Follow by Email

domingo, 17 de março de 2013

CIÊNCIA DO NADA

(Odete Pereira – Poetisa Racional)
O homem é um vago bicho sem destino
Que vive só de ilusão
Vagueia como um peregrino
Desconhece a própria razão
Manda foguete para o espaço
Se diz grande sabichão
Sem saber dizer de onde vieram
Sem saber dizer para onde vão
O homem hoje é valente
Orgulhoso e prepotente
Amanhã arrasta o pé, já não anda
Nem seu corpo ele comanda
Da natureza desconhece os mistérios
Mas se diz um grande herói
Explora ouro, prata e minério
E tudo que toca ele destrói
A Mãe Natureza revoltada
Derruba castelo, barraco e mansão
Aí a ciência não explica nada
A ciência é mais uma ilusão
Na ciência dos homens não está a verdade
Por isso não define o destino da humanidade
A ciência das ciências
O contencioso universal
Provém do Mundo Racional.
http://poetisaracional.blogspot.com.br/

Um comentário:

Odete disse...

Salve!
obrigado minha irmã Nagea por postar meus versos da face racional Um abraço.