Follow by Email

sexta-feira, 23 de outubro de 2015

RUMO AO MUNDO CÓSMICO


(Gilberto Carnasciali, estudante de Cultura Racional, Miguel Pereira, RJ)

 “Hoje são naves do chão
E com o decorrer dos dias vindouros
Passarão a surgir no espaço,
Porque Racional é de cima,
E não do chão,
Racional é de origem espacial”

Ame o próximo como amas a ti mesmo.
Mas se tu não te amas como poderás amar o próximo?
Nunca, já que tu nem sabes em real verdade o que é o amor!
Para amares a ti mesmo precisas te conhecer e te reconhecer primeiro, para então poder conhecer o próximo e poder amá-lo Racionalmente.
E para poder conhecer a ti próprio, o que fazer?
Em 1935, deu-se uma formidável transformação e decisiva mudança em nosso mundo material através da super poderosa e inédita Energia Racional, a energia superior a todas as energias; a Natureza cessou de comandar o pensamento dentro das cabeças dos humanos, determinando o final da existência dos animais Racionais na Terra com o início de uma nova e derradeira fase na matéria; a Fase Racional. A missão da Natureza foi deixar de lapidar o animal Racional através das energias elétrica e magnética, e desligar o Corpo de Energia Racional do corpo animal para conduzi-lo de volta ao MUNDO RACIONAL.
Fora calculado e previsto no traçado desse mapa ascensional evolutivo a extinção do animal Racional e a chegada do Aparelho Racional que passaria a adquirir características Racionais aqui mesmo, na Terra, tais como a Clarividência Racional e a comunicação fluídica Racional com seus irmãos de luz, fato que ilustra e comprova a histórica e longamente esperada reaproximação do ser humano Racional com seu Mundo de Origem. Em decorrência, ao desvestir-se de sua roupagem de matéria, abandona a vida animalesca do chão para tornar-se um Aparelho Racional aparelhado com o MUNDO RACIONAL.
Esse contacto permanente com o Mundo Superior inicia um novo processo evolutivo, que é o seu despegue do chão, da matéria, pela levitação de seu ser, tornando-se mais leve que o ar, flutuando, voando como os pássaros voam, porém sem necessitar movimentar qualquer parte de seu corpo. Refletindo sobre o assunto, se o animal Racional planejou, construiu e colocou transitando no espaço toneladas de aço, alumínio e outros metais, cheios de passageiros sob o comando do pensamento, da energia magnética, degenerada, poluída e proveniente do chão, que não fará a energia do seu verdadeiro estado de ser, a Energia Racional do MUNDO RACIONAL! Impossível se comparar a tentativa de vôo acanhado de uma galinha com o vôo majestoso da águia andina.
Há que se considerar, entretanto, alguns aspectos da Fase Racional em relação aos habitantes da Terra; os humanos. O que será da energia magnética com a chegada da Energia Racional? O que será do Universo com a Natureza atuando Racionalmente na nova Fase?
A partir de 1935 foram criadas duas situações definidas e definitivas: A de cima, Racional, e a de baixo da classe de animal Racional e irracional. Na de cima está o MUNDO RACIONAL, aguardando o trabalho de resgate do animal Racional, em transformação para Aparelho Racional, que está sendo desempenhado pela Natureza Racional. Esses que estão nesse estágio de progresso, passarão por uma série de transformações de nível cósmico ascendente, com início na levitação do corpo de matéria e final na sua transformação em um corpo de luz Racional que enfim retorna ao seu Mundo de Origem a PLANÍCIE RACIONAL, em estado puro, limpo, perfeito e eterno.
Na de baixo, está o chão de matéria magnética, aguardando o resultado do trabalho Racional da Natureza, para entregar ao domínio da energia magnética, a parte animal, a parte de matéria daqueles que insistem em permanecer em um estado de sonambulismo continuado, ainda ligados ao pensamento que já não mais existe, porque há muito secou. Esses, destituídos de quaisquer possibilidades de Raciocinar, já estão sendo rebaixados para a classe de irracionais.
Há ainda uma variante da primeira situação acima exposta, na qual estão inseridos os estudantes de Cultura Racional; os pioneiros que conviveram com o Senhor Manoel Jacintho Coelho desde o início da Fase Racional na Terra, passando pela construção do Retiro Racional, pela impressão dos Livros UNIVERSO EM DESENCANTO, pela desmaterialização do Senhor Manoel, que foi e é o Raciocínio Superior da Terra, até os dias de hoje. Esses se anteciparão fazendo a transformação e subindo em estágios ou diretamente, desde que tenham se mantido dentro da conduta Racional consciente, que é uma conduta Racionalmente ilibada. Também nesse conjunto estão incluídos todos aqueles que não participaram das atividades acima mencionadas e que apenas leram, divulgaram e aplicaram na prática tudo o que aprenderam nos Livros.
Portanto, como foi mencionado no início, ame o próximo como a ti mesmo, conhecendo-te. E a única forma de te conheceres é conhecendo a história de tua raça, a raça Racional, e a história de tua espécie, a espécie humana que em certa época foi conhecida como a de animal Racional, mas que terminou extinta como tantas civilizações se extinguiram pela ignorância, pela inconsciência e pelas aparências e ilusões que lhes causaram a ruindade na vida da matéria, apesar de todos os esforços da Natureza para recuperá-los através da lapidação, que é o sofrimento.
Há uma literatura completa sobre o assunto acima discorrido, intitulada Universo em Desencanto. Trata-se de um conjunto de mais de 1000 livros ditados por Deus, o RACIONAL SUPERIOR, o Raciocínio Superior a todos os Raciocínios, para o Senhor Manoel Jacintho Coelho, o RACIONAL SUPERIOR DA TERRA e impressa na gráfica do Retiro Racional, estando disponível em muitos pontos de distribuição nos estados do território nacional.
Esse histórico começa assim: “Uns tantos seres Racionais, puros, limpos perfeitos e eternos, habitantes do MUNDO RACIONAL, adentraram por livre e espontânea vontade e livre escolha, uma parte da Planície que não estava pronta para entrar em progresso…”.
Devido a essa desobediência viemos todos parar aqui neste mundo de matéria, ao qual demos causa com nossa desobediência, sendo inclementemente lapidados pelo nosso pensamento, ferramentas que somos da Natureza e que ignorávamos até a publicação e leitura da Obra de Cultura Racional, Universo em Desencanto. Assim como também ignorávamos a nossa descida, até nos extinguirmos, dando causa à matéria e brotarmos do solo, como qualquer vegetal brota, inicialmente como monstros, depois como selvagens, mais tarde, como civilizados e finalmente como animais de origem Racional. Ambos, animais Racionais e animais irracionais, feitos pelo do pingo d´água, que é o sêmen.
Decorreram-se 21 eternidades nesse imensurável período!
A vida na matéria toma formas diferentes todo o tempo e a cada segundo. O natural da Natureza é, e sempre foi baseado em mudanças e transformações.  Assim como muitos serão desenvolvidos pela Energia Racional, passando de Aparelho Racional para a vida espacial, outros muitos ao continuarem sendo do chão e apegados à matéria, chegarão ao final de uma vida, em transformação para outra, em classe inferior.
Segue-se então, nas páginas dessa magnífica escrituração, uma aula magna do próprio Deus sobre o desencantamento do ser humano, onde o estudante aprende a se libertar das aparências ilusórias da matéria; a deixar de pensar; a aprender a Raciocinar; a entender que já foi um ser puro, limpo e perfeito e que sofre nesse segundo mundo, consequência do primeiro, por uma desobediência cometida na origem. Aprende também que com a Fase Racional, surgiu finalmente a oportunidade de sua recuperação e retorno ao seu Mundo de Origem, o MUNDO RACIONAL.
Eis aí, portanto, a tábua de salvação dos que desejam se salvar e retornar para o Mundo Cósmico de onde nunca deveríamos ter saído. Leiam a obra de Cultura Racional, Universo em Desencanto para aprenderem de uma vez por todas que…
“A parte Racional é a parte de cima.
A parte animal é a parte do chão.
Então o animal pensador anda.
E o Racional levita.”
…e que não vale a pena prorrogar nossa permanência como animais Racionais neste planeta em degradação, sofrendo e vivenciando todas as espécies de animais irracionais durante mais 7 eternidades, porque a fase do animal Racional já teve fim, desde 1935. Ela teve princípio e tinha que ter o seu fim, por que na vida da matéria tudo é assim: tudo que tem princípio tem fim.

Nenhum comentário: