Follow by Email

quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

FAÇAMOS DO ANO NOVO UMA NOVA VIDA

2012 já dá seus últimos suspiros.
Mas, nós, não!
Somos eternos, estando em uma contingência material, por nós mesmos causada.
Só quem ainda não se deu conta disso, por viver artificialmente, é que se vê diminuído e envelhecido com os anos aparentes que se passam. Tudo invenção dos seres humanos.
A esses, iludidos com as aparências, faz muita diferença essa mudança alegórica de um ano para outro. O tempo é algo que, na verdade, não existe. O que existe de fato é a deformação do estado natural de pureza, limpeza e perfeição, que nos faz sentir diferentes e enxergar tudo diferente da verdadeira natureza dos seres.
Daí é que nascem as flutuações do humor: ora elevado, ora baixo, ora mais ou menos, que não deixam o vivente sossegado, procurando sempre se equilibrar, mas, volta e meia, desequilibrado.
Será que não deu ainda para entender que o que nos falta é o saber verdadeiro? Será que não deu para sentir que nossa estrutura cultural é incompleta?
Todo fim de ano é sempre a mesma estória: esperanças e mais esperanças, que não passam de esperanças.
Coloquemos um fim nesse grande teatro. Comecemos o Ano Novo com VIDA NOVA, através de uma visão real de tudo e de todos. Sim, porque a visão míope da vida é que nos torna incompreensíveis da realidade e, conseqüentemente, em desarmonia com tudo, com todos e conosco mesmo.
Tomemos a atitude de conhecer tudo sobre a Natureza que nos gera, cria, mantém e governa.
Entremos 2013 com o pé direito e as duas mãos segurando, com firmeza, a cultura da Natureza, a Cultura Racional. Aí deixaremos de nos comportar como simples pensadores e mortais e assumiremos nossa identidade eterna de RACIONAIS, que é o que o SER SUPREMO A TUDO E A TODOS e a Mãe Natureza esperam de nós.
Façamos do ANO NOVO uma NOVA VIDA, pelo desenvolvimento do raciocínio, adquirido com os conhecimentos de Cultura Racional.

Nenhum comentário: