Follow by Email

domingo, 23 de fevereiro de 2014

CULTURA RACIONAL

(Mestre Pop – Mestre em Capoeira)
Meu objetivo enquanto estudante de Cultura Racional, é colaborar de forma espontânea e voluntária na divulgação da obra Universo em Desencanto, obra que dá fundamentação à Cultura Racional.
Infelizmente, muitas pessoas desinformadas, ou às vezes até mesmo mal intencionadas, afirmam que a Cultura Racional é uma seita ou mesmo uma religião, ou ainda uma teoria racionalista, ou uma concepção filosófica que se fundamenta e se baseia em diversas doutrinas. A Cultura Racional não é nem uma coisa nem outra e muito menos contra as seitas e as religiões. Aliás, a Cultura Racional é a favor de tudo e de todos. Não é contra nada por compreender que tudo que existe no mundo é um processo dinâmico impulsionado pela própria natureza, e que todo conhecimento existente no mundo em todas suas dimensões, resulta-se da experiência humana para compreender o processo da própria existência. Neste contexto é que surge a diversidade tanto religiosa como filosófica, política etc.
A Cultura Racional não é uma teoria, que diverge de outras teorias. A mesma não divide, ao contrário, ela une o que está separado pelas ideologias e, por isso, não se enquadra em qualquer contexto teórico ou doutrinário e religioso. Ela não se opõe a nada. A Cultura Racional é um conhecimento inédito e sui generis! Sua essência transcende as palavras e o próprio pensamento humano e vai responder diretamente ao ser aquilo que está enigmaticamente colocado, como a própria origem do universo e da vida.
Embora sua gênese tenha ocorrido a partir da experiência espiritual, a mesma vem revelar que tanto as concepções materialistas como espiritualistas resultam da ausência de um saber pleno, razão pela qual o ser humano experimenta, pesquisa, investiga e busca uma resposta talvez definitiva para poder compreender a existência, e é justamente neste contexto que os olhares sobre a mesma realidade se dividem, não havendo, portanto sintonia entre os saberes. Uma máxima em Cultura Racional é que o pensamento nos divide e só o raciocínio desenvolto será capaz de constituir uma unidade. O conhecimento humano acerca de sua existência é potencialmente fragmentado, e se caracteriza pelas divisões ideológicas, por teorias e conceitos sobre tudo e sobre as mesmas coisas.
Os homens foram longe, porém continuam no mesmo terreno dos embates que alimentam as chamas das divergências, convictos que estão absolutamente certos de suas teorias, seitas e religiões, incapazes de perceber que todos têm a sua convicção, e neste sentido, ninguém abre mão ou cede, seja por temor, pelo fanatismo, por interesses econômicos, políticos, sociais entre outras razões.
A Cultura Racional é a cultura do Desencanto. Desencanto, aqui, significa despertar para uma nova consciência, acordar, se desmagnetizar, deixar de ser auto sugestionado por tudo o que está colocado. O encantamento pelas crenças, pelo próprio saber, por posições de poder econômico e social que os homens ocupam é que os tornam cegos incapazes de promover qualquer possibilidade de mudança na ordem mundial. Portanto as guerras vão permanecer, as injustiças, os crimes de todos os jeitos e maneiras, a indiferença humana, o preconceito, o racismo, as diferentes classes sociais, a formulação das diversas teorias, religiões, seitas vão permanecer em seus terrenos estratégicos. E por quê? Por todos estarem embriagados, iludidos e obsedados reproduzindo a mesma lógica de relação humana que milenarmente seus antepassados iniciaram. Vivemos em uma sociedade injusta e desigual, que por ironia, é a mesma sociedade, onde todos propõem soluções em todos os campos de relação, e, no entanto até agora o que se observa concretamente é o paliativo.
Para as pessoas que são partidárias de alguma crença, a rigor, a nossa observação sobre a forma como se constituem as estruturas existentes pode até parecer um tanto radical, porém, há o pleno entendimento que tudo que existe e tudo que já existiu foi preciso e necessário para o aperfeiçoamento e aprimoramento humano, a acima de tudo preparar a humanidade para a nova fase que está em vigor, que é a Fase Racional, a fase da racionalização dos povos, fase do desenvolvimento pleno do raciocínio, fase do encontro do ser humano com a individualidade perdida.
A racionalização dos povos só poderá ocorrer através do entendimento pleno e exato de tudo que deu causa e efeito à própria existência do universo. Conheça os livros Universo em Desencanto de Cultura Racional.

Nenhum comentário: