Follow by Email

quinta-feira, 14 de abril de 2011

UM ABSURDO DE VIOLÊNCIA


A natureza é que governa tudo e todos e por assim ser temos as quatro estações diferentes no ano, as épocas e o tempo disso daquilo ou daquilo outro.
O poder natural da natureza é quem governa tudo, todos os seus feitos, regulando-os.
Todos os feitos são joguetes naturais da natureza porque são comandados e orientados por ela.
Assim como tem as plantas venenosas e as árvores venenosas, também tem criaturas completamente venenosas, avessas por completo ao bem, tal qual um vegetal venenoso.
Assim como tem plantas ruins e boas, tem criaturas ruins e boas, são os feitos da natureza, por assim ser, já é o natural de sua própria formação.
Assim como são os vegetais, são as criaturas, e de forma que existem vegetais de uma infinidade de espécies, também existem as criaturas de uma infinidade de espécies.
Existe o vegetal com espinho e com veneno, existe o ser humano nas mesmas condições com uma natureza de uma árvore de espinhos e de uma árvore com veneno, uns nascem para espetar e outros nascem para envenenar, portanto só possuem feitio de gente, mas avessos a tudo que é de bom.
Tem as flores venenosas, tem as flores mal cheirosas, tem as flores de bom perfume, e assim como tem o vegetal bom, tem o vegetal ruim. E como já é da formação natural, tem as criaturas boas, dóceis, boníssimas e tem as criaturas maléficas, assim sendo, é importante saber discernir entre o vegetal bom e o vegetal ruim, e ter a mesma aplicação nessa referencia no que tange as criaturas.
Por a natureza ser deformada, é que houve toda essa desigualdade nessa deformação.
Numa deformação, tudo é diferente, o inserir é de aparências, e as aparências não são verdades, enganam muito! É preciso que se conheça a vida e a natureza para não se deixar levar pelas aparências, pelas primeiras impressões.
As aparências iludem, têm pessoas que têm duas, três personalidades que compõem as degeneração e deformação Racional,
e de forma que, ninguém pode se julgar igual, por que todos são diferentes e tudo é diferente.
Os sentimentos, os procedimentos, os atos, cada qual tem o seu. Uns bons outros maus, pólos completamente diferentes.
É imprescindível que se conheça a natureza para não se iludir, não se impressionar, e nem deixar levar pelas aparências, porque o ruim sabe se apresentar como bom, porque os seus defeitos estão sempre bem escondidos, estão sempre ocultos no íntimo.
Daí o se conhecer torna-se o exato, porque o desenvolver do raciocínio é a busca do conhecer minuciosamente todas as reações comportamentais do ser vegetal, sem ter brigas e contendas no relacionar, porque todas as inconstâncias afloram e desnudam o negativo que já não pode ocultar os defeitos no seu intimo. Não têm mais aparências, se é bom é bom mesmo, se é mau, é mau mesmo, tudo se mostra como é.
E uma vez, desenvolvido o raciocínio, ligado ao Mundo Racional, que beleza, livre desses corsários, livre de viver em um mundo de uns contra os outros, no fazer inimigos gratuitos.
Afinal, o mundo provou, a vida provou o desequilíbrio da personalidade, a desvalorização do ser humano, fez a palavra cair no ridículo, daí o descrédito e a desconfiança, tornando a vida sem compostura, onde o respeito evaporou da mentalidade, e isso levou a humanidade
à descompreensão e ao desentendimento. Então quem conhece a vida dá o desconto a tudo, por isso é a favor de tudo e de todos, afinal sabe que o mundo, a natureza e os seus feitos são diferentes, portanto, de nada adianta ir contra a natureza de ninguém.
Se o bicho é veneno, é veneno puro, de nada adianta ir contra o veneno, por se tratar de um fator natural da natureza.
Isto aqui é uma deformação, a desigualdade impera sobre tudo e sobre todos e por isso todos são diferentes, a natureza é de dois extremos, e todos os seres são assim, variam e oscilam nesses extremos; portanto é preciso ter bom senso, um ótimo equilíbrio, e a percepção do que são os feitos dessa deformação genética, desse descontrole e malabarismo natural da natureza, porque ninguém tem culpa de ser como é.
Ninguém é culpado se ser como é, e sim a natureza deformada que nos fez.
O veneno não tem culpa de ser veneno e sim a natureza; e assim é tudo e todos. O fator de ser assim, dessa ou daquela forma, é um fator natural da natureza, a razão de tudo e de todos serem como são.
Uma vez conhecendo o que são de onde vieram, para onde vão, pela Fase Racional, a fase do verdadeiro equilíbrio de todos, estão salvos de todas as torpezas, afinal, amadureceu pela lapidação e entende e compreende tudo e todos por isso vivem ligados e amparados pela Fase Racional.
Estude o livro Universo em Desencanto – Livro de Cultura Racional.
Programa a Voz Racional – Radio Tropical 830 AM . 07/04/2011

www.culturaracional.com.br

www.encontroracional.com.br

segunda-feira, 11 de abril de 2011

O COMPREENDER DA DEFORMAÇÃO - Psicólogo Ivan Marinho


A natureza é que governa tudo e todos e por assim ser temos as quatro estações diferentes no ano, as épocas e o tempo disso daquilo ou daquilo outro.
O poder natural da natureza é quem governa tudo, todos os seus feitos, regulando-os.
Todos os feitos são joguetes naturais da natureza porque são comandados e orientados por ela.
Assim como tem as plantas venenosas e as árvores venenosas, também tem criaturas completamente venenosas, avessas por completo ao bem, tal qual um vegetal venenoso.
Assim como tem plantas ruins e boas, tem criaturas ruins e boas, são os feitos da natureza, por assim ser, já é o natural de sua própria formação.
Assim como são os vegetais, são as criaturas, e de forma que existem vegetais de uma infinidade de espécies, também existem as criaturas de uma infinidade de espécies.
Existe o vegetal com espinho e com veneno, existe o ser humano nas mesmas condições com uma natureza de uma árvore de espinhos e de uma árvore com veneno, uns nascem para espetar e outros nascem para envenenar, portanto só possuem feitio de gente, mas avessos a tudo que é de bom.
Tem as flores venenosas, tem as flores mal cheirosas, tem as flores de bom perfume, e assim como tem o vegetal bom, tem o vegetal ruim. E como já é da formação natural, tem as criaturas boas, dóceis, boníssimas e tem as criaturas maléficas, assim sendo, é importante saber discernir entre o vegetal bom e o vegetal ruim, e ter a mesma aplicação nessa referencia no que tange as criaturas.
Por a natureza ser deformada, é que houve toda essa desigualdade nessa deformação.
Numa deformação, tudo é diferente, o inserir é de aparências, e as aparências não são verdades, enganam muito! É preciso que se conheça a vida e a natureza para não se deixar levar pelas aparências, pelas primeiras impressões.
As aparências iludem, têm pessoas que têm duas, três personalidades que compõem as degeneração e deformação Racional,
e de forma que, ninguém pode se julgar igual, por que todos são diferentes e tudo é diferente.
Os sentimentos, os procedimentos, os atos, cada qual tem o seu. Uns bons outros maus, pólos completamente diferentes.
É imprescindível que se conheça a natureza para não se iludir, não se impressionar, e nem deixar levar pelas aparências, porque o ruim sabe se apresentar como bom, porque os seus defeitos estão sempre bem escondidos, estão sempre ocultos no íntimo.
Daí o se conhecer torna-se o exato, porque o desenvolver do raciocínio é a busca do conhecer minuciosamente todas as reações comportamentais do ser vegetal, sem ter brigas e contendas no relacionar, porque todas as inconstâncias afloram e desnudam o negativo que já não pode ocultar os defeitos no seu intimo. Não têm mais aparências, se é bom é bom mesmo, se é mau, é mau mesmo, tudo se mostra como é.
E uma vez, desenvolvido o raciocínio, ligado ao Mundo Racional, que beleza, livre desses corsários, livre de viver em um mundo de uns contra os outros, no fazer inimigos gratuitos.
Afinal, o mundo provou, a vida provou o desequilíbrio da personalidade, a desvalorização do ser humano, fez a palavra cair no ridículo, daí o descrédito e a desconfiança, tornando a vida sem compostura, onde o respeito evaporou da mentalidade, e isso levou a humanidade
à descompreensão e ao desentendimento. Então quem conhece a vida dá o desconto a tudo, por isso é a favor de tudo e de todos, afinal sabe que o mundo, a natureza e os seus feitos são diferentes, portanto, de nada adianta ir contra a natureza de ninguém.
Se o bicho é veneno, é veneno puro, de nada adianta ir contra o veneno, por se tratar de um fator natural da natureza.
Isto aqui é uma deformação, a desigualdade impera sobre tudo e sobre todos e por isso todos são diferentes, a natureza é de dois extremos, e todos os seres são assim, variam e oscilam nesses extremos; portanto é preciso ter bom senso, um ótimo equilíbrio, e a percepção do que são os feitos dessa deformação genética, desse descontrole e malabarismo natural da natureza, porque ninguém tem culpa de ser como é.
Ninguém é culpado se ser como é, e sim a natureza deformada que nos fez.
O veneno não tem culpa de ser veneno e sim a natureza; e assim é tudo e todos. O fator de ser assim, dessa ou daquela forma, é um fator natural da natureza, a razão de tudo e de todos serem como são.
Uma vez conhecendo o que são de onde vieram, para onde vão, pela Fase Racional, a fase do verdadeiro equilíbrio de todos, estão salvos de todas as torpezas, afinal, amadureceu pela lapidação e entende e compreende tudo e todos por isso vivem ligados e amparados pela Fase Racional.
Estude o livro Universo em Desencanto – Livro de Cultura Racional.

(Programa a Voz Racional – Radio Tropical 830 AM . 07/04/2011)

www.culturaracional.com.br

www.encontroracional.com.br

quinta-feira, 7 de abril de 2011

BUSQUE CERTO: COM BASE!


BUSQUE CERTO: COM BASE!

Minha Gente muito Querida, que visita este espaço!
Quem é que não gosta de justiça? Ah, justiça é algo que todos amam, que todos querem, que todos imploram.
E, para quem conhece Cultura Racional, sabe que a justiça tem seu dia consagrado pela Natureza, que são todas as quintas feiras. Portanto, quinta feira é um dia consagrado ao Reinado da Justiça, que trabalha aí no espaço junto com outro grandioso Reinado, o Reinado das Flores.
A Justiça SUPREMA acertando tudo que está fora do lugar e o Reinado das Flores, fazendo florir o que todos precisam e necessitam para o seu equilíbrio verdadeiro, Racional, aqui na vida da matéria.
Como é lindo o se conhecer e poder ser cuidado e beneficiado por essas Forças Poderosas!
Sabem por quê?
Porque o que elas nos dão tem caráter definitivo, não sendo como as coisas que recebemos das forças do pensamento, que, mais cedo, ou mais tarde, nos tiram o que nos foi dado. Pois a missão do pensamento não é satisfazer ninguém, e muito menos nos contemplar com a paz. A missão do pensamento é para nos lapidar, até que fiquemos preparados para sermos recuperados pela Fase Racional, a fase do desenvolvimento do raciocínio.
E você, leitor amigo, quer também participar deste banquete, onde será servido de tudo de bom e de melhor para acertar e equilibrar sua vida moral, física e financeira?
Com certeza há de querer, porque é o bem definitivo que todos procuram para vencer, porque só se vence com o BEM, porque o bem é da consistência eterna, a consistência Divina.
Mas, para quem já tem um mínimo de bom senso, já chegou à conclusão de que tudo nesta vida para se obter é preciso fazer por onde.
Nada acontece por acaso, porque não existe efeito sem causa.
É preciso plantar para poder colher.
E não só plantar, saber o que plantar, pois o plantio é livre, planta-se o que quiser, porém, a colheita é obrigatória.
E aí é que a porca torce o rabo, sabem por quê?
Pela falta de desconhecimento da vida. A pessoa não sabendo o que é, e quem é natureza, desconhecendo suas leis naturais, seus reinados, vai admitindo gato por lebre.
E na hora da colheita obrigatória, não tem com quem contar nem onde se agarrar. Somente tem a contar com o que plantou. E se plantou o que não deveria ter plantado, aí, ah..., aí é só chuva de pau, é só sofrimento.
É, minha gente, viver sem se conhecer e sem conhecer a natureza, é viver em mar revolto, nadando contra a maré.
E sem se conhecer e sem conhecer a natureza, vai atropelando tudo, todos e a si mesmo, construindo um mundo de misérias para a ruína de si mesmo.
Então, para que a pessoa possa contar com o Reinado da Justiça e o Reinado das Flores, é preciso ter conhecimento verdadeiro da vida, o conhecimento Racional, para ter condições de identificar o BEM verdadeiro do bem pantomineiro. A VERDADE da mentira.
Sabendo fazer essa identificação, poderá escolher, com consciência positiva Racional e tranquilidade o que deva de plantar. Plantar o que? Somente o BEM verdadeiro. Nisso consiste o raciocínio, a função positiva e consciente da nossa mente superior, que nos leva ao mundo dos acertos, evitando os desacertos.
O raciocínio é o guia certo, que não erra, a centelha Divina, porque é a força do mundo SUPREMO, a origem, o MUNDO RACIONAL. E na origem está o poder dos poderes, pois, somente a origem tem força e poder para resolver aquilo que pertence à origem.
Somos animais Racionais, sendo, portanto, nossa origem, RACIONAL.
E assim, o que pertence à origem é RACIONAL, a nossa parte Racional, que é o raciocínio.
Para verem a importância vital de conhecermos e de nos ligarmos à nossa origem verdadeira, porque nela é que está a solução dos nossos problemas, dos nossos negócios e de nossa vida.
Mas, para isso precisamos desenvolver o nosso raciocínio, que está sem função ativa.
Por quê?
Porque ele não pertence a este universo material em que vivemos, é uma força da origem e somente se desenvolve com a energia da nossa verdadeira origem.
E que energia é essa?
A Energia Racional, que a partir de 1935 entrou em vigor na Natureza.
E foi exatamente isso que causou todo esse transtorno pelo mundo afora, que todos temos assistido: a entrada em vigor da Energia Racional para desenvolvimento do raciocínio e o término da fase do pensamento, que deixou de ser alimentado pela natureza.
Mas, ninguém sentiu essa mudança de fase, por todos estarem vivendo artificialmente. E quem vive artificialmente não tem condições de sentir a mudança das energias na natureza.
De forma que entrou a fase do desenvolvimento do raciocínio, a Fase Racional, e todos continuaram pensando na Fase Racional, ficando contra a natureza.
E vivendo contra a natureza, ficaram sem ter com quem contar e onde se agarrar.
Por isso está esse desequilíbrio horroroso no mundo inteiro, moral, físico e financeiro, porque o pensamento de todos está enfraquecendo. Um pensamento enfraquecido, não tem firmeza no bem, no que é certo e direito. Começa a variar: hoje quer e amanhã não quer, hoje gosta e amanhã não gosta, hoje concorda e amanhã discorda.
Olha, minha gente, olha bem se isso não está acontecendo com vocês mesmos. Quantas vezes já tiveram comportamentos e sentimentos contraditórios.
Prestem bem atenção, isso já é a prova do enfraquecimento do pensamento.
E é por isso que estamos aqui e em outros meios de comunicação para alertar a todos sobre os perigos que estão correndo com o enfraquecimento do pensamento.
Esse enfraquecimento do pensamento está no mundo inteiro, desconhecendo raças, sexo, nível de educação, nível de instrução e posição social, por se tratar de uma conseqüência natural da mudança de fase da natureza para a Fase Racional, tendo sido encerrada a fase do pensamento.
Sabemos que a natureza é de transformações. Tudo gera, nasce, cria, floresce, amadurece, enfraquece e desaparece. Tudo na natureza é assim: tudo se transformando sempre. Tudo que tem princípio, tem fim, na vida da matéria é assim. A cada meio segundo tudo muda e ninguém percebe, porque é tudo muito natural.
É por isso que a gente cresce sem sentir, como também envelhece sem sentir.
E, assim, o pensamento, que está enfraquecendo sem a pessoa sentir. O pensamento é uma energia, materializada dentro de nossa cabeça com dois pólos: o elétrico e o magnético. Tendo duas funções respectivas: a positiva aparente, que é a função elétrica. E a função negativa, que é a magnética.
A elétrica, no lado direito do cérebro.
A magnética, no lado esquerdo. E assim denominadas essas duas máquinas: pensamento e imaginação, elétrico e magnético.
E temos ainda a parte invisível elétrica e magnética, correspondente a essas duas máquinas elétrica e magnética, que são o pensamento e a imaginação.
Tudo isso é muito importante saber de cor, para poder ir entendendo as mecânicas da vida e como ela funciona, essa vida aparente de matéria.
Tenham em mente este resumo muito fácil para qualquer pessoa entender. Prestem atenção:
Existem dois mundos.
O 1º mundo e o 2º mundo.
O 1º mundo é eterno.
O 2º mundo é provisório.
O 1º mundo é o equilíbrio perfeito.
O 2º mundo é o total desequilíbrio.
A energia do 1º mundo é a ENERGIA RACIONAL, PURA, LIMPA E PERFEITA e, por isso, eterna.
A energia do 2º mundo é a elétrica e magnética, uma energia degenerada, deformada, poluída e enfraquecida e, por isso, provisória, em constantes transformações.
Nós, seres humanos somos a representação desses dois mundos, estando em nossas cabeças o comando dos nossos corpos.
E o comando dos nossos corpos está no cérebro.
O cérebro, por sua vez tem duas mentes.
A mente superior, que representa o 1º mundo, o mundo eterno, o MUNDO RACIONAL.
E a mente inferior, que representa o 2º mundo, o mundo provisório, em transformações, o MUNDO DE MATÉRIA.
O 1º MUNDO, o MUNDO RACIONAL, é um mundo só de energia pura, limpa e perfeita, invisível aos nossos olhos de matéria.
O 2º mundo, o mundo de matéria, é um mundo de energia degenerada, deformada, poluída e enfraquecida, elétrica e magnética, tendo a sua parte invisível elétrica e magnética, e a sua parte visível elétrica e magnética.
A parte invisível, comandando a visível.
Agora, minha gente, prestem bem atenção, que o que vai ser dito é muito importante para começarem a entender a vida.
A mente superior só passa a funcionar se ligada no 1º mundo.
A mente inferior de todos nós há muito funciona, porque a mente inferior já se encontra no 2º mundo, o mundo que ela representa, o mundo a que essa mente inferior pertence.
E a mente superior nunca funcionou, por estar desligada do mundo a que ela pertence e representa, que é o 1º mundo.
Agora, vejam bem o que aconteceu.
Chegou o tempo da mente superior passar a funcionar. Essa a razão da natureza ter mudado de fase, abrindo suas portas para a entrada da ENERGIA DO 1º MUNDO, a energia RACIONAL, para iniciar o desenvolvimento da mente superior, que é o raciocínio.
E, assim, terminou o tempo de funcionamento da mente inferior, que é o pensamento, razão porque ele está enfraquecendo. E vai enfraquecendo até secar.
Se ele seca, o invisível elétrico e magnético toma conta do corpo da pessoa e ela não tem como desenvolver sua mente superior, passando a ser um robô do mal puro.
Agora vocês podem entender o porquê está existindo tanta maldade na Terra, tanta monstruosidade.
E é preciso que todos procurem se ligar à ENERGIA RACIONAL, do 1º mundo, pois, somente ela tem força para impedir o secamento do pensamento.
Não adianta apelar para coisa alguma que existe neste segundo mundo visível, nem para força nenhuma da parte invisível desse segundo mundo, porque tudo desse 2º mundo pertence às forças elétricas e magnéticas, do pensamento e da imaginação.
É como já deixamos implícito aqui neste espaço em outros textos: não adianta procurar recursos no pensamento para resolver os problemas da vida do pensamento. Pensamento é 2º mundo.
Só o 1º mundo tem poder e força para resolver os problemas do 2º mundo, porque o 1º mundo é o PAI, e o segundo mundo é o filho, pois, não há efeito sem causa.
Portanto, voltando ao que inicialmente falamos; para a pessoa poder contar com a JUSTIÇA SUPREMA, o Reinado das Flores e com todos os Reinados Poderosos que pertencem ao 1º mundo, tem que se ligar ao 1º mundo, o MUNDO RACIONAL, estudando a CULTURA DO 1º MUNDO, a Cultura Racional, que é a cultura que desenvolve nossa mente superior, o raciocínio.
Não adianta procurar acerto da vida de vocês no pensamento. Vocês vão só se enfraquecendo cada vez mais, com essas buscas do certo no errado.
Se o pensamento fosse feito para acertar, todos viveriam certos e não haveria desacerto nenhum na vida dos pensadores.
Essa vida do 2º mundo é um grande erro, causada por nós mesmos. É um falso mundo, do qual somos os únicos responsáveis. E sobre isso já falamos muito neste espaço.
Procurem ler nossos textos anteriores, que datam desde 2006.
Bem, acho que já estão começando a atinar para o fato de que o momento mundial é cruciante, não é mesmo?
Todos precisam conhecer a verdade sobre este mundo em que vivemos e sua origem verdadeira, pois, somente assim compreenderão a URGÊNCIA de todos desenvolverem o raciocínio, que é a glândula pineal, com a leitura dos livros de Cultura Racional, Universo em Desencanto.
Enquanto a pessoa continuar encantada com este 2º mundo, este mundo de matéria, não terá alcance para entender a absoluta urgência de desenvolver o seu raciocínio.
A pessoa mantém uma visão materialista, voltada para o chão, tal como uma formiga que enxerga no formigueiro o seu tudo na vida, por não alcançar uma dimensão maior, impedida por sua condição de irracional.
E é por isso, que todos aqueles que se recusam a desenvolver seu raciocínio, são vistos pela natureza tal qual uma formiguinha e considerados como irracionais.
Que o bicho irracional é que pensa, pois, o pensamento é o seu natural.
Agora, Racional, raciocina, o raciocínio é o seu natural.
Mas, cada qual é o seu próprio juiz. Quem se julga Racional, vai procurar desenvolver o seu raciocínio.
Quem se julga bicho, vai continuar como bicho, à semelhança de um animal irracional, pensando e imaginando.
E, por isso o pensador, ao morrer, que a morte é uma transformação de uma vida para outra e de uma forma para outra, já está na categoria de bicho, por viver pensando, se transforma para bicho irracional, continuando como bicho, porque não quis desenvolver o raciocínio.
Até 1935, a energia elétrica e magnética é quem comandava a natureza, sendo responsável pela geração, criação, manutenção e governo das duas classes: animal Racional e animal irracional.
Mas, a natureza mudou de fase, com a entrada da ENERGIA RACIONAL para desenvolver o raciocínio de toda a humanidade, sendo encerrada a classe de animal Racional e entrando a fase de Aparelho Racional.
Portanto, quem continua por conta da energia elétrica e magnética, pensando e imaginando, ao se transformar (que é a morte), não torna a nascer como animal Racional, porque essa classe está em extinção. É preciso, então, que a pessoa esteja ligada ou em ligação à ENERGIA RACIONAL, para que possa tornar a nascer na Terra, se preciso for, porém, como Aparelho Racional, que é a classe que veio para substituir a fase de animal Racional.
A pessoa não estando em desenvolvimento Racional, torna a nascer, porém, como animal irracional, por estar por conta das energias elétrica e magnética, pensamento e imaginação.
Não percam mais tempo, minha gente, a vida é curta, e o tempo é pouco para o desenvolvimento do raciocínio.
Procurem conhecer e estudar com seriedade, os Livros Universo em Desencanto, os Livros do raciocínio, porque o raciocínio é a parte positiva da vida, é o certo e acerta sempre. E é do certo que todos precisam e necessitam para terem com quem contar e onde se agarrar.
E o certo equilibra todos. E todos equilibrados, todos satisfeitos. E todos satisfeitos, há a união de paz, amor, fraternidade e concórdia universal.
E é por isso que o raciocínio une toda a humanidade. E é de união que todos precisam para colocar fim no sofrimento horroroso e pavoroso que já tomou conta de todas as cidades do mundo, não tem uma que escape.
Portanto, é preciso a pessoa buscar a solução de seus problemas, de seus negócios e de sua vida. E que essa solução se encontra EM SI MESMO, no seu raciocínio, bastando que a pessoa o desenvolva, na cultura do raciocínio, a CULTURA RACIONAL.
Faça justiça a você mesmo para poder florir e, não perecer.
Busque, mas, busque certo, com base e com lógica: dentro de si mesmo, pelo desenvolvimento do raciocínio.
AVANTE RACIOCINAR MINHA GENTE, PORQUE O PENSAMENTO NÃO FOI FEITO PARA ACERTAR!

www.culturaracional.com.br
www.encontroracional.com.br

segunda-feira, 4 de abril de 2011

A TRANSIÇÃO PARA UM MUNDO MELHOR


A grande mentira da vida é a própria vida das aparências, onde tudo parece verdade, mas tudo se acaba, tudo se transforma em outra coisa. E sempre se transformando em coisa menor.

Essa é a realidade que ninguém quer encarar. E quem não quer encarar a realidade vive de mentiras, vive de aparências, vive de ilusões. Aparências e mentiras são da mesma categoria na causa da infelicidade.

Não se podem dizer felizes, aqueles que vivem se enganando com aparências, se enganando com mentiras e achando que estão certos. Essa é a essência do encanto. Todos encantados por todos viverem de aparências de mentiras chamando isso de sonho que não se realiza. Sonho de mentiras.

Que loucura de mau senso! Que loucura desse povo que ainda teima viver no encanto. O encanto é o mundo da mentira. Feliz dia da mentira para todos que vivem e sobrevivem dela.

Quando as pessoas querem mudar de vida é porque elas querem ser melhores. Procuram, procuram e nunca desistem. A grande questão é: procurar aonde? Aonde procurar?

Querer mudar de vida, lamentavelmente, pode induzir as pessoas à vida de sonhos. E sonhar não é a melhor opção, principalmente quando o sonho não tem limites; e o que não tem limites acaba muito mal, porque está fora da lei, fora dos limites naturais.

Querer mudar de vida é buscar dentro da realidade toda e qualquer possibilidade que tenha acesso – nunca um sonho, nunca um gosto ou mania ou fantasia; querer mudar de vida é fazer por onde alcançar! É buscar dentro de uma realidade que muitos às vezes não enxergam, mas quem quer mudar de vida enxerga essa realidade.

Não falo de uma nova realidade, falo da realidade eterna, a realidade de sempre. Esta é a grande virtude da Escrituração Racional. Possibilitar a todos que desejam mudar de vida, enxergar a vida pelo ponto de vista da realidade eterna.

Nos ensina o Racional Superior: “Diante da IMUNIZAÇÃO RACIONAL não nascerão mais aí, e sim, em vez dos corpos tornarem aí a nascer, vão nascer na parte Racional. A Imunização vai tratando de transportar as sementes, que são a origem desses corpos, para a parte Racional e cá, então, formando outros corpos muito diferentes desses, na grande planície cá em cima, muito além do sol, onde estão os Racionais com o seu progresso de pureza, muito diferente desse; e na Escrituração vão saber tintim por tintim”.

Está aí o apanágio, a apoteose do Animal Racional. Mudar de um mundo inferior para um mundo superior, sem sofrimento e sem dor e nem tem que pegar nenhum disco voador, nem nave espacial, nem nenhum aparelho artificial.

Para conduzir a humanidade ao Mundo Racional, como diz o Racional Superior, a grande Planície lá em cima, ele também nos esclarece que já estamos todos equipados pela própria natureza com um aparelho original – é o Aparelho Racional.

Dirão alguns: -“isso tudo é depois da morte, não é mesmo? Uma coisa dessas, de mudar para outro mundo, só pode acontecer depois da morte!”

Pois é justamente ao contrário! Depois da morte o aparelho estará desativado e nada poderá ser feito neste sentido. Este Aparelho Racional, querendo dizer aparelho da verdadeira origem, tem sete “turbinas”. É um aparelho turbinado com sete partes para projetar a Energia Pura que está deformada dentro do calor além acima de todos os astros numa velocidade muito maior que a velocidade da luz.

Com este aparelho desenvolvido será feita toda a comunicação necessária com qualquer parte do Universo e do além universo – podemos resumir este estado de vida como sendo a integração completa do ser humano com a Natureza e com a origem de tudo e de todos, o Mundo Racional.

Uma turbina em cada parte do universo, que são as sete partes orientadas e direcionadas pela Imunização Racional e programadas para conduzir todos de volta à grande Planície de onde tudo e todos desceram. São as sete partes do por que assim somos: sol, lua, estrelas, água, terra, animais e vegetais. E que estas sete partes estão representadas em nosso corpo material sob a forma de Aparelho Racional.

O nosso corpo de matéria, com suas sete essências, é um Aparelho Racional. É como pegar sete órgãos alinhados em uma única estrutura de energia. Apenas para dar uma referência deste alinhamento, os gurus do oriente já demonstraram que é possível desenvolver esta linha de energia que foi batizada como “kundaline”. Isso, na linguagem do oriente.

A grande questão é que para se desenvolver essa energia em linha, ou kundaline, usando o pensamento ou com a meditação transcendental, é quase impossível. Apenas alguns grandes mestres do assunto é que descreveram ter alcançado esse estado de alinhamento energético.

Então, isto é apenas uma referência de comprovação. O Aparelho Racional é natural. E o que é natural não precisa de esforço para alcançar. É tudo uma questão da Energia em que está ligado.

Essa é a realidade que muitos ainda não conhecem. É a ligação da energiacerta! Qualquer aparelho precisa de energia para funcionar. Se estiver ligado numa energia errada entra em curto.

E o ser humano, a exemplo do sol que nos gerou está em curto, enquanto na classe de animal racional. Esse foi o principal motivo de toda infelicidade que vai pelo mundo. Porém, foi preciso e necessário para haver o desenvolvimento.

O Aparelho Racional é a essência que nos dá o sentimento nas sete partes do nosso corpo.

O sentimento não está apenas na mente, o sentimento está na energia essencial que compõe estas sete partes de nosso organismo; a gente sente com o corpo todo, notadamente no coração. O sentimento reside predominantemente no coração que assim representa o Sol em nosso organismo.

Sem o coração não há cérebro, sem o cérebro não há comunicação. Nada é independente.

Sem a parte cerebral, o coração não “vê a Energia” e não poderá sentir. O sentimento está

em nosso corpo, mas na glândula pineal, dentro do cérebro, está uma peça que monitora toda a atividade de comunicação deste aparelho e que é capaz de “ver a Energia” em todos os níveis. A glândula pineal funciona como a antena da comunicação com os supra-mundos e com os infra-mundos, inclusive com a Grande Planície que está lá em cima.

Na glândula pineal está materializada a Energia do Habitante do Mundo Racional.

Nesta comunicação do Aparelho com o Mundo Racional, reside todo o fundamento dessa transição de um corpo de matéria elétrica e magnética se transformar, em vida, em um corpo de matéria de Energia Racional.

O corpo de matéria elétrica e magnética é a casca grossa dessas sete partes alinhadas e ligadas à fonte de energia elétrica e magnética. São as sete partes encantadas pelo obscurantismo, proporcionando um lazer de ignorância, de aparências e de eternas insatisfações.

Por isso o sete é conta de mentiroso.

O corpo de matéria de Energia Racional é a mistura fina das mesmas sete partes alinhadas e ligadas à fonte de Energia Eterna, a Energia Racional, do nosso verdadeiro Mundo de Origem – é o corpo de matéria essencial, ou corpo das sete essências desencantadas, com toda a verdadeira solução da vida, que é retornar ao seu estado original.

Relembrando que esta mudança de organização das sete partes grosseiras para as sete partes essenciais é feita em vida, durante a vida deste corpo de matéria ou, melhor, dizendo, durante a vida deste aparelho.

Quem lê o Livro Universo em Desencanto, ou até mesmo na simples menção de pegar este livro, já induz seu aparelho Racional à ligação com a Energia Racional, por ser este um fator natural. É como o sol que alumia a todos, mesmo que nunca tenha estudado Astronomia.

Fácil assim!

Esta comparação é apenas para nos lembrar que o desenvolvimento deste Aparelho Racional, que é o corpo essencial do nosso corpo de matéria, será alcançado muito naturalmente e em vida, porque foi feito para ser assim. Desenvolver-se Racionalmente é como que “chover no molhado”; já é, não vai ser.

Naturalmente, para haver o desenvolvimento do Aparelho, primeiro precisa desenvolver o Raciocínio para desencantar da massa grosseira que nos envolve. É preciso tirar a “casca grossa” dos pensamentos ilusórios e artificiais que nos afligem e nos causam sofrimento e dor. É preciso primeiro conhecer a realidade como ela é, pelo desenvolvimento cultural do raciocínio.

Está aí a principal finalidade da leitura do livro Universo em Desencanto – desenvolver o raciocínio culturalmente, combatendo as falsas idéias ou falsos ideais da matéria e admitindo em si o verdadeiro ensinamento da vida.

Idéias se combatem com idéias, porém jamais poderemos ser contra os ensinamentos.

Racional é a favor de todos os ensinamentos, porém, há que se combater as falsas idéias criadas pelos ensinamentos mal assimilados. Isto é uma forma inteligente de ver o desenvolvimento do raciocínio.

Por ser inteligente, é que este desenvolvimento propicia o verdadeiro avanço para começar a desenvolver o Aparelho Racional e, como conseqüência natural destes dois progressivos desenvolvimentos, do raciocínio e do aparelho, advém o evento da Vidência Racional.

Raciocínio desenvolvido, aparelho desenvolvido, surge a Vidência Racional, vendo tudo que era invisível ao corpo de matéria, não apenas as formas invisíveis, como também a Energia que constitui tudo e todos os seres deformados e a Energia Eterna.

Aí estaremos todos, que quiserem mudar de vida, no fim da transição deste corpo de matéria para a vida Racional, começando, então a grande jornada de retorno ao nosso Mundo de Origem, que é o desenvolvimento da desmaterialização da energia da glândula pineal feita pela Imunização Racional.

Antes disso, poderemos nos contentar com uma atraente clarividência dos fatos que estão ligados à Energia Racional. São as intuições e orientações que nos acodem em diversos momentos desta vida material. Intuições positivas, orientações naturais para a manutenção do necessário e para a manutenção deste corpo de matéria que está sendo recuperado da massa falida, em transição para um mundo melhor, o Mundo Racional.

(Colaboração do Prof. Porfírio J. Neves

Rádio Tropical 830 AM – RJ

www.programaavozracional.com.br)

www.culturaracional.com.br

www.encontroracional.com.br

domingo, 3 de abril de 2011

O RETORNO DO FILHO ÚNICO



Minha Gente Querida que visita este espaço!

A maioria das pessoas trabalha, diverte, viaja, dorme, enfim, tem uma infinidade de atividades em sua vida, sem nem ao menos desconfiar do que está por detrás dos bastidores daquela sua vida aparente.

São reinados poderosos do invisível, os quais trabalham incansavelmente para justificar nossas vidas, acomodando-as dentro daquilo que devam de ser, para que alcancemos a compreensão da vida verdadeira, que não é material, para que, de posse dessa compreensão, tenhamos condições de realizar aqui na vida da matéria, uma união de paz, amor, fraternidade e de concórdia universal.

Mas, por falta de sabedoria verdadeira, por falta de conhecimento verdadeiro da vida, os animais Racionais sempre viveram em confusão, tendo a matéria, que nada é, como tudo sendo.

E se nos iludimos tanto com a matéria, foi por falta de um conhecimento na Terra que nos provasse e comprovasse QUEM SOMOS, DE ONDE VIEMOS E PARA ONDE VAMOS.

E hoje, graças à mudança de fase da natureza, que mudou da fase do pensamento para a Fase Racional desde 1935, essa união de paz, amor, fraternidade e concórdia universal, agora já é possível, pela Cultura Racional, através desenvolvimento do raciocínio.

Por quê?

Por ser o raciocínio um habitante do MUNDO SUPREMO, de onde somos originários, e que está materializado em forma de máquina do raciocínio.

Temos repetido muito isso neste espaço, para que nossos queridos Amigos se conscientizem da grandeza que trazemos, cada qual, dentro de nós mesmos.

E que grandeza é essa?

Essa grandeza é a ENERGIA RACIONAL, que é um Habitante do Mundo Superior de onde somos originários, o MUNDO RACIONAL.

Ela está materializada na glândula pineal, como máquina do raciocínio. É idêntica em todas as cabeças humanas e corresponde ao raciocínio.

Portanto, o raciocínio é UM só ser universalmente, sendo, assim o autêntico filho de DEUS, o representante de DEUS, a centelha Divina, da qual cada ser humano é portador.

É o filho ÚNICO de DEUS.

E somente, minha gente, quando conheci a CULTURA RACIONAL, vim a compreender a grandeza das palavras:

“De tal maneira DEUS amou o mundo, que lhe deu seu filho ÚNICO, para que todo nele crer, não pereça, mas tenha a vida eterna.”

Antes de conhecer a Cultura Racional, fazia uma tremenda confusão e dizia:

“Se todos somos filhos de DEUS, que contradição é essa de falar em filho ÚNICO?”

Ainda bem que guardei isso comigo e passei silenciosamente a pesquisar tudo que encontrava, para ver se entendia o sentido real daquelas palavras, na certeza de que tudo que não entendemos é por deficiência da nossa pessoa, já que sempre acreditei que a VERDADE se alcança por mérito, através do respeito a tudo e a todos e da busca sincera e séria.

Hoje, estudando a CULTURA RACIONAL, com alegria posso dizer, que aquilo que constituía enigma para mim, agora se tornou a chave da porta de minha salvação.

Salvação da ignorância, salvação do atraso, salvação da brutalidade, salvação da ferocidade, enfim, salvação da inconsciência em que eu vivia mergulhada por não me conhecer.

Não tenho como agradecer à Mãe Natureza de me ter encaminhado, com tanto carinho e me conduzido para este caminho de LUZ, onde logo, logo me foi desvendado este enigma do FILHO ÚNICO.

Aí é que fiquei sabendo que cada ser humano é um aparelho feito pela natureza, que traz dentro de si a representação de dois mundos, representações essas que estão dentro de nossa cabeça.

Que mundos são esses?

O Primeiro Mundo, o MUNDO RACIONAL, de onde somos originários, onde a energia é uma só, a ENERGIA RACIONAL, pura, limpa e perfeita e, por assim ser, eterna.

E o segundo mundo, que é a deformação de uma pequena parte do Primeiro Mundo. E por ser este segundo mundo, um mundo deformado, é formado por duas energias de naturezas opostas: a energia elétrica e a energia magnética – duas energias.

A ENERGIA RACIONAL é UMA SÓ, é a ENERGIA do Verdadeiro DEUS, que criou os Habitantes do MUNDO RACIONAL, todos corpos de ENERGIA RACIONAL, que, por ser uma só, todos os filhos de DEUS são UM SÓ.

A ENERGIA RACIONAL, que está materializada em nossas cabeças, que é o raciocínio, é o filho ÚNICO de DEUS.

Por que?

Porque não foi DEUS que criou as energias elétrica e magnética, que são uma deformação daquela pequena parte do MUNDO RACIONAL, onde uns tantos Habitantes do MUNDO RACIONAL adentraram, dando causa à deformação daquela pequena parte, uma PLANÍCIE RACIONAL.

Portanto, nós, seres humanos, trazemos dentro de nós um Habitante do MUNDO RACIONAL, que foi o causador daquela deformação, que veio a constituir esse segundo mundo em que vivemos. Esse Habitante do MUNDO RACIONAL está materializado dentro de nossas cabeças, como máquina do raciocínio, na parte central do cérebro, no istmo do mesencéfalo, e que representa o MUNDO RACIONAL.

E essas energias elétrica e magnética, são viventes invisíveis habitantes deste segundo mundo deformado, que têm também suas representações dentro de nossas cabeças.

A representação da energia elétrica, que é um habitante elétrico invisível do segundo mundo, e que esse habitante está materializado dentro de nossa cabeça como máquina do pensamento, no lado direito do nosso cérebro.

E a representação da energia magnética, que é um habitante magnético invisível do segundo mundo, e que esse habitante magnético está materializado dentro de nossa cabeça como máquina da imaginação, no lado esquerdo do nosso cérebro.

Então, são três habitantes materializados dentro de nossa cabeça. Um, do PRIMEIRO MUNDO, o MUNDO RACIONAL, que é o raciocínio. Dois do SEGUNDO MUNDO, que são o pensamento e a imaginação.

O elétrico e o magnético, pensamento e imaginação, por serem deformados, são diferentes em cada cabeça humana, sendo conduzidos pelos seus correspondentes invisíveis elétricos e magnéticos, habitantes deste segundo mundo em que vivemos – pensamento e imaginação.

O raciocínio, ficou sem funcionar, por estar fora do seu mundo natural, o MUNDO RACIONAL, e somente entra em desenvolvimento para posterior função, com sua ligação na ENERGIA RACIONAL, a energia do PRIMEIRO MUNDO, o MUNDO RACIONAL.

Portanto, os habitantes elétrico e magnético que estão materializados dentro de nossa cabeça como pensamento e imaginação, são filhos da energia elétrica e magnética deste segundo mundo deformado em que vivemos.

E, assim, não são filhos legítimos de DEUS, porque não foram criados por DEUS, foram uma conseqüência da deformação da Planície Racional, aquela pequena parte do MUNDO RACIONAL, onde os Habitantes do Mundo Racional, adentraram. Os mesmos Habitantes do MUNDO RACIONAL que hoje estão materializados em forma de máquina do raciocínio.

Portanto, os Habitantes do MUNDO RACIONAL, que estão materializados em forma de máquina do raciocínio, e que são exatamente idênticos dentro de cada cabeça, constituindo Um só SER, é que são os filhos legítimos de DEUS, criados por DEUS, o RACIONAL SUPERIOR, no MUNDO RACIONAL.

Concluindo então, o desvendamento do enigma: o FILHO ÚNICO de DEUS é o raciocínio, porque o pensamento e a imaginação são filhos da natureza deformada, elétrica e magnética, que assim se deu essa deformação, por uso do livre arbítrio de uns tantos Habitantes do MUNDO RACIONAL que entraram naquela pequena parte do MUNDO RACIONAL, a Planície Racional, que não estava pronta para entrar em progresso.

E quem tem mantido o FILHO ÚNICO de DEUS dentro de nossas cabeças nesses milhões de milênios, que a gente vem nascendo e morrendo, nascendo e morrendo e sendo sempre os mesmos a nascer e morrer?

DEUS, minha gente, que é a ENERGIA RACIONAL que lhe dá causa. E em segundo plano essa natureza deformada em que vivemos, que fabrica o aparelho elétrico e magnético, o corpo de matéria, que conduz este Habitante do MUNDO RACIONAL.

Para ver, como estamos fora de lugar. Para ver como não temos direito algum de neste segundo mundo estar vivendo, porque aqui não é nosso lugar, nosso habitat verdadeiro.

A Natureza vem mantendo esse nosso corpo de matéria, há milhões de milênios, conduzindo-nos através do pensamento e da imaginação, até que chegasse a época de estarmos preparados para sermos resgatados e conduzidos ao nosso mundo verdadeiro, o MUNDO RACIONAL.

E esse retorno é feito pela ENERGIA RACIONAL, que são Habitantes do MUNDO RACIONAL, nosso habitat natural. Esses Habitantes do MUNDO RACIONAL estão agora na Terra, acompanhando cada estudante de Cultura Racional e promovendo o desenvolvimento do Habitante do Mundo Racional, que está materializado em nossas cabeças em forma de máquina do raciocínio.

Não só o desenvolvimento do raciocínio, como também o desenvolvimento da vidência Racional, aparelho Racional e a desmaterialização da máquina do raciocínio.

Com a desmaterialização é feito o retorno do raciocínio, do FILHO ÚNICO DE DEUS, ao MUNDO RACIONAL, para de lá ele comandar o ser humano, para reconstrução do mundo em que vivemos num mundo de união de paz, amor, fraternidade e concórdia universal.

E quem não quiser crer no raciocínio, no FILHO ÚNICO DE DEUS, procurando desenvolvê-lo, não poderá retornar à origem, descendo para as classes inferiores e perecendo, morrendo para a vida eterna, que é o MUNDO RACIONAL.

Portanto, minha gente, só quem não reconhece direitos, é que não reconhece limites. E precisamos reconhecer os direitos do raciocínio se desenvolver para voltar de onde saiu.

Assim vamos mostrar ao nosso PAI SUPREMO, que já aprendemos a lição de que errar tem limite.

Toda a humanidade precisa reconhecer que não tem o direito de viver pensando e imaginando, pois, em assim fazendo, estará impedindo o retorno do FILHO ÚNICO de DEUS ao seu verdadeiro estado natural de RACIONAL PURO, LIMPO e PERFEITO.

Ainda mais na fase em vigor, que é a FASE RACIONAL, a fase para retorno do raciocínio ao MUNDO RACIONAL.

Chegou, minha gente, o limite da fase inconsciente, da fase do pensamento, desde 1935. E, por isso, a fase do pensamento terminou, causando todo o cáos que estamos assistindo no mundo afora.

Por isso, o pensamento não resolve mais nada.

E quem não quiser respeitar esse limite e continuar pensando na fase do desenvolvimento do raciocínio, que é a FASE RACIONAL, vai mesmo perecer para a vida eterna, continuando na vida de transformações da matéria, nas classes inferiores de bicho irracional, porque a natureza é de transformações: nada se perde, nada se cria, tudo se transforma de uma vida para outra e de uma forma para outra.

Portanto, muita alegria, porque enfim chegou a fase do FILHO ÚNICO DE DEUS retornar ao seu verdadeiro estado natural de Racional puro, limpo e perfeito, com seu corpo de massa cósmica pura, limpa e perfeita e com seu progresso de pureza no MUNDO RACIONAL, de onde todos somos originá

www.culturaracional.com.br

www.encontroracional.com.br