Follow by Email

domingo, 29 de janeiro de 2012

O PENSAMENTO E A VIOLÊNCIA


(José Severino dos Reis)

A violência dos nossos dias, a única saída é o desenvolvimento do Raciocínio.
Os assaltos, seqüestros, o terrorismo, enfim, todo o tipo de violência e de desequilíbrio do homem soa como um apelo veemente da natureza dizendo: “Procurem conhecer, estudem CULTURA RACIONAL, eu não quero mais ver vocês sofrerem.”
Vejamos por que.
Na pré-história, éramos como crianças que não sabíamos nada. Mas a mãe natureza com a sua sabedoria e muita paciência nos ensinou a andar, a falar e a definir tudo que víamos, ligando a energia magnética na glândula da vida material do nosso primitivo cérebro. E como uma flor, a imaginação se desabrochou com a cultura da pré-história, também chamada de fase do desenvolvimento da imaginação.
E quando a natureza viu a cultura da pré-história pronta, ela mudou para a cultura da civilização, também chamada de fase de desenvolvimento do pensamento. E o pensamento veio auxiliar a imaginação que era muito lenta.
Naquele tempo eles ficavam imaginando a mesma coisa a vida inteira e não saiam daquilo.
Já com o pensamento, eles imaginavam, por exemplo, um novo modelo de carro e o pensamento desenhava e os homens construíam o carro. Assim, com o progresso da cultura da civilização, a natureza foi desenvolvendo o pensamento. E o pensamento desenvolveu as ciências, a tecnologia, as filosofias, as religiões, o amor e o sentimento que torna o homem humano. Tudo isso foi desenvolvido na fase do pensamento, que terminou em quatro de outubro de 1.935.
E nessa mesma data nasceu a CULTURA RACIONAL, dando início à fase Racional, a fase do desenvolvimento do Raciocínio que é desenvolvido com a energia Racional. A fonte da energia Racional está na leitura dos livros UNIVERSO EM DESENCANTO, que é a didática da CULTURA RACIONAL.
Vejamos então: a imaginação foi a primeira atividade do cérebro produzida pela energia magnética ligada na vida material do homem. O pensamento é a ação da energia elétrica ligada na vida líquida do cérebro. E o Raciocínio, é a glândula Racional que está localizada no centro da cabeça, na base do mesencéfalo, conhecida pela ciência como Glândula pineal.
A Glândula Pineal ficou paralisada aguardando o seu tempo, a sua energia, a energia Racional, que viria na fase Racional. Com a chegada da fase Racional, a natureza se ligou na energia Racional e passou a comandar todos através do Raciocínio.
Mas, para isso é preciso estar em contato com a energia Racional através da leitura dos livros da CULTURA RACIONAL. E tem urgência a humanidade estudar a CULTURA RACIONA, porque com a chegada da fase Racional, a natureza parou de alimentar o pensamento com as energias elétrica e magnética. E sem alimento o pensamento começa a secar. Secando o pensamento, seca o sentimento e sem sentimento, as pessoas não sentem mais o que fazem. Essa é a causa das chacinas. O indivíduo mata a família inteira, mata o pai, mata a mãe e conta friamente.
Em assaltos, mata-se por milhões ou por um par de tênis.
Nos seqüestros vão matando o refém aos poucos, cortam uma orelha e mandam para a família, se não pagarem o resgate, mesmo que seja de uma criança, eles matam sem piedade. Esses já estão com o pensamento seco, não tem mais sentimento.
E toda humanidade está caminhando nesse sentido. Se não começarem o desenvolvimento do Raciocínio logo, acabarão também todos os entendimentos humanos. Os casais já não se entendem mais: um, dois anos de casados se separam, por falta de tolerância, porque o pensamento está enfraquecendo. Essa é a causa da violência: o pensamento seco. E é no mundo inteiro, porque o pensamento está secando: de todos os seres humanos.
Se não fosse a CULTURA RACIONAL ter chegado à Terra para desenvolver o Raciocínio, o homem atearia fogo no mundo por loucura. E a loucura é o pensamento seco. Portanto, a solução para a violência, só com o desenvolvimento do Raciocínio, porque a fase do pensamento acabou e não tem volta.
É salve-se quem puder e se puder.

Nenhum comentário: