Follow by Email

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

DESOLAÇÃO

(Odete Pereira – Poetisa Racional)
Desolada revoltada e tristonha
Assim caminha a humanidade
A luta do inconsciente é medonha
Para quem não conhece a verdade
Eu escrevo, eu verso em linhagem.
Uma linhagem bem simplesmente
Mas parece até que eu falo linguagem
E, no entanto eu verso tão naturalmente.
Para aprender é só prestar atenção
O que é racional não tem complicação
É preciso ter humildade
Para aceitar e entender a verdade
Para desenvolver o raciocínio
É preciso ler reler e obedecer
O raciocínio é natural, o raciocínio é racional.
Para eliminar a dor e o pranto
Leia o livro Universo Em Desencanto.

Nenhum comentário: