Follow by Email

segunda-feira, 30 de novembro de 2015

SER FELIZ É COMPREENDER A SI MESMO


Onde todos se compreendem há felicidade.  E pra que todos se compreendam é preciso que cada um compreenda a si mesmo.  Que cada um se torne senhor de si mesmo.
Somente sendo senhor de si mesmo alguém é capaz de dizer que tem autonomia.
É da autonomia que nasce a obediência.  Da obediência vem algo melhor que a independência – a interdependência.
Na interdependência todos se unem num só propósito, alinhados num só interesse, sendo esse interesse a União de toda a humanidade em uma só sintonia de paz, amor e fraternidade.
É desta união que nasce a felicidade de todos. Este é o resultado de uma profunda compreensão.
Ora, se a humanidade vem há milênios desunida, em diversos conflitos, diversas guerras, são provas mais que suficientes de que ainda precisamos alcançar essa compreensão que venha unir todos nessa sintonia Racional.
Provas mais que suficientes de que todo conhecimento que adquirimos até hoje por meio do pensamento e da imaginação não nos trouxe os recursos necessários para que fosse organizada a verdadeira União Racional entre os povos.
Provas também de que pensar e imaginar muitos fizeram, mas raciocinar de verdade ninguém. Até mesmo porque ainda não havia chegado o tempo de raciocinar. Hoje a humanidade chegou na fase de raciocinar.
Já estamos na Fase Racional desde 1935.
Isso significa que em 1935 nasceu a Cultura do desenvolvimento do raciocínio, a Cultura Racional. Cultura esta trazida à Terra pelo Senhor Manoel Jacintho Coelho, um ser extraterreno, do mundo de nossa verdadeira origem, que se materializou entre nós, com o raciocínio desenvolvido, para aqui receber as mensagens do MUNDO RACIONAL, por ter nascido na Terra já conectado a esse mundo transcendental de nossa verdadeira origem, de tudo e de todos. 
Não estou aqui desmerecendo os grandes gênios, os grandes pensadores que andaram pela Terra, mas, esses grandes homens não raciocinavam, somente pensavam e, por isso, reconhecidos pela humanidade como grandes PENSADORES.
Eis aqui a diferença entre um pensador e um autêntico Racional. O pensador pensa, o Racional raciocina. O pensador está ligado à matéria, por isso fala das coisas da matéria. Já o Racional está ligado à Energia Suprema do Universo, sendo assim fala das coisas desse Supremo Mundo.
Os grandes pensadores tiveram grande importância para a construção da civilização. As grandes descobertas como a teoria da relatividade de Einstein, a gravidade de Newton, o mundo microbiano de Louis Pasteur, enfim, tudo muito importante e necessário para a lapidação da humanidade.
No entanto, para um equilíbrio real, para um bem-estar verdadeiro seria necessária uma nova forma de agir. Seria necessário agir conhecendo algo além da matéria.
Esse algo além é aquilo que deu causa à origem da matéria, e aquilo que deu causa à origem da matéria, logicamente está num nível superior, sendo assim, capaz de solucionar os problemas intrincados da matéria.
E é neste nível que entra o raciocínio.
Talvez a coisa mais difícil de ser feita nos dias de hoje seja mostrar ao ser humano que pensar e raciocinar são coisas completamente diferentes. Sendo assim, este Homem, o Sr. Manoel Jacintho Coelho, veio nos revelar de forma clara e cristalina, numa linguagem bem simples, a diferença entre pensar e raciocinar. Somente um extraterreno, de um mundo Superior, poderia nos dizer essa diferença com precisão.
E compreender essa diferença é um ponto fundamental para trazer o tão buscado equilíbrio.
Em contrapartida, aquele que compreende, entra naturalmente na Fase Racional, e passa a sentir essa nova energia governando a natureza.
E para entrar em contato com essa Energia é fácil. Basta ler e reler os livros de Cultura Racional, os livros Universo Em Desencanto.
E nesta leitura ir se desenvolvendo paulatinamente, dia após dia, sentindo a Vibração Superior da leitura, pondo em prática os maravilhosos ensinamentos, e desenvolver Racionalmente a tua felicidade.
Leia o Livro UNIVERSO EM DESENCANTO, tenha uma vida Racional e seja feliz!
Salve, salve!

Nenhum comentário: