Follow by Email

sexta-feira, 5 de junho de 2015

NO MERCADO DE VALORES, QUAL O VALOR DA VIDA?


(Valdir Santos Alexandrino, estudante de Cultura Racional, Viçosa, MG – originalmente postado em https://rccvsarcn.wordpress.com/)

 

Neste crucial momento que o Mundo atravessa, façamos mais

uma vez uma abordagem sobre o quanto vale o valor da vida:


Lendo a Cultura Racional, observamos que um assunto tratado com grande frequência em seu conteúdo, é valor.
Aliás, este é um Tema, no qual a humanidade deposita especial atenção.  Principalmente quando a consciência se volta sobre si mesma, e põe-se a  examinar o seu próprio conteúdo por meio do entendimento, da razão e a aquilatar-se. E daí, inevitavelmente, põe-se a emitir juízo de valor acerca das coisas da vida; bem como da vida, ela mesma.
Há até estudos e teorias evocadas para classificar o valor das coisas de modo a retratá-lo numa síntese construtiva.
Ou seja, num consenso sobre em que ordem de importância dispor as coisas que circulam a vida e a própria vida, ela mesma.
É a vida o mais importante ou ela está a serviço de algo, ou de alguém, ou de alguma coisa que valha mais que si mesma?
Um estudo mais abrangente sobre tudo isso, é chamado de a Teoria dos Valores.
Todavia, até hoje, não  um ponto de vista unânime entre os pensadores, no que diz respeito à em qual ordem de importânciaValores abstratos e materiais devem ser pontuados numa mesma escala de Valoresdado que, como se sabe, todos pensam diferente e vivem diferentes situações e se defrontam com as mais diferentes necessidades íntimas, diversidade de contextos sociais e ambientais, etc.
A Cultura Racional, todavia, ela no seu todo, é um Conhecimento só de tudo que existe, visto ser uma Obra de abordagem da Cosmogonia, de um único Autor, o Racional SuperiorEla transcende o saber humano, porque não é a coletânea de todo o arsenal de pontos de vista e pareceres e de teorias acumuladas pela humanidade sobre a vida e a evolução ao longo dos tempos. Portanto, trata da origem e da evolução do Universo na qual se circunscreve é claro, a origem da humanidade e toda a evolução antropológica biológica e sociocultural.
Daí, a Cultura Racional não é uma ciência, nem é: uma corrente de pensamento, nem uma filosofia, um elenco de suposições, uma religião, uma doutrina, seita e nem alguma outra fonte de conjecturas acerca de aspectos da realidade, produto da experiência humananem da razão espiritual, nem da razão humano – irracional.
De todos esses segmentos somados, forma-se o conjunto do Conhecimento Artificial, produto do Pensamento elétrico e magnético em sua função de lapidação da humanidade, enquanto na classe de Animal Racional.
Todos esses esclarecimentos (em linguagem simples) estão contidos nos Livros de Cultura Racional, das 21 eternidades que passamos, até chegar onde estamos.
A Cultura Racional tem a perspectiva ótica     (extratranscendental) draciocínio não, do pensamento. O pensamento não é da mesma origem de onde raciocínio teve origem. O pensamento teve origem neste 2º Mundo, neste Mundo Racional Deformado como Animalraciocínio é do 1º Mundo, o Mundo dos puros, limpos e perfeitos, o MUNDO RACIONAL.
Os Livros de Cultura Racional contém o Conhecimento Racional, de autoria de um único AUTOR.  E ELE, a si mesmo se denomina: RACIONAL SUPERIOR. Portanto, Deus identificou-seDeus é RACIONALO Supremo Ser de nossa verdadeira origem, que é uma só, a origem é Racional.
Para ver que é na origem que está o Poder dos Poderes.
E, a cada um de nós, aqui existente nesta classe do Animal de origem RACIONAL, o RACIONAL SUPERIOR nos denomina: Animal RACIONAL. Que é um Ser de mente confusa.
não se conhecer deixa a mente confusa. Assegura-nos o Conhecimento RACIONAL que, todos na Humanidade, acostumados com a ignorância sobre a Razão de ser, tomam a vida pelo que a vida parece ser.  E não, pelo que a vida é.
Todos não sabendo nunca de onde vieram, acabam achando que todos são daqui deste Mundo mesmo.
Dizendo: ▬ “Este Mundo é de matéria. Eu sou de  matéria. Preciso da  matéria para viver. Vou ao mercado à cata de bens  materiais.”
Então, haja oferta de  matéria para tamanha demanda.
Resultado: a vida vai perdendo o valor na Bolsa de valores e a matéria cada vez mais valorizada.
E pela má interpretação da vidaa vida que vale mais do que a  matéria, a sua cotação na mais acentuada queda, na bolsa de valores reais. Pelo desconhecimento do que a vida é, por isso, não havendo quem aposte investir na alta do valor da vida.
Investidor parasita destruidor da vida, devastando tudo que é da vida, tendo por motivo obter matéria. É, no que dá, viverem todos sem se conhecer.
A  matéria, esse feito que é feito do nada, segue sendo tida como se tudo fosse. Todos vivendo desconhecidos do que são e do por que assim são. Então, olham para o dobrão e só vêem cara; a coroanão.
Ao nada, o que dão, é a máxima cotação. E, ao tudonada dão. Aí estão, dois valores extremos sendo avaliados pelo inverso da realidade do que valem.
Por isso, adverte-nos o RACIONAL SUPERIOR em seus Livros, para que estudemos a Cultura Racional intensamente, sem mais perda de tempo. Alega o RACIONAL SUPERIOR tratar-se (a Cultura Racional) do maior tesouro de todos os tempos.
E quem é o RACIONAL SUPERIOR?
É um Ser ainda completamente desconhecido da HumanidadeO SUPREMO SER de nossa verdadeira origem. Não é um vivente daqui deste Campo de Vida, que (segundo Ele) é Externo ao Mundo dos Eternoso Mundo Racional que é o nosso verdadeiro Habitat natural.
ELE se diz ser o VERDADEIRO CRIADOR de todos os Habitantes de uma imensa Planície do Universo das Planícies puras, limpas e perfeitas do MUNDO RACIONAL.
MUNDO que, segundo ELE, nós, todos os Seres Humanos, ▬ num passado distante, de que estamos esquecidos ▬ já o habitamos, em nosso estado de originalidade de ser e, na condição criaturas d’ ELE.
E que (há muito) de lá nós saímos, por conta própria, fazendo uso da vontade, por a vontade ser livre. E que, todos que aqui estamos cada qual é uma vida transformada do seu verdadeiro Ser e, depois de infinidade de transformações, cada qual julgando ser o que não é, por estar esquecido do que era.
ELE nos diz também que, nós temos ainda o vínculo preservado nesta nossa formação corpórea, dentro de nossa cabeça, no istmo do mesencéfalo, que é o raciocínio, a nossa ALMA RACIONALELE denomina “Sede da Alma Racional” e também de “máquina do raciocínio” à pequena porção do cérebro humano, essa pequena glande que se trata da epífise ou pineal.
E, justamente por estar o vínculo preservado, pela mais justa causa e razão, é que somos todos legítimos filhos do VERDADEIRO DEUS, que é um RACIOCÍNIO SUPERIOR a todos os raciocínios, o RACIOCÍNIO SUPREMO.
O RACIONAL SUPERIORUM só AUTOR DOS LIVROS DE CULTURA RACIONAL, O LIVRO para O desenvolvimento draciocínio de todos os filhos do VERDADEIRO DEUS.
E, na Humanidade, todos são filhos do VERDADEIRO DEUS, porque todos têm raciocínio. Aí está o porquê tudo somos. E, de outro lado: nada somos se não sabemos ao certo o que somos. Finalmente, valoradas  essas duas faces de uma mesma moeda.
_______________________________________________
De forma que, no que respeita aos valores, a CULTURA RACIONAL atribui uma escala bipolar: o tudo e o nada.
Existe o tudo da vida  de todos. Nesta FASE RACIONAL da Natureza, esse tudoé o SE conhecer com base e com lógica, que é o mais importante da vida.
o nada é tudo o que circula a vida da Matéria e que não constitui necessidade real do natural da vida de todos.
Sendo que, o natural, é tudo o que pode ser sem prejuízo de ninguém. Natural, de verdade éNatural, tem valor real.
O Artificial é mentira aparentando ser o que não é, é embuste.
Artificial tem  valor aparentefalso.
_______________________________________________
Procure saber mais sobre esses assuntos, nos Livros: “Universo em Desencanto de CULTURA RACIONAL.
Tenhamos todos: saúde, paz fraternal e concórdia universal, pelo desenvolvimento do raciocínio.

Nenhum comentário: