Follow by Email

sábado, 19 de setembro de 2009

AS TRÊS MECÂNICAS DESTE UNIVERSO - PARTE 2


A Mecânica Celeste

A “MECÂNICA CELESTE” é desenvolvida pela Energia Mediadora Racional. A Energia Mediadora é a Energia Cósmica Racional. A Energia Cósmica é também, o conjunto de VIRTUDES que a terra e a água, conforme vinham ficando degeneradas e deformadas vinham perdendo em todos aqueles estágios da sua trajetória de degradação cósmica.

Havia o Foco de Luz Racional ainda não deformado; mas cada vez maior e, tendo entrado em curto começou a esquentar e, então, esquentando a Planície Racional naquela sua rota em espiral de descida. E do interior da Planície em aquecimento veio sendo expelida uma Resina.

E a Planície passando por transformações e, em cada estágio seu de transformação, vinha perdendo virtudes: como massa quente amolecida e como Resina mais quente ficando empolada. Depois como massa amolecida mais quente ficando gomosa e como Resina empolada mais quente ficando queimada. E em cada um desses estágios perdendo virtudes.

Depois como massa gomosa mais quente, de menor viscosidade, liquidificando-se e a Resina queimada mais quente ficando carbonizada. Depois como massa liquefeita rarefazendo-se em menor densidade e a Resina carbonizada mais quente desfazendo-se em cinzas. E sempre perdendo as virtudes, pela penetração do calor nas profundezas da Planície.

Virtudes são vidas que se transformam em outras vidas. E essas virtudes todas perdidas e começando a se reunir para compor corpos cósmicos de Energia. E Energia é Força Geradora que por si mesma se desenvolve. Pois, Energias Cósmicas foram geradas pelas virtudes perdidas pela degeneração e deformação da água e da terra ou cinzas.

E daí a formação de todos esses Seres, de uma variedade imensa em espécies e formas de vida Cósmica da Mecânica Celeste. Formados de outras massas diferentes circunscritos em um Plano mais superior que este nosso.

São conjunturas de vida alimentadas pela Energia Mediadora e não habitados por ninguém, como assevera a narrativa da Cultura Racional. Que dentro deles não há: população nenhuma habitando, e nenhum progresso posto em marcha e nem Mundo algum.

São Seres cada um com sua vida própria, um indivíduo; analogamente ao nosso corpo aqui na matéria, que é um corpo de vida própria. Mas, eles são máquinas de vida própria, de outra mecânica de formação da Galáxia Celestial e não, desta, material. São máquinas, uma infinidade, visíveis e invisíveis, habitantes do firmamento.

E além dos Habitantes do Mundo Racional, os que de lá saíram por livre arbítrio, a formação das Energias dos Planos da Deformação em transformações, não teve nenhuma outra fonte diferente dessa mesma Planície.

Que, tendo se desprendido do Mundo Racional, veio realizando a sua espiral descendente, passando nessa trajetória por 21 Eternidades e por diversas Fases para a formação do nosso Mundo e sua criação.

As definições desses esclarecimentos são encontradas nos Livros: “Universo em Desencanto”, sem mistérios, sem enigmas e sem fenômenos.

Tenhamos todos: saúde e paz.
(Na próxima postagem a PARTE 3, FINAL)

Nenhum comentário: