Follow by Email

sexta-feira, 1 de junho de 2012

TODOS EM CONFUSÃO

A Cultura Racional é EM FAVOR de tudo e de todos. Significa: para BENEFICIAR tudo e todos. Portanto, não é contra nada nem ninguém. É A VERDADE das verdades que todos precisam e necessitam. Tudo que já existiu e ainda existe é porque é preciso e necessário, todos os segmentos culturais, para lapidação de tudo e de todos. Tudo são fragmentações de um todo, por ter se deformado ao se desligar da ORIGEM. Sim, ORIGEM, porque não há efeito sem causa. E, assim, surgiram vários segmentos culturais, cada qual contendo pontos de verdade, mas, sem a verdade completa. Isso é uma análise da realidade - impessoal, sem preconceitos. Agora surge no mundo a VERDADE completa, para dar a cada segmento aquilo que lhe falta para se complementar. Quem estuda Cultura Racional entende e compreende isso muito bem e, por isso, tem a maior diplomacia, o maior carinho, o maior cuidado para que pessoas desconhecedoras da Cultura Racional não se sintam inferiorizadas ou marginalizadas por ainda não conhecerem esse Conhecimento Superior. Mesmo porque, tudo e todos são igualmente importantes por ter a sua razão de existir e de ser. Cada qual no seu tempo, cada qual na sua evolução, chegará no seu ponto certo, pois, a Natureza está providenciando a evolução de tudo e de todos. E, assim, uns mais cedo, outros mais tarde, chegarão à conclusão da importância fundamental de se racionalizar, de se completar. Temos no mundo crianças, jovens, adultos e anciões. Não é saudável tirar as brincadeiras de uma criança antes do tempo, é a forma natural dela de contato com o mundo exterior. Não é saudável tirar a dependência de um jovem antes do tempo, é a forma dele compreender que não é absoluto e que todos dependem de todos. Não é saudável tirar de um adulto suas responsabilidades, antes do tempo, é a forma dele amadurecer. Não é saudável tirar de um ancião suas manias inofensivas, é a forma dele se sentir auto-controlado. Assim são os vários segmentos culturais. Uns mais primários de conhecimento da vida, outros menos primários, uns mais evoluídos e outros quase chegando à verdade completa. Mas, em todos, muito ou pouco, faltam pontos fundamentais para que cheguem a um denominador comum. A Cultura Racional completa todos de tudo que lhes falta. E o faz de forma diplomática, com muito amor, carinho, paciência, enfim, com verdadeira sabedoria. Não tira ninguém do seu lugar e, sim, faz provimento do que lhe falta ali mesmo onde se encontra. Maior prova de amor, de respeito e de fraternidade não existe. E assim é um estudante de Cultura Racional. Conhecedor do que tudo e todos somos e do que tudo e todos éramos, sabe conduzir com paciência, amor, desprendimento, carinho, fraternidade e diplomacia aqueles que ainda não conhecem o que ele já conhece. Sabe que todos estão incompletos, inclusive ele, que ainda está se desenvolvendo. Mas, ele já sabe aonde tem que chegar, o que lhe dá total segurança e muita alegria de viver. E por todos estarem incompletos, essa a causa das confusões, onde os quase que completos se julgam mais verdadeiros que os demais. Quando isso não é verdade. Quem se completa se integra com tudo e com todos, faz parte de todos e todos fazem parte dele. Portanto, não minimiza ninguém. Assim é o raciocínio, que não marginaliza e, por isso, faz a união de todos, colocando fim nas confusões. Que onde cada qual pensa diferente, as confusões imperam, as divisões crescem e o sofrimento se estabelece. E o raciocínio é UM só, a VERDADE completa, a VERDADE das verdades. Assim, na Fase Racional não há confusões, porque todos têm UM só ponto de vista, um só querer, uma só vontade. E que essa vontade é o retorno ao seu estado natural de RACIONAL puro, limpo e perfeito, com seu progresso de pureza. Enquanto todos não abraçarem a VERDADE das verdades, que é RACIONAL, todos continuarão em confusão sempre maior, porque a fase do pensamento terminou. O pensamento está falido, em liquidação, levando à liquidação os pensadores, que são aqueles que não aceitam se completar. E, assim, por teimosia e rebeldia, por vaidade e arrogância, esses e essas se marginalizam por si mesmos, não sendo a Fase Racional que os está marginalizando. Para se completar, tem que aprender. Ninguém passa a saber sem aprender. Para aprender, tem que conhecer. Para conhecer tem que saber ouvir o que não sabe, pesquisar o que ouviu e tirar suas conclusões. Sem isso, qualquer julgamento é precipitado. E para quem sabe ler é muito fácil pesquisar, basta estudar. Estudemos os Livros de Cultura Racional, Universo em Desencanto, para completar o que nos falta e nos igualarmos na paz, no amor, na fraternidade e vivermos em concórdia uns com os outros. Esse é o fim de TODOS EM CONFUSÃO!

Nenhum comentário: