Follow by Email

quarta-feira, 13 de novembro de 2013

O 5º DOS SETE ENIGMAS: O APARECIMENTO DA SENSAÇÃO E DA CONSCIÊNCIA

(Severino dos Reis)
Um ser que não sabe de onde veio e nem sabe para onde vai, que vem para esse mundo sem querer e vai embora sem querer morrer, que tem saudade quando está longe e briga quando se encontra: tem consciência?
Um ser que afirma que Deus é onipotente, onisciente, de bondade infinita e ao mesmo tempo o qualifica como ruim quando diz que as pessoas ficam doentes, se acidentam ou morre porque é a vontade de Deus: tem consciência?
Um ser que passa a vida inteira estudando, pesquisando, dedicando à ciência para criar bomba atômica e outros artefatos de destruição em massa, até destruição a si mesmo: tem consciência? Um ser sabendo que as matas são fontes de vida e continua desmatando, que sabe que em tão pouco tempo de existência de automóveis, o trânsito já está insuportável em muitos lugares e os governantes ainda estão incentivando a criação de mais montadoras de veículos etc.: tem consciência?
Seres com essas e outras tantas inumeráveis contradições: tem consciência?
Afinal, o que é a consciência?
Nessa matéria, vamos explicar o 5º enigma; como surgiu e o que é: A SENSAÇÃO E A CONSCIÊNCIA.
No desenrolar da sua história, os seres humanos precisaram criar expressões como: o Céu e o inferno, o bem e o mal, o errado e o certo, perdão, verdade, sensação, consciência, entre muitas outras expressões para justificar as suas contradições e assim resguardar os intentos de seu ego, que é próprio de seres humanos.
Para algumas facções Religiosas, quando lhes convém, a Ciência é invenção materialista do homem; mas também diz que é obra Deus, quando lhes convém para justificar o porquê eles também a usam. Sem dúvidas, ela é a expressão máxima do pensamento. Pois, todos os ramos da Ciência desenvolveram com sucesso, contribuindo para tirar a humanidade da ignorância, que aos poucos vieram conhecendo o seu passado, procurando encontrar a sua origem.
É a Natureza cumprindo a sua finalidade; tirando o homem da rudez e do atraso, transmitindo a ele, a expressão Divina da Ciência do pensamento.
Vários aspectos da vida têm sido minuciosamente estudados pela Ciência; mas, nunca conseguiram um princípio geral, que ordene e explique a vida como um todo; isso porque, a Natureza não dá saltos; o saber humano vem se desenvolvendo naturalmente, tudo a seu tempo.
Tudo o que vem antes do tempo, muitas vezes tem que esperar um pouco para evitar choques: Charles Darwin aguardou 30 anos para publicar a teoria da evolução das espécies, temendo a represália dos Religiosos, que tinham como certo a criação do mundo, o ano 4.004 antes da era Cristã.
Em seu relatório, Darwin confirmava a existência de vidas de répteis nossos ancestrais, fossilizados há 170 milhões de anos. É claro: se nós somos de origem eterna, pura limpa e perfeita, logicamente não poderíamos ser, produto da evolução de macacos que são Irracionais, como propunha na época, a primeira versão da teoria da evolução.
Mas Darwin descobriu que estava evoluindo; então ele e os demais pesquisadores, sugeriam que fosse de macacos! Mas ele não sabia e os demais também não sabem, pois se eram e são apenas pensadores muito evoluídos na Cultura da civilização que é a metade do saber.
Ele não sabia e muitos não sabem ainda, que a humanidade agora vai conhecer todos os segredos do Universo: do passado, do presente e do futuro, porque o RACIONAL SUPERIOR, já contou na CULTURA RACIONAL.
Darwin e nenhum pesquisador descobriram, quando começou a evolução da vida, apesar de saber que estava em evolução há milhões de anos.
Mas agora, a CULTURA RACIONAL nos prova que a evolução da vida, teve início na 4ª eternidade, quando a água penetrou na cinza que deu origem à terra; a mistura com o calor do foco de luz mofou e deu micróbios, começando então, a nascer da terra como vegetal, os primeiros corpos de vidas materiais.
Primeiro eles geraram como micróbios; depois evoluíram para monstrinhos; de monstrinhos evoluíram para monstros; de monstros evoluíram para monstrões; depois para monstrengos; depois para monstrodontes, de monstrodontes evoluíram para homem das cavernas, de homem das cavernas evoluíram para selvagens; de selvagens para bichos Racionais e com o aparecimento da escrita, passaram a animais Racionais e agora na fase Racional com o desenvolvimento do Raciocínio, todos seremos aparelhos Racionais.
Os monstrinhos eram surdos, mudos e cegos, ninguém sabia falar e nem tinham quem os ensinassem. Só muito mais tarde, com o desenvolvimento da energia magnética é que começaram a soltar a voz, a ver e a ouvir; porém não sabiam discernir o que viam e nem o que ouviam.
Mas depois que a energia magnética desenvolveu a imaginação, a Natureza começou a lhes ensinar tudo: a emitir sons, a falar; e sempre formando imagens, que iam ficando gravadas na máquina do cérebro deles; começando então, o aparecimento da sensação. E com o esforço que faziam para falar, veio a sede e a necessidade de beber muita água; com isso, iniciou-se um grande desenvolvimento dos órgãos internos.
E ao soltar a voz, foi começando um vago entendimento que foi evoluindo e bem mais tarde começaram as trocas, era então, o fim da pré-história.
Para dar sequência à evolução Cultural, a Natureza iniciou imediatamente a Cultura da Civilização; e a energia elétrica começou o desenvolvimento do pensamento, despertando assim, o que chamamos de consciência. Isso completa a explicação do 5º enigma, que é: O APARECIMENTO DA SENSAÇÃO E DA CONSCIÊNCIA.
Mas consciência real, verdadeira é Racional! Porque Racional sabe de tudo, não tem passado obscuro no esquecimento! Não se transforma é a eternidade é tudo agora, não tem ontem e nem amanhã.
E a consciência humana é uma consciência vaga, deformada, porque é apenas um reflexo da esquecida consciência Racional. Um ser que tem consciência Racional, não comete nenhuma das contradições citadas neste comentário; não viola a Natureza e nem agride o meio ambiente, porque não é contra a humanidade e nem contra si mesmo, porque já tem o Raciocínio desenvolvido.
O desenvolvimento do Raciocínio é o maior presente que Deus deu à humanidade; eu digo deu, porque ele, o RACIONAL SUPERIOR, veio pessoalmente ditar a CULTURA RACIONAL e já está na Terra a obra, UNIVERSO EM DESENCANTO.
É por isso que você, querido leitor: já tem motivo de sobra para ler! Os motivos são os problemas da vida; quem não tem problemas? Então não perca mais tempo.

Nenhum comentário: