Follow by Email

quinta-feira, 28 de junho de 2012

DOAÇÃO REQUER PREPARAÇÃO

Ninguém pode dar aquilo que não tem.
Acontece que a maioria da humanidade pensa estar de posse do amor, da paz, da fraternidade dentro de si. Infelizmente, apenas pensa e imagina, mas, não está. Essas virtudes estão sim, dentro até do mais rude e vil animal Racional. Mas, ele não está de posse dessas virtudes, por estar ligado à sua parte animal, onde existe o falso amor, a falsa paz, a falsa fraternidade, as falsas virtudes.
É o caso de dizer: “Que vale ter um diploma comprado se você não conhece a profissão?”
E, assim, sendo tudo falso, torna-se tudo muito variante. Hoje ama, a ponto de dizer que dá a vida pelo outro. Amanhã já não ama mais, transformando-se, em muitos casos, o amor em ódio, às vezes fatal. Prova de que nunca foi amor. O amor é eterno e não se desgasta em hipótese alguma, assim como as demais virtudes.
E, por isso, o mundo é de sofrimentos até morrer, por viver de hipocrisia, por a maioria absoluta não estar de posse de suas virtudes, que se encontra na sua parte Racional. Vivem (quase que absolutamente todos) ligados somente à sua parte animal e de posse do falso amor, da falsa paz, da falsa fraternidade, enfim, de virtudes embusteiras, razão porque todos são variantes, desequilibrados, com raras e honrosas exceções.
Para estar de posse das verdadeiras virtudes, tem que estar de posse da IMUNIZAÇÃO RACIONAL, que se encontra na nossa parte Racional, a qual precisa ser CONHECIDA, RECONHECIDA, DESENVOLVIDA e EVOLUÍDA.
Levamos eternidades para desenvolver a nossa parte animal, que só sofrimentos nos traz. Por que eternidades? Por a parte animal não ser o nosso natural e, por isso, foi muito difícil o seu desenvolvimento, que é a parte do pensamento e da imaginação. Agora chegou a fase do desenvolvimento do raciocínio, a parte Racional. E por Racional ser o nosso verdadeiro natural, não vai levar milênios para ser desenvolvida essa parte, mesmo porque a fase em vigor na Natureza é Racional, e nossa mãe Natureza concorre em tudo para que esse desenvolvimento se complete o mais rápido possível. Mas, tem viventes apressados, devido o seu desequilíbrio, esquecendo-se de que tudo evolui naturalmente, tendo começo, meio e fim. Levaram eternidades para desenvolver a parte animal e quando conhecem Universo em Desencanto, querem, porque que querem que da noite para o dia o seu raciocínio se desenvolva e dê solução de todos os seus problemas. São pessoas ainda muito doentes que a mente não consegue alcançar a ordem natural das coisas e, com esse desequilíbrio, acabam se prejudicando e retardando o seu desenvolvimento racional. Outros, ainda pior, largam o tesouro de solução de sua vida, Universo em Desencanto, para voltar atrás para procurar a solução de seus problemas na cultura do pensamento filosófico/científico (que nada nunca solucionou em definitivo). Esquecem essas pessoas que há milênios elas viveram buscando no pensamento essas soluções e nunca encontraram.
São pessoas que realmente ainda não conseguiram enxergar a diferença entre o joio e o trigo, por falta de amadurecimento. E para amadurecer, o que é preciso? Muito sofrimento, pois, somente o sofrimento faz o dorminhoco acordar.
E enquanto todos não acordarem para a vida real, que é a vida Racional, continuarão tentando, em vão, dar amor, paz, fraternidade etc., por não estarem ainda de posse dessas virtudes, que somente alcançarão com o desenvolvimento do raciocínio.
Continuarão pensando que estão dando amor, paz, fraternidade e tudo de bom, mas, estarão apenas dentro de um grande magnetismo, sendo magnetizados por tudo e por todos e magnetizando os demais.
Procuremos estudar Cultura Racional para nos desenvolver e evoluir racionalmente, para assim ficarmos de posse da IMUNIZAÇÃO RACIONAL e, aí então, estarmos realmente preparados para dar o amor verdadeiro, a fraternidade verdadeira, a paz verdadeira e tudo de verdadeiramente bom e de bem.
Sim, porque ninguém, ninguém mesmo pode dar aquilo eu não tem. Não são as palavras que têm poder, palavras são apenas códigos, aparências. O poder está na essência que as palavras representam.
Aprendamos a viver com o mundo das essências e, não, com o mundo das aparências, pois, esse embusteirismo, por nada ser, leva todos que nele se baseiam a nada serem também.
Portanto, primeiro se abastecer do que é real, para depois poder transmitir o que é real.
Somente o raciocínio nos abastece, nos fortifica e nos engrandece dentro do que é real.
Leiam Universo em Desencanto.

Nenhum comentário: