Follow by Email

segunda-feira, 18 de novembro de 2013

COMO RECUPERAR O HOMEM?

É necessário, para recuperar o homem, que ele passe a SE CONHECER.
Sem SE CONHECER jamais o homem compreenderá que ele e a Natureza são uma coisa só. Portanto, quando ele destrói a Natureza, destrói a si mesmo, por não SE CONHECER.
Mas, por que o faz?
Porque a compreensão do homem está limitada pelo pensamento e imaginação, que são funções mentais primárias, por serem essências da matéria, essências animais e, não, racionais, cuja função é de lapidação da humanidade e, não, de sua recuperação.
Racional é a mente superior, que nada tem a ver com a matéria.
Aí é que se entende o porquê o homem ficou com visão tão limitada, confinada pela matéria, por ter desenvolvido apenas o pensamento/imaginação, que é a intelectualidade, que obriga o vivente a ser materialista, desequilibrado e variante, assim como é a função pensamento/imaginação.
Do RACIONAL, que é a fonte do raciocínio, a humanidade sempre esteve muito longe e ainda não o conhecia. Mas, já se encontra na Terra bibliografia a respeito: os Livros de Cultura Racional.
E infelizmente, por a humanidade ter desenvolvido somente essa função primária pensamento/imaginação, pensando que já era o raciocínio, todas as instituições que o homem pensa ter criado, como família, educação e religião etc., ficaram igualmente limitadas pela visão primária do pensamento/imaginação.
Dizemos “pensa ter criado”, porque o homem tem sido apenas ferramenta da natureza primária para fazer o que essa natureza inferior (pensamento/imaginação) determina para ser feito ou criado. O homem nada fez, nem faz. É apenas uma ferramenta comandada pela Natureza para fazer o que é preciso e necessário para sua própria lapidação. Todos são lapidados pelo que pensam que criaram e que fizeram.
Portanto, para se recuperar o homem, é preciso que ele dê um grande salto para o alto, se reporte à sua origem verdadeira, transcendental, além deste universo em que vivemos, onde encontrará, com absoluta certeza, a base real, RACIONAL, para solução de seus problemas, de seus negócios e de sua vida, porque na origem está a força do poder que constitui a vida.
E assim sendo, a força do equilíbrio da vida está na sua verdadeira origem de RACIONAL, porque RACIONAL tudo é, porque RACIONAL é a origem existente. E existindo a origem, emana-se o poder da origem para solução daquilo que pertence à origem – desde que se ligue à origem.
E para se provar e comprovar, a quem quer que seja, que a humanidade nunca antes conheceu a verdadeira origem, é só olhar para a situação do mundo, desde longínquas eras, para se ter certeza de que o homem nunca soube nada de si, nem da natureza e, assim, muito menos ainda poderia saber da origem verdadeira deste universo em que vivemos, porque o sofrimento sempre foi e ainda tem sido o maior brilhante do mundo, devido viverem todos uns contra os outros, por não SE CONHECEREM.
Se conhecessem a verdadeira origem, teriam a sabedoria verdadeira e não sofreriam.
E onde há sofrimento é porque não existe saber verdadeiro e, sim, um falso saber, um saber embusteiro, um saber aparente, um saber ludibriador, que é o saber da matéria. E que por ser falso é que gerou daí a multiplicação de todas as ruínas familiares, educacionais, religiosas, políticas, filosóficas, sociais etc.
Enquanto a humanidade continuar ignorando as leis universais da verdadeira natureza, que é a essência fluídica natural que gera, cria, mantém e governa tudo e todos, todas as instituições continuarão falindo até serem completamente liquidadas.
Para recuperar o homem e, consequentemente, as instituições, é preciso que o homem se racionalize, racionalizando as instituições que, dessa forma, funcionarão sob uma só égide, que é a essência vital RACIONAL, base legítima da vida.
E dessa forma, passando tudo e todos a colaborar uns com os outros num só objetivo: o do retorno ao estado natural de RACIONAL verdadeiro, para ligação, em vida, ao universo transcendental supremo que deu origem a tudo e a todos, que é um MUNDO RACIONAL.
Sim, MUNDO RACIONAL e, não, irracional, como assim tem sido o mundo em que vivemos, por a humanidade agir irracionalmente: uns contra os outros, destruindo uns aos outros.
E se a humanidade assim procede é pelo fato de não SE CONHECER e, consequentemente, não conhecer sua origem verdadeira, cuja partícula está dentro de cada qual.
O objetivo da Dona de todas as vidas, que é a Natureza, sempre foi, é e será sempre o de fazer o retorno de tudo e de todos ao seu verdadeiro estado natural de RACIONAL.
Portanto, o dever de toda a humanidade é abraçar esse objetivo único de nossa Mãe Natureza, para que estejamos unidos a ela, contando, assim com toda sua proteção e orientação, ficando, em consequência dessa obediência, absolutamente RECUPERADOS e salvos de todo e qualquer sofrimento e padecimento – aí está o raciocínio.
Raciocinando, ou seja, caminhando paralelamente à Natureza, a humanidade ficará livre dos grilhões da matéria.
Resumindo: somente raciocinando o ser humano ficará RECUPERADO e será salvo do desequilíbrio moral, físico e financeiro em que se encontra! Enfim, ficará livre de todo e qualquer mal!
Raciocinemos, então, antes que seja tarde demais, para que toda humanidade seja RECUPERADA e salva, pois, a salvação do homem e da mulher está no raciocínio, no seu desenvolvimento!
Então, como recuperar o homem?
Raciocinando sempre e pensando nunca!

Nenhum comentário: