Follow by Email

terça-feira, 23 de julho de 2013

ATÉ QUANDO?

Um mais um não são dois.
Enquanto o ser humano assim PENSAR, estará dividido e não chegará à concórdia.
Enquanto assim PENSAR, estará focado na matéria, nas aparências e, não, na essência: ELA É UMA SÓ – RACIONAL.
A matéria é ANIMAL. A essência é RACIONAL, porque somos de origem do SER SUPREMO A TUDO E A TODOS, DEUS, que é UM ser RACIONAL e, não, um ser ANIMAL.
Quando todos estiverem ligados à essência, um mais um será igual ao UM criador, o RACIOCÍNIO SUPERIOR A TODOS OS RACIOCÍNIOS – e todas as somas concluirão em UM.
Até quando essa humanidade vai continuar focada na matéria, onde tudo somente se divide e nunca se soma?
Até quando cada qual irá ignorar os chamados de atenção no seu dia-a-dia, provando de que está desfocado do natural, da essência SUPERIOR? Até quando continuará essa humanidade ignorando as advertências da Mãe Natureza, com seus terremotos, enchentes, calor de matar, frio de matar, vulcões, tornados, doenças esquisitas curáveis e incuráveis e outros males pelo mundo afora?
Até quando cada qual irá perceber que as depressões, as fadigas, as tristezas, os desentendimentos, as agonias, os males psicológicos, as demandas, as brigas, as cóleras, as invejas, os ciúmes, a ganância, a ambição, o vazio, enfim, tudo de ruim que o vivente sente, são sinais de que está fora do natural, por dar mais importância ao ser animal (material) do que ao ser RACIONAL (a essência)?
Se não estivessem ainda na Terra os esclarecimentos e orientações para compreender a causa e as razões de tudo isso, está bem que continuássemos todos assim, vivendo como bichos inconscientes, que não se compreendem nem aos demais.
Mas, os esclarecimentos para se recuperar de todas as torpezas da vida da matéria aqui na Terra já estão, portanto, não há porque continuar com essa autodestruição.
Que esclarecimentos? Os esclarecimentos dados pelo RACIONAL SUPERIOR, o SER SUPREMO que nos criou como essências puras, como ENERGIAS PURAS, LIMPAS E PERFEITAS no mundo de onde viemos, o MUNDO RACIONAL, o mundo dos eternos.
Mas, a vontade é livre. Retorna ao estado natural quem assim o desejar, porque um SER SUPREMO a tudo e a todos, por assim ser, não faz coação à liberdade de ninguém.
Porém, tudo que tem princípio tem fim.
E, assim, aos que não se interessam, por não quererem, SE CONHECER, continuarão se autodestruindo em classes sempre inferiores, até que se extermine, através de sofrimentos hediondos, essa terrível parte animal que teima, em vão, se sobrepujar à essência, a parte eterna, a parte RACIONAL. E isso levará 7 eternidades de transformações, de sofrimento em sofrimento.
Voltemos à essência JÁ! Abracemos nossa parte RACIONAL, desfocando da animal.
Vamos assumir, cada qual, nossa missão conosco mesmos, desenvolvendo o raciocínio, porque nele é que está o VERDADEIRO SENTIDO DA VIDA, que é para o ALTO, de retorno à ORIGEM.
Trabalhemos no nosso dia-a-dia, cada qual individualmente, para que o total da soma do mundo seja UM e, não, essa desordem universal.
Orientemo-nos através da derradeira bibliografia, UNIVERSO EM DESENCANTO, ditada pelo MUNDO RACIONAL, que complementa tudo que já aprendemos nas bibliografias anteriores e que não deu para nos equilibrar, porque nas anteriores faltava o principal: a revelação da VERDADEIRA ORIGEM DA HUMANIDADE, deixando-nos sem saber para onde retornar.
Até quando vão alimentar o próprio sofrimento? Não chega o que todos nós já sofremos para nada, sem correspondência positiva alguma, A NÃO SER AS APARENTES? E APARÊNCIAS NÃO SÃO VERDADES.
Até quando vão continuar duvidando de que estão errados?
Até quando vão continuar dividindo, por continuar com as experiências na matéria, procurando o bem no mal?
Até quando vão continuar iludidos, PENSANDO que UM mais UM são dois?
Até quando vão continuar alimentando esta cultura artificial materialista, onde tudo criado é somente para iludir, manipular, ludibriar, embriagar, obsedar, fantasiar, fanatizar, magnetizar, dividir e escravizar?
Até quando continuarão ignorando-se?
Acorda humanidade, antes que seja tarde demais!

Nenhum comentário: