Follow by Email

quarta-feira, 31 de julho de 2013

COMO CONSEGUIR O EQUILÍBRIO DEFINITIVO

O Universo em que vivemos é um conjunto de duas energias que formam tudo nele existente - visível e invisível.
Assim sendo, tudo que existe no campo visível e invisível é formado por essas duas energias, que são a elétrica e a magnética.
A energia magnética é a força negativa desse Universo, dessa Natureza em que vivemos. E a energia elétrica é a força positiva aparente dessa natureza deformada. Deformada, porque nada existe igual, tudo é diferente, todos os seres (visíveis e invisíveis) são diferentes e em constante transformação e, portanto, sem estabilidade. Tudo fora do natural. Se houvesse algum ser no seu estado natural, seria eterno, não se modificaria, não se transformaria.
Uns cuja vida é de segundos, outros de vida mais duradoura, de milhares e milhares de anos, porém, todos passageiros, tendo princípio e fim. Como o sol, parece que é eterno, mas, não é. Vive em transformações e também terá o seu fim.
E, assim, sendo o Universo em que vivemos de uma natureza deformada, ou seja, fora do seu equilíbrio verdadeiro, fora do seu natural, vive esse Universo em transformações.
Tudo se transforma de uma forma para outra e de uma vida para outra, buscando retornar ao seu verdadeiro estado de equilíbrio, ao seu natural.
E qual o natural desse Universo, já que não existe efeito sem causa?
O natural deste Universo em que vivemos, dessa Natureza deformada é o Universo que lhe deu origem, onde o equilíbrio é perfeito, a energia é uma só, não existindo transformações, daí ser o mundo da eternidade.
E por que este Universo em que vivemos não é eterno, já que foi originado de um mundo eterno?
Pelo simples fato de ter se desligado da eternidade, vindo a constituir uma vida inversa, em transformações, degenerando-se em duas energias, que são exatamente as energias elétrica e magnética, que passaram a dar causa a todos os seres existentes.
Magnética, o mal puro. Elétrica, o bem aparente, por não ter estabilidade, um bem passageiro. Sendo, portanto, o Universo em que vivemos, o verdadeiro Reinado do Mal, onde o bem não se consolida, por ser um Universo fora do seu verdadeiro lugar, do seu verdadeiro habitat. Um Universo onde todas as vidas – visíveis e invisíveis são aparentes, porque estão fora do seu verdadeiro habitat, que é o Mundo dos Eternos, o MUNDO RACIONAL, que significa: Mundo PURO, LIMPO, PERFEITO e SEM DEFEITOS, onde tudo e todos são UM SÓ – RACIONAL.
Está provado que o bem deste mundo em que vivemos é aparente e o que predomina é o mal, por não existir o bem verdadeiro: nem entre os seres visíveis, nem entre os invisíveis, razão por que tudo e todos são passageiros e sofredores.
O bem que conhecemos é instável, constituindo-se apenas em uma anestesia para que o mal desta vida seja suportado, mas, nem sempre bem sucedidas essas anestesias, onde o sofrimento torna-se tão insuportável, que uns tantos tiram a própria vida.
Fica, assim, explicado o porquê do desequilíbrio dos seres visíveis e invisíveis, devido serem seres elétricos e magnéticos.
Nunca se poderia encontrar o equilíbrio perfeito num mundo imperfeito, em constantes transformações. Impossível encontrar o bem verdadeiro no mal, ou no bem passageiro.
Até que as filosofias, as ciências, as doutrinas, as seitas, as religiões e demais desmembramentos, com suas cabalas e experiências nunca mediram esforços em busca do sonhado equilíbrio. Mas, tudo em vão, já que tudo isso existente é criação das energias elétrica e magnética, que nunca souberam quem são, de onde vieram e para onde vão. Portanto, desconheciam o verdadeiro estado natural, desconheciam a ENERGIA RACIONAL – A ORIGEM VERDADEIRA!
Para o vivente ficar definitivamente equilibrado é preciso e necessário que tenha essas duas forças, elétrica e magnética, totalmente equilibradas. E os seres invisíveis, pertencentes a este Universo em que vivemos, desconhecem como equilibrar essas duas correntes, por estarem também sob o comando delas. Eles têm recursos apenas para descarregar um pouco o vivente, que se sente aliviado por um período, mas, depois retorna o desequilíbrio.
Afinal, quem sabe equilibrar essas duas correntes elétrica e magnética?
Somente o Mundo de equilíbrio eterno, pois, só quem é verdadeiramente equilibrado sabe como equilibrar um desequilibrado. Somente a ENERGIA RACIONAL sabe fazer a energia elétrica e magnética retornar ao seu verdadeiro estado natural de ENERGIA RACIONAL.
Se antes de conhecermos a ENERGIA RACIONAL, tivesse algum ser deste Universo em que vivemos que soubesse como equilibrar esse conjunto elétrico e magnético, há muito o Universo já teria se equilibrado e retornado à sua VERDADEIRA ORIGEM. E isso não aconteceu. O mundo sempre caminhou em progressão geométrica de sofrimentos, padecimentos e dor. O mundo sempre trilhou o caminho da inconsciência, pois, quem sabe, não sofre. Então, tudo foi apenas boa vontade, tudo muito lindo aparentemente, um mundo cabalístico. Na realidade, um mundo sem lastro, sem base e sem lógica.
A gente estava aqui neste mundo buscando o equilíbrio através dos seres elétricos e magnéticos (visíveis e invisíveis), que equilíbrio verdadeiro não têm – é tudo muito bonito por fora, mas, verdadeiramente, energeticamente, vazio por dentro. Buscávamos o bem no mal. E quanto mais pesquisávamos neste campo eletromagnético, mais desequilibrados ficávamos, porque nos envolvíamos cada vez mais com o magnetismo, desequilibrando sem cessar nossa energia elétrica e magnética. Por isso é comum encontrarmos pessoas que estudaram tanto e são tão rudes, tão grosseiras e desumanas! Magnetizaram-se demais: prejudicaram-se!
Por isso o mundo é tão antigo, e o sofrimento sempre maior. Quanto mais progresso neste Universo, mais desentendimentos, mais fixação na matéria, que é o puro mal.
O progresso que precisamos desenvolver é o progresso RACIONAL, de retorno ao nosso Verdadeiro Mundo de Origem, o MUNDO RACIONAL. E quem vai nos orientar nos passos a dar nesse progresso de retorno à Origem, se aqui neste Universo em que vivemos tudo e todos estão sob o comando da energia elétrica e magnética, que desconhece esses passos?
Muito fácil! Os Habitantes do MUNDO RACIONAL, nossos irmãos puros, limpos e perfeitos é que vão nos orientar.
E como entrar em contato com eles?
Lendo diariamente e com muita atenção as orientações deles nos Livros que Eles trouxeram para nós, ditados pelo SER SUPREMO DO MUNDO RACIONAL, o RACIONAL SUPERIOR.
E que Livros são esses?
Universo em Desencanto.
E logo nos primeiros Livros já recebemos uma recomendação fundamental que nos adverte: “a força magnética é produzida pelas influências materiais.”
E como dependemos da matéria para viver, ELES nos recomendam utilizar da matéria o mínimo necessário para a sobrevivência, colocando limite em tudo e freio nas vontades. Mas, o principal: o estudo meticuloso e diário dos Livros Universo em Desencanto, porque é nessas horas de leitura que os nossos Irmãos, habitantes do MUNDO RACIONAL, estão trabalhando na recuperação do equilíbrio das correntes elétrica e magnética invisíveis que compõem o nosso corpo energético.
Essas duas forças, elétrica e magnética quando perfeitamente equilibradas, embargam a atuação de forças elétricas e magnéticas externas ao vivente, fazendo o vivente voltar-se para si mesmo, encontrando sua identidade RACIONAL, que há milhões de milênios vinha lhe acompanhando, vida após vida, mas, impedida essa identidade RACIONAL de se manifestar, devido à falta de seu reconhecimento pelo próprio vivente.
Depois desse reconhecimento é que se inicia o desenvolvimento deste SER INTERIOR, o SER RACIONAL, e que tratamos esse desenvolvimento de desenvolvimento do raciocínio.
Para quem está procurando se conhecer e se equilibrar verdadeiramente, recomendamos o estudo destes Livros Racionais, pois terá, além da comprovação de tudo aqui dito, uma mudança radical em sua vida de bem para melhor SEMPRE e, não, temporariamente, pois, esses Livros não são para anestesiar e, sim, para curar definitivamente: moral, física e financeiramente.
Por que financeiramente?
Porque um verdadeiro equilibrado, fica ligado às FORÇAS MAIS PODEROSAS existentes, forças que transcendem este Universo em que vivemos, que orientam o vivente em tudo que é preciso e necessário para sua saúde moral, física e financeira, trazendo tudo de bom e de melhor para a vida da pessoa.
Desejamos saúde e paz para todos, mas, é preciso que cada qual faça por onde obtê-las, equilibrando-se através do estudo dos livros Universo em Desencanto.

Nenhum comentário: