Follow by Email

sexta-feira, 29 de novembro de 2013

O QUE É O LIVRO UNIVERSO EM DESENCANTO

Universo em Desencanto é uma obra gigantesca, de 1009 (*) volumes, única no que aborda: a desmistificação do raciocínio.
Por que desmistificação do raciocínio?
Porque sempre se falou em raciocínio, mas, em tempo algum, em obra alguma foi definido, com base e com lógica, o que ele é, de onde ele vem, como é despertado para começar a funcionar.
E, por isso, por ninguém conhecer sua origem, o raciocínio foi sempre tratado e confundido com o pensamento/imaginação, ou seja, como algo originado deste universo em que vivemos, sendo que o raciocínio não é função deste universo em que vivemos e, sim, função emanada do universo superior que deu causa a este universo inferior em que vivemos.
O universo em que vivemos é uma degeneração e deformação de pequena parte do universo original, tendo sido a degeneração e deformação a causa da dualidade (macho X fêmea, positivo X negativo etc.).
No raciocínio não existe dualidade, é UM só SER.
Então, para que a humanidade degenerada e deformada tivesse condições de conhecer, desenvolver e evoluir o raciocínio, foi preciso que o MUNDO SUPERIOR, o MUNDO RACIONAL (o mundo do raciocínio), enviasse seu porta-voz na Terra, o Senhor Manoel Jacintho Coelho (1903-1991), com o raciocínio já desenvolvido, evoluído e ligado ao MUNDO RACIONAL, para receber as mensagens elucidadoras de como raciocinar.
Mas, por o mundo em que vivemos tratar-se de um mundo onde reina a dualidade, foi preciso e necessário mostrar e explicar à humanidade tudo sobre a dualidade: como ela surgiu, como ela funciona, o mecanismo dos opostos (o elétrico e o magnético, o bem e o mal), o objetivo e a finalidade deles, para, depois de tudo isso conhecido e bem entendido, o ser humano ter condições de separar e distinguir um do outro, entender e compreender a função de cada qual para, finalmente poder unir os diferentes, os opostos.
Unidos os opostos, há a transcendência do ser humano que, nessa condição, liberta-se em vida da própria dualidade e, imediatamente, liga-se ao seu verdadeiro SER, o SER RACIONAL.
Só a partir daí é que realmente começa a desenvolver o raciocínio.
Assim, os Livros Universo em Desencanto nos ensinam a não lutar contra os opostos e, sim, a conhecê-los desde a sua origem, distingui-los, separá-los, compreendê-los cada qual em sua função e natureza para, então, termos condições de uni-los.
Por isso a obra Racional teve que ser tão extensa. Fala da direita e fala da esquerda, tim-tim por tim-tim, para que tenhamos condições de compreendê-las e fazer sua união em nós mesmos e, não, nos demais.
Trata-se, então, da verdadeira racionalização: a verdade sobre a direita, a verdade sobre a esquerda, a justificação da função e missão de cada uma delas, para despertar em nós o verdadeiro e justo sentimento de gratidão a ambas, que é o que faz com que as mesmas se harmonizem – a união!
Mas, para que tudo isso aconteça é preciso o conhecimento completo da obra, para que haja a VERDADEIRA GRATIDÃO da pessoa e abnegação para consigo mesma.
Enfim, Universo em Desencanto, essa brilhante obra, é, em súmula, o RACIOCÍNIO, o raciocínio verdadeiro, o raciocínio desmistificado, pois, mistificado estava pelos pensadores, que confundiam o pensamento/imaginação com o raciocínio. Universo em Desencanto é a maior prova do amor DIVINO à humanidade, por estar no raciocínio a redenção universal de tudo e de todos e a consequente concórdia universal.
Portanto, Universo em Desencanto é o livro do momento, porque o povo está cansado de sofrer, de tanto pensar e imaginar. E para parar de sofrer e penar, tem que parar de pensar e imaginar e somente RACIOCINAR. E pra aprender a RACIOCINAR, tem que estudar Universo em Desencanto, o Livro do RACIOCÍNIO, que dorme na GLÂNDULA PINEAL.
(*) No 934º volume do Histórico, o RACIONAL SUPERIOR diz à página 7: “Dos “Mil”, esse é o último Livro.” Depois desse volume ELE ditou até o volume 943º. Se o volume 934º é o milésimo Livro, até ao volume 943º contamos mais 9 volumes, sendo, portanto, a obra completa composta de 1009 volumes, assim distribuídos: 3 Livros iniciais denominados Amarelões 21 Livros denominados da OBRA 21 Livros denominados da RÉPLICA 21 Livros denominados da TRÉPLICA 943 Livros denominados do HISTÓRICO Totalizando, portanto, 1009 volumes da Obra completa. Sendo que os Livros “Obras-Primas Francisco de Assis”, ditados pelo RACIONAL SUPERIOR, foram livros de transição da fase do pensamento para a fase do raciocínio, escritos num português erudito, para preparação das pessoas da época para as mensagens que passariam a ser ditadas nos 1009 Livros Universo em Desencanto, que são os Livros ditados pelo RACIONAL SUPERIOR para o desenvolvimento do raciocínio. Tanto assim, que os Livros Obras-Primas Francisco de Assis não foram disponibilizados para o público.

Nenhum comentário: