Follow by Email

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

OS LIMITES

(Odete Pereira – Poetisa Racional)
Rompi com os limites da minha fronteira
E fui em busca da verdade
Buscando provas e comprovações
Da minha originalidade
Nesse mundo de ilusão, ambição
Artifício e fantasia
É um nada que leva a nada
Já não tem mais primazia
A vida aqui nesse chão
É só tristeza e sofrimento
Para chegar à razão
É preciso entendimento
Todo aquele que procura
Encontra com a verdade
É preciso perseverar
Para chegar à realidade
Só entenderás a mim
Quando conheceres a vós
Para chegarmos enfim
A poder falar de nós
Falar do nosso mundo
Falar com nossos irmãos resplandecentes
Que vivem num mundo superior
Um mundo bem diferente.

Nenhum comentário: