Follow by Email

sábado, 12 de novembro de 2011

A INDIVIDUALIDADE QUE ESTAVA PERDIDA E A INDIVIDUALIDADE VERDADEIRA


(Prof. Porfirio J. Neves)
O encontro com a individualidade verdadeira é o encontro com Deus, que agora lhe bota em mãos como podes conseguir voltar para o seu verdadeiro mundo, o Mundo Racional.
Perceberam uma aparente discordância gramatical neste trecho: “como podes conseguir voltar para o seu verdadeiro mundo”? Mas, como aparências não são verdades, a expressão acima está perfeita para dizer que todos voltam é para o mundo de Deus, o SEU verdadeiro mundo, e não para o mundo que cada um criou. Aí a frase seria dita: “como podes conseguir voltar para o teu verdadeiro mundo”. Seria uma concordância gramatical, nunca uma solução.
Nem sempre as aparentes discordâncias gramatical que frequentemente encontramos no livro Universo em Desencanto, significa dizer que o escritor pecou contra as regras. Pessoalmente, sempre que vejo algumas aparentes contradições gramaticais neste Livro, me sinto mais aguçado para procurar entender o real significado da comunicação do Racional Superior.
Sem mais comentários do tipo gramatical, o que me chamou mesmo a atenção na frase inicial é que o encontro com Deus é o encontro com a “individualidade verdadeira”, sabendo que há muitas referências na leitura do livro Universo em Desencanto, para uma individualidade que estava perdida.
As pessoas, que ainda não leram o Universo em Desencanto, podem ter uma grande certeza, este livro não é para gente boba, não; este livro não é para pessoas que acreditam em tudo que lhes dizem e por causa dessa crença perde a capacidade de buscar, por si só, o real entendimento da vida.
As pessoas que sabem da existência deste livro e ainda não se dedicaram à sua leitura, posso afirmar, sem qualquer demérito pessoal, não estão usando a inteligência que Deus lhes deu. São pessoas materialistas, mesmo crendo em Deus. São pessoas que estão pensando e renegando o direito que Deus deu a todos de raciocinar. O Raciocínio é a verdadeira inteligência que Deus deu a todos. Só faltava dar o Conhecimento Dele, a Cultura Dele, a Cultura Racional. Agora, na Fase Racional não falta mais nada, porque está aqui no mundo a Cultura Racional, do Racional Superior.
Deus é um Raciocínio Superior a todos os Raciocínios, o Racional Superior, conforme a lógica da vida nos confirma: se somos de origem Racional, somos de origem de Deus, então Deus é Racional; o Racional Superior. E a Cultura Racional é a cultura de Deus verdadeiro na Terra, para o desenvolvimento do raciocínio. Raciocínio é a ligação com Deus.
Aqueles que amam Deus, acima de todas as coisas, se ficam pensando, estão perdendo tempo; é que essas pessoas ainda não perceberam que o pensamento é da velha serpente, veja os detalhes da serpente na forma do nosso cérebro, que é o local da mente, sede da velha serpente; até parecem tripas do nosso intestino grosso. Ao que parece o pensamento é residual mesmo; o pensamento é do encanto e o raciocínio, esse sim, é do verdadeiro Deus, é do desencanto. Inteligência é uma questão de alcance. O raciocínio se encontra no mais fino sentimento do nosso verdadeiro “eu” e nunca em nossa mente, nunca no intelecto, embora um possa apoiar o outro.
E a grande confusão é que muitas pessoas, mas muitas pessoas mesmo, estudantes e simpatizantes da Cultura Racional não se lembram das frases pétreas como esta: “na fase do encanto, tudo é de baixo para cima e na fase do desencanto é de cima para baixo”.
Talvez, esta frase, ou este sentido, é que deveria vir em primeiro do que tudo, para podermos começar a entender o que quer dizer o livro Universo em Desencanto; para podermos perceber com mais clareza o que realmente o Racional Superior está nos advertindo e esclarecendo com a leitura deste livro.
A fase do encanto é debaixo para cima e a fase do desencanto é de cima para baixo. Desencantar é dar solução de tudo e a solução de tudo só podia vir de cima para baixo, porque o Racional Superior, o Mundo Racional é a base e a Natureza é a lógica.
A base está em cima. Essa é a lógica! Deus está em cima. O deus que está embaixo é a velha serpente, o Sr. Magnético, dono e mentor da matéria, dos enigmas e dos mistérios, dono do encanto. Logo, o desencanto é do Deus verdadeiro e o encanto é da Serpente.
Deus originou a Inteligência e o Conhecimento, Deus deu a todos o Raciocínio e a Cultura de seu desenvolvimento; entretanto, a decisão é sua, é minha. Inteligência, Conhecimento, mas a decisão não é de Deus.
Deus não pode decidir por você, nem por ninguém, quando se trata da escolha. Quando se trata de escolher, ou de optar por isto ou por aquilo, Deus não interfere e nem pode interferir, mas pode orientar. A liberdade de escolha é uma razão superior.
E tem muita gente achando que Deus vai nos dar o paraíso porque é bonzinho, e que basta ficar orando por sua glória! Esquecem que a decisão cabe a cada um de nós?
Se Deus estivesse no mundo para decidir o que é melhor para você, para mim e para todos, tenho a firme certeza que este mundo nem existiria, porque Deus jamais decidiria pelo caminho do sofrimento e da morte. Se existe este caminho do sofrimento e da morte, tenham certeza, é uma necessidade para corrigir a decisão de quem tomou este caminho
Isto nos confirma que o fundamento da verdadeira origem da humanidade, que encontramos no livro Universo em Desencanto, está na afirmação de que o mundo é conseqüência de seus próprios habitantes. Esta é mais uma frase pétrea: “o mundo é conseqüência de seus próprios habitantes”.
Portanto, a existência do mundo não foi uma decisão de um Deus, uma decisão do verdadeiro Deus. Foi uma decisão de quem está sofrendo as conseqüências, nós mesmos que aqui estamos. Deus decidiu sim, não nos abandonar; esta, certamente foi e é a decisão Dele.
Esta forma de ver o mundo muda por completo a atitude de cada um na hora de encarar o mundo. Cada um vai assumindo a sua real responsabilidade em suas decisões. Se decidir errado, as conseqüências são suas, se decidir certo as conseqüências são suas. Deus não decide por você na hora da escolha, por isso é que Deus deu a todos o direito de raciocinar.
Se você e eu recebemos, através da Cultura Racional, o Conhecimento do Desencanto, de cima para baixo e decidimos que agora tudo vai ser orientado de baixo para cima, então nós não aprendemos nada sobre o que quer dizer inteligência; não aprendemos nada a respeito do desencanto. De baixo para cima nada dá certo na busca do entendimento e na busca do desenvolvimento. Isto já ficou bem claro com a estória da “torre de Babel”, isto é bíblico.
Buscar o Divino Ser e querer se desenvolver debaixo para cima, pode ter certeza, é mais uma artimanha da dona do encanto ou do dono do encanto. Debaixo para cima, buscando Deus, acha apenas confusão e muita lapidação.
(H-028 p-07) O encontro com a individualidade verdadeira é o encontro com Deus, que agora lhe bota em mãos como podes conseguir voltar para o SEU verdadeiro mundo, o Mundo Racional.
O verdadeiro Deus do Animal Racional é a única individualidade que não degenerou nem se deformou neste mundo. Todas as demais individualidades, que entraram numa parte que não estava pronta para entrar em progresso, se perderam, ou melhor, se transformaram, pela transformação da Planície, nesta infinidade de raciocínios; a Planície é aquele pedaço do Mundo Racional que foi transformado pelo Raciocínio Supremo formado por uns tantos Habitantes do Mundo Racional. Um Raciocínio Supremo formado por uns tantos habitantes.
Tudo tem uma causa e uma origem! O Raciocínio tem uma CAUSA que é o Raciocínio Supremo formado por uns tantos Habitantes que entraram progredindo por conta própria e, conseqüentemente perderam sua individualidade de pureza, limpeza e perfeição. E o Raciocínio tem uma ORIGEM, que é o Raciocínio Supremo que originou, o Racional Superior, o único que manteve uma individualidade verdadeira, dando o sentido da origem a tudo que entrou em transformação. Por isso é que tudo é de origem Racional.
Então, qual foi o Deus que transformou o mundo e que é visto normalmente como Criador e qual é o verdadeiro Deus que deu origem Racional para essa criação, e que ninguém conhecia? E qual é o Deus que veio salvar toda a humanidade? Eis a suprema Trindade: Criador, Redentor e Salvador! No livro Universo em Desencanto você encontra a resposta, quando ELE pergunta:
(H-169 p-140) “E quem é o dono do segundo mundo? Um Raciocínio Supremo que se transformou, pela transformação da Planície, nessa infinidade de Raciocínios. (eis o Criador)
E quem é o Deus verdadeiro dos Racionais? O Racional Superior. Um Raciocínio Supremo, por estar acima de todos e de tudo – o Raciocínio Supremo é que originou (eis o Redentor).
E quem é o Salvador da Humanidade? Veja a Nota do Responsável no livro Universo em Desencanto e compreenda que houve várias formas da manifestação do Raciocínio Supremo Criador para depois apresentar ao Mundo o verdadeiro Salvador da Humanidade. Várias formas de manifestação do Raciocínio Supremo Criador (os filhos de Deus), até chegar a manifestação do Raciocínio Supremo Redentor (o filho do Homem), no Terceiro Milênio, conforme nos foi anunciado pelas Antigas Escrituras.
Mas, a verdadeira salvação, somente ligados pelo desenvolvimento do raciocínio à Verdadeira Individualidade que veio acompanhando tudo e todos para dar origem ao ser Racional na matéria.
Agora, vamos ver se já podemos entender este trecho esclarecedor ditado pelo Racional Superior.
“A causa do Animal Racional é o Sol. E o Corpo de Energia é o feito da causa, a formação da causa do micróbio ser de origem Racional, que assim acompanhou a deformação para dar ao micróbio a formação Racional, da origem de ser Racional. A Energia Racional que, no a pessoa se ligar ao Mundo Racional, fica ligado à Energia do Mundo Racional e esta Energia liga-se ao Corpo de Energia Racional que é a causa do micróbio, e volta, por estar ligado, à sua Origem, o Mundo Racional. A mãe é a causa e o pai o causador do feito que é o filho. O pai é o Corpo de Energia, o feito é o micróbio para dar formação ao filho. O Corpo de Energia Racional não é nada menos que o representante do Pai Eterno que é o Racional Superior. Então, o corpo de Energia Racional é o Pai do Animal Racional”.
Aí está a Verdadeira Individualidade, que ninguém conhecia, o verdadeiro Deus, originando esta infinidade de individualidades representativas que são os Corpos de Energia que davam causa e origem ao Animal Racional. Leia e estude o livro Universo em Desencanto e acabe com todos os mistérios da vida.
OBS.: H = Livros U. em D. do Histórico.
www.universoemdesencanto.com.br
www.programaavozracional.com.br

Nenhum comentário: