Racional, é justamente a parte que não estava pronta para entrar em progresso e que foi deslocada do seu estado natural. Foi uma formação sólida que foi deslocada da Planície Racional. A Planície Racional representa o Homem Primordial, pois é dela que são tirados os vírus para a formação do sexo masculino
.
Com este sentido, fica o entendimento de que foi extraída uma “costela do homem”, ou formação sólida da composição da Planície, para a construção de todo o Universo. Por isso se diz que este universo é feminino, porque todo ele foi feito de uma “costela da Planície” – a parte que não estava pronta para entrar em progresso. Mas era uma pequena parte em relação à Planície.
Esses são alguns detalhes revelados exclusivamente pela Cultura Racional, que ainda não estavam no alcance da formação primitiva dos pensadores, por isso é que precisava chegar à fase de desenvolvimento do Raciocínio para a devida compreensão de tudo.
(*H-338 pág 20) “Antes de ser pensamento, desenvolvido e evoluído, era Energia Elétrica. Antes de ser imaginação, desenvolvida e evoluída, era Energia Magnética. E antes de ser máquina do Raciocínio, era Energia Racional, a causa da máquina do Raciocínio... E a mecânica Racional, a causa da mecânica material e da mecânica celeste. Porque foi o habitante do Mundo Racional que se extinguiu em cima da Resina e da Planície, que deu causa a essas duas máquinas. A máquina do raciocínio feminino, e a máquina do raciocínio masculino. Porque a Energia Racional se transformou nessas duas energias: Magnética e Elétrica”.
E muitas outras citações reveladoras são encontradas no livro Universo em Desencanto que podem servir para aprimorar esta narrativa da verdadeira Origem da humanidade, antes de existir este segundo mundo, de matéria.
Isto tudo é para justificar em que contexto se afirma sermos sempre os mesmos, com a devida causa e a devida origem.
Na vida de matéria do “Racional Animal”, que era chamado de animal racional, o Raciocínio é um só para cada ser que se forma e corresponde cada Raciocínio a cada um dos tantos Habitantes do Mundo Racional que estão em extinção pela “segunda morte”. Os corpos de matéria vão sendo renovados e multiplicados pelas transformações, mas o Raciocínio é sempre o mesmo, não há multiplicação de Raciocínios.
O Raciocínio é um direito concedido por Deus para manter e dar a origem de Racional ÀQUELES que se extinguiram no Chão da Planície, ou que ficaram em estado de extinção no “Barro”, pela segunda morte. O Raciocínio é a Divina Providência para que todos pudessem voltar.
Cada Raciocínio, que muitos ainda podem confundi-lo com um espírito, é único e indivisível e não se multiplica (por isso é o filho do Pai Eterno: Uno e Indivisível) e tem sua “estrutura de Energia” DISSEMINADA em sete partículas de energia, que estão nas sete partes do por que assim somos. E é este “Corpo de Energia”, em sete partículas, o gerador das sementes que dão origem aos pingos d’água, ou sementes geradoras do animal - a vida que faz a nossa vida.
Cada ser com seu pingo d’água! Cada ser na classe de vida que faz por onde merecer. E, por isso vinha aí a “terceira morte” que é a descida para as classes inferiores dos irracionais. Aí o Raciocínio não vincula com o corpo de vida, apenas dá causa, por ser uma classe muito inferior, porém, a origem é mantida nele e por isso todos regressarão, e muitos já regressaram da “segunda morte”. Regressar da terceira morte é muito mais demorado, porque persiste na deformação do tempo.
E aí vem a pergunta final: por que então cresce o número de habitantes na Terra? E a resposta está no fato de que foi uma infinidade de Habitantes do Mundo Racional que veio à extinção, na “segunda morte”. Existem mais “corpos de Energia” no ESPAÇO do que habitantes na Terra, mas nem todos entram na deformação temporal ao mesmo tempo.
Na vida espacial não existe tempo! Essa é uma forma de compreendermos a nossa verdadeira vida. O tempo, em três poderes, foi criado como uma segunda deformação, ou segundo mundo, para que houvesse o devido aprimoramento da infinidade de vidas que precisavam voltar ao Mundo de Origem pela evolução e pelo desenvolvimento Racional, o desencanto.
(*H-55 pág 38) E assim, hoje todos bem entendidos, bem compreendidos, bem evoluídos e amadurecidos e preparados para receber todos os esclarecimentos precisos e necessários sobre todo o passado, presente e futuro. Os três poderes: o passado, o presente e o futuro.
Isto resume que o segundo mundo é uma deformação espaço-temporal e equivale a dizer que na matéria tudo que tem princípio tem fim.
E cada Corpo de Energia é uma vida dentro de um Aparelho Racional que acompanha e mantém a vida de cada Habitante em estado de extinção e que habita no espaço, na “vida espacial”, no primeiro mundo.
A manifestação de cada um desses habitantes na matéria se dá por conta da ligação de seu corpo de energia no tempo da deformação; sai da vida espacial para entrar na deformação do tempo: passado, presente e futuro. E assim tem mais uma chance de evoluir pelo seu próprio desenvolvimento.
É dizer que para cada habitante do Mundo Racional, em extinção, foi preparado um “aparelho” para conter sua vida, como se estivesse numa UTI cósmica, por isso se diz que os habitantes ficaram em estado de extinção e as suas vidas mantidas por “aparelhos”, no primeiro mundo cósmico. O aparelho Racional é do primeiro mundo, não é da matéria que é do segundo mundo. O primeiro mundo é apenas uma deformação espacial, enquanto que o segundo mundo é uma deformação espaço-temporal.
O livro Universo em Desencanto consagra assim toda a evolução de natureza espiritual, que foi precisa e necessária neste imenso Curso Primário, para chegarmos a esta compreensão Racional de que somos Habitantes do Mundo Racional, materializados em forma de máquina do Raciocínio, e sempre os mesmos a nascer e a morrer neste mundo, enquanto aqui permanecermos encantados.
E somente a leitura do livro Universo em Desencanto e a áurea da Fase Racional podem esclarecer e desenvolver o Raciocínio de cada um no objetivo maior de retorno ao Mundo de Origem, o Mundo Racional.
(*) Livros dos Históricos de Universo em Desencanto

SOMOS SEMPRE OS MESMOS A NASCER E A MORRER NESTE MUNDO PARTE 1

(Porfirio Jesus das Neves)
Esta afirmação pode ser fundamentada no princípio de que nada se perde, nada se cria, tudo se transforma, conjugado com a lei de causa e efeito, para comprovar como e por que tudo se transforma. E ainda temos a considerar o principal dos fundamentos: a Justiça Suprema a Tudo e a Todos. Sim! Porque a nossa existência neste mundo é um caso de Justiça.
Portanto, trataremos este assunto com base e com lógica, à luz das informações mais preciosas que temos no universo. A base é a origem e a lógica é a causa. A base é o Mundo Racional e a lógica é a Planície que se transformou para dar causa a este segundo mundo. Tudo, para existir, tem que ter uma causa e uma origem. Tudo! Inclusive o Raciocínio.
Algumas questões preliminares precisam ser respondidas para nos revelar o sentido ao qual queremos nos ater, que é justamente o fundamento, ou os fundamentos, desta vida. Muitos vivem a vida de matéria sem saber o porquê dela. Pensam e não sabem por que pensam; imaginam e criam ficções na busca de soluções experimentais, constituindo assim uma vida de experiências ou espiritismos.
-“Somos o que somos!” Dizem alguns. E todos continuam sem saber o que somos e vão vivendo sem ter uma real definição que esclareça o porquê de tudo.
Nesta forma de ignorar a si mesmo, é que surgem as fantasias, os engambelos, os sonhos e tudo que é necessário para mantê-los. Constitui-se, assim, a vida do encanto, vida da matéria. Todos encantados!
E assim também se justifica a vida do sofrimento. Quem não sabe por que vive, sofre! Porque quem sabe não sofre – esta é a lógica que nos assegura que precisamos conhecer e saber cada vez mais sobre nós mesmos.
Quem sabe não sofre! Pois, é este não saber que contribui para a incompreensão da vida onde a morte é uma aparente meta final de tudo. Quem não se conhece morre! Quem se conhece sabe que a VIDA é sempre a mesma, muda o corpo, mas a VIDA continua. Então, o maior patrimônio da vida é a pessoa se conhecer. Quem sou de onde vim e para onde vou. Por que vim parar neste mundo e como vim e como vou voltar para de onde vim. Eis as questões fundamentais que todos deveriam estar prestando muito mais atenção.
O pensamento e a imaginação humana não encontraram uma resposta que satisfizesse todos os aspectos, como assim, até hoje, todos continuam a se perguntar: quem somos de onde viemos e para onde vamos. Ciências, Religiões e Filosofias. Cada qual com seus aspectos de investigar e deduzir e todas elas com a mesma conclusão: o “não saber” de nada sobre tudo. Ou será o “não saber” de nada sobre o nada mesmo? Somos tudo ou somos nada? Perguntas de quem não se conhece.
Pelo que vamos percebendo, este assunto de sermos os mesmos a nascer e a morrer, necessita de uma base e de uma lógica que residem fora do potentado da matéria. O potentado da matéria tem por base um saber aparente – parece que sabe – mas, na realidade, não sabe nada, porque não se conhece. Se fossemos nos basear apenas no que o pensamento humano pôde alcançar até agora, este assunto ficaria vazio como sempre ficou nas filosofias e nas ciências originadas pelo pensamento.
Como assim, na história da humanidade, tivemos várias formas de buscar entender este assunto com os potentados do conhecimento da matéria: a reencarnação, do ponto de vista espírita e a lei da conservação das massas, do ponto de vista científico. E ainda há derivações destes aspectos em muitas denominações filosóficas, religiosas ou científicas, que aqui não cabe explicar. Cada qual, com seu nível de compreensão (ou incompreensão) do assunto, mas ninguém alcançou, porque tinha que se conhecer primeiro.
Então, a referência deste assunto está no livro Universo em Desencanto. É a Cultura Racional do Terceiro Milênio - a Cultura que desenvolve o Raciocínio, sendo o Raciocínio a Raiz Mestra da Fecundação do Universo. O Livro Universo em Desencanto afirma, prova e comprova, com base e com lógica, que somos sempre os mesmos a nascer e a morrer.
Os potentados da matéria, o pensamento e a imaginação, não têm alcance para esclarecer porque somos sempre os mesmos a nascer e a morrer, porque somente foram feitos para preparar o ser humano no sentido de alcançar a si mesmo. Preparar todos pela lapidação, pelo sofrimento e pela morte, para alcançar a si mesmo. E isso já é muita coisa – a parte mais dolorosa da vida, diga-se de passagem. É como dizem os adolescentes: “crescer dói!”
O Raciocínio foi feito para todos alcançarem a VIDA que fez esta vida, pois não há efeito sem causa, depois que o ser humano alcançasse a si mesmo com os potentados da matéria. Por isso se diz que a Cultura do Terceiro Milênio é que desenvolve o Raciocínio para se ligar com a Origem. E a lógica de causa e efeito é: se existe esta vida é porque existe a VIDA que fez esta vida.
O Raciocínio é o verdadeiro ser que habita nesta classe de vida chamada de Animal Racional. Esta classe de vida tem este nome sugerindo justamente a lógica perfeita da causa e da origem – Animal de origem Racional. A causa do animal é o conjunto da matéria, mas a origem é Racional. E era a Origem, que o pensamento não podia alcançar.
Desta forma, Raciocínio é um ser de outro mundo, mundo extra matéria, mundo extraterreno.
Por ser o Mundo do Raciocínio, chamamos Mundo Racional. Ou, de forma inequívoca, consagrando a Base e a Lógica, por o Raciocínio ser o filho do Mundo Racional, é que temos as duas ligações: Racional-Raciocínio e Raciocínio-Racional.
Racional quer dizer pureza, limpeza, perfeição. Animal quer dizer deformação em transformações degenerativas. A base é o Mundo Racional – o Pai Eterno; a Lógica é a parte que se transforma – a causa dos filhos – daí surge o “Racional-Animal”, na matéria.
Bem entendido, o Raciocínio é o “SER” que anima o Racional extinto na matéria; é o dono da vida da matéria; O Raciocínio é uma IDENTIDADE permanente ao longo das novas gerações do animal racional e justifica com muita propriedade a afirmação de sermos os mesmos a nascer e a morrer.
Então, está no Raciocínio a identidade decorrente de uma INDIVIDUALIDADE que se perdeu na matéria, ou da individualidade que ficou em estado de extinção e que perdura na matéria em transformações, enquanto não se desenvolve o Raciocínio. Cada Raciocínio existente corresponde a um Racional Puro Limpo e Perfeito, como partícula do Pai Eterno, o Mundo Racional.
E cada habitante do Mundo Racional que se extinguiu no chão da Planície Racional e deu causa às transformações da matéria, necessitou de uma “máquina de energias” para manter a sua vida eterna. Mal comparando, esta “máquina de energias” é como um conjunto de equipamentos que se utilizam em UTI’s (unidades de tratamento intensivo) para manter a vida em estado de animação num hospital.
No caso dos habitantes do Mundo Racional, diz-se que ficaram em “estado de extinção”. E o nome deste “equipamento” ou “conjunto de máquinas de energias reanimadoras” chama-se de Aparelho Racional, que suporta e ampara a vida eterna na matéria.
O Racional Puro a que me refiro é o primitivo Habitante do Mundo Racional que “uns tantos” entraram progredindo por conta própria numa parte da Planície Racional e que provocaram, assim, o princípio das transformações desta parte e de seus próprios “corpos”. A conclusão deste progresso foi a extinção daqueles corpos na parte Gomosa (princípio masculino) e na parte da Resina (princípio feminino), que assim a Planície ficou dividida em duas partes: degenerada e deformada.
E em função desta transformação da Planície em duas partes é que surgiu a procriação de seres materiais gerados por duas energias que se denominam como elétrico e magnético. Mas, o animal racional tem ainda a ser considerada a origem, a identidade, o Raciocínio.
Para compreender esta conclusão a que chegaram uns tantos habitantes do Mundo Racional, devemos entender que ocorreram “duas mortes” desses tantos habitantes. Morte tem o significado de mudança da qualidade da Energia ou qualidade de VIDA dos puros limpos e perfeitos. Mudaram a qualidade de vida, morreram.
A “primeira morte” ocorreu no saírem do Mundo Racional – desligaram-se do Pai Eterno e passaram a progredir por conta própria e por isso vieram perdendo Virtudes e foram à extinção. Esta extinção é justamente a “segunda morte”, que corresponde à transformação de seus corpos nas duas partes em que se dividiu a Planície Racional – Goma e Resina.
A extinção, na verdade, não é uma morte, porque morte não existe, já que tudo se transforma. É que nem um corpo em estado de animação suspensa numa UTI. E daí podermos afirmar que a vida da matéria é uma vida provisória. Vivemos na matéria em razão de estarmos em estado de extinção da nossa segunda fórmula original, como sombra das vidas anteriores. Portanto a vida da matéria é uma terceira fórmula derivada de vidas anteriores.
Resumindo esta primeira parte de sermos os mesmos a nascer e a morrer, o Raciocínio é o mesmo a que se refere esta afirmativa, a identidade do verdadeiro ser. O Raciocínio é que vem “reencarnando” em sucessivas gerações de aprimoramento, que assim as doutrinas espíritas nos prepararam para esta compreensão num curso primário, como se fosse um espírito reencarnando. Espírito é outra classe de vida de habitantes do Mundo Racional que foram à extinção em outro campo de vida e por isso eles também não sabiam informar a verdadeira origem de todos.
Em parte, há concordância no tocante à “criação” de espíritos por um Criador para serem aprimorados nesta vida através de provações. É que o Raciocínio é uma Divina Providência para manter a vida eterna dos habitantes do Mundo Racional em estado de animação suspensa, depois de duas “mortes em energia”, até que todos chegassem a se conhecer através de sucessivas transformações e evoluções de lapidação na matéria. E chegou, agora no Terceiro Milênio, o Universo em Desencanto complementando de forma espetacular todas essas informações e dando a devida instrução de como o verdadeiro ser poderá se desvencilhar deste estado de extinção, que nele chegou, por vontade própria de progredir “longe” da regência do Pai Eterno, o Mundo Racional.

O BEM FÍSICO, MORAL E FINANCEIRO, NOS FLUIDOS ESTÁ A FORÇA MAIS PODEROSA DO MUNDO.

(Mensagem do RACIONAL SUPERIOR, 5º volume dos Livros Básicos de Universo em Desencanto – A leitura reflexiva diária desta mensagem tem curado infinidade de pessoas)
O maior remédio do corpo em matéria fluídica é o fluido Racional, que se adquire lendo o Livro Universo em Desencanto.
Nos fluidos estão todas as doenças e todas as curas. O fluido mau produz o mal e o fluido bom elimina o mal.
O fluido mau produz a doença e o fluido bom cura a doença.
Então, todas as curas do corpo humano em matéria fluídica elétrica e magnética, são feitas pelo fluido bom e todas doenças são de origem fluídica, são feitas pelo fluido mau – e a cura está no fluido bom.
O maior remédio e o melhor tratamento é feito pelo fluido bom, devido a origem do ser humano ser de origem fluídica.
Então, o tratamento certo, o remédio certo do corpo humano é o Fluido Racional, que cura todas as doenças do corpo em matéria fluídica e magnética.
O ser humano é um corpo em matéria fluídica e magnética e o remédio certo é o Fluido Racional.
E, assim, leiam o Livro Universo em Desencanto para receberem o tratamento fluídico para a cura de seus males físicos, morais e financeiros. Por que financeiro? Porque o fluido bom traz tudo de bom na vida da pessoa. E o fluido mau traz tudo de mal na vida da pessoa.
Então, no Fluido Racional estão todas as curas dos males do ser humano, causadas pelo elétrico e magnético. Lendo o Livro Universo em Desencanto vão adquirir e possuir o fluido bom, o Fluido Racional, para o seu equilíbrio na vida: físico, moral e financeiro.
Os fluidos são: o elétrico e magnético e o transcendental. Este é de Origem Racional, sendo a razão legítima do ser humano e, por isso, nele estão todas as curas do corpo em matéria fluídica elétrica e magnética.
O fluido transcendental é o fluido mais poderoso, por ser Racional, da origem verdadeira do animal Racional. E por ser de Origem Racional, é que nele estão todas as curas dos males do ser humano: físico, moral e financeiro.
A origem é uma só, é Racional. E as curas certas só podem partir da origem do animal Racional.
Então, quem conhece a origem é que pode dar o conhecimento certo; e o certo vão conhecer lendo o Livro UNIVERSO EM DESENCANTO.
E por ser desencanto, estão vendo, sabendo e conhecendo que é um conhecimento transcendental.
O encanto é esse mundo e o desencanto é transcendental, porque só mesmo de fora deste mundo é que podia vir este conhecimento, desencantando esse mundo misterioso; o desencanto dos mistérios, o desencanto dos enigmas, o desencanto de tudo e de todos. Isto só podia vir de fora, transcendentalmente, de outras paragens que vão conhecer, lendo o Livro UNIVERSO EM DESENCANTO.
Desencanto transcende de outras paragens e encanto é aí desse mundo, da Terra, que ninguém nunca soube o porquê vive-se em cima dela; vão saber lendo o conhecimento transcendental, no Livro UNIVERSO EM DESENCANTO.
A Racionalização do animal Racional depende do Conhecimento Racional, que é a razão da origem do animal Racional, vindo de fora este conhecimento, pois, que não podia partir do animal Racional, por o animal Racional não conhecer a razão do seu ser. Por isso, sempre falaram na Racionalização, mas, nunca puderam encontrar o princípio básico desse ser, por desconhecerem a razão do seu ser, a razão de serem animais Racionais.
A luta da ciência e do conhecimento científico e filosófico sempre foi muito grande, para ver se descobriam a razão da origem do animal Racional, mas, nunca conseguiram, porque não dependia do animal Racional, por este não conhecer a origem do seu ser.
Que ser? O ser Racional que deu origem ao animal Racional e que ninguém conhecia.
E hoje, todos vendo de que modo e forma. Encontra-se em mãos de todos a Racionalização do animal Racional, por conhecerem a razão do seu ser e a sua origem; vindo de fora este esclarecimento, transcendentalmente, de outras paragens, desconhecidas dos habitantes da Terra.
E, assim, em mãos de todos, o verdadeiro conhecimento da Racionalização, adquirido pelo Conhecimento da IMUNIZAÇÃO RACIONAL. É um conhecimento vindo de outras fontes desconhecidas do povo da Terra, de outro horizonte, o Horizonte Racional. O novo horizonte desconhecido dos habitantes da Terra, o Horizonte Racional, o horizonte verdadeiro do animal Racional, a Luz Racional, a luz verdadeira do animal Racional, que por desconhecer a sua origem, não podia conhecer a sua verdadeira Luz, a luz da razão do seu ser, a Luz Racional.
Se existem, é porque existe o fluido que originou o micróbio para a formação do ser humano. Então, no fluido está a força mais poderosa do mundo, porque o fluido é que deu origem aos seres.
Se os seres são poderosos, os fluidos muito mais, que são os criadores e os causadores dos seres.
Então, no fluido está a força mais poderosa do mundo, porque o fluido é quem deu origem a todos os seres que existem no mundo.
Se não existisse o sol, não existiria o calor, se não existisse o calor, não existiriam os fluidos que estão dentro do calor; e se não existissem os fluidos não existiriam vidas, não existiriam os seres.
E por serem degenerados e deformados dentro do fogo, é que tudo e todos são diferentes uns dos outros, por isso, eis a razão das desigualdades, devido serem seres deformados, em decomposição pelo progresso da degeneração.
Degeneração esta feita pela multiplicação dos seres, porque tudo que se multiplica diminui; e por esta multiplicação, vindo a extinção dos seres (*).
Então, está aí o embargo da extinção dos seres pelo Conhecimento da IMUNIZAÇÃO RACIONAL.
A IMUNIZAÇÃO RACIONAL, sendo o carro de transporte do fluido deformado, que deu causa a esse corpo em matéria fluídica elétrica e magnética, desse mundo em que habitam, para o verdadeiro Mundo de Origem, o MUNDO RACIONAL, ou seja, a PLANÍCIE RACIONAL. Sim, porque não há efeito sem causa. Se existe esse corpo em matéria fluídica elétrica e magnética do ser humano, é porque existe a causa, que é o corpo fluídico deformado aí dentro do calor.
A continuação deste maravilhoso conhecimento se encontra no Livro UNIVERSO EM DESENCANTO.
(*) O RACIONAL SUPERIOR refere-se ao SER RACIONAL que, indo à extinção, a pessoa se transforma para a classe inferior de animal irracional, o que é embargado pela IMUNIZAÇÃO RACIONAL. A natureza é de transformações, estamos na fase da última transformação (já passamos por 21 grandes transformações, verdadeiras eternidades, sem tempo de contagem). Então, a pessoa ou se transforma para a ORIGEM, através da IMUNIZAÇÃO RACIONAL, pelo desenvolvimento do raciocínio, ou se transforma para a classe dos animais irracionais, ligados à energia elétrica e magnética, do pensamento e da imaginação.

sexta-feira, 27 de julho de 2012

É PRECISO REPELIR O MAL

A Luz do Raciocínio, que é a Centelha de DEUS dentro de nossas cabeças, depois de desenvolvida, constitui-se no Terceiro Olho em nossa testa, captando toda a Energia DIVINA, a ENERGIA RACIONAL, presente em toda a Natureza, que toma conta de todo o nosso aparelho (corpo), repelindo todo o mal, que é desligado da pessoa e essa ficando envolvida e protegida pela ENERGIA RACIONAL, que forma um campo de força Divina, RACIONAL, livrando a pessoa, para sempre, das energias irracionais, que compõem o reino do mal.
Aí a pessoa fica coberta pelas linhas gerais da Mãe Natureza, ficando IMUNIZADA eternamente das influências irracionais, elétricas e magnéticas que atuam fora das leis do PAI SUPREMO, o RACIONAL SUPERIOR.
Aí está o que é IMUNIZAÇÃO RACIONAL, que é o estado pleno de SER, que todos há milhões de milênios vínhamos buscando, sem conseguirmos encontrá-lo.
Por quê não alcançamos anteriormente esse estado?
Porque estávamos sendo preparados para tal, através do pensamento e da imaginação, que é o curso primário da vida, fase essa que terminou em 1935, por a Mãe Natureza nos considerar já devidamente preparados para a iniciação do DESENVOLVIMENTO DO RACIOCÍNIO, que ficou paralisado dentro de nossas cabeças, aguardando a conclusão de nossa preparação.
Preparação essa feita pelas Escrituras Sagradas, pelas filosofias, pelas, pelas religiões, pelas doutrinas, pelas seitas e demais desmembramentos da cultura artificial.
Por quê artificial?
Por não ser ainda o natural do mundo de onde viemos e onde fomos criados por DEUS (o RACIOCÍNIO SUPREMO) como Racionais puros, limpos e perfeitos, sem defeitos (sem sexos diferentes, um só ser).
E por ser a cultura artificial uma cultura da Terra, primária, do chão, somente nos poderia revelar tudo que nos aconteceu depois que fomos gerados do NADA (a deformação), nascendo do chão.
Portanto, revelou-nos apenas o que aconteceu depois da grande tragédia a que demos causa e que causou a fragmentação da pureza de uma parte do MUNDO RACIONAL (AO QUE SEMPRE CHAMAMOS DE CÉU), criando o vácuo e a transformação da ENERGIA RACIONAL dessa pequena parte do MUNDO RACIONAL em energia irracional, elétrica e magnética.
Irracional por ficar à margem das Leis do PAI, o RACIONAL SUPERIOR.
Era uma pequena parte do MUNDO RACIONAL que estava ainda sendo formada para entrar em progresso de pureza.
Nós, que hoje aqui estamos materializados, bem como nossos irmãos invisíveis, agora constituindo o campo espiritual, adentramos nessa parte, usando do livre arbítrio e, não dando crédito às advertências do RACIONAL SUPERIOR, resolvemos progredir por conta própria naquela parte que não estava pronta para entrar em progresso.
Isso causou o desligamento daquela pequena parte RACIONAL do MUNDO RACIONAL e sua transformação em energia elétrica e magnética.
Em decorrência, viemos junto com essa pequena Planície Racional, perdendo virtudes que deram origem ao que hoje chamamos de SOL, contribuindo também essas nossas virtudes perdidas para a formação de todos os componentes do Universo, juntamente com as virtudes perdidas daquela pequena parte do MUNDO RACIONAL que dele se desligou.
O longo histórico desta realidade todos encontrarão nos Livros Universo em Desencanto.
Nessa grande descida, cada dimensão cosmológica que era constituída, dava origem a uma nova dimensão, sempre inferior à antecedente, até chegarmos ao fundo do poço, que é este mundo material em que vivemos, com sua parte visível e a invisível.
Nessas transformações perdíamos a consciência da vida anterior, da dimensão anterior. Tal como um queijo, que deixado até o fim da duração, começa a se deformar em bichos e esses bichos se transformando em outras vidas, que perdem a consciência do que foram anteriormente.
Por isso o campo espiritual, a parte do bem, jamais poderia nos revelar a verdade integral, por serem também deformados. Só poderiam nos revelar da dimensão deles para baixo, que é onde estamos.
Fizeram o melhor que puderam com suas mensagens em várias Escriturações Sagradas, cada qual adaptada à cultura e adiantamento de cada povo, num esforço contínuo para nos manter ligados à força elétrica, que é o bem aparente, mas, que nos mantinha protegidos do mal.
Mas, como há aparelhos do bem e do mal aqui na Terra materializados, esses do mal ultrajaram essas escriturações, que tão certas estavam, modificando as partes fundamentais, de forma a desvirtuar a humanidade do bem para o mal. E por isso essas escriturações hoje diferem umas das outras, não dando os efeitos esperados – a prova: o desequilíbrio monstruoso no mundo inteiro, por todos terem ficados ligados e aprisionados na matéria, pela grande obscuridade do espírito, em decorrência da informação distorcida da verdade nos pontos fundamentais.
Portanto, minha gente, foi preciso vir a continuação das Escriturações Sagradas, para nos dar não tão somente os pontos fundamentais que foram retirados das Escriturações Sagradas, como também nos revelar a parte do antes do ser o que somos, do antes do NADA, o antes da deformação em animais Racionais.
É hora de repelirmos o mal. É o Juízo Final, onde, finalmente, está sendo separado o joio do trigo, colocando os malfazejos perturbadores das leis do PAI fora de sua atuação aqui na Terra, condenados pelo TRIBUNAL RACIONAL às classes inferiores de animais irracionais.
Nossa recuperação para retornamos ao que éramos (Racionais puros, limpos e perfeitos) depende de cada qual repelir o artifício criado pelos malfazejos.
Como repelir? Utilizando da matéria apenas o estritamente necessário para a nossa sobrevivência, pois, esses malfazejos criaram coisas desnecessárias para a nossa sobrevivência, como divertimentos, ornamentos sem fundamentos, o dinheiro (que gerou a ganância e a ambição), a valorização da beleza física (que gerou a vaidade) e os desmembramentos de tudo isso, dando origem a sistemas econômicos e financeiros no mundo inteiro, que nos tornam escravos dessas forças do mal e nos mantêm à margem das leis naturais da Mãe Natureza.
Acordemos! Acordemos Racionalmente! Não podemos ser contra nada, por termos sido os causadores de tudo isso, mas temos o dever para com o nosso PAI de nos mantermos INDIFERENTES ao mal, pois, é assim que iremos REPELIR O MAL PARA SEMPRE. Nada de guerra, nada de violência, pois, violência gera violência.
Leiam Universo em Desencanto, a continuação de todas as Escrituras Sagradas que foram ultrajadas, mas, ainda em tempo, veio o conserto de toda essa malvadeza feita pelos mentores do mal, espalhados pelo mundo invisível, tendo aqui na Terra, materializados, seus representantes e, por isso, instrumentos exclusivamente do mal.

quinta-feira, 26 de julho de 2012

ECOLOGIA, FUTURO APOTEÓTICO!

(TRANSCRIÇÃO DE MENSAGEM DO RACIONAL SUPERIOR PUBLICADA NO “JORNAL RACIONAL” Nº 58, DE AGOSTO DE 1982)
No dia Internacional do Meio Ambiente, artistas e intelectuais do mundo inteiro se manifestam com valiosas contribuições para o despertar de uma consciência ecológica sem fronteiras.
Através de passeatas, conferências, projetos arquitetônicos e até das músicas inspiradas pela Natureza, é vivo o sentimento em defesa das fontes naturais da vida. Não só a flora, mas, a fauna também é motivo de preocupação.
O homem, por não se conhecer, põe em risco a vida através de processos inadequados; como hoje, aí está o progresso do artifício.
E como conseqüência disso, aí estão no espaço, os elementos bacteriológicos, consumidores da vida humana, por o carbono atmosférico ser poluído, infeccioso e, por ser infeccioso, inflama. E da inflamação, gerando e criando microvírus, visíveis e invisíveis, prejudicando os seres humanos e aparecendo enfermidades desconhecidas.
No ar estão as composições boas e más. E a parte da poluição da atmosfera produz males que muitos não calculam; tanto prejudica a vegetação, como as frutas, legumes, os animais e a água, pelo orvalho e o sereno da atmosfera poluída.
Isso é muito conhecido por muitos, o grande progresso artificial lapidando todos, de todas as formas, jeitos e maneiras; produzindo doenças que nunca existiram e que danificam o paciente, reduzindo, assim, os anos de vida, que cada vez são menos.
E quanto mais tentam sanar, mais moléstias desconhecidas aparecem.
E, assim, a vida que poderia ser mais longa, é suprimida em pouco tempo, desfazendo, assim, a ecologia e afetando todos e tudo, numa assolação lenta e que parece até que é natural.
Isso vem se dando em todos os lugares super-industrializados. A substância tóxica que é expelida pela fumaça, polui a atmosfera e fica o ar contaminado. E, daí, a causa das novas enfermidades, que ninguém sabe dizer como surgem.
E o remédio para evitar esse infortúnio é não existir tudo que intoxique a humanidade por esses meios tão sutis, que ninguém vê o que está respirando; sentem os efeitos depois. E é por isso que a violência atinge o mundo com intensidade. Hoje é como estão vendo: o desequilíbrio e os nervos à flor da pele. Muitos se exaltando à toa e descontentes, por muito bem que estejam; devido os efeitos do ar que respiram, fazendo com que fiquem nervosos, agressivos, não suportando uns aos outros. Muitos angustiados noite e dia sem saber por quê, sem motivo, sem razão; se irritando com tudo, por mais que procurem se distrair, não há distração que lhes satisfaça. O cérebro poluído, produzindo todo esse desarranjo de quem vive sem saber o que está respirando; daí, surgindo o desatino e o desequilíbrio, por o cérebro estar intoxicado pelos poluentes atmosféricos.
Os grandes centros são sempre os lugares mais atingidos; até nos arrabaldes todos são alvo, porque o ar poluído está em todo lugar. Aparecem enfermidades estranhas nas pessoas, nos animais; no gado, enfim, nos bichos de um modo geral.
Tudo isto por quê?
Pelas experiências, que nem todas saem a contento.
Mas, tudo isso com o tempo é sanado, porque tudo é passageiro, tudo na matéria tem princípio e tem fim.
São períodos de lapidação que a humanidade atravessa e, por isso, de quando em quando epidemias esquisitas, assim, no mundo inteiro – e haja laboratórios para estudo. E a vida atingiu o clímax da incompreensão, por cada qual procurar o melhor para si mesmo, não medindo conseqüências dos males causados ao seu próximo; elaborando com essas substâncias tóxicas, poluindo a atmosfera, devido o livre arbítrio que têm, dando expansão às suas vontades, como quem diz: “Os incomodados que se mudem.” E a vida de todos sendo atingida.
Quem conhece a causa, elimina esses efeitos, porque aí está a fase para eliminar esses efeitos, a Fase Racional, a Fase de Recuperação do Animal Racional.
Hoje, na Fase Racional, os que passaram a se conhecer são guardados pela Energia Racional, que vai colocando todos que passaram a se conhecer, livres dessa intoxicação da poluição da atmosfera, porque os que estão dentro da Fase Racional, são os que já passaram a se conhecer. E os que já passaram a se conhecer, têm com quem contar e onde se agarrar, porque estão tratando de desenvolver o seu raciocínio, a sua vidência e o seu aparelho. Esses têm com quem contar e onde se agarrar, por terem tomado conhecimento do seu Verdadeiro Mundo de Origem, o MUNDO RACIONAL.
E, do MUNDO RACIONAL , tendo toda a proteção precisa e necessária para o bom viver dentro desse segundo mundo.
Todos que já passaram a se conhecer e que deixaram de ser atingidos pelo artifício, não temem mais nada, por estarem ligados à Energia Racional, a energia da Fase Racional, que é a fase natural da Natureza, da Verdadeira Mãe, aquela que lhe fez, que lhe gerou, que lhe criou e que fez todos o alimentos para alimentar tudo e todos os seus feitos.
E, assim, chegou o dia de todos conhecerem a Natureza. E ligados a ela entram em perfeito diálogo com ela, sendo orientados. Tudo isso, por evolução natural da Natureza.
Todos que estão dentro desse segundo mundo, que passaram a SE CONHECER e já estão com o raciocínio bem desenvolvido, através dos estudos da Cultura do Desenvolvimento do Raciocínio, a Cultura Racional, dos Livros Universo em Desencanto, vivem tranqüilos, livres dos males causados pelo artifício.
No auge do Terceiro Milênio todos viverão em conformidade com as leis que regem a Natureza e o Universo, em equilíbrio e em harmonia, porque passaram a se conhecer e a conhecer os feitos da Natureza, sabendo que a flora medicinal é que transmite a essência medicinal para a conservação da saúde do animal Racional e a estabilidade do corpo e da vida.
A flora medicinal transmite o oxigênio medicinal, o verdadeiro remédio.
O Brasil possui uma variedade enorme de plantas medicinais (destacando a Amazônia, que é o maior centro ecológico do mundo), cuja ação terapêutica foi comprovada por renomados cientistas ligados à medicina.
Toda árvore tem seu cheiro, seu perfume, seu aroma, é uma vida conservadora de vidas, por ser um remédio da flora medicinal.
A árvore transmite a sua dose fluídica medicinal para ser respirada por todos. No vegetal está a conservação da saúde e a alimentação do corpo.
O retorno à vida em comunidades agrícolas é uma das previsões de alguns estudiosos da atualidade, devido à grande importância dos vegetais para a humanidade. Em outras épocas vários astrólogos anunciaram que, no futuro, o que leva meses para frutificar, levará apenas semanas.
As futuras novas gerações, todos alcançarão esses movimentos de evolução natural da Natureza, que assim vai se transformando, para chegar à verdadeira forma natural da Fase Racional, a Fase do Terceiro Milênio.
Com o tempo todos alcançarão o auge da evolução do desenvolvimento cultural da Fase Racional.
No auge do desenvolvimento da Fase Racional, do Terceiro Milênio, vem a chuva de prata, de Energia Racional pura, limpa e perfeita, que vai regular a Natureza, fertilizar o solo, equilibrar a atmosfera e restabelecer a saúde.
Para que você conheça a Natureza e se ligue a Ela e passe a desfrutar desses belíssimos acontecimentos, é necessário o desenvolvimento do raciocínio, através do estudo da Cultura dele, a Cultura Racional, dos Livros Universo em Desencanto.
Quem passou a SE CONHECER sabe que A VIDA TEM SOLUÇÃO, porque encontrou todos os recursos completos, precisos e necessários, para resolver seus problemas, através do desenvolvimento do RACIOCÍNIO; concretizando-se a RACIONALIZAÇÃO, que é a humanidade reencontrando e voltando para o Mundo de sua raça, o MUNDO RACIONAL.

quarta-feira, 25 de julho de 2012

OS DEUSES NÃO ERAM ASTRONAUTAS

(Severino dos Reis)
Estimados leitores do nosso Blog!
A tecnologia, o progresso da ciência, levou o homem a estudar os planetas, rastrear as estrelas, entre milhares e milhares de outras conquistas; com tudo precisamos saber mais.
Por isso, temos urgência de analisar o conteúdo que existe, na obra, UNIVERSO EM DESENCANTO. Um conhecimento extraterreno, que vem da nossa origem, através de mensagens, enviadas por quem presenciou o início do Universo e da vida e acompanhou, passo a passo, o desenrolar dessas 21 eternidades, aguardando esse ponto da nossa evolução, para nos trazer esses esclarecimentos autênticos e tão necessários, para completar o saber da humanidade.
Porque parece que Cientificamente resolvemos tudo. Mas, se começarmos a percorrer os labirintos da nossa história, mesmo com tantas inteligências, só vamos encontrar perguntas e mais perguntas, sem respostas: porque ainda não sabemos nada.
Eu tenho aqui em minhas mãos um livro, cujo autor, é um campeão de perguntas sem respostas: “ERAM OS DEUSES ASTRONAUTAS”. Eu o li, pela primeira vez, na década de 70. O seu conteúdo tem como tema central, a visita dos extraterrestres à Terra, em tempos remotos.
Na concepção do autor, ERICH VON DÄNIKEN, os Extraterrestres teriam vindo aqui na Terra, há bilhões de anos atrás e encontrando a Terra deserta, teriam, então, deixado aqui a semente da vida. Foram embora e milhões de anos depois, eles regressaram e encontraram as vidas ainda selvagens, deram-lhes algumas instruções e novamente se foram, prometendo voltarem um dia para buscá-los, para um Mundo melhor.
Então os selvagens os interpretaram como sendo Deuses e as suas naves, como sendo carros de fogo como dizem as Escrituras Sagradas. Pois, só assim, diz ERICH VON DÄNIKEN, poderia explicar tantos enigmas, espalhados por todo planeta, sem nenhuma explicação: de como surgiram, quando surgiram e quem seriam os autores.
Por exemplo: o grande CAND XÚ Tibetano com mais de mil livros; os textos Sagrados do Islamismo, que até hoje apenas um milésimo do seu conteúdo foi decifrado, os quais relatam sobre os Deuses que surgiam do Céu, com suas naves cintilantes.
O MARRAB RARATA dos INDÚS tem 80 mil versos. Nesses livros, fala sobre as VIMAANAS, naves que voavam a grandes alturas, com o brilho do Sol e ruídos de trovão.
O livro SABABA BAÃ, fala de seres Extraterrestres, que levaram gente da terra e estes quando voltaram, estavam tão maravilhados, que reproduziram em pedra as naves e construíram palácios, semelhantes aos que viram no espaço, pensando, com isto, atrair os Extraterrestres de novo para a Terra; dando assim, início às IGREJAS e aos primeiros TEMPLOS.
No IRAQUE, no museu em BAGDÁ, encontra-se o livro: a Epopéia de GIGAME-XE; GIGAME-XE, era uma mistura de Deus e homem, que se elevava ao Céu com sua nave com facilidade.
Perto do MAR MORTO, um Pastor de ovelhas encontrou por acaso, os textos de CUM`RÃ: que falam de estranhas naves e seres ESPACIAIS, que chegaram à Terra, deixando atrás de si, fogo e fumaça, há milhares de anos atrás – também, apenas um milésimo de seu conteúdo foi decifrado.
O Deus que orientou MOISÉS, na construção da ARCA DA ALIANÇA para se comunicar com Deus, não seria um extraterrestre? A ARCA DA ALIANÇA nada mais é, do que um grande condensador, um transmissor e receptor eletrônico.
ELIAS foi levado ao Céu num carro de fogo; Ezequiel descreve a sua visão, como uma gigantesca nave, com rodas e um grande estrondo na partida.
A BÍBLIA, tanto o velho como o novo testamento, está cheia de citações, que olhando por esta ótica, seria contato e orientações dos extraterrestres na antiguidade.
Da mesma forma, acontece com as gigantescas esculturas de pedra e com as pinturas rupestres; em Valcamônica, perto de Bresser na Itália, encontra-se a pintura de um Deus, de 6m de altura, com roupas de astronauta e capacete com antenas.
O CALENDÁRIO DOS ASTECAS tem 7m de diâmetro, pesa 24t e está cheio de figuras mitológicas. Seria resultado de observações dos astros, por Astronautas na antiguidade? Nessas figuras contém dados astronômicos tão precisos, quanto às observações de hoje.
A PIRÂMIDE DE QUELPES pesa seis milhões e meio de toneladas, contém dois bilhões e trezentos mil blocos de pedra, pesando cada um, duas toneladas e meia. Como foram transportados do outro lado do Nilo, há 20km, se não existia guindaste e nem caminhões? Se 20mil pessoas transportassem e colocassem 10 blocos por dia, ainda levaria 664 anos para construí-la, portanto, não poderia ser construída por um só FARAÓ. Se dividirmos o diâmetro da sua base, pelo dobro de sua altura, vamos encontrar o número geométrico “pi”! O que é intrigante, é que o mesmo, só foi descoberto muito mais tarde Por PITÁGORAS. Como se explica isso?
A PIRÂMIDE DO SOL também com a sua imponência, Cientista nenhum sabe a sua idade e nem quem a construiu, teria sido os extraterrestres? Os FARAÓS teriam aprendido com eles, a técnica de construir PIRÂMIDES?
Quem construiu peças elétricas, lentes e arma de fogo, há 40 mil anos atrás?
O DEUS DE PALENQUE, as estátuas da ILHA de PÁSCOA, a ESFINGE no EGITO, com 20m de altura e 73m de comprimento!
O Vale dos REIS é uma caverna com suas paredes rochosas, cheias de pinturas e esculturas lindíssimas, de 6m de altura. Como foram feitas na escuridão, se não existia luz elétrica?
Quem desenhou aviões a 7 mil anos? O PLATOR de NASCA no PERÚ! Está cheio de marcas, que olhando do chão, são apenas trilhos; mas olhando do alto de um avião, são desenhos gigantescos de animais, como: ARANHAS, PÁSSAROS e linhas retíssimas, umas que se cruzam e outras paralelas, como sinalização para quem vem do alto. Não seria campo de pouso para naves, na pré-história?
Tudo isto é intrigante, diz o autor: as montanhas de escrituras em arquivos abandonadas pelo mundo há tantos milênios, sem ninguém interpretá-las por inteiro, sem conhecer as suas procedências e sem sequer saber quem as escreveu. E mesmo assim, todas elas, deram origem a grandes Religiões.
E conclui dizendo: “Só depois que me explicarem, que me derem respostas definitivas, para estes e outros milhares de enigmas que existem pelo mundo, é que então eu acreditarei na existência de Deus.” Pois, então, meu ilustre ERICH VON DÄNIKEN, agora você já pode acreditar em Deus! Porque, aqui vai, em poucas palavras, as respostas para todas as perguntas e a solução para todos os enigmas do Universo, dadas pelo RACIONAL SUPERIOR, na CULTURA RACIONAL.
Nela, aprendemos que depois que abandonamos a CULTURA natural de astrologia e criamos a CULTURA artificial, começou uma sucessão cultural. Uma cultura começa, progride até o seu ápice, ela termina e começa outra. E, assim, muitas civilizações já foram extintas. E, uma vez que iniciou a formação humana na 4ª eternidade e já se passaram 21 eternidades, podemos dizer então, que 17 civilizações já foram extintas, pelo progresso da degeneração.
Aprendemos também, que a nossa cultura floresceu sobre os escombros de outras culturas de civilizações extintas. Porque todas as civilizações são como a vida: nasce, cresce, refloresce e no ápice do seu progresso, desaparece. E cada civilização que floresce, é mais fraca de que a anterior, porque está mais degenerada e de tamanho menor.
Explica, também, que a nossa é a última civilização que vai ser extinta. Porém, pelo progresso de enfraquecimento, as últimas gerações da nossa civilização serão tão fracas, que não dará mais para florescer outra civilização. É por isso que a próxima não será mais um civilização humana; os que não subirem para o MUNDO RACIONAL agora, descerão todos para as classes inferiores de Irracionais.
Logo, a civilização anterior à nossa e outras mais antigas, eram de gigantes, de três, quatro metros de altura, afirma a CULTURA RACIONAL! Duravam mil anos e fizeram todo progresso que nós fizemos: da escrita, das Ciências, das Religiões, da eletrônica. E desenvolveram tecnologia até superior à nossa. Com gigantescos caminhões, fizeram pinturas, esculturas, construíram aviões, naves e viajaram pelas estrelas usando capacetes com antenas como fazemos agora. Escreveram as suas histórias, suas Bíblias, tiveram suas Religiões.
Se hoje um avião, pegar Índios selvagens nas matas virgens do Amazonas e levá-los a sobrevoar Nova York, voltarão maravilhados com as imponentes construções e dirão que viram as construções no espaço! E os que viram o avião decolar, o descreverão como naves, carros de fogo com barulho de trovão etc.
E cada civilização que estava florescendo, fundamentava a sua evolução, nos escombros da civilização anterior! Como fazemos as nossas pesquisas, com base nas escavações e nos achados Arqueológicos e Antropológicos.
Porém, tudo deles para nós, é gigantesco, porque nós somos mais degenerados, mais pequenos e a nossa tecnologia é proporcional a nós e a deles, era proporcional a eles. Aquelas vidas se acabaram, mas as suas construções, os seus resquícios ficaram! Com diferentes formas de escrever e com outras linguagens.
Isto explica, porque não deciframos as escrituras: do grande CAND_XÙ, do MARRAB_RARATA, do SABABA`BAÃN, GILGAMEXE e tantas outras milhares de escrituras que existem pelo mundo afora e fizemos delas Religiões; porque elas eram Religiões dos nossos ancestrais.
Explica também, porque é tão incompreensível para nós, a construção de PIRÂMIDES, OBELISCOS, ESFINGES, objetos e tecnologias de milênios, que nós, só descobrimos recentemente.
O RACIONAL SUPERIOR, diz que os FARAÓS com seus poderes magnéticos, faziam tudo do dia para noite. Portanto, meu caro ERIC VON DANIKEM: os DEUSES não eram ASTRONAUTAS. Porque os Astronautas, os extraterrestres, são habitantes do MUNDO RACIONAL, seres amórficos de Energia pura Racional, que se apresentam como luzes, como uma nave. E se precisar, se apresentam também como pessoas, tripulantes da nave. E nos tempos de agora, eles estão aqui, em missão de divulgar a CULTURA RACIONAL! Chamar a atenção da humanidade para a Fase Racional do 3º Milênio.
Mas, eles não precisam de naves, roupas ou capacetes com antenas, para percorrer o espaço sideral! Pois eles são de energia Racional e já estão em todos os recantos do Universo.
Portanto, os enigmas são daqui mesmo, estava faltando era uma CULTURA Superior para explicá-los. E a CULTURA RACIONAL nos ensina que em todos os planetas, em todas as estrelas e em todos os quadrantes do Universo tem vidas. Mas, vidas superiores à nossa! Vidas de energia, que não estão subjugadas ao tempo e espaço.
Vidas humanas de matéria, mortais, inferiores, só existe aqui no Planeta Terra. O ser humano é a forma mais inferior de vida Racional que existe no Universo.
Mas, para tomar consciência disso, tem que mudar a forma de pesquisa! Tem que estudar a CULTURA RACIONAL, que não é produto da evolução do homem!
Ela vem da nossa origem, do MUNDO RACIONAL, ditada pelo RACIONAL SUPERIOR, o Verdadeiro Deus.
E que material extraordinário para os pesquisadores! Para os Físicos, para os Astrônomos! Enfim, para todas as áreas da Ciência. E que alegria para homens como ERICH VON DÄNIKEN, que fazem perguntas sérias e querem respostas definitivas. Agora, é só ler os livros: UNIVERSO EM DESENCANTO.

terça-feira, 24 de julho de 2012

ESTAMOS APRENDENDO A AMAR

Por quê estamos neste mundo de matéria?
Inóspito, onde tudo depõe contra nós, gerando sofrimento de todas as formas, jeitos e maneiras?
A própria Natureza nos lapida através de terremotos, tsunamis, variações climáticas, doenças, problemas sociais e outros desequilíbrios! E ELA mesma nos faz de ferramentas criadoras de tantas artes desnecessárias destruidoras, que se viram contra nosso equilíbrio físico, moral e financeiro e contra até o equilíbrio DELA!
Tudo tão negativo, tudo tão instável!...
E a Natureza nos ama, isso é inegável, pois nos dá tudo de graça!
Por quê, então, se vira contra nós?
Não, não... é preciso entender isso melhor! E aqui vai a explicação.
Voltemos para nosso lar, nossa família.
Como agimos com filhos, por exemplo, que persistem numa conduta contra si próprios, de não dar o mínimo valor a tudo que lhe damos de material e não-material, com verdadeiro amor e desprendimento?
Procuramos lapidá-los, não é mesmo? Lapidá-los, corrigi-los, de forma enérgica e persistente!
Ah... aí começamos a entender a nossa Mãe Natureza, que, através de seus corretivos (que julgamos como agressões), está nos alertando dos caminhos dos desvios e procurando deles nos preservar – tal como fazemos com nossos filhos.
E se estamos desviados, pergunta-se:
“Desviados de que?”
Do amor, do amor verdadeiro, para o qual viramos as costas ao sairmos, de livre e espontânea vontade, do mundo do amor eterno: DEUS, o Mundo da Razão da Vida, o MUNDO RACIONAL.
E ELA, Mãe Natureza, quer porque quer (e vai fazer por ser SOBERANA) nos reconduzir a esse amor eterno que renegamos um dia, por julgar que já éramos auto-suficientes para amar à margem das LEIS DO PAI. Mal sabíamos que à margem de SUAS LEIS somente existe o NADA.
E virando as costas para o AMOR ETERNO, constituímos o NADA e do NADA constituímos este universo perecível material, em constantes transformações para pior, sempre para pior, dando causa a vários mundos (dimensões), onde cada qual subseqüente é inferior ao antecedente, caminhando, assim, para nossa própria derrota. Ficamos perdidos. As conseqüências da perdição são o fracasso, que deram origem à nossa derrota, que é o sofrimento. Minha Gente, procuremos ficar mais atentos, procurando sentir, entender e compreender os movimentos que a Mãe Natureza tem promovido no mundo para nos colocar no rumo certo.
É tempo de voltar pra CASA! E esse tempo está chegando ao fim!
Tanto assim, que já se começa a admitir neste mundo em que vivemos a necessidade de CONSENSO, UNIÃO, SEM FRAGMENTAÇÕES – isso é que nos reconduzirá à ORIGEM. E é nesse retorno é que se encontra a nossa recuperação ou, como se costuma a dizer, a nossa salvação.
Recuperação, porém, é a palavra que melhor exprime a VOLTA PRA CASA, porque, longe dela, perdemos virtudes, nos degeneramos, nos deformamos, deixando de ser o que éramos: RACIONAIS PUROS, LIMPOS E PERFEITOS.
Quem é que ainda não percebeu a tentativa de UNIÃO ENTRE CRENÇAS, FILOSOFIAS, CIÊNCIAS, RELIGIÕES e demais fragmentações?
Todos tem notado muito bem este louvável esforço da sociedade em dar primazia a DEUS ÚNICO, independente das instituições a que pertençam.
Por quê esse lindo movimento?
Porque a Natureza mudou de fase, da fase do pensamento concreto para a fase do desenvolvimento do raciocínio e está intuindo nas cabecinhas humanas este desejo de UNIÃO PURA. Tudo efeito do desenvolvimento do raciocínio que já está bem adiantado em muita gente e, em outras, já teve início também, mas, ainda muito acanhado.
É a belíssima fase da RAZÃO DA VIDA, a fase do raciocínio, a FASE RACIONAL, a fase do BOM SENSO!
A fase de, verdadeiramente, voltar-se para a origem, ligando-se a ela: DEUS, o RACIOCÍNIO SUPERIOR A TODOS OS RACIOCÍNIOS e a ENERGIA SUPERIOR A TODAS AS ENERGIAS, RACIONAL como nós, por ser o nosso PAI, porém, SUPERIOR – o RACIONAL SUPERIOR!
Sim, DEUS, minha Gente, DEUS!
Portanto, procuremos não nos ater nos nomes que cada cultura da Terra escolheu para se reportar a ELE, pois, tudo que é da Terra sempre dividiu e, não, uniu.
Aprendamos, em nome de DEUS, em nome da UNIÃO, a nos desvestir dos nomes e nos ater tão somente à essência Divina que, com certeza, todos nós já começamos a vislumbrar. Retornemos à Casa Paterna, o MUNDO RACIONAL.
Mas, para isso, é preciso APRENDER A AMAR!
E para aprender a amar, é preciso conhecer a versão verdadeira, pura, cristalina da nossa colossal odisséia da ORIGEM até a esta instância deformada, degenerada e poluída da matéria em que nos encontramos neste universo material – visível e invisível, onde o invisível comanda o visível.
Aí, sim, vamos saber o que estamos fazendo aqui neste mundo material.
E o que estamos fazendo aqui?
Estamos aprendendo o que desaprendemos, devido à inconsciência decorrente das incontáveis transformações sempre para pior pelas quais fomos passando, de uma dimensão para outra – todas deformadas do natural.
E o que ficou no esquecimento? O AMOR ETERNO.
Então, novamente, o que estamos fazendo aqui?
Estamos APRENDENDO A AMAR!
Pesquisemos, então, tudo sobre nossa trajetória da ORIGEM ao Universo deformado em que vivemos.
Onde? Na cultura vinda da ORIGEM que nos foi trazida pela Mãe Natureza, nossa cultura natural que renegamos um dia, muito antes de aqui nos transformarmos em animais Racionais.
Que cultura é essa?
É a cultura mais antiga existente, pois, antecede ao surgimento deste Universo visível e invisível em que vivemos. É a Cultura dos Eternos, do MUNDO RACIONAL, a Cultura Racional.
Onde encontrá-la? Nos Livros Universo em Desencanto.
Como essa Cultura Superior chegou à Terra? Tudo isso vão saber nos Livros Universo em Desencanto, que nos ensina, principalmente, a desenvolver esse AMOR ETERNO que é DEUS e que ficou há muito esquecido DENTRO DE NÓS MESMOS, na glândula pineal, em forma de máquina do raciocínio, a máquina do AMOR VERDADEIRO, por ser a essência DIVINA, a essência RACIONAL.
Retornemos ao AMOR VERDADEIRO! Retornemos a DEUS VERDADEIRO, desenvolvendo o raciocínio, ou seja, aprendendo a amar a essência do BEM e, não, a do mal, que é a matéria.
Estudemos Universo em Desencanto!

domingo, 15 de julho de 2012

RACIONAL É UM SÓ

COMO AMO TAMBÉM AOS DEMAIS QUE NÃO SÃO ASSIM, POR SEREM INCONSCIENTES, POR NÃO SE CONHECEREM, NÃO CONHECEREM O SEU SER REAL, VERDADEIRO, RACIONAL.
E É POR ISSO QUE DIVULGO DIA E NOITE, NOITE E DIA A CULTURA RACIONAL, PARA QUE TODOS TENHAM A OPORTUNIDADE DE SE CONHECEREM E SE CORRIGIREM A TEMPO, PORQUE SER DESEQUILIBRADO É MUITO TRISTE E TODOS SOMOS IRMÃOS.
NOSSA MISSÃO NA TERRA É PASSARMOS A NOS CONHECER PELO SER REAL, O RACIOCÍNIO, A CENTELHA DE DEUS DENTRO DE NOSSAS CABEÇAS. E COMO DEUS É UM SÓ, O RACIOCÍNIO É UM SÓ E, POR ISSO, O RACIOCÍNIO UNE, FAZ A UNIÃO DE TODA A HUMANIDADE, A UNIÃO DE PAZ, DE AMOR, DE FRATERNIDADE E DE CONCÓRDIA, TODOS CONCORDANDO COM TODOS.
E NO PENSAMENTO A DISCÓRDIA, TODOS DISCORDANDO DE TODOS.
O PENSAMENTO DIVIDE (AÍ ESTÃO INFINIDADES DE SEGMENTOS DIFERENTES) E O RACIOCÍNIO UNE.
POR ISSO, RACIONAL AMA A TODOS, NÃO TEM INIMIGOS, PORQUE RACIONAL NÃO TEM GRUPOS, PORQUE RACIONAL É UM SÓ.

sábado, 14 de julho de 2012

A FASE ESPACIAL

(Cláudio Sampaio)
ESTAMOS EM PLENA FASE ESPACIAL, A FASE RACIONAL, QUE É REGIDA PELO RACIOCIINIO, QUE É DE CIMA, DO MUNDO RACIONAL.
E NOS DIAS VINDOUROS OS COMBOIOS HUMANOS ESPACIAIS, VIAJANDO NO ESPAÇO SIDERAL, POR ESTAREM LIGADOS À ENERGIA CÓSMICA RACIONAL, ATRAVÉS DO RACIOCIÍNIO.
O PENSAMENTO FEZ TONELADAS DE FERRO PARA TRANSPORTAR OS HUMANOS, QUE ESTAVAM PRESOS AO CHÃO, POR VIVEREM LIGADOS À ENERGIA ELÉTRICA E MAGNÉTICA.
E AGORA NESSA FASE NATURAL, A ENERGIA CÓSMICA, QUE É DE CIMA, A ENERGIA RACIONAL, DESENVOLVENDO O RACIOCÍNIO DE TODOS E, ASSIM, TODOS SENDO APARELHOS RACIONAIS E APARELHADOS EM CIMA, PASSANDO A SERES ESPACIAIS, POR ESTAREM LIGADOS AO SUPER MUNDO CÓSMICO RACIONAL.
É A NATUREZA COMPLETANDO A SUA EVOLUÇÃO, DO SEU GRANDE PROGRESSO DE TRANSFORMAÇÕES E MUDANÇAS SUCESSIVAS E, AGORA, ATINGIU A FASE CÓSMICA ESPACIAL. QUE É A FASE RACIONAL E TODOS OS SERES RACIONAIS LIGADOS EM CIMA, NO MUNDO RACIONAL POR ISSO, TODOS TÊM QUE SE LIGAR À ENERGIA RACIONAL.
E PARA SE LIGAR, TEM QUE DESENVOLVER O RACIOCÍNIO. E PARA DESENVOLVER O RACIOCÍNIO, TEM QUE ESTUDAR A SUA CULTURA NATURAL QUE É CÓSMICA, A CULTURA RACIONAL, DOS LIVROS "UNIVERSO EM DESENCANTO".

O COMANDO DO SER HUMANO

(Roberto Peniche)
O ser humano tem orientação dada em três partes da cabeça, tendo na cabeça três pólos diferentes: a parte que é ligada ao magnético, a parte que é ligada ao elétrico e a parte que é ligada ao natural.
Assim, o ser humano passa a ser um centro astrológico dominado por influências astrológicas, cosmológicas e por esse conjunto elétrico e magnético, que o mundo é um conjunto elétrico e magnético.
Fonte: "UNIVERSO EM DESENCANTO”

A PROVA INCONTESTÁVEL

(Cláudio Sampaio)
“QUEM ME PROVAR E COMPROVAR QUEM SOU, DE ONDE VIM E PARA ONDE VOU, COM ESSE EU ESTOU, PORQUE É O VERDADEIRO SALVADOR.”
O RACIONAL SUPERIOR, M.J.C., lhe responde essa pergunta, provando e comprovando, com base e lógica e com provas e comprovações, de princípio a fim, a causa de tudo que existe no mundo e fora dele, na maior simplicidade que todos compreendem.
Aí está a sua resposta e a solução definitiva do princípio e fim do mundo, nos Livros UNIVERSO EM DESENCANTO de CULTURA EXTRA - CÓSMICA RACIONAL: A CULTURA RACIONAL DO 3º MILÊNIO.
O MUNDO RACIONAL É A RAIZ MESTRA DA FORMAÇÃO, FECUNDAÇÃO, GERAÇÃO E CRIAÇÃO DE TODO O UNIVERSO E SEUS FEITOS: VISÍVEIS E INVISÍVEIS.
E SÓ EXISTE UM SENTIMENTO DE TODOS NÓS PARA ESTE GRANDE HOMEM-CÓSMICO, M.J.C., o RACIONAL SUPERIOR na Terra: é a GRATIDÃO.
A GRATIDÃO!!!...
A Fase Racional é a coisa mais linda que pode existir, é a volta do Racional ao seu Verdadeiro Mundo: o MUNDO RACIONAL!
E não há palavras que tenham sentido de agradecimento, porque Salvação Eterna é a volta de todos ao seu Mundo de Origem! E não há coisa alguma que pague a Salvação de ninguém!
E, por isso, não há palavras que possam corresponder ao maior Tesouro da humanidade, que é a volta de todos ao seu verdadeiro Mundo de Origem, o MUNDO RACIONAL!
Palavras são somente para o artifício.
Palavras de agradecimento, louvor e satisfação.
Mas, para a Salvação, não há palavras que possam expressar a maior grandiosidade de todos, que supera todas as palavras, que supera tudo.
Então, o que supera tudo, superou todas as palavras, superou todos os sentimentos, superou todos os argumentos, por ser do Supremo Mundo do Aparelho Racional!
Não há palavras, que palavras têm limites e a inteligência também. A maior palavra das palavras é a GRATIDÃO PARA O SUPREMO RACIOCÍNIO DO UNIVERSO, O RACIONAL SUPERIOR, NA PESSOA DO MESTRE MANOEL JACINTHO COELHO, M.JC. É a GRATIDÃO, essa é uma justa compensação.
Somente a GRATIDÃO exprimirá o elo e compreensão justa e certa.
De forma, todos encaminhados e bem encaminhados, para atingir a meta final, que é o Mundo Verdadeiro da Origem de todos, o MUNDO RACIONAL, do Aparelho Racional, por todos estarem sob o domínio da ENERGIA RACIONAL, por a Fase Natural da Natureza ser a FASE RACIONAL.
Leia e Releia os Livros
UNIVERSO EM DESENCANTO

ESCLARECIMENTOS SOBRE A CULTURA RACIONAL

(Cláudio Sampaio)
A CULTURA RACIONAL, dos Livros UNIVERSO EM DESENCANTO, nascida no Rio de Janeiro - Brasil, em 4 de Outubro 1935, através da palavra de um dos maiores dentre os Ilustres Brasileiros, que não precisou cursar nenhum curso da Terra para transmitir a Cultura Cósmica Transcendental. Essa Cultura ultrapassa todo o Conhecimento científico, filosófico, religioso e doutrinário, criado pelo pensamento do ser humano, que aqui nasceu sem saber por que e nem para que e nem de onde veio, nem para onde vai. Este Grande homem que transmitiu para o Mundo o Conhecimento da Verdadeira ORIGEM da Humanidade e da Formação e criação do Universo, ditou esta Divina Cultura para a formação da nova civilização do 3º Milênio a FASE RACIONAL, que é a Nova Fase da Natureza. Esse demiurgo chama-se Manoel Jacintho Coelho, M.J.C., o RACIONAL SUPERIOR na Terra, possuidor de um Raciocínio puro, limpo, claro e cristalino, justificando ser um Supremo Raciocínio, que já nasceu Desenvolvido, por ter vindo direto da Base de Origem, o MUNDO RACIONAL.
ELE alcançou a totalização de mil e treze Livros, cuja Obra é intitulada UNIVERSO EM DESENCANTO, compondo a Cultura do 3º Milênio, a CULTURA RACIONAL, onde esclarece a Verdadeira Origem da Humanidade e do Universo, desvendando todos os mistérios, enigmas, segredos e acaba com todos os sofismas e fenômenos que envolvem a nossa natureza humana e a Natureza que nos criou e
formou, de uma forma simples e clara, com base e lógica, provado e comprovadamente.
A Elaboração da Maior Cultura do Universo é a seguinte:
21 Livros iniciais Divididos em TRÊS CURSOS BÁSICOS:
1º - SÉTIMO CURSO PRIMÁRIO;
2º - SÉTIMO CURSO SECUNDÁRIO E
3º - SETIMO, O CURSO SUPERIOR DA CULTURA RACIONAL DOS LIVROS "UNIVERSO EM DESENCANTO".
AINDA:
mais 21 Livros da RÉPLICA (A PROVA) “UNIVERSO EM DESENCANTO"; mais 21 Livros da TRÉPLICA (A COMPROVAÇÃO) "UNIVERSO EM DESENCANTO.
EM COMPLEMENTAÇÃO:
Grande HISTÓRICO (943 volumes), que é a Complementação da Escrituração Supletiva e o Completivo da Ressurreição de toda a Humanidade, esclarecendo, com os mínimos detalhes, a formação do Universo e seus feitos.
A Obra: UNIVERSO EM DESENCANTO veicula, no seu conteúdo, o Conhecimento de CULTURA RACIONAL, Conhecimento Extra-cósmico, por ser muito além do alcance da imaginação e do pensamento dos seres da Terra.
Por que além da imaginação e do pensamento?
Porque, segundo a CULTURA RACIONAL, a imaginação e o pensamento são pertences de uma mecânica do cérebro que funciona sob o influxo, respectivamente, das energias magnética e elétrica, que são duas energias formadoras do nosso progresso material, altamente destrutivo, pois, foram ferramentas para nossa lapidação e evolução e assim acabar com nossa rudez e nosso atraso para o Se Conhecer através do desenvolvimento da sua Divina essência, que está na Máquina do RACIOCINIO, a fonte da Vida e do saber real.
Para a Obra UNIVERSO EM DESENCANTO, o ser humano é conceituado como um habitante do MUNDO RACIONAL, materializado em forma de máquina de Raciocínio.
Significando dizer, portanto, que o MUNDO RACIONAL é a nossa verdadeira habitação original.
O MUNDO RACIONAL é designado na Obra como sendo um Mundo de Energia Pura, Limpa e Perfeita, de Vida Eterna, onde os Seres Racionais que o habitam e interagem com o meio ambiente de sua Natureza Divina que é Pura, Limpa e Perfeita, vivem em Estado de Eternidade, Evoluem a Pureza em Perfeição e têm corpos de ENERGIA RACIONAL limpos e perfeitos.
Para a Obra UNIVERSO EM DESENCANTO, o nosso mundo atual é decorrente de transformações degenerativas ao longo de eternidades, que aconteceram a partir de uma parte do MUNDO RACIONAL, que teve o seu Rebaixamento Vibratório, por estar ainda em formação para o Progresso.
Não estava preparada para os seres Racionais progredirem nela com a perfeição que alcançavam nas outras demais partes já formadas deste Mundo Superior, devido essa parte, apesar de pura, não estar ainda em função, para que os racionais alcançassem o progresso de perfeição.
E, assim, por adentrarem para progredir e interagir nessa parte, a energia Racional Una, transformou-se nas duas energias: elétrica e magnética, na formação dos corpos dos seres e do meio ambiente, perdendo a condição original e perfeita de vida, pois, de Absoluta transformou-se em relativa.
Com a continuidade do progresso dos Racionais, esse campo de energia (hoje, eletromagnético) que antes era de Energia Racional em formação, afastou-se do MUNDO RACIONAL, levando consigo os seres que nele adentraram, os quais foram se transformando, rebaixando seu vínculo de pureza e perfeição, dando origem a um progresso degenerativo, formador da dualidade de Bem e do Mal - que bem analisado, serve de parâmetro para o entendimento da Gênese Bíblica, na configuração do Fruto da Árvore da Ciência do Bem e do Mal, que causou o afastamento do homem do Paraíso e o tirou da imortalidade para a mortalidade.
E sendo essa Árvore, assim bem entendida, como a nossa Ciência Terrena de hoje, onde cada descoberta científica resulta num Fruto de Bem e de Mal.
E tendo em vista a comprovação científica feita por Albert Einstein de que a matéria é energia condensada, fica mais fácil compreender o ensinamento dado nos Livros UNIVERSO EM DESENCANTO, que nos diz que, com a continuação do progresso degenerativo, as energias antes Racionais puras, limpas e perfeitas, depois eletromagnéticas, deram causa ao mundo material em que vivemos, Terra, Sol, Lua e Estrelas, pela condensação das suas energias, do mesmo modo que nós, fomos nos extinguindo, nessa mesma seqüência transformativa, de uma forma de vida para outra, até nos extinguirmos da forma de seres em corpos de Energia eletromagnética, para surgirmos em corpos de animal Racional, que pela dualidade das energias formadoras, a elétrica e a magnética, deram causa aos sexos masculino e feminino, originados da água e da terra (Adão = Adams = Goma, princípio da água (Homem) e EVA = Evans = Resina, principio da terra (Mulher).
Existe 1/3 de terra, implicando que a terra é a costela da água, tudo gerado da Planície Energética Racional, que os Racionais nela progrediram e que não estava preparada para o Progresso.
A Obra trata dos seres espirituais, como seres em corpos de energia eletromagnética, invisíveis aos nossos olhos e que se conservaram assim, até o presente momento, sem terem se extinguido dessa forma como nos extinguimos, para surgirem na forma de animal Racional, como nós, porque paralisaram o seu progresso degenerativo.
Desse modo, vários planos espirituais se estabeleceram de acordo com a degeneração maior ou menor dos campos e dos corpos energéticos dos seres: o Astral Térreo, o Astral Inferior e o Astral Superior, encontrando-se em escala ascendente, acima deste último, no plano da perfeição do progresso, o MUNDO RACIONAL que é a Raiz Mestra da fecundação, formação, geração e criação do Universo e de todos os seus feitos.
A Obra recebeu a denominação de UNIVERSO EM DESENCANTO, em razão de considerar o mundo e os seres que o habitam, inclusive o homem, como encantados da condição original, conforme exemplificado como segue.
Assim como nos Contos de Fadas, um sapo pode ser um Príncipe encantado pelo poder de algum bruxo mal e depois desencantado por algum motivo de ordem do Amor, retornando a sua condição original de Príncipe Real, da mesma maneira a Obra: UNIVERSO EM DESENCANTO se apresenta com o condão de fazer o desencantamento nosso da condição de animais Racionais, para a de SERES RACIONAIS PUROS, LIMPOS E PERFEITOS, de volta ao MUNDO RACIONAL, como Bem-Aventurados, em Estado de Vida Eterna, confirmando-se assim a Verdadeira RESSURREIÇÃO do Animal Racional, que era sofredor e mortal, requerendo para tanto apenas a leitura dos seus Livros, onde está a ENERGIA RACIONAL codificada em formas de letras, para o desenvolvimento do Raciocínio, que é o despertar da Glândula Pineal - designada pela Sabedoria do Oriente como Lótus de Mil Pétalas ou Sétimo Chakra, a sede do Verdadeiro Raciocínio, que proporciona a IMUNIZAÇÃO RACIONAL e a união do Ser Humano ao Divino, o SUPREMO RACIOCÍNIO DO UNIVERSO O RACIONAL SUPERIOR, DEUS VERDADEIRO.
A continuação desta Informação encontra-se nos Livros UNIVERSO EM DESENCANTO, DE AUTORIA DO MUNDO RACIONAL, DITADO PELO RACIONAL SUPERIOR NA TERRA M.J.C.
ONDE ENCONTRAR O LIVRO UNIVERSO EM DESENCANTO
Maiores Esclarecimentos Racionais: Caixa Postal: 78.019, Belford Roxo (RJ) CEP 26.112-970 - Tel: 0XX 21 3759-9000. Site Oficial: www.universoemdesencanto.com.br
Rua da Carioca, 61, Centro, Rio de Janeiro RJ. Tel: 0xx 21 2240-4061 RETIRO RACIONAL, O MARCO HISTÓRICO DO MUNDO RACIONAL NA TERRA.
OUÇAM TODOS OS DIAS A RADIO ON-LINE A VOZ DO RACIOCÍNIO, TRANSMITIDA DIRETAMENTE DO RETIRO RACIONAL: www.universoemdesencanto.com.webradio

FIM DA FASE DO ANIMAL RACIONAL

(Cláudio Sampaio)
Com a CULTURA RACIONAL a Paz será restaurada Universalmente.
Este Conhecimento Natural é de Paz , Amor e Concórdia Universal.
Agora, chegou ao mundo a verdadeira Paz, por meio da CULTURA RACIONAL, dos Livros UNIVERSO EM DESENCANTO. Com a CULTURA RACIONAL a paz será restaurada universalmente, porque todos serão orientados pelo seu verdadeiro Mundo Natural de Origem, o MUNDO RACIONAL.
Então, a cultura é Racional, a cultura é do MUNDO RACIONAL. Com esta cultura, que é a Cultura Consciente e positiva, a Paz Universal brilhará para sempre. Mas, para chegar a este ponto, é preciso ler e reler, ler e reler muitíssimas vezes, para sentirem no seu "Eu" e adquirirem o domínio da CULTURA RACIONAL. Por meio da CULTURA RACIONAL, a Paz brilhará Universalmente, devido todos serem orientados pelo MUNDO RACIONAL. Aí haverá Paz, Amor e Fraternidade Racional.
A CULTURA RACIONAL é a cultura Consciente e Positiva,é a CULTURA DO mundo racional, do Mundo Natural de Origem do animal Racional
.
Somente a cultura de Origem do animal Racional é que pode equilibrar o Aparelho Racional. Somente com a cultura natural do Mundo de sua Origem, do MUNDO RACIONAL, com a CULTURA RACIONAL, o Aparelho Racional ficará equilibrado verdadeiramente.
Então, com a CULTURA RACIONAL, dos Livros UNIVERSO EM DESENCANTO, a Paz será Restaurada Universalmente. Todos se entendendo Racionalmente,todos se compreendendo Racionalmente, todos felizes, alegres e contentes Racionalmente e tudo dando certo na vida de todos Racionalmente.
Tudo isto, somente com a cultura natural do Mundo de Origem do Aparelho Racional, o MUNDO RACIONAL, com a CULTURA RACIONAL dos Livros UNIVERSO EM DESENCANTO.
Com a CULTURA RACIONAL haverá paz entre todos universalmente, porque é a cultura consciente, é a cultura positiva, é a cultura do verdadeiro equilíbrio Racional. Daí brilhará a Paz Universal entre todos, com a CULTURA RACIONAL dos Livros UNIVERSO EM DESENCANTO, a cultura do Mundo Natural de Origem do animal Racional, que está agora na Fase de Aparelho Racional que é a FASE RACIONAL, e a CULTURA RACIONAL é a cultura desta Nova Fase da Natureza, a Fase do Desenvolvimento do Raciocínio.
Então, somente com a CULTURA RACIONAL, haverá Paz entre todos Racionalmente.
Tratem de ler e reler, ler e reler, para ficarem possuídos da CULTURA RACIONAL, para ficarem equilibrados pela ENERGIA RACIONAL, para serem orientados pela CULTURA RACIONAL. Aí, sim, se justifica a razão de Um por todos e Todos por Um, com a CULTURA RACIONAL, que desenvolve o RACIOCÍNIO de todos e o RACIOCÍNIO é Um Só.
Queiram ou não queiram, todos têm que alcançar a CULTURA RACIONAL, porque estão dentro da FASE RACIONAL.
Quem estiver fora desta fase natural, está na fase de liquidação física, moral e financeira, está em liquidação, porque a fase do animal Racional já foi liquidada e seus feitos, que são os seres, estão em liquidação também.
Por isso, está aí essa mortandade nunca vista, essa mortandade que impressiona a todos e apavora todos, porque os feitos da fase de animal Racional, que já se liquidou, estão em liquidação também.
Então, queiram ou não queiram, todos tem que entrar na FASE RACIONAL, para serem Amparados, Guarnecidos, Socorridos e Protegidos pela Fase Natural da Natureza a FASE RACIONAL, para serem orientados pela FASE RACIONAL, a Fase do Verdadeiro Mundo Natural de Origem do Aparelho Racional, o MUNDO RACIONAL.
Todos, queiram ou não queiram, têm que ser possuídos da cultura do MUNDO RACIONAL, a CULTURA RACIONAL, da cultura do mundo de sua origem, da Verdadeira Origem de animal Racional (que era) e está agora na Fase de Aparelho Racional, passando para Aparelho Racional.
Então, queiram ou não queiram, todos tem que possuir a Cultura do Desenvolvimento do Raciocínio, porque a fase que terminou foi a fase de animal Racional, a fase do pensamento e da imaginação. Essa fase foi liquidada e entraram em liquidação os seus feitos, que são os seres e por isso, está aí a liquidação física, moral e financeira em grande escala, terrivelmente, abrasadoramente, impressionantemente e tenebrosamente, pai mata filho, filho mata pais e é um salve-se quem puder.
Estão aí os desastres de todas as espécies, de todas as formas e de todos os tamanhos.
Desastres apavorantes, impressionantes e que se multiplicam cada vez mais. Tudo de pior para pior, porque a fase é de liquidação, porque já terminou a fase de animal Racional e o mesmo perdeu o direito de viver.
E para ele se recuperar, tem que conhecer a CULTURA RACIONAL, para estar guardado e amparado e protegido pela nova Fase da Natureza, a FASE RACIONAL.
Mais detalhes destas informações, leia os Livros UNIVERSO EM DESENCANTO de Autoria do RACIONAL SUPERIOR (UM RACIOCÍNIO SUPERIOR A TODOS OS RACIOCÍNIOS DO UNIVERSO).
Fonte: LIVRO UNIVERSO EM DESENCANTO.

A RECUPERAÇÃO DA HUMANIDADE

(Cláudio Sampaio)
O saber humano deriva do pensamento como um produto que refloresce do desenvolvimento das células pensantes do seu cérebro, acionadas pelas energias do ambiente em que vive, ou seja, um universo dominado e regido por duas energias: a Elétrica e a Magnética.
Ao se desenvolver dentro do estudo da CULTURA RACIONAL, o homem absorve uma terceira energia de um Mundo Superior a esse que habitamos: a ENERGIA RACIONAL, que vem desenvolver a célula pineal do cérebro humano, que até então estava paralisada que é o RACIOCÍNIO perfeito do ser humano.
E que num processo admirável, através da leitura dos Livros UNIVERSO EM DESENCANTO passamos a desenvolver o RACIOCÍNIO, a potencialidade máxima do ser humano, que é a sua Consciência positiva e verdadeira Racional.
A CULTURA RACIONAL, que está contida nas páginas dos Livros UNIVERSO EM DESENCANTO, traz à humanidade ensinamentos verdadeiros sobre a verdadeira Origem da Vida e da humanidade e de toda a formação do Universo, de um modo simples, objetivo e lógico. O autor, que é o Mestre Manoel Jacintho Coelho, o RACIONAL SUPERIOR na Terra, dá-nos o conhecimento de uma Vida Nova, com valores verdadeiros e reais de uma conduta condizente para comunicação com a vida eterna, EM VIDA, e retorno definitivo a ela: vida de pureza, limpeza e perfeição.
E ainda, faz-nos perceber o direito e a razão do SER, equilibrando a natureza das mentes e fazendo brotar, letra por letra o RACIOCÍNIO, mostrando a existência de uma intenção pura, uma direção reta, objetivando alcançar o MUNDO RACIONAL que, primariamente, chamávamos de CÉU; e que hoje sabemos tratar-se, na verdade, do nosso mundo de origem, o nosso verdadeiro habitat.
De lá nos transformamos em seres de matéria, correndo hierarquias na lei transformativa da Natureza, para agora ter a chance de voltar a ser novamente o que éramos: racionais puros, limpos e perfeitos no nosso mundo de origem, porque somos de origem Racional.

A FÉ E CULTURA RACIONAL

(Cláudio Sampaio)
Quando se estuda a CULTURA RACIONAL, logo de início se percebe que "a Fé é do Falso condutor", porque se assim não fosse, não haveria os traídos pela Fé.
E quantos já se sentiram traídos?
A maior prova disso é o crescente número de ateus, de descrentes nas "coisas sagradas".
Então se vamos falar da fé, devemos primeiro observar qual deve ser a razão de ser da fé.
A fé existe pela sugestão dada ao pensador, que ainda não se conhece.
Se, através da história a humanidade vem sempre se perguntando, "quem somos, de onde viemos e para onde vamos e como vamos e o porquê que aqui estamos e assim somos", é porque nem a fé, nem a ciência dos pensadores puderam responder tais questões. Essa é a prova de que pensador algum se conhece.
Daí a necessidade da fé.
Entretanto, quando o pensador começa a estudar a CULTURA RACIONAL, tal fé se torna desnecessária, pois quem sabe, faz.
Porém, logo o pensador atento percebe que não se pode desmistificar a fé sem pleno conhecimento de Causa e Efeito.
Muito pelo contrário, aprende a usá-la com a finalidade precípua de começar a se conhecer, deixando aos poucos de ser um simples pensador, para ser um Racional (Consciente), usando não só o pensamento e a imaginação, mas, buscando, principalmente, o Desenvolvimento da Razão Divina, o Desenvolvimento do Raciocínio, o elo de ligação com o Mundo Superior, o MUNDO RACIONAL. Tornando-se um Ser Imunizado Racionalmente contra todos os males materiais, espirituais e naturais.
Objetivamente, a Revelação da Verdadeira Origem da Humanidade só pode ser percebida por um ato de verdadeira e pura Fé.
Fé que, com o discernimento baseado nas Leis Naturais da Natureza, entendidas através dessa revelação, se transforma, não mais em fé, mas, sim, em um verdadeiro ato de Conscientização, provado e comprovado, justificando assim uma lógica e uma base lógica para as transformações.
A lógica da vida nos mostra que somos Animais Racionais e feitos à imagem e semelhança de DEUS, pela parte Racional e, não pela animal. E que Ele é UM só Universalmente. Então, quem é DEUS? ANIMAL? Ou, RACIONAL?
“Racional Puro, Limpo e Perfeito - Um Raciocínio Superior a todos os Raciocínios do Universo. Sua Identidade Verdadeira lógica que é o RACIONAL SUPERIOR, nosso Pai Celestial.”
E o mundo da nossa Verdadeira Origem é o Mundo Divino, o MUNDO RACIONAL que é a Raiz Mestra da Fecundação, formação e Criação de tudo e todos que existem visível e invisível neste Universo.
É o Mundo de Onde Viemos e para Onde Vamos, pelo Desenvolvimento do Raciocínio, feito através do estudo da CULTURA RACIONAL.
Por que e como viemos?
"Pelo uso do livre-arbítrio demos conseqüência às transformações de uma parte do MUNDO RACIONAL, não pela vontade do Criador, mas, sim, pela vontade da criatura. Pois, até hoje o ser se acha dono da sua vontade e vive abusando, justificando o princípio. Porque a Causa de ser justifica o antes de ser. E até hoje o ser humano é abusado, vive dando expansão às suas vontades.
E por isso, todos estão sofrendo as conseqüências em um mundo onde tudo se TRANSFORMA; onde nada é Eterno: onde todos os seres são produtos das transformações da Vida Eterna.
Porém, como nada se perde, nada se cria e tudo se transforma, assim TAMBÉM nos transformamos para o regresso à VIDA ETERNA, o MUNDO RACIONAL (chamado primariamente de Céu).
FÉ significa FIDELIDADE . E para termos a Verdadeira Fidelidade temos que RACIOCINAR para se Conhecer e não sermos falsos condutores desta força maior que está dentro de cada qual: o RACIOCÍNIO.
Mais detalhes deste assunto nos Livros "UNIVERSO EM DESENCANTO", de CULTURA RACIONAL, a Cultura do Terceiro Milênio, agora na Terra.