Follow by Email

terça-feira, 8 de maio de 2012

QUEM ESTÁ EMBAIXO SÓ LEVA TODOS PARA BAIXO

O que é a Força DIVINA, a FORÇA SUPREMA A TUDO E A TODOS? É UM discernimento SUPREMO, UM RACIOCÍNIO SUPREMO a todos os discernimentos, a todos os raciocínios. Está acima de todos os bons sensos terrenos, por ser UM DIVINO SENSO da vida, UM SUPREMO SENSO da vida, onde todos os bons sensos terrenos, incompletos relativamente ao SENSO DIVINO, ao RACIOCÍNIO SUPREMO, se identificam à medida que se evoluem RACIONALMENTE. Os incompletos encontrando sua complementação no SUPREMO RACIOCÍNIO. Portanto, o RACIOCÍNIO SUPREMO é o conjunto UNITÁRIO. O conjunto UNIÃO de tudo e de todos, que fizeram por onde se identificar com o RACIOCÍNIO SUPREMO. Os demais conjuntos são conjuntos vazios, por estarem fragmentados, por admitirem a divisão e, não PARTICIPANDO da UNIÃO com o RACIOCÍNIO SUPREMO, devido à vaidade, que não permitiu sua complementação através de aceitação dos princípios emanados da Fonte BÁSICA SUPREMA de tudo e de todos. Então, no RACIOCÍNIO SUPREMO se encontram tudo e todos, que estão ligados ou se ligando a ELE. Ligar-se ao RACIOCÍNIO SUPREMO, abraçar o RACIOCÍNIO SUPREMO, é vestir a roupa dEle, que é a CULTURA dELE, a CULTURA RACIONAL, ficando automaticamente e naturalmente ligado, ou ligada, a tudo e a todos que estão realmente com ELE. Assim sendo, por ninguém aqui na Terra estar ainda completo de todo o saber DIVINO que já na Terra se encontra, não tem condições de reconhecer ainda e dizer quem é que está ou não com o RACIOCÍNIO SUPREMO. Mas, ligando-se, ou estando se ligando ao RACIOCÍNIO SUPREMO, a pessoa está concomitantemente abraçando a todos que a ELE estão ligados ou se ligando. Por isso, a fase em vigor na Natureza, a Fase Racional, de preparação para ligação no RACIOCÍNIO SUPREMO, adverte-nos sobre os perigos de contemplar segmentos, qualquer que seja, da cultura em que fomos criados e que ainda a maioria adota, por não termos ainda a vidência RACIONAL, para podermos identificar, sem sombra de dúvidas, o joio do trigo. O mal é cheio de manhas e artimanhas. É poderoso na arte diabólica de se fazer de cordeiro para ludibriar os incautos. Ora, se em DEUS tudo de BEM está, não havendo nada nem ninguém com sua SABEDORIA e PODER, para que vamos confiar a complementação do nosso desenvolvimento a algo ou a alguém que esteja abaixo dELE? Lembremo-nos sempre de que todos, visíveis e invisíveis, estão incompletos, caso contrário não haveria sofrimento no mundo visível e invisível. Conclusão: a iluminação vem DE CIMA. O desenvolvimento racional é dado pelo RACIOCÍNIO SUPREMO, pois, somente ELE sabe o que falta em cada SER para que se torne completo RACIONALMENTE. E ELE jamais outorgaria essa função a ser algum, no tocante ao desenvolvimento do DIVINO SENSO, o RACIOCÍNIO completo, PORQUE NÃO EXISTE OUTRO ser COMO ele – DEUS é UM só. Antes de 1935, fase do pensamento, da civilização, estávamos sendo lapidados, preparados pelos astros, pelos espíritos, pelos guias, pelos orixás, pelos protetores, para termos hoje o amadurecimento e entendimento necessário para compreender e alcançar agora, na Fase Racional, o desenvolvimento do raciocínio. E, assim, a lógica nos recomenda desfocar dos astros, dos espíritos, dos guias, dos orixás, dos protetores e, ao mesmo tempo, focar-nos no ÚNICO SER que tem o poder de nos dar a complementação do nosso desenvolvimento racional e, para isso, trouxe para nós a VERDADEIRA CULTURA DELE, sem mistérios, sem enigmas, sem fenômenos, sem finitos, sem transfinitos: a CULTURA RACIONAL. As demais culturas, muito boas para nossa lapidação e preparação, representam, assim, nossa alfabetização no curso primário da vida. Tanto é verídico isso, que não conseguiram equilibrar a humanidade, por ser, na verdade, não uma cultura, mas, um alfabeto artificial, cuja fase se encerrou desde 1935. Agora dirão: “Ah, mas eu gosto tanto do Santo Tal, do Protetor Tal etc.” Mas, quem é que está falando aqui para deixar de gostar desse ou daquele? Falamos sobre DESFOCAR, desfocar-se de tudo e de todos que estão abaixo do RACIOCÍNIO SUPREMO e canalizar fundamentalmente e basicamente sua atenção para o RACIOCÍNIO SUPREMO A TODOS OS RACIOCÍNIOS. Ora, quem não ama seus filhos? No entanto, quando chega a idade adulta desses filhos, se a gente continuar focada neles e eles em nós, eles não poderão crescer interiormente, não poderão se desenvolver e andar com os próprios pés. Daí, se teimarmos nesse apego (que é o oposto do verdadeiro amor), ambos serão prejudicados e tolhidos em sua liberdade. E já nos adverte o RACIONAL SUPERIOR em sua Obra Universo em Desencanto: “A liberdade é um imperativo da Natureza e a Natureza não negocia seus direitos.” Assim, os apegados ficam contra a Natureza – péssimo negócio. Os filhos, por se tornarem adultos com mentalidade infantil, alimentada pela imprudência e falta de discernimento dos pais, ficam em situação medíocre, que os deixa sem ação na vida, completamente dependentes, sendo destruídos psicologicamente, emocionalmente, até atingir a parte física, biológica. E os pais, já velhos e cansados, tendo que sustentar em todos os sentidos esses filhos, pais já sem condições físicas, psicológicas e emocionais suficientes, chegando à exaustão generalizada. Sim, porque estarão vivendo artificialmente, como bengalas, vidas que não lhes pertencem, já que a DONA de todas as vidas é a NATUREZA. Este exemplo, para que fique bem esclarecido o cúmulo do erro que cometem todos aqueles apegados a Forças que desconhecem, prejudicando-as e prejudicando a quem a elas se apegam. Se alguma Força que sempre amamos for realmente o trigo e, não, o joio, com certeza já partiu dessa aqui da matéria para cumprir missão maior junto ao RACIOCÍNIO SUPEMO, a quem já se rendeu e Lhe entregou todos aqueles e aquelas que por ela estavam sendo cuidados, protegidos e guiados. Estamos, portanto, todos entregues ao RACIOCÍNIO SUPREMO, isto feito pelos bons que nos guiaram no passado, abdicados dos nomes pelos quais eram conhecidos aqui na Terra. Agora são todos RACIONAIS. Os demais que ao SUPREMO RACIOCÍNIO não se renderam são os que vêm perturbando a vida de todos, por estarem perdidos e querendo levar à perdição o máximo de pessoas que conseguirem arrebanhar. (Isso poderão confirmar no 13º volume da Obra de Universo em Desencanto, no capítulo: “A DEMANDA DOS ESPÍRITOS MATERIALISTAS”.) E, assim, um perdido não tem nada a perder. É mau. E o mau não reconhece direitos. Portanto, a solução é uma só, é RACIONAL, para se ver livre desses ditos: o ler e reler, estudar e reestudar o máximo de horas diárias possível, os Livros de CULTURA RACIONAL, Universo em Desencanto, para acelerar nossa ligação definitiva ao RACIOCÍNIO SUPREMO do Universo – DEUS, que é um RACIONAL SUPERIOR a tudo e a todos, até nos imunizarmos de todo o mal, de todas as influências deste mundo inferior, o mundo da matéria (visível e invisível). Tudo isso simples de se alcançar pelo desenvolvimento do raciocínio, já que a fase do pensamento terminou em 1935 e com o pensamento ninguém resolve mais nada – o pensamento está falido e levando à falência até as criaturas humanas. Finalizando, o desenvolvimento VERDADEIRO RACIONAL dos seres humanos é de CIMA para BAIXO, afinar-se EM CIMA, pois, quem não se rendeu e ficou aqui embaixo não vai levar ninguém PARA CIMA, por já estar condenado pela CONSISTÊNCIA DIVINA. Estudem, enquanto há tempo, os Livros Universo em Desencanto. Tenhamos todos discernimento SUPERIOR, discernimento RACIONAL!

Nenhum comentário: