Follow by Email

quarta-feira, 25 de julho de 2012

OS DEUSES NÃO ERAM ASTRONAUTAS

(Severino dos Reis)
Estimados leitores do nosso Blog!
A tecnologia, o progresso da ciência, levou o homem a estudar os planetas, rastrear as estrelas, entre milhares e milhares de outras conquistas; com tudo precisamos saber mais.
Por isso, temos urgência de analisar o conteúdo que existe, na obra, UNIVERSO EM DESENCANTO. Um conhecimento extraterreno, que vem da nossa origem, através de mensagens, enviadas por quem presenciou o início do Universo e da vida e acompanhou, passo a passo, o desenrolar dessas 21 eternidades, aguardando esse ponto da nossa evolução, para nos trazer esses esclarecimentos autênticos e tão necessários, para completar o saber da humanidade.
Porque parece que Cientificamente resolvemos tudo. Mas, se começarmos a percorrer os labirintos da nossa história, mesmo com tantas inteligências, só vamos encontrar perguntas e mais perguntas, sem respostas: porque ainda não sabemos nada.
Eu tenho aqui em minhas mãos um livro, cujo autor, é um campeão de perguntas sem respostas: “ERAM OS DEUSES ASTRONAUTAS”. Eu o li, pela primeira vez, na década de 70. O seu conteúdo tem como tema central, a visita dos extraterrestres à Terra, em tempos remotos.
Na concepção do autor, ERICH VON DÄNIKEN, os Extraterrestres teriam vindo aqui na Terra, há bilhões de anos atrás e encontrando a Terra deserta, teriam, então, deixado aqui a semente da vida. Foram embora e milhões de anos depois, eles regressaram e encontraram as vidas ainda selvagens, deram-lhes algumas instruções e novamente se foram, prometendo voltarem um dia para buscá-los, para um Mundo melhor.
Então os selvagens os interpretaram como sendo Deuses e as suas naves, como sendo carros de fogo como dizem as Escrituras Sagradas. Pois, só assim, diz ERICH VON DÄNIKEN, poderia explicar tantos enigmas, espalhados por todo planeta, sem nenhuma explicação: de como surgiram, quando surgiram e quem seriam os autores.
Por exemplo: o grande CAND XÚ Tibetano com mais de mil livros; os textos Sagrados do Islamismo, que até hoje apenas um milésimo do seu conteúdo foi decifrado, os quais relatam sobre os Deuses que surgiam do Céu, com suas naves cintilantes.
O MARRAB RARATA dos INDÚS tem 80 mil versos. Nesses livros, fala sobre as VIMAANAS, naves que voavam a grandes alturas, com o brilho do Sol e ruídos de trovão.
O livro SABABA BAÃ, fala de seres Extraterrestres, que levaram gente da terra e estes quando voltaram, estavam tão maravilhados, que reproduziram em pedra as naves e construíram palácios, semelhantes aos que viram no espaço, pensando, com isto, atrair os Extraterrestres de novo para a Terra; dando assim, início às IGREJAS e aos primeiros TEMPLOS.
No IRAQUE, no museu em BAGDÁ, encontra-se o livro: a Epopéia de GIGAME-XE; GIGAME-XE, era uma mistura de Deus e homem, que se elevava ao Céu com sua nave com facilidade.
Perto do MAR MORTO, um Pastor de ovelhas encontrou por acaso, os textos de CUM`RÃ: que falam de estranhas naves e seres ESPACIAIS, que chegaram à Terra, deixando atrás de si, fogo e fumaça, há milhares de anos atrás – também, apenas um milésimo de seu conteúdo foi decifrado.
O Deus que orientou MOISÉS, na construção da ARCA DA ALIANÇA para se comunicar com Deus, não seria um extraterrestre? A ARCA DA ALIANÇA nada mais é, do que um grande condensador, um transmissor e receptor eletrônico.
ELIAS foi levado ao Céu num carro de fogo; Ezequiel descreve a sua visão, como uma gigantesca nave, com rodas e um grande estrondo na partida.
A BÍBLIA, tanto o velho como o novo testamento, está cheia de citações, que olhando por esta ótica, seria contato e orientações dos extraterrestres na antiguidade.
Da mesma forma, acontece com as gigantescas esculturas de pedra e com as pinturas rupestres; em Valcamônica, perto de Bresser na Itália, encontra-se a pintura de um Deus, de 6m de altura, com roupas de astronauta e capacete com antenas.
O CALENDÁRIO DOS ASTECAS tem 7m de diâmetro, pesa 24t e está cheio de figuras mitológicas. Seria resultado de observações dos astros, por Astronautas na antiguidade? Nessas figuras contém dados astronômicos tão precisos, quanto às observações de hoje.
A PIRÂMIDE DE QUELPES pesa seis milhões e meio de toneladas, contém dois bilhões e trezentos mil blocos de pedra, pesando cada um, duas toneladas e meia. Como foram transportados do outro lado do Nilo, há 20km, se não existia guindaste e nem caminhões? Se 20mil pessoas transportassem e colocassem 10 blocos por dia, ainda levaria 664 anos para construí-la, portanto, não poderia ser construída por um só FARAÓ. Se dividirmos o diâmetro da sua base, pelo dobro de sua altura, vamos encontrar o número geométrico “pi”! O que é intrigante, é que o mesmo, só foi descoberto muito mais tarde Por PITÁGORAS. Como se explica isso?
A PIRÂMIDE DO SOL também com a sua imponência, Cientista nenhum sabe a sua idade e nem quem a construiu, teria sido os extraterrestres? Os FARAÓS teriam aprendido com eles, a técnica de construir PIRÂMIDES?
Quem construiu peças elétricas, lentes e arma de fogo, há 40 mil anos atrás?
O DEUS DE PALENQUE, as estátuas da ILHA de PÁSCOA, a ESFINGE no EGITO, com 20m de altura e 73m de comprimento!
O Vale dos REIS é uma caverna com suas paredes rochosas, cheias de pinturas e esculturas lindíssimas, de 6m de altura. Como foram feitas na escuridão, se não existia luz elétrica?
Quem desenhou aviões a 7 mil anos? O PLATOR de NASCA no PERÚ! Está cheio de marcas, que olhando do chão, são apenas trilhos; mas olhando do alto de um avião, são desenhos gigantescos de animais, como: ARANHAS, PÁSSAROS e linhas retíssimas, umas que se cruzam e outras paralelas, como sinalização para quem vem do alto. Não seria campo de pouso para naves, na pré-história?
Tudo isto é intrigante, diz o autor: as montanhas de escrituras em arquivos abandonadas pelo mundo há tantos milênios, sem ninguém interpretá-las por inteiro, sem conhecer as suas procedências e sem sequer saber quem as escreveu. E mesmo assim, todas elas, deram origem a grandes Religiões.
E conclui dizendo: “Só depois que me explicarem, que me derem respostas definitivas, para estes e outros milhares de enigmas que existem pelo mundo, é que então eu acreditarei na existência de Deus.” Pois, então, meu ilustre ERICH VON DÄNIKEN, agora você já pode acreditar em Deus! Porque, aqui vai, em poucas palavras, as respostas para todas as perguntas e a solução para todos os enigmas do Universo, dadas pelo RACIONAL SUPERIOR, na CULTURA RACIONAL.
Nela, aprendemos que depois que abandonamos a CULTURA natural de astrologia e criamos a CULTURA artificial, começou uma sucessão cultural. Uma cultura começa, progride até o seu ápice, ela termina e começa outra. E, assim, muitas civilizações já foram extintas. E, uma vez que iniciou a formação humana na 4ª eternidade e já se passaram 21 eternidades, podemos dizer então, que 17 civilizações já foram extintas, pelo progresso da degeneração.
Aprendemos também, que a nossa cultura floresceu sobre os escombros de outras culturas de civilizações extintas. Porque todas as civilizações são como a vida: nasce, cresce, refloresce e no ápice do seu progresso, desaparece. E cada civilização que floresce, é mais fraca de que a anterior, porque está mais degenerada e de tamanho menor.
Explica, também, que a nossa é a última civilização que vai ser extinta. Porém, pelo progresso de enfraquecimento, as últimas gerações da nossa civilização serão tão fracas, que não dará mais para florescer outra civilização. É por isso que a próxima não será mais um civilização humana; os que não subirem para o MUNDO RACIONAL agora, descerão todos para as classes inferiores de Irracionais.
Logo, a civilização anterior à nossa e outras mais antigas, eram de gigantes, de três, quatro metros de altura, afirma a CULTURA RACIONAL! Duravam mil anos e fizeram todo progresso que nós fizemos: da escrita, das Ciências, das Religiões, da eletrônica. E desenvolveram tecnologia até superior à nossa. Com gigantescos caminhões, fizeram pinturas, esculturas, construíram aviões, naves e viajaram pelas estrelas usando capacetes com antenas como fazemos agora. Escreveram as suas histórias, suas Bíblias, tiveram suas Religiões.
Se hoje um avião, pegar Índios selvagens nas matas virgens do Amazonas e levá-los a sobrevoar Nova York, voltarão maravilhados com as imponentes construções e dirão que viram as construções no espaço! E os que viram o avião decolar, o descreverão como naves, carros de fogo com barulho de trovão etc.
E cada civilização que estava florescendo, fundamentava a sua evolução, nos escombros da civilização anterior! Como fazemos as nossas pesquisas, com base nas escavações e nos achados Arqueológicos e Antropológicos.
Porém, tudo deles para nós, é gigantesco, porque nós somos mais degenerados, mais pequenos e a nossa tecnologia é proporcional a nós e a deles, era proporcional a eles. Aquelas vidas se acabaram, mas as suas construções, os seus resquícios ficaram! Com diferentes formas de escrever e com outras linguagens.
Isto explica, porque não deciframos as escrituras: do grande CAND_XÙ, do MARRAB_RARATA, do SABABA`BAÃN, GILGAMEXE e tantas outras milhares de escrituras que existem pelo mundo afora e fizemos delas Religiões; porque elas eram Religiões dos nossos ancestrais.
Explica também, porque é tão incompreensível para nós, a construção de PIRÂMIDES, OBELISCOS, ESFINGES, objetos e tecnologias de milênios, que nós, só descobrimos recentemente.
O RACIONAL SUPERIOR, diz que os FARAÓS com seus poderes magnéticos, faziam tudo do dia para noite. Portanto, meu caro ERIC VON DANIKEM: os DEUSES não eram ASTRONAUTAS. Porque os Astronautas, os extraterrestres, são habitantes do MUNDO RACIONAL, seres amórficos de Energia pura Racional, que se apresentam como luzes, como uma nave. E se precisar, se apresentam também como pessoas, tripulantes da nave. E nos tempos de agora, eles estão aqui, em missão de divulgar a CULTURA RACIONAL! Chamar a atenção da humanidade para a Fase Racional do 3º Milênio.
Mas, eles não precisam de naves, roupas ou capacetes com antenas, para percorrer o espaço sideral! Pois eles são de energia Racional e já estão em todos os recantos do Universo.
Portanto, os enigmas são daqui mesmo, estava faltando era uma CULTURA Superior para explicá-los. E a CULTURA RACIONAL nos ensina que em todos os planetas, em todas as estrelas e em todos os quadrantes do Universo tem vidas. Mas, vidas superiores à nossa! Vidas de energia, que não estão subjugadas ao tempo e espaço.
Vidas humanas de matéria, mortais, inferiores, só existe aqui no Planeta Terra. O ser humano é a forma mais inferior de vida Racional que existe no Universo.
Mas, para tomar consciência disso, tem que mudar a forma de pesquisa! Tem que estudar a CULTURA RACIONAL, que não é produto da evolução do homem!
Ela vem da nossa origem, do MUNDO RACIONAL, ditada pelo RACIONAL SUPERIOR, o Verdadeiro Deus.
E que material extraordinário para os pesquisadores! Para os Físicos, para os Astrônomos! Enfim, para todas as áreas da Ciência. E que alegria para homens como ERICH VON DÄNIKEN, que fazem perguntas sérias e querem respostas definitivas. Agora, é só ler os livros: UNIVERSO EM DESENCANTO.

2 comentários:

Anônimo disse...

NOSSA MEU!!! MUITO FODA , GOSTEI MESMO E ISSO INTERAGE COM O MUNDO INTELIGIVEL E MUNDO SENSÍVEL DE PLATÃO.

NÁGEA LUIZA BATISTA disse...

Gratíssima pelo comentário! Sim, isso interage com o mundo inteligível e o mundo sensível de Platão. Acertou! PARABÉNS E SEJA SEMPRE MUITO BEM-VINDO!