Follow by Email

sábado, 29 de setembro de 2012

NEM TUDO ESTÁ PERDIDO, MAS, É PRECISO SE FORTALECER

O cenário atual do mundo, o cenário aparente, mais negativo que positivo, deixa os viventes desanimados, desorientados, sem saber onde se firmar.
A pessoa se desanima com as notícias cada dia mais monstruosas, deixando todos inseguros, sem saber o que fazer, pra onde ir, sem saber em que se apegar e em quem confiar. Mas, é uma fase de transição, de mudança da Natureza, onde tudo que já existiu e ainda existe, vai perdendo o seu valor, virando cinzas, deixando a maioria num estado depressivo, de desânimo, todos desorientados e, muitas vezes, sem forças para assumir os compromissos mais simples da rotina de sobrevivência.
Tudo isso devido à mudança de fase da Natureza, que deu por encerrada a cultura até agora desenvolvida, cuja função de preparação dos viventes teve o seu final, pois, na vida da matéria tudo que tem princípio tem fim.
Quando termina uma fase, começa outra. Terminou a fase do animal Racional, mas, esse término não é o fim e, sim, o início de uma nova civilização, muito mais adiantada, que chega muito naturalmente para recuperação de todos nós: a Fase Racional, a fase de aparelho Racional.
A fase onde todos vão finalmente se aparelhar às forças mais poderosas da Natureza para encontrar a sua individualidade verdadeira, que estava perdida há milhões de milênios.
E para compreender e entender e se valer nesta fase de transição, é preciso e necessário que todos tomem conhecimento dos movimentos mais sublimes que estão ora acontecendo em nosso benefício e que não são aparentes. E para isso é necessário conhecer o que ninguém nunca soube, nem conheceu: a cultura verdadeira natural da Natureza.
Portanto, quem deseja o bem de si mesmo e de toda a humanidade, quem anseia por paz, amor e fraternidade, quem sempre almejou a união e a concórdia universal, deve, o quanto antes, tomar conhecimento dessa cultura.
Nela o vivente vai tomar conhecimento de todos os movimentos cosmológicos, desde a origem, de onde saímos por livre e espontânea vontade, até o presente momento. Então, compreenderá, finalmente, que estivemos sendo, por milhões de milênios, sendo preparados pela Mãe natureza para, agora, estarmos em condições de retornar ao nosso estado natural.
Sim, estado natural, sem defeitos, sem desequilíbrios, sem medos, sem depressões, sem agitações, sem ódios, um estado de plenitude e de absoluta paz.
Sem tomar conhecimento da cultura natural da Natureza, ninguém poderá se soerguer das cinzas em que se encontram, que firmeza nenhuma podem dar a quem quer que seja.
Essa cultura de puro bem é que irá nos dar a sabedoria verdadeira e, conseqüentemente, o fortalecimento e engrandecimento necessários para continuarmos nesta vida terrena, porém, desligados de tudo o que é de material, desencantados do mal e ligados às consistências benignas, que nos orientarão nesta enfim ascensão ao estado pleno de ser: todos com o mesmo saber e, por isso, sem divisões, sem grupos, sem preconceitos, todos unidos, firmes e coesos no verdadeiro caminho do bem, a estrada Racional, ou natural, que é a mesma coisa. Todos como verdadeiros irmãos! A Cultura Racional, da nossa Mãe Natureza Racional, que todos passarão a conhecer e se comunicar com ela, essa cultura é que promoverá o que a humanidade sempre procurou e nunca encontrou: a CONCÓRDIA UNIVERSAL.
Chega de choros, chega de lamentos, chega de tristezas e de padecimentos. A hora é agora, de tomar conhecimento dessa cultura brilhante, grandiosa e se fortalecer para, muito em breve, assistirmos sob júbilos e glórias, a confraternização universal. Está nas mãos de cada qual decidir pela abolição do sofrimento e a consolidação de todos os irmãos, porque DEUS é um só: O RACIOCÍNIO SUPERIOR A TODOS OS RACIOCÍNOS e a ENERGIA SUPERIOR A TODAS AS ENERGIAS. E mais do que DEUS: ninguém.
Vamos acordar minha gente, que a alegria está no ar!

Nenhum comentário: