Follow by Email

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

É TEMPO DE RACIOCINAR


Muito temos falado neste blog sobre A VERDADEIRA ORIGEM DA HUMANIDADE, e já explicamos que tudo é energia transformada em seres.

A humanidade, antes do nascimento da Cultura Racional (Rio de Janeiro, 04/10/1935), só conhecia a energia elétrica e a magnética, causa da matéria, desconhecendo a essência do universo, a origem da causa, a ENERGIA RACIONAL.

Também já vimos em postagens anteriores, que a natureza é constituída de três poderes.

De baixo para cima: elétrico e magnético, mediador consciente e RACIONAL.

A natureza elétrica e magnética, sendo uma deformação da essência, que é a natureza RACIONAL, vive em constantes transformações (há milhões de milênios) para retorno à essência, que é a origem de RACIONAL.

Por quê?

Porque RACIONAL é eterno e, assim sendo, não desvirtua de seu ser de forma alguma tendo, portanto, força e poder para fazer com que tudo e todos retornem ao seu verdadeiro ser, que é RACIONAL, que é a origem.

Por isso, nada se perde, nada se cria, tudo se transforma para retorno à origem de RACIONAL.

Toda energia tem força vital de geração, criação e transformação.

Na energia elétrica e magnética essa transformação é um auto processo de degeneração, deformação e poluição sucessivas, causando enfraquecimento.

Esse enfraquecimento causando divisões sucessivas.

Essas divisões multiplicam o enfraquecimento até a extinção de uma forma para outra.

Aí está a transformação.

Então, tudo que se degenera , enfraquece, diminui e, com o tempo, desaparece, transformando-se em outro ser de classe sempre inferior, portanto, mais enfraquecido, até sua total extinção.

Assim se deu com as gerações passadas e se dá até os dias de hoje.

O pai é mais forte que o filho, o neto, mais fraco que o avô e mais fraco que o pai.

Nas gerações passadas, o ser humano alcançava 600 anos, depois 500, depois 400, 300, 200. E hoje poucos chegam aos 100. E se a FASE RACIONAL não chegasse com a IMUNIZAÇÃO RACIONAL, não chegaríamos nem aos 25, até a extinção total do animal Racional.

Quantas civilizações já foram extintas, CONHECIDAS DO POVO DE HOJE E MUITAS DELAS DESCONHECIDAS, onde todos eram mais fortes e gigantes e se transformaram no que hoje estamos, em tamanho bem menores e em saúde mais fracos, sujeitos a vários tipos de doenças esquisitas, muitas incuráveis, tornando-nos cada vez mais desequilibrados em tudo, moral e
fisicamente.

Ora, sendo o pensamento/imaginação, mecanismo dessas duas energias degeneradas, deformadas, enfraquecidas e poluídas, não poderia o ser humano jamais encontrar no pensamento/imaginação o equilíbrio, estabilidade verdadeira. A estabilidade que encontra no pensamento e na imaginação é transitória e passageira, porque as energias do pensamento e da imaginação, elétrica e magnética, estão em constantes transformações.

Por isso o que é certo hoje, não é amanhã. Hoje pensa de um jeito, amanhã pensa de outro. Hoje gosta, amanhã não gosta mais.

Hoje quer, amanhã não quer. Hoje não aceita, amanhã está aceitando.

Hoje não faz, amanhã está fazendo.

Tudo se transforma: pensamentos, sentimentos, os modos de encarar a vida e de gostar, porque tudo e todos são regidos pela lei natural da degeneração e deformação, que é a mesma lei da transformação. É uma lei natural da natureza deformada, elétrica e magnética.

Portanto, a natureza é de transformações, de sucessivas transformações. “Hoje o vivente é novo, pula, salta, tudo faz. Amanhã é velho e, com um pauzinho na mão, vai vivendo arrastando os pés.” (RACIONAL SUPERIOR, 1º volume da obra de Cultura Racional, Universo em Desencanto).

Assim a natureza eletromagnética se transforma, até encontrar sua essência natural, que é a origem que lhe deu causa, de RACIONAL.

“Com a lei natural ninguém pode. Ela leva o cântaro ao seu lugar. E os musos, ao reconhecimento da vida de pujanças e de ganâncias mal refletidas.” (RACIONAL SUPERIOR, 1º volume da obra de Cultura Racional, Universo em Desencanto).

E, assim, ninguém pode com a natureza e nem com quem vive unido a ela (os que obedecem às suas leis naturais da natureza de respeito a tudo e a todos, e não indo contra à fase da natureza em vigor).

Isto posto, que devemos fazer?

Não impugnar, nem ser contra os processos naturais da natureza e, sim, procurar conhecê-los, entendê-los, compreendê-los e adotá-los, para estar em harmonia com a natureza e poder contar com a sua proteção e orientação, do contrário, é como se vê no mundo: todos perdidos sem saber o que fazer da vida.

Que a natureza, sendo de transformações, já teve várias fases. A fase em que éramos totalmente rudes, monstros, a fase em que éramos selvagens, a fase da civilização (que está em liquidação) e, agora, a fase RACIONAL, a fase da racionalização dos povos, que é todos conhecerem o mundo de sua raça, o MUNDO RACIONAL, e saber como voltar para ele, através do desenvolvimento do raciocínio, porque todos são de origem RACIONAL, porque não há efeito nem feitos sem causa.

Cada fase dessas dividida em outras infinidades de fases. Cada uma com o seu procedimento, com o seu desenvolvimento, sua evolução. Com o seu princípio e o seu fim.

E qual a causa?

É porque a natureza eletromagnética é de transformações sucessivas, de fase em fase, até chegar à última fase da vida da matéria e voltar ao seu estado natural de energia pura, limpa e perfeita, porque tudo e todos são de origem RACIONAL, porque não há efeito nem feitos sem causa.

Assim, resumindo: a PLANÍCIE RACIONAL, uma parte, que não estava pronta para entrar em progresso (o que já abordamos várias vezes neste blog), deslocou-se e desligou-se do MUNDO RACIONAL com a entrada de uns tantos Racionais, que saíram da parte em progresso, que é o MUNDO RACIONAL . O fato de progredirem numa parte que não estava pronta para o progresso, desarmonizou aquela parte, que começou a se degenerar e deformar.

Ora, tudo que se degenera se deforma e se transforma, sai do estado natural e entra em processo de sucessivas transformações, enfraquecendo, diminuindo e desaparecendo.

Portanto, cada fase de transformação tem princípio e tem fim, por degenerar-se, deformar-se, enfraquecer-se, diminuir e desaparecer, dando causa a outra fase que, da mesma forma, vai sofrer o mesmo processo de degeneração, deformação, enfraquecimento, diminuição e desaparecimento.

É por isso que tudo na matéria tem princípio e tem fim, um mundo provisório e passageiro, por estar em estado de degeneração, deformação e poluição constante.

Em resumo: a falta de estabilidade provoca a divisão. Dividiu, enfraqueceu. Enfraqueceu, porque deu origem a partes menores em força. Aumentou a instabilidade de cada parte. Cada parte dessa, mais fraca ainda, degenera-se e deforma-se, transformando-se sucessivamente, através da divisão, em outras partes ainda mais fracas.
Divide-se por estar em estado de desequilíbrio.

E foi assim que chegamos ao que estamos hoje. Porém, como tudo que tem princípio, tem fim, alcançamos o fim da vida da matéria, porque chegou o início do fim da energia elétrica e magnética.

Sendo que a primeira classe a ser destruída: a dos animais Racionais.

Trata-se de uma transformação natural da natureza, para dar início ao retorno à ORIGEM.

Por isso mudou de fase. A energia elétrica e magnética que governava a natureza, deixou de vigorar, autodestruindo-se e, conseqüentemente, destruindo todos os seus feitos.

Entrou a governar natureza a ENERGIA RACIONAL, para desenvolvimento da parte RACIONAL dos animais Racionais, a fim de integrá-los à Fase Racional, pelo desenvolvimento do raciocínio (Glândula Pineal ou Epífise). E, assim, elevando-os da classe de animal Racional para a classe superior de APARELHO RACIONAL.

Com essa providência, impedindo a transformação dos animais Racionais para a classe inferior de animais irracionais, porque a natureza é de
transformações. Nada se perde, nada se cria, tudo se transforma, de uma vida para outra e de uma classe para outra.
Nesta fase em vigor, a Fase Racional, ou transforma-se para cima, passando para a classe de Aparelho Racional, ou transforma-se para baixo, para a classe de animal irracional.

Então, como APARELHO RACIONAL, que significa: ligado à ENERGIA RACIONAL e comandado por ela, o ser humano embarga sua transformação para classes inferiores, porque fica imunizado RACIONALMENTE da ação elétrica e magnética.

Portanto, a fase de animal Racional é uma fase em extinção, assim como foram as nossas fases primitivas: a de monstros e a de selvagens, porque tudo se transforma.

E como não há efeito sem causa, a causa dos momentos difíceis por que passa a humanidade, é a mudança de fase da natureza. O término da fase de animal Racional, a fase do pensamento, e a entrada da fase de Aparelho Racional, a fase do desenvolvimento do raciocínio.

Aí, passou a reger a natureza a ENERGIA RACIONAL, para o desenvolvimento do raciocínio de toda a humanidade, a fim de que possa haver, através desse desenvolvimento, a ligação de toda a humanidade a essa ENERGIA, PURA, LIMPA, PERFEITA: RACIONAL. E por assim ser, é de equilíbrio eterno, tornando o aparelho equilibrado RACIONALMENTE.

Assim, todos ligados a UMA SÓ energia, a vontade de todos é uma só, o ponto de vista é um só: a volta à ORIGEM.

Daí, dessa forma baseados (um só postulado), dá-se início ao progresso verdadeiro, tudo em função da volta à origem, não havendo mais discórdias, desentendimentos, porque o objetivo é um só. Aí, todos se entendendo, todos se compreendendo, a felicidade será geral, universalmente.

Por isso, O RACIOCÍNIO UNE E O PENSAMENTO DIVIDE!

O raciocínio é Um só.

O pensamento, infinidades de ramificações e manifestações, por ser projeção de duas energias degeneradas, deformadas, poluídas e enfraquecidas: a elétrica e a magnética.

Então, realmente, o raciocínio une e o pensamento divide!

Divisão é perda de força e poder. União é a soma de forças e poderes. Por conseguinte, NA UNIÃO ESTÁ A FORÇA DA HUMANIDADE!

E pelo exposto se conclui que para unir toda a humanidade, só mesmo com o desenvolvimento do raciocínio, porque O RACIOCÍNIOUNE. E o pensamento divide.

E é por isso que a fase do pensamento terminou, porque divide. E de tanto dividir, perdeu força e está levando à liquidação e extinção todos os pensadores, através do desequilíbrio moral, físico e financeiro, da falência moral, física e financeira e da liquidação moral, física e financeira.

Um desequilibrado não respeita ninguém. Donde vem o desrespeito. O desrespeito, a causa da violência.
A violência, a causa o terror. E o terror a causa da mortandade: uns contra os outros e destruindo uns aos outros.

E O RACIOCÍNIO?

É UM POR TODOS E TODOS POR UM!

E esse UM é a ORIGEM, a ENERGIA RACIONAL, o MUNDO RACIONAL.

Racional como nós, mas, SUPERIOR: O RACIONAL SUPERIOR.

Portanto, para recuperação do equilíbrio da humanidade, todos necessitam conhecer a ENERGIA RACIONAL, estudando a cultura dela nos livros de Cultura Racional, Universo em Desencanto. Aí, vão saber como se ligar a ela e dar início, cada um em seus próprios lares (ou onde estiver), ao desenvolvimento do seu raciocínio, feito pela simples leitura diária de Universo em Desencanto.

Esse desenvolvimento é natural, pois basta a simples leitura dos livros Universo em Desencanto, repito, feito no próprio lar da pessoa ou onde estiver, pois não se trata a CULTURA RACIONAL de instituição de espécie alguma.

É, pois, um desenvolvimento individual. Não tem reuniões, casas de pregações, igrejas, sinagogas ou similares. Não necessita de meditações ou semelhantes.
Basta conhecer a Energia Racional, para se ligar a ela e ser beneficiado em tudo, pelo equilíbrio geral que ela proporciona a quem quer que seja que se ligue a ela.

Procure dar a você também esta oportunidade de desenvolver o seu raciocínio, estudando a Cultura Racional. Faça como São Tomé: ver para
crer. Aí saberá a diferença gigantesca que existe entre pensar e raciocinar e, com certeza, optará pelo raciocínio, para o seu próprio bem e de toda a humanidade.

Por quê?

Porque no raciocínio está a verdadeira paz, o verdadeiro amor, a verdadeira fraternidade e a concórdia universal, que é o que toda humanidade está buscando e necessitando.

Razão porque, mais cedo ou mais tarde, todos, em decorrência da mudança de fase da natureza, e por não agüentarem mais tanto sofrimento, chegarão à mesma conclusão:

RACIOCINAR SEMPRE! PENSAR, NUNCA!

Porque o raciocínio é o dono da vida, por ser a manifestação da ORIGEM. E na ORIGEM está a VERDADE e o PODER ABSOLUTO!

Então:

RACIOCINAR SEMPRE! PENSAR, NUNCA!

Porque é tempo de RACIOCINAR!

Nenhum comentário: