Follow by Email

domingo, 20 de maio de 2012

O QUE É CULTURA

Cultura é autoconhecimento e conseqüente conhecimento da vida visível e invisível em todas as suas dimensões até alcançar a origem da vida. Portanto, cultura não há mistérios, nem enigmas, nem fenômenos, desvenda tudo com a verdade, porque cultura é para corrigir, aperfeiçoar, equilibrar e evoluir os viventes. E para que tudo isso seja possível, não pode haver obstáculos (suposições, teses, hipóteses, teorias, mentiras). Ora, onde há mistérios, há obstáculo. Onde há enigmas, há obstáculo. Onde há fenômenos, há obstáculo. E onde há obstáculo, há paralisação, há embargo da evolução. Onde há embargo da evolução, há atraso, porque fica o vivente a marcar passo num ponto, sem prosseguir. E, assim, onde há mistérios, enigmas, fenômenos, não há VERDADE, porque a verdade liberta, não embarga. E se a VERDADE liberta é porque não tem embargos. E se não tem embargos, é porque não tem mistérios, enigmas e fenômenos. E se não tem mistérios, enigmas e fenômenos, é porque tem base e tem lógica, explicando e justificando tudo com pureza, limpeza e perfeição – sem sombra de dúvidas. Explicando tudo desde a origem, a raiz de tudo, ou seja, explicando com racionalidade e, não com teses, teorias, hipóteses, suposições, que são pertences do campo imaginário. Imagina que é, porque não sabe como é. Pensa que é o que não é. Ninguém consegue se corrigir, se aperfeiçoar, se equilibrar e evoluir sem conhecer a VERDADE, o ponto referencial: a base. Ninguém consegue se corrigir, se aperfeiçoar, se equilibrar e evoluir sem conhecer a lógica, advinda da base. E, assim, veio a humanidade até os dias de hoje, sofrendo e penando, num atraso profundo de uns contra os outros, por não conhecer a base e a lógica verdadeira da vida. E qual é a base da vida? É a origem de tudo e de todos. E qual é a lógica da vida? A cultura da base da vida, calcada na origem da vida. Portanto, cultura verdadeira tem que ser racional, que explica a raiz mestra de tudo e de todos, com base e com lógica, com provas e comprovações, por ser racional. Reflitamos sobre isso sem paixão, sem PRÉ conceitos, isentos das acomodações a que fomos impostos, por conseqüências de um desconhecimento absoluto da verdadeira vida, que não é material, nem espiritual e, sim, racional, originada de um super mundo transcendental desconhecido da humanidade: o MUNDO RACIONAL, de onde tudo e todos viemos (visíveis e invisíveis) e para onde temos que retornar, por ser nosso verdadeiro habitat natural. Estamos na hora de voltar pra Casa e precisamos para isso de nos suprir com a cultura verdadeira da nossa Casa: a CULTURA RACIONAL. Procuremos conhecê-la, trata-se do curso superior da vida, para o qual fomos devidamente preparados pela cultura filosófica e científica, a cultura do pensamento, cuja fase já terminou. Continuemos nossa jornada, através do desenvolvimento do raciocínio. Contemplar o que já terminou é marcar passo e obstar nossa evolução final. Tenhamos todos: discernimento superior!

Nenhum comentário: