Follow by Email

terça-feira, 26 de janeiro de 2010

É HORA DA DECISÃO: OU SOBE, OU DESCE!


O mundo em que vivemos é um conjunto elétrico e magnético.
Tudo existente no universo em que vivemos é energia elétrica e magnética, visível e invisível.
O invisível, comandando o visível.
Provado e comprovado até por grandes pensadores, como Einstein e outros mais.
Duas energias de naturezas opostas, não se unem. Quando se unem, só mesmo aparentemente, pois não se somam.
O comando dessas energias tem o eixo divisor que as comanda. De dia, para ações elétricas o (bem aparente), de noite, para ações magnéticas (o mal). E tudo isso, para lapidação de todos os seres deste conjunto elétrico e magnético.
Então, seres elétricos e magnéticos, comandados pelo eixo divisor, que gera, cria, alimenta, mantém e governa todos os seus comandados.
Sendo esse eixo divisor, até 1935, o comandante deste universo elétrico e magnético e, por isso, tido como Deus, por ninguém, nem ser algum deste universo, se conhecer, saber de onde veio, como veio, para onde vai e como vai.
Em 1935, a Força Suprema da Origem deste universo se apresentou ao mundo, para esclarecimento do antes de ser este mundo o que era, dando a todos, visíveis e invisíveis, o conhecimento de como retornar a ser o que era, pelo desenvolvimento do raciocínio (Glândula Pineal).
O eixo divisor, elétrico e magnético, rendeu-se à Força Suprema a tudo e a todos, decidindo encaminhar ao Conhecimento Redentor, todos que fizeram por onde respeitá-lo nessas longas eternidades entre o bem e o mal e liquidar os rebeldes, que sempre se julgaram melhores e maiores que a Natureza.
E o mundo entrou em convulsão. Ninguém entendendo mais nada, enquanto não se renderem à Origem, acompanhando os movimentos da Nova Fase da Natureza, a Fase Racional.
Os que humildemente vão se rendendo, abraçando o Conhecimento Redentor, contido nos Livros Universo em Desencanto, vão tendo seus problemas da vida todos solucionados, naturalmente, de vagar em vagar.
Passam a ser amparados, protegidos, guardados e orientados pelas Forças da Natureza, que já evoluíram do campo espiritual para a dimensão extracósmica Racional.
Sim, porque com a entrada da Fase Racional, terminou a missão espiritual.
Os rebeldes, que não querem se render, provando que nada aprenderam na fase espiritual, são liquidados de todas as formas, jeitos e maneiras, por quererem impedir o progresso da nova civilização do Terceiro Milênio. E, assim, querendo, ou não, descem de classe, não tendo mais o direito de viver como animal Racional. Ao morrer são transformados para a classe dos animais irracionais (alerta-nos a CULTURA RACIONAL).
A hora é grave. Seriíssima! Não cabem mais apelos espirituais, rezas, orações: a Natureza não negocia seus direitos de levar para as classes inferiores todos que fizeram por onde merecê-la. Ou abraça a Nova Fase Racional e sobe para a classe de Aparelho Racional (ligado ao Mundo Superior de onde saímos um dia por livre arbítrio), ou desce de classe e vai correr toda a hierarquia dos irracionais (primeiro, do espaço, como verdadeiros exus, depois, volta pra Terra, como bicho irracional materializado).
Se o tido como todo poderoso se rendeu, comandado nenhum seu tem esse direito de não se render. A fase é do raciocínio e, não, do pensamento, que a sua fase já terminou, desde 1935.
Portanto, é hora da decisão: ou sobe, ou desce!
***
Esclareça-se a respeito nos Livros Universo em Desencanto (tel. 0xx 31 2555-0054, dentre outros).

quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

Anagrama - o Alfa e o Ômega

aaaaa
aaaaa

aaaaaaaaD esencanto
aaaaaaaaE u
aaaaaaaaU niverso
aaaaaaaaS ou
aaaaaaaaaaaaaaaaaaaa
aaaaaaa
"Conheça a ti mesmo e conhecerás o todo."

quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

O BOM E O MAL!


Uma pequena colher de sal numa xícara de café.
Beba: é salgado!
Uma pequena colher de sal numa imensa e grande fonte de água cristalina.
Beba: que doce, que saudável!
Assim são as pessoas.
Umas se apegam no sal da pequena xícara, sentem o gosto salgado da vida.
Outras se apegam nas águas cristalinas da fonte, sentem o gosto doce da vida.
O gosto salgado da vida é para quem se apega nele, porque salgada é a pessoa.
O gosto saudável da vida é para quem se apega nele, porque doce é a pessoa.
O negativo e o positivo. O bem e o mal.
O positivo quer o bem de si mesmo, o negativo, o mal de si mesmo.
O positivo procura sempre encontrar o bem em tudo que lhe cerca e acontece, devido à sua natureza de bom.
O mal procura encontrar o mal em tudo, devido à sua natureza de mau.
O bom tem a sua natureza voltada para cima, sua visão é ampla, não se confina, é livre.
O mau tem a sua natureza voltada para baixo, sua visão é diminuta, confinada, é encarcerado pelo mal que alimenta em si mesmo.
O bom encara as mesquinharias da vida com indiferença, é superior ao sofrimento, à dor, à ignorância.
O mau encara as mesquinharias com relevância, é inferior em tudo, faz do sofrimento, da dor e da ignorância sua bandeira, seu guia.
O bom dá importância ao que tem importância, valor ao que tem valor.
O mau dá importância ao que importância não tem; valor, ao que valor nenhum tem.
Por isso, está aí a CULTURA RACIONAL, para todos aqueles que valorizam tudo que é de bom e de bem.
E o prato é sortido, tem bons e tem maus.
E revivem os bons e, não os maus.
O tempo é pouco para se conhecer e saber bem viver.
Desliguemo-nos das ocorrências trágicas da fase de liquidação, elas são para lapidação dos que não se importam com o que é de importância.
Voltemos nossos olhos para a fonte frondosa de águas cristalinas e, não, para o confinamento de porção de água salgada na pequenez de uma xícara.
Libertemo-nos do pensamento confinador! Chega de apego ao cárcere!
Abracemos o raciocínio!
Nos Livros UNIVERSO EM DESENCANTO!

Mais informações, tel. 0xx 31 2555-0054, dentre outros, e nos sites (dentre outros):
www.universoemdesencanto.com.br
www.imunizacaoracional.com.br
http://nalubnalub7.spaces.live.com
http://u-01.spaces.live.com
http://divulgacaoracioal-21.spaces.live.com
http://novopainelracional.blogspot.com
http://trueoriginworld.blogspot.com
http://br.youtube.com/nalub7

domingo, 17 de janeiro de 2010

HAITI: PAREM E REFLITAM!



Minha gente! Um dia desses foi em Angra dos Reis: a tragédia! Agora, no Haiti. E assim, já faz tempo que os desastres naturais e artificiais têm levado vidas preciosas.
E olhem aí o Senhor Cônsul do Haiti, representante daquele País; e o que ele diz! Pessoa, com certeza, que estudou, tem conhecimentos universitários etc., enfim, reconhecido uma autoridade.
Agora, outras autoridades, outros tidos como cultos, cada um dando seu parecer - a maioria crucificando o Senhor Cônsul.
Afinal quem é a vítima e quem é o vilão? Os que morreram, o cônsul ou os críticos? (Critica, por se sentir incomodado, de alguma forma, vitimado, atingido).
Na verdade, todos são vítimas da INCONSCIÊNCIA em que se encontram, por não SE CONHECEREM, nem conhecerem a Natureza. E, ao mesmo tempo, são VILÕES de si mesmo, pela INCONSCIÊNCIA que os leva a ações de destruição de si mesmo, de tudo e de todos os feitos da Mãe Natureza.
A cada ação, uma reação. A Natureza é VIVA, um SER poderosíssimo, com sentimento muito maior que o nosso. É justíssima e reage de acordo com os nossos gostos e vontades. E esses é que não têm sido bons e têm passado dos limites suportáveis. Razão das desgraças.
Quem destrói, é porque quer ser destruído. Quem desrespeita, é porque quer ser desrespeitado.
A Natureza não faz mal a ninguém. Há milhões de milênios nos gera, cria, alimenta e mantém DE GRAÇA.
Se fosse rude, atrasada e bruta como nós, se fosse vingativa, como a maioria esmagadora da humanidade, se cobrasse o ar, a terra, a água, o sol, a lua, as estrelas e tudo, através dos quais nos dá vida, há muito já estaria extinta a raça dos humanos.
Mas, é bondosa demais, limitando-se a fazer nossos gostos e nossas vontades. E esses é que não têm sido bons e têm passado dos limites suportáveis. Razão das desgraças.
Quem vive irradiando ódio, vingança, malquerença etc., adoecendo seus semelhantes com essas sujeiras, é porque gosta de sujeira: dá-lhe sujeira, ele gosta - assim procede a Mãe Natureza!
E apesar, de tantas brutalidades dos humanos, a Mãe Natureza, por causa de uns tantos que praticam e pedem a paz, trouxe a cultura dela, a CULTURA RACIONAL, para nos equilibrar.
Aqui temos falado fartamente sobre o assunto. Pesquisem, por gentileza, em todos arquivos anteriores deste blog e verão que não estou mentindo.
Minha gente, a causa de tudo de mal que está acontecendo é uma mudança de fase da Natureza, que mudou da fase do pensamento, para a Fase do Desenvolvimento do Raciocínio. E o pensador, perdeu o direito de viver, razão do desequilíbrio e liquidação universal, em todos setores da vida do animal Racional.
E enquanto a humanidade, como um todo, não adotar em sua vida a cultura da Mãe Natureza, a CULTURA RACIONAL, as tragédias continuarão, dia e noite, noite e dia, sendo resguardados APENAS, aqueles que estão passando a se conhecer, pelo DESENVOLVIMENTO DO RACIOCÍNIO, dia e noite, noite e dia, através do estudo dos
Livros legados à humanidade pela Mãe Natureza, UNIVERSO EM DESENCANTO, que não é contra nada, que não é contra ninguém e, sim, em favor de tudo e de todos.
Chega de tragédia, minha gente, vamos procurar NOS CONHECER, para poder saber melhor viver. (Maiores informações, tel. 031 2555-0054, dentre outros).
Recomendo assistirem ao vídeo “CULTIVAR O QUE FAZ FLORIR”, no canal nalub7 no Youtube.

terça-feira, 5 de janeiro de 2010

É PRECISO SE CONHECER PARA PODER BEM VIVER


Parecia para muitos, que nunca poderiam conhecer a Natureza, porque achavam que a Natureza era uma coisa misteriosa.
Pensavam que a Natureza nunca poderia revelar os seus mistérios.
Essas eram as cantigas dos que não se conheciam, porque ainda não tinha chegado a fase do esclarecimento de tudo, a Fase Racional, a fase final da Dona de tudo, a Natureza.
E por não ter chegado a fase da Verdadeira Luz, da lucidez Racional, viviam todos empobrecidos, pensando, por achar que a Natureza era contra quem desvendasse os seus mistérios.
E, hoje, na Fase Racional, estando à disposição de todos a elucidação dos mistérios, dos enigmas, dos fenômenos, dos finitos e dos transfinitos.
Todos que se dão o direito de se conhecer, estão vendo que, na classe passada do animal Racional, ninguém sabia o que dizia, porque ninguém se conhecia.
E de forma que cada qual floria aparentemente com o seu presépio, como podia.
Apresentando todos o que bem lhes parecia.
Ornamentando tudo para ter preferência na primazia.
Então, cada qual procurava ornamentar o seu pomposo presépio, da melhor maneira possível.
Por quê?
Porque ninguém se conhecia.
E, assim, tinham que surgir com as melhores aparências, para encher os olhos de todos que não se conheciam.
O privilégio da vida estava nos melhores ornamentos.
Tudo, por que era assim?
Porque ninguém se conhecia. E continua sendo assim para todos que não se conhecem Racionalmente.
E tinha (e ainda tem para os que não se conhecem) forçosamente de criar as suas estratégias da melhor forma possível, porque ningúem se conhecia.
E quem não se conhece, vai admitindo tudo que não conhece.
E por admitir o que não conhece (pois, quem não se conhece, muito menos conhece as demais coisas), fica à mercê das fracas experiências do pensamento, umas dando mais ou menos certo e outras não, razão porque o sofrimento no mundo é de longos séculos e veteranas eras.
Tudo isso por não se conhecer, mantendo-se como robô do pensamento, ignorando que o pensamento é um círculo fechado e limitado, um cárcere de sofrimento, para tirar a vaidade, a prepotência, a rudez, a ilusão, os sonhos e o embrutecimento do animal Racional.
Que jugo amargo! Que aprisiona o vivente num marcapasso da vida, sem possibilidade de sair desse passo de tortura, POR NÃO SE CONHECER e, consequentemente, não conhecer a VIDA, que é o RACIOCÍNIO!
E, assim, o pensamento não tem condições de atingir a eternidade, porque é uma máquina do chão, da matéria, para dar uma chuva de pau em todos que deixaram a eternidade, por livre e espontânea vontade, dando causa a este monstruoso universo material, onde a estabilidade não existe, por ser um mundo de transformações constantes.
Somente passando a nos conhecer Racionalmente, passamos a conhecer a Natureza e a compreender nossa verdadeira individualidade perdida, RACIONAL, que essa é que nos reconduzirá ao nosso verdadeiro estado natural de RACIONAL PURO, limpo e perfeito.
A Mãe Natureza cumpriu condignamente com sua missão. Nos preparou no 1º Milênio, através da imaginação. Nos preparou no 2º Milênio, através do pensamento. E, agora, julgando suficiente as surras milenares que nos deu, para o nosso próprio bem, trouxe agora a Fase Racional.
Mas, tem gente que se julga melhor que a Natureza. Que o julgamento dEla está errado e que devam de continuar levando chuva de pau dia e noite, noite e dia. E, assim, recusam se conhecer, negam a si mesmos o desenvolvimento do raciocínio.
A Mãe Natureza, respeitando o livre arbítrio de todos, não tem outra coisa a fazer a não ser colocar esses e essas na fase de liquidação, porque não existe mais a fase do pensamento.
E aí está a liquidação monstruosa, pouco a pouco, de todos que renegam a Cultura Natural da Mãe Natureza, a CULTURA RACIONAL: liquidação moral, física e financeira.
E os pensadores querendo encontrar solução no pensamento para essas monstruosidades naturais e artificiais (que estão ocorrendo universalmente) e não encontram soluções no pensamento, porque a sua fase terminou desde 1935, não existe mais!
A Fase Natural da Mãe Natureza é a Fase Racional, onde todos passam a se conhecer. Ou passa a se conhecer Racionalmente, ou se liquida de vez, por estar vivendo contra quem tudo nos dá de graça: a Mãe Natureza.
Portanto, é preciso se conhecer para poder BEM VIVER!
Se conhecer onde? Na cultura da Mãe Natureza.
E onde encontrar essa cultura?
Nos Livros de Cultura Racional Universo em Desencanto (tel. 0xx 31 2555-0054, dentre outros).

www.universoemdesencanto.com.br
www.imunizacaoracional.com.br
http://u-01.spaces.live.com
http://nalubnalub7.spaces.live.com
http://novopainelracional.blogspot.com
http://divulgacaoracional-21.spaces.live.com
http://trueoriginworld.blogspot.com

domingo, 3 de janeiro de 2010

ADVERTÊNCIA: TRAGÉDIA EM ANGRA DOS REIS!


TRAGÉDIAS COMO ESSA SÃO ADVERTÊNCIAS DA MÃE NATUREZA PARA O DESCASO DA MAIORIA COM A SUA NOVA FASE, A FASE RACIONAL. E MUITAS OUTRAS VIRÃO, PELO MUNDO AFORA, ATÉ QUE TODOS PASSEM A SE CONHECER E CONHECER QUEM TUDO NOS DÁ DE GRAÇA, A MÃE NATUREZA, SEM RECONHECIMENTO ALGUM DE SEUS FILHOS. TRANSCREVEMOS AQUI, OBSERVAÇÃO FEITA POR RONALDO, DE BELO HORIZONTE, NAS PÁGINAS DO ORKUT:
"O acidente geológico ocorrido em Angra dos Reis é mais uma constatação da mudança de fase da natureza desconhecida dos pensadores. Terminou a fase do pensamento, do animal Racional e os seus feitos entraram em liquidação, por quê? Porque não acompanhavam os movimentos naturais de fases da natureza. Todos sempre acompanharam os movimentos artificiais das aparências, das artes... E por acompanharem os movimentos artificiais, começaram a sofrer as consequências da liquidação do artifício. Se acompanhassem os movimentos da natureza, saberiam o rumo certo a tomar, o rumo da Fase Racional e não sofreriam o impacto desastroso pelo término de uma fase e a entrada de outra, por estarem ligados ao artifício, havendo a grande destruição feita pelo progresso artificial. Tudo isso, por todos viverem sem se conhecer, distraídos e preocupados com o artifício e despreocupados dos movimentos da natureza em sua evolução, tinham mesmo q sentir esse impacto por desconhecerem a fase de recuperação, a Fase Racional."
NOSSOS VOTOS SINCEROS PARA QUE TODOS PASSEM A SE CONHECER NESTE ANO DE 2010, PELO DESENVOLVIMENTO DO RACIOCÍNIO, PARA TER COM QUEM CONTAR E ONDE SE AGARRAR, EVITANDO SEREM PEGOS DE SURPRESA COM EVENTOS DESSA NATUREZA, PORQUE A VIDA NÃO TEM GARANTIAS. E QUEM NÃO SE CONHECE PADECE, DEIXANDO DE TER UMA TRANSFORMAÇÃO NATURAL E SERENA, PARA TER UMA TRANSFORMAÇÃO TRÁGICA COMO A QUE TIVERAM TODOS ESSES QUE FORAM VÍTIMAS DESSE DESABAMENTO.
A CULTURA EM VIGOR NA NATUREZA É A "CULTURA RACIONAL". E O LIVRO DO MOMENTO É "UNIVERSO EM DESENCANTO" (Tel. 0xx 31 2555-0054).