Follow by Email

sábado, 19 de maio de 2012

ESCLARECIMENTOS PARA COMPREENDER PORQUE O MUNDO É UM AQUÁRIO, DENTRO DE UM BURACO

(Porfirio J. Neves) Estamos em plena Fase Racional! Isto quer dizer que a Natureza está revelando todos os mistérios, desvendando os enigmas e solucionando todos os fenômenos, universalmente. É isto que quer dizer Fase Racional. É a fase em que todos estão e vão passar a conhecer todas as razões do porquê de tudo e do porquê de todos. Cumprem-se, assim, as profecias: -“Conhecereis a Verdade e a Verdade vos libertará!” E quem está revelando toda esta verdade? A própria natureza dos seres! Pois foi a Natureza que fez tudo e que fez todos e, por isso, somente quem nos fez tem a instrução definitiva para a devida solução. A vida tem solução e a devida solução está na união de todos com a Natureza! Ligou com a Natureza está ligado com Deus, o verdadeiro: um Raciocínio Superior a todos os Raciocínios, o Racional Superior da Terra. O EU que se auto define pelas evidências. (*H-050 p-119) “E assim, agora, pelo esclarecimento perfeito e correto da Natureza a todos os seus feitos, todos voltarão para o seu verdadeiro mundo, o Mundo Racional. Com a evolução do desenvolvimento da vidência racional e com o progresso do desenvolvimento do Raciocínio. E dessa forma, todos ligados pelo maior chavão da vida, que é a chave do Mundo Racional, o Raciocínio, que abre a porta triunfal do mundo da verdadeira origem de todos - o Mundo Racional. Então, o Raciocínio é o maior chavão da humanidade”. Na capa do livro Universo em Desencanto está estampada uma grande chave, acima de um grande portal, que representa as sete portas do encanto, ou sete selos bíblicos. Por isso é que todos estavam selados ou encantados por sete seres deformados. É só pegar esta chave e aprender a abrir as sete portas que nos prendem ainda no mundo da matéria. O Consolador está aqui para se sentir! Esse é o maior chavão, que todos precisam prestar mais atenção: é o desenvolvimento do Raciocínio que nos prepara para compreender a razão de tudo que existe e da forma que existe. Agora, vejamos alguns elementos que ajudam a perceber a configuração do nosso universo elétrico e magnético, que o mundo assim pode ser compreendido como um conjunto fluídico elétrico e magnético. (**Obras Primas) “Está aí o giro do Globo e que muitos pensam e têm certeza que o sol é que faz o seu giro. Não, filhos, ele não sai do seu lugar, enquanto todos vós precisais dele e ele não precisa de vós – é o giro do Globo! Esse giro, em comparação, tem por base o seguinte: vós botais um pouco d’água dentro de uma bola; em cima d’água vós colocais um pedaço de pão abrangendo toda a circunferência e rodai a bola devagarzinho, que o que está dentro da bola não sente o giro dela. (Não sente, mas vê) É quase esta comparação diminuta que EU vos dou, sendo com o trio de diferença, também muito diminuta. Marca um pontinhozinho nesta bola e pendura uma cabeça de fósforo. Vê se não dá o sentido que EU estou dando?”. Este trecho foi ditado, em 1935, pelo Racional Superior da Terra que se apresentava como Francisco de Assis, naquela ocasião, provando com isto que a Cultura Racional veio para dar continuidade a todo o Conhecimento, entrando, a partir daí a Fase Racional. O Conhecimento deixou de ser um conhecimento artificial e passou a ser um conhecimento natural – a Cultura Racional do Terceiro Milênio. Isto, para quem se ligou, ou está se ligando a ELE! Percebam que já houve várias teorias, ao longo da história, sobre os movimentos do Sol e da Terra e várias cabeças já rolaram por causa da intolerância, ignorância e arrogância do poder dominante que sempre esteve na mão dos atrasados. Por que digo atrasados? Porque é um grande atraso querer se intitular conhecedor destes movimentos quando estamos dentro do próprio sistema. Somente quem está fora do sistema pode discernir corretamente sobre esse conjunto elétrico e magnético. E tem alguém que preencha este pré-requisito de observador referencial do sistema galáctico em que vivemos? Tem, e precisamos urgentemente nos ligar a ELE para compreender bem este mundo. É o Racional Superior da Terra, um Raciocínio Superior a todos os Raciocínios. É um ser extraterreno! Querendo dizer com isso, que é um ser que está acima de todos os referenciais que a imaginação e pensamento humanos podem determinar e medir nesta Terra. Apenas a título de sugestão e comparação, olhem para uma turbina geradora de eletricidade ou para um motor elétrico. Em ambos os casos temos uma parte fixa, uma parte móvel e um parte referencial que dá o sentido da diferença de potencial. Indutor, induzido e aterramento. O aterramento é que dá o sentido da diferença do potencial. Ora, se este mundo é um conjunto elétrico e magnético, que assim já podemos compreender o mundo como sendo uma Galáxia Térrea, elétrica e magnética, temos, necessariamente, uma parte fixa e uma parte móvel! Indutor e induzido. No caso da turbina geradora de eletricidade e do motor elétrico, estas duas partes, induzido e indutor, se alternam, conforme o caso de gerar ou consumir eletricidade, entretanto, o aterramento é sempre o mesmo. O “terra”, ou aterramento, é sempre o mesmo e nunca se move. A parte do indutor e a parte do induzido, apenas uma parte se move em relação à outra. Aí também temos uma parte fixa. Apenas uma parte se move. De forma semelhante este nosso mundo tem duas partes fixas e uma parte móvel, quando considerado como conjunto elétrico e magnético. Assim é o Globo que se move por fora da Terra que está parada em cima da água dentro deste Globo, dentro de um imenso buraco formado por diferentes “Terras”. A Lua, as estrelas e o Sol estão afixados neste Globo, cada qual cumprindo seu papel na geração, formação e criação da vida de todos os seres que estão dentro deste sistema elétrico e magnético. Atentem então para esta descrição do Racional Superior da Terra, com relação às estrelas. (**Obras Primas) “As estrelas, como vós chamais, são partículas da formação do Globo, onde têm seus raios fulgurantes, pelo brilho, que vós pensais ser diamantes. Este brilho é uma formação de luz muito atmosférica e, de quando em quando, lança suas faíscas elétricas e luminosas, sendo estes fluidos magnéticos e elétricos para diversas formações na terra, sendo esta combustão, que vós, de tão pequeninas vêem e não fazeis idéia o tamanho que são. São pequenos mundos, como vós dizeis, que têm seus habitantes flutuantes tanto quanto aqui neste. Mas, em convivência, muito superior a todos vós. São de uma formação técnica, em todas as suas atuações, lançando seus fluidos sobre todos vós, noite e dia, e ninguém sabe compreende-las”. Confirma-se com este texto que existem mesmo muitos outros habitantes nas estrelas, mas com uma evolução muito superior a esta em que estamos na matéria. As estrelas são partículas da formação do Globo. E não se esqueçam que este Globo ou Galáxia Térrea tem a forma oval ou ovóide. Parece difícil de compreender, mas sintam que o nome firmamento quer dizer que tudo está muito firme, firmado nas “paredes” do Globo, que é justamente a parte que se move. Basta olhar para o céu à noite, durante o ano, e constatar este movimento monobloco do conjunto estelar que se faz observar diretamente da Terra, onde estamos parados. E ainda tem uma série de raios e faíscas elétricas que se formam na estratosfera, para cima, para baixo e para os lados, que nos indicam esta atuação eletromagnética das “paredes do Globo”. Pelo que podemos entender até aqui, precisamos diferenciar estrelas, aqui descritas, das constelações do Mundo Racional, assim como é o Cruzeiro do Sul. São constelações que se comportam diferentemente deste conjunto das estrelas que fazem o efeito adubador da Terra na geração dos seres de matéria. Por isso o Racional nos dá o nome das estrelas de “uruatares”, criando assim uma diferenciação das Constelações do Mundo Racional. Pelo outro lado do Globo, na parte de baixo, vamos encontrar a força motriz da Água como que comparado com uma turbina geradora de eletricidade. A água entra por dentro da turbina em alta pressão e faz girar o conjunto indutor para criação da diferença de potencial entre a terra e o Sol. A terra, portanto é a parte fixa e o Sol é que gira, pelo giro do Globo. De forma semelhante, por baixo da terra, temos a água, onde a terra flutua sobre ela. Isso, dentro do Globo, mas ainda temos a Água que está fora do Globo, por baixo de tudo, fazendo este Globo girar, à semelhança de uma turbina. Acompanhem a descrição feita pelo Racional Superior, a seguir. (**Obras Primas) “O mar, como vós dizeis, para vós uma coisa insondável e misteriosa. Mistérios estes em combinação de astrologia universal, e que vós debateis, não encontrando uma base de que possa dar uma verídica formação. O mar tem seus afluentes, seus diagnósticos muito diferentes do que todos vós assim fazem cientificar. (afluentes não se refere aos rios da superfície). O mar foi uma parte criada por Jesus Amado para alimentação da Terra e de todos os seres vespertinos. (Jesus Amado foi um termo usado na fase inicial do Conhecimento Racional apontando para um Raciocínio Superior a todos os Raciocínios, o Racional Superior da Terra; enquanto que a expressão Pai Amado, também usado nesta fase inicial, apontava para o Mundo Racional.) A Terra tem seu fim, mas nenhum de vós podeis alcançar. Por baixo de uma certa profundidade torna-se água pura; depois de uma outra certa profundidade, a água está “congeladúrica”, que vós dizeis gelo; aí formando outras divisões e sustentando a parte aquática arenosa e daí para cima. Esta parte que fica por baixo, “congeladúrica”, é uma parte monstruosíssima de granito produzido pela água. Água tendo assim diversas divisões: partes quentes, partes mornas, partes frias e partes congeladas, conforme a profundidade. Então, depois desse granito, temos uma outra formação, quase idêntica a esta Global, que daí forma outros mundos, com suas diversas direções, muito “diferentíssimas” desta, (mundos intraterrenos) formando um vão igual a este e que vós tratais espaço, ou empregando diversos nomes por alegoria de vós mesmos”. Pasmem! Abaixo da Terra e abaixo da Água temos um vão em semelhança deste sistema global, que tem um vácuo acima da atmosfera. E ainda, acima deste Globo, além estratosfera, existe outro vácuo cósmico que nos separa do Mundo Racional. Mundos intraterrenos e mundos extraterrenos. Comentário final sobre este assunto, quando o Racional nos diz, em 1935, que “O mar foi uma parte criada por Jesus Amado para alimentação da Terra e de todos os seres vespertinos”. Se você quiser ter uma simples comprovação disto vá a Cabo Frio, no litoral fluminense, ou em outras partes da Terra, onde pode ser visto o chamado fenômeno da ressurgência marinha. Brota à superfície uma quantidade inesgotável de água fria e rica em nutrientes para alimentar o ciclo da vida marinha, a começar pelo fito plâncton. Pelas leis da gravidade, a água fria fica mais densa e se está rica de nutrientes minerais fica mais concentrada e mais densa ainda, o que nos leva a entender que isto realmente é um fenômeno. A ressurgência marinha contradiz os movimentos das águas que normalmente se assumem como lógicos cientificamente. Tem que haver uma força motriz, lá do fundo, injetando esta água para a superfície. Não sabem, ainda, que lá do fundo mar, mas muito mais fundo que se possa perceber, nasce toda a vida para manter este conjunto elétrico e magnético em todos os aspectos. E isso também explicaria os fenômenos climáticos recentes que os próprios cientistas, apesar de seus equipamentos ultramodernos ainda não conseguem prever, por não saberem considerar como é o fundo da Terra, e embaixo dela. Só está faltando aos cientistas abdicarem deste modelo de que a Terra se move em torno do Sol. É o Sol que gira pelo giro do Globo, e a Terra fica paradinha flutuando em cima da Água, dentro de um “buraco cósmico”. A revelação simples e objetiva de como é o nosso mundo e a vida dentro dele, está no livro Universo em Desencanto, pelo desenvolvimento do Raciocínio. (*) H = Livros dos Históricos de Universo em Desencanto (**) Obras Primas – Os 4 primeiros Livros ditados pelo RACIONAL SUPERIOR que precedem o 1º Livro da série de 21 Livros Básicos de Cultura Racional, Universo em Desencanto

Nenhum comentário: