Follow by Email

quarta-feira, 10 de setembro de 2014

SER E SENTIR


Amigos, SALVE!
Somos aparelhos astrológicos, com duas dimensões distintas dentro de nós: a inferior e a superior.
A inferior recebe e transmite influências do mundo inferior e para o mundo inferior, através dos sentimentos, bons e maus.
Fomos desenvolvidos até agora, dentro deste mundo inferior, onde existe o bem e o mal – desenvolvidos através do sentimento.
Então, sentimos o bem e o mal e transmitimos o bem e o mal.
Essa a razão de não termos alcançado a concórdia universal.
Sente amor, depois, não sente mais, vem o ódio.
Sente a paz, depois, não sente mais, vem a guerra.
Sente a fraternidade, depois, não sente mais, vem o egoísmo.
Portanto, o sentimento é algo variante, algo que não nos deixa SER.
Ser o que?
Ser amor, ser paz, ser fraternidade, ao invés de apenas sentir amor, sentir paz, sentir fraternidade.
Quem sente, sente por uns momentos ou por uns tempos, depois deixa de sentir, porque ainda não é amor, não é paz, não é fraternidade.
Precisamos SER, pois, quem é amor está imunizado do sentimento de ódio.
Quem é paz, está imunizado do sentimento de guerra.
Quem é fraternidade, está imunizado do sentimento de egoísmo.
Portanto, o sentimento foi um recurso da Natureza para nos conduzir a SER e não precisar mais de sentir, por ter alcançado o SER.
Então, bem entendido, o sentimento é da nossa parte animal, da dimensão inferior.
Quando alcançarmos o SER, não existirá mais sentimento, pois, todos SEREMOS amor, paz e fraternidade eternamente, tendo racionalizado todos os sentimentos, deletando toda a negatividade e alcançando o SER, passando a ser um só ser: RACIONAL – puro amor, pura paz e pura fraternidade.
Finda-se a dualidade e passamos a tomar posse da nossa dimensão superior, a dimensão da concórdia universal de paz, amor e fraternidade, todos concordando com todos.
Mas, para tudo na vida é preciso aprender.
E onde aprender a SER, num mundo onde tudo é sentimento, não carecendo mais dos sentimentos?
Nas aulas ministradas pelo Mundo Superior, o mundo do nosso SER superior, o mundo do amor, da paz e da fraternidade, o MUNDO RACIONAL, onde vamos aprender a sentir o SER até alcançarmos o SER.
Essas aulas estão à nossa disposição, nos livros ditados aqui no Brasil pelo MUNDO RACIONAL, intitulados Universo em Desencanto.
Desencanto: desencantar do que nos divide, a parte animal, deletar de nós tudo que é dual e variante, para sentirmos dentro de nós a presença do RACIONAL, a essência DIVINA, até nos identificarmos com o nosso ser verdadeiro, o SER RACIONAL: amor, paz e fraternidade.
Aí ocorre a concórdia consigo mesmo. E por a essência DIVINA ser UMA só em todos os aparelhos, ao concordar consigo mesmo, a pessoa passa a concordar com tudo e com todos, porque DEUS está em tudo e em todos, donde vem a CONCÓRDIA UNIVERSAL.
E dessa forma, transcendemos da dimensão inferior, do mundo inferior, para a dimensão superior, para o mundo superior, o MUNDO RACIONAL, de onde tudo e todos viemos, razão pela qual, para esse mundo superior tudo e todos têm que retornar.
Esse nosso apoteótico destino é a razão de estarmos vivendo neste mundo inferior em que vivemos.
Estamos sendo preparados para retornar ao mundo de onde saímos, por livre e espontânea vontade, numa desobediência ao MUNDO SUPERIOR, que, por ter nos perdoado, trouxe à Terra, finalmente, como voltar a ser o que éramos (eternos, Racionais), antes de ser o que hoje somos (deformados, animais Racionais).
E essas divinas aulas, onde se encontram?
Nos livros Universo em Desencanto, de Cultura Racional, a cultura natural da Natureza, para quem quiser deixar de ser um ser incompleto, que apenas sabe SENTIR, para passar a ser um ser completo, que não sente mais, por ter encontrado o seu verdadeiro SER, o SER RACIONAL.
Que todos se animem a SER e não apenas a sentir.

Nenhum comentário: