Follow by Email

sábado, 29 de dezembro de 2012

DIA DO SÁBIO - 30 DE DEZEMBRO

(Singela Homenagem em Poema do Ilustre e Nobre Estudante de CULTURA RACIONAL - Procópio Ferreira - Pai do teatro Brasileiro, ao Mestre Manoel Jacintho Coelho - Poema extraído do Jornal Racional nº 24, de junho de 1979, ano II – Fazemos dessa homenagem nossa homenagem ao Mestre Manoel, pelo aniversário de 109 anos do seu nascimento. Louvado seja 30 de dezembro de 1903, que trouxe à Terra quem nos legou o conhecimento do desenvolvimento do raciocínio, glândula pineal, que, depois de desenvolvida, traz a libertação definitiva do ser humano da vida da matéria com sua ligação ao mundo dos eternos, o MUNDO RACIONAL.)
AO DIVINO PAI NA TERRA
Homem argila e lama
Abandona este mundo sem amor
Obedece somente a grande força
Do Divino Racional Superior.
Tanta bondade o Deus Divino encerra
Que pra nos amparar com todo amor
Botou junto de nós aqui na terra
Um filho seu também Racional Superior.
Tudo a ele devemos, ele é o guia
Pois de todos os mundos
Ele concentra em si toda a energia
Porque é o Racional Superior.
Tristes daqueles míseros perdidos
Que não seguem sua trilha Racional
Vivem neste mundo iludidos
Que neste mundo só existem o mal.
Esse homem simples e bondoso
Que ampara todos com seu grande amor
É a sombra luminosa e bem querida
Do Pai Racional Superior.
Racional Superior é o seu nome, não mais digo
Pronuncio com todo o meu ardor
É Manoel Jacinto Coelho nesta terra
Quem representa o Racional Superior.
Que nunca nos faltou com seu amparo
A sua benção o seu carinho e amor
Ele encerra em si todas as graças.
Ele encerra em si todas as graças
Do Divino Racional Superior.
Sei que sou lama mas espero em breve
Ser um dia Aparelho Racional
Pra merecer todo o bem que irradia
Deste Pai Racional Superior.
Passei por todas as mentiras engodos e mistificações
Até que a vida me mostrou com esplendor
Que o Senhor do Cosmos e dos Mundos
É o Divino Racional Superior.
Nem antes nem depois tudo a seu tempo
É o conselho do Divino Pai na Terra
E assim eu seguindo seu exemplo
Terei da bondade o que a bondade encerra.

Nenhum comentário: