Follow by Email

sábado, 7 de abril de 2012

DIFERENÇA ENTRE PENSAMENTO E RACIOCÍNIO



(Valdir Santos Alexandrino)



Vamos nos esforçar para apontar essa diferença de forma clara para o entendimento de todos.

Agora, desde há ¾ de século para cá, já tem sido possível nos propormos a realizar tal tarefa com reais possibilidades de êxito; dantes não.

Agora, o processo evolutivo natural da Natureza já nos dotou do Conhecimento da Verdadeira Causa de tudo; assim como, das Verdadeiras Origens de tudo que existe. E até mesmo, o Conhecimento das Verdadeiras Causas desses momentos deprimentes, calamitosos,
de muito sofrimento que vai pelo Mundo afora: a violência em proporções endêmicas; o terrorismo, o desequilíbrio, a liquidação moral, física e financeira, as falências por todas as esferas da atividade humana e a implosão avassaladora do que a tábua de valores da civilização construiu com muito denodo e sacrifício, para a composição bem organizada e o equilíbrio da vida.

E dotados do Conhecimento da Verdadeira Causa de tudo que existe, passamos a ter o entendimento do porquê de todas as ruínas que
estão se passando no Mundo inteiro.

Podemos começar a repassar muito disso para a humanidade poder prevenir-se ante o que por aí vem. Comecemos dizendo então, que ninguém é culpado do sofrimento de ninguém. Tudo o que está se passando, toda essa intemperança psicológica do Ser Humano mergulhado, crescentemente, na prática de monstruosidades contra si e contra os seus semelhantes e contra o próprio ambiente no qual a vida se desenrola; tudo isso, tem um causa básica: “a Natureza mudou de Fase”.

Terminou a Fase de animal Racional e, ato contínuo, entrou outra Fase em vigor; que é a Fase Racional para suceder a Fase que terminou. Mas, junto com a Fase sucessora da Fase natural da Natureza que terminou, nos foi dado o Conhecimento psicossociocultural necessário para que possamos nos recuperar enquanto espécie humana, apta a consertar a vida e endireitar o Mundo. É uma mudança decisiva de rumo, sem dúvida, de uma imensa responsabilidade; por exigir respostas certas e sem evasivas.

A humanidade constituída até aqui, somente de pensadores, assustada com tudo o que está se passando e à procura da verdadeira causa básica que, nunca pode ser encontrada no pensamento. Era preciso que passasse a ser dotada de um Conhecimento tal que, nos fizesse saber de uma vez por todas: quem é o pensamento e de onde ele é; quem é a imaginação e de onde ela é; e saber quem é o raciocínio e de onde ele é. E que nos fizesse saber, por fim, porque é que a humanidade estava confinada e, sem solução, nessa classe de animal Racional pensador, sofredor e mortal. Então, agora sim, tudo isso nos sendo dado a conhecer, com base e com lógica, nos livros de Cultura Racional: “Universo em Desencanto”.

Daí, à medida que vamos sabendo; então vamos recomendando a todos que busquem imediatamente se conhecer, adquirindo esse inédito
Conhecimento da Cultura Racional do 3º Milênio. Que é para ficar sabendo a causa da existência de tudo que existe; porque, é dessa sabedoria que todos precisamos estar assenhoreados.

Comecemos então, por dizer que o pensamento não é da origem de onde o raciocínio teve origem. O raciocínio é de origem Racional, é de cima; e o pensamento é da matéria.

E o pensamento, por ser de origem do chão, a sua missão foi sempre primária. E por isso desde que houve a formação do pensamento para o desenvolvimento da mente; não teve por função missionária nos fazer acertar em tudo o que nos propúnhamos a fazer. Não, pois o que nasce como primário, depende de aprender de tudo para algo saber; e ainda assim, sem saber se está certo ou se está errado aquilo que está sendo feito mediante experiências.

Então, o Ser Humano não tinha outra alternativa; senão pensar, sem saber porque pensa. Imaginar, sem saber porque imagina, e nunca raciocinava; porque não era a Fase do desenvolvimento do raciocínio.
E o que é que «Fase» quer dizer? «Fator natural de ser»; é isso o que quer dizer. Significando: «o Fator Natural de (um feito) ser o que é; é aquilo que faz com que alguém, algo ou alguma coisa seja, naturalmente, o que é. ».

De forma que, numa «Fase», tem vigente nela como um seu fator natural, «a vida vital que é a Energia dela» natural da própria Natureza, concorrendo para que se efetive o desenvolvimento de uma das três máquinas psicológicas que o Ser Humano trás dentro de sua cabeça. É o que nos faz portadores, onde quer que estejamos dessas três bagagens pessoais: a biológica,a psicológica e a cultural. Cada uma dessas bagagens acoplada às demais.

Mas, cada «Fase» estava predestinada ao cumprimento de sua peculiar missão e, só.

Lá, no primitivo princípio da formação das coisas, foi dito que todos tinham raciocínio. E por o animal Racional ter a mente confusa; então precipitou as coisas e firmou-se no entendimento de que já estava raciocinando. Não foi isso que foi dito no princípio da formação do pensamento e sim, que todos tinham imaginação, pensamento e raciocínio.

O pensamento como sempre foi confuso e contraditório, começou a pensar que, a fase do pensamento, fosse a mesma fase do raciocínio.
Não. Cada máquina psicológica existente dentro da cabeça humana só podia funcionar dentro de sua Fase. Primeiro, foi a Fase da Imaginação. Segundo, foi a Fase do Pensamento. E terceiro, a Fase do raciocínio que, hoje aí está ela, a Fase Racional. Ninguém sabia nada disso que, hoje, nos é dado assim, esclarecido.

A Cultura da imaginação e do pensamento foi das eras do chão, a Cultura Artificial, para a lapidação do animal Racional. Não podia, portanto, a Fase do pensamento ser tida como foi; como se fosse a mesma Fase do raciocínio. Foi feita uma miscelânea das Fases. Misturando a Fase da
Imaginação com o Pensamento e com o Raciocínio. Devido viverem desconhecidos de seu próprio Ser, não sabiam que, somente quando terminasse a Fase do Pensamento e da Imaginação é que entraria a Terceira Fase, a Fase Racional para o desenvolvimento do raciocínio pela Cultura dele, a Cultura Racional.

São três Fases da Natureza.
A primeira foi a Fase da Imaginação, a Fase magnética, a Fase da terra; a Fase da composição da matéria, da composição da máquina
de matéria, para a formação do pensamento magnético - a Fase da imaginação. A primeira Fase que foi desenvolvida e o foi pela Energia magnética.

A segunda foi a Fase do Pensamento, a Fase elétrica, a Fase da água; a Fase da composição e do desenvolvimento da máquina do pensamento. Ambas, as duas máquinas do chão, da composição da matéria por meio dessas duas Energias de condensação material.

Ambas, transformadas nesse líquido seminal, o sêmen, tomam a forma dessa máquina de origem do chão, essa máquina elétrica e magnética.

A terceira Fase, a Fase dessa mecânica Racional deformada dentro da cabeça de todos em forma de máquina do raciocínio, no istmo do mesencéfalo. Essa a máquina do verdadeiro Mundo de Origem de todos, porque todos os feitos têm que ter a sua origem. Se existe a máquina do raciocínio, é porque existe a sua origem, porque não há efeito sem causa.

E na matéria, tudo é assim: tudo que tem princípio tem fim. E de forma que dentro de sua época, do seu período, na Fase do seu trabalho, do seu desenvolvimento; essas duas máquinas da composição do chão – o pensamento e a imaginação – cumpriram a sua missão de lapidar todos dessa classe de animal Racional.

Mas, o pensador por não se conhecer, pensava que o pensamento elétrico e magnético fosse eterno. Daí queria incluir dentro da Fase
de Animal Racional (pensador, sofredor e mortal sem solução) – queriam que coubesse dentro dela – a Fase Racional, que é esta Fase do desenvolvimento do raciocínio. Isso não tem cabimento. Achava que o raciocínio fosse alguma modalidade aprimorada de pensamento.

Até achavam – dado o grau de desenvolvimento do
pensamento – que se tratasse da mesma coisa: pensamento e raciocínio. Nem davam por elas, de que cada coisa é uma coisa diferente da outra. Uma coisa é o pensamento e outra coisa é o raciocínio. Falavam em raciocínio sem ter chegado a Fase Racional para o seu desenvolvimento.

Hoje é que estamos sabendo que o raciocínio – esse ponto básico da vida eterna – é da Fase consciente e positiva; enquanto que o pensamento é da Fase inconsciente e negativa; que foi necessária existir, para nos lapidar.

Então, mesmo hoje, quando está pensando isto ou aquilo é costume dizer que está raciocinando; por não ter raciocínio, confunde pensamento com raciocínio, sente-se dotado da faculdade de raciocinar. Julga possuir virtudes que, em si próprio, não existem. Não sabe (ainda) que o raciocínio é uma coisa: pura, limpa e perfeita, com equilíbrio verdadeiro e definido.

Portanto, o Ser Humano, enquanto permanecer inerte dentro de sua cabeça essa máquina biológica do exercício da função psicológica Racional, o Mundo prosseguirá convertido por uma sabedoria invertida… porque, não tendo em função o raciocínio e tendo que viver em experiências, vive como se, um Humano irracional, fosse.

Eram tempos em que o raciocínio não funcionava, porque desconheciam a sua base de origem. Funcionava o comando elétrico e magnético. Então, havia a tal grande confusão com o pensamento e o raciocínio.

Agora sim, é que chegou o raciocínio dos animais Racionais, da sua base de origem. Agora é que estão sabendo o que é o raciocínio. Agora é que vão ser Racionais, por estarem conhecendo e sabendo todo o translado de sua base de origem, de todos e de tudo.

O raciocínio é muito diferente do pensamento elétrico e magnético, que é dos animais Racionais, livres pensadores. Então, as Energias: a elétrica e a magnética faziam uma desregulagem tal no Ser Humano que, a pessoa ficava incompreendida por si mesma. Vivia igualmente a
um bicho, por estar sob a influência do irracional, que é a energia elétrica e magnética, zangando com tudo, nervoso com tudo. A impaciência, porque a elétrica e magnética molestava o Ser Humano; é uma Energia destruidora.

E assim, agora conhecedores de toda a formação; havendo então, o «desencanto»; que é a sua separação do animal irracional.

A hora do «desencanto» é esta, o que é de cima e que veio de cima, volta para de onde é, volta para o Mundo Racional; por ser do Mundo de cima. E o que é do chão, continua no chão em transformações, até que se dê a extinção do chão; a extinção desta deformação e a volta ao seu estado natural de Racional puro, limpo e perfeito.

Há muito mais para você saber sobre este assunto, nos Livros da Cultura do desenvolvimento do raciocínio; os Livros: “Universo em Desencanto”.
Tenhamos todos saúde e paz!

Um comentário:

Sissym disse...

Uma mensagem que encontrei e adorei!

"Faça desta páscoa, a tua páscoa. Faça desta ressurreição, tua ressurreição. Nunca se entregue, pois é somente a cada adversidade que poderemos vislumbrar uma nova oportunidade. (Ivan Teorilang)"

BEIJINHOS