Follow by Email

domingo, 13 de abril de 2014

ELEIÇÕES. TUDO SE TRANSFORMA!

Tudo se transforma.
Hoje é jovem, amanhã é velho. Transformou-se.
Hoje é velho, amanhã não existe mais. Transformou-se em energia, feita essa transformação pela energia em que a pessoa estiver ligada.
Ligada a pessoa na energia da matéria, eletromagnética, transforma-se em uma forma pior, para baixo, em classes inferiores de vida.
Ligada a pessoa na ENERGIA RACIONAL, da origem de tudo e de todos, transforma-se em uma forma melhor, ou retorna à origem do seu natural, para cima, para o mundo dos eternos, não nascendo mais no mundo de matéria.
E, assim, enquanto a humanidade estiver ligada ao ser material, não tem condições de RACIOCINAR, porque o raciocínio (que todos confundiam com o pensamento e imaginação), não é uma função pertencente ao mundo material e, sim, ao mundo dos eternos, de onde viemos e para onde temos que retornar, pois, não há efeito sem causa.
De formas, que é em vão esperar dos pensadores uma solução para a vida, para os sérios problemas que a humanidade enfrenta, pois, pensador nenhum tem a solução, por estar ligado à matéria, e a matéria é resíduo, é lama e somente leva todos de roldão para formas de vida sempre inferiores.
Temos insistido neste ponto, alertando todos da necessidade de rever seus conceitos, seus costumes, seus hábitos calcados na cultura do pensamento, que nada tem a dar, a não ser paliativos e sofrimento.
É preciso ter a humildade de procurar pesquisar outra cultura, pois, a que tem vigorado há milênios somente multiplicou os sofrimentos e tormentos da humanidade.
As eleições estão chegando. E como sempre, os candidatos apresentam soluções, prometem soluções.
Mas, como todos se baseiam na cultura do pensamento, não conhecendo a base legítima de tudo e de todos, essas soluções não terão condições de colocar fim nos sérios problemas que o povo enfrenta, continuando a ser paliativos que, ao invés de embargar os sofrimentos, irão multiplicá-los.
Os governos, por mais que você leitor discorde, não têm culpa do sofrimento do povo, e vice-versa.
O sofrimento é causado pelo mental coletivo que está ligado no pensamento e imaginação, funções estritamente do campo material, cujos movimentos de sua natureza levam tudo e todos, com sua força centrífuga, para baixo, ao enfraquecimento pela perda de energia vital – a essência.
É preciso que todos se conscientizem disso e procurem conhecer a cultura da energia vital, a ENERGIA RACIONAL, da ORIGEM, para sair do rol dessa centrifugação, ficando imune a ela, para recuperar sua energia vital, a da essência, e desenvolvê-la e evoluí-la.
E isso somente é possível com o conhecimento de outro modos vivendi, baseado na cultura natural da Natureza, a CULTURA RACIONAL. Não podemos mais nos iludir, minha gente, com promessas de pensadores. Por mais boa vontade que tenham, eles estão no rol da centrifugação, no rol do pensamento/imaginação e, por mais que queiram melhorar a vida do povo, não poderão fazê-lo.
Confiram tudo isso nos livros de Cultura Racional, Universo em Desencanto.
Embarguemos todos nossa descida de classe, desenvolvendo a energia vital, a ENERGIA RACIONAL, a energia pura, limpa e perfeita, a energia do RACIOCÍNIO, que estava há milhões de milênios paralisada, por estarmos focados e utilizando conhecimentos culturais da cultura do pensamento/imaginação.
A hora agora é do desenvolvimento do RACIOCÍNIO, pela ENERGIA RACIONAL, que tem a solução de todos os nossos problemas, dos nossos negócios e de nossa vida.
Estamos em plena Fase Racional. Mas, é preciso se ligar à Fase Racional, estudando os Livros Universo em Desencanto, para não ficar por conta da fase de liquidação do pensamento, que já terminou e encontra-se falido, razão pela qual, pensando, ninguém encontra mais solução para coisa alguma.
Então, são duas fases: a Fase Racional, para o desenvolvimento do raciocínio e a fase de liquidação dos pensadores que não se interessarem em tomar conhecimento da Fase Racional, pois, a vontade é livre.
Faço votos que sua pessoa que está lendo este texto faça a melhor opção!

Nenhum comentário: