Follow by Email

sábado, 28 de janeiro de 2012

SEJA SENHOR DE SI MESMO


Paz, amor e fraternidade é tudo o que toda a humanidade está precisando e necessitando para concretizar a união de todos e a tão sonhada concórdia universal.
E tudo isso está sendo providenciado, minha gente, por mais que pareça o contrário.
Está sendo providenciado pelo único SER que tem o poder dessa solução: a DIVINA PROVIDÊNCIA.
A casa, essa casa em que estamos como inquilinos, por estarmos passando por essa Terra em decorrência do uso da nossa vontade, essa casa está sendo reorganizada, para passar a ser um verdadeiro abrigo para todos nós, habitantes provisórios de um mundo passageiro e provisório.
É preciso levar isso em conta em todos os momentos da nossa vida, para que sejamos desprendidos dela, a fim de que possamos abreviar o máximo possível essa passagem, em sua forma cruciante, tornando-a sem turbulências, como uma verdadeira escola de aprendizado.
E para que não percamos lição alguma que nos é ensinada, necessário se faz não renegar o que se nos apresenta nesta Terra para nos auxiliar nesse desprendimento.
Sim, minha gente, porque todos nós estamos fora de Casa, não somos daqui desta Terra. Viemos todos de um mesmo mundo superior que, por longas eternidades, ficou completamente esquecido na nossa memória.
Está aí toda a causa do nosso sofrimento, o viver longas eternidades fora do nosso verdadeiro estado natural.
Tudo que está fora do seu estado natural, perde o direito de viver. Entendido esse viver como uma vida de paz, amor e fraternidade.
Éramos seres de energia. Luz pura. Corpos de massa cósmica pura, limpa e perfeita. E por assim ser, éramos eternos.
Já abordamos muito este assunto neste site, em postagens anteriores, onde explicamos que, por livre arbítrio, deixamos o nosso mundo eterno, de pureza e perfeição, para constituirmos este segundo mundo deformado, degenerado, poluído e enfraquecido, este mundo material.
Em virtude das transformações por que passamos, perdemos a consciência da vida eterna que tínhamos, como também das infinidades de vidas que tivemos nas incontáveis transformações de uma vida para outra e de uma forma para outra.
E perdendo a consciência positiva eterna, razão da vida, ficamos mergulhados na inconsciência, obrigados a ser comandados pelo ser material, aceitando tudo que nos era imposto pela matéria, através do pensamento e da imaginação, essências da matéria, este ser deformado, degenerado, poluído e enfraquecido.
Essa a razão de termos também enfraquecido. E um ser fraco, fica ao sabor de todas as correntes fluídicas, sem ter o discernimento verdadeiro, para saber o que realmente é bom ou ruim para nos conduzir.
Portanto, perdemos a consciência do conhecimento verdadeiro e adotamos o conhecimento embusteiro, o conhecimento traidor, o falso conhecimento.
E imbuídos deste falso conhecimento, irradiado pelo pensamento e a imaginação, íamos construindo o mundo de forma inconsciente, na ilusão de estarmos caminhando para a glória das glórias sem notar que estávamos, na verdade, nos afundando, cada vez mais, num abismo de sofrimentos, lágrimas e dores. Caminhávamos crentes que vivíamos, sem perceber que morríamos a cada passo, morríamos para a eternidade.
Reflitam, para perceber como tudo isso é verdade. Observem, com atenção, a situação do mundo em que estamos: só sofrimentos, só monstruosidades.
Um mundo onde as aparências nos traem a todo instante, todos a passos largos para a sua própria destruição.
Isso tudo, minha gente, foi fruto do pensamento e da imaginação. O que plantamos resultou, ao invés de flores, em espinhos, ao invés de frutas suculentas e doces como mel, apenas nos deu frutos secos e amargos como fel.
Parem para refletir sobre a negatividade do pensamento, que nos jogou nos braços peçonhentos da matéria, levando a nossa paz verdadeira, o nosso amor verdadeiro, a nossa fraternidade verdadeira, jogando irmãos contra irmãos.
Está na hora de dar um basta nisso tudo. Nós somos de origem eterna, onde habita DEUS VERDADEIRO, o MUNDO RACIONAL. DEUS é o PODER DOS PODERES e somos filhos DELE. E como filhos DELE, somos fortes. Não podemos mais admitir que o pensamento nos faça pensar que somos fracos.
Quem é o fraco nessa história é o pensamento, que é fruto da matéria, um ser com aparência de tudo ser, mas, que na verdade, nada é.
E por ser fraco e por saber que nós não somos daqui, que somos eternos, quis e quer nos ludibriar, fazendo-nos sentir o contrário, para que continuemos sob o seu jugo, escravizados pela matéria.
Mas, esse é o papel do pensamento. Ele é fraco e por ser fraco, só pode enfraquecer. E nessa missão dele, ele nos lapida nos fazendo sofrer, por nos manter escravos da matéria, quando nascemos para ser livres, livres para o BEM VERDADEIRO, para a paz, para o amor e para a fraternidade.
Não existe, minha gente, liberdade sem a paz, sem o amor e sem a fraternidade. Pois as guerras, o ódio e o egoísmo são algemas terríveis que limitam a vida a classes inferiores de ser.
É tempo de raciocinar, porque o raciocínio é da fonte primordial da vida, da gênese verdadeira, do PODER DOS PODERES. Raciocínio é a energia DIVINA, elo sublime que nos conduz ao nosso verdadeiro estado natural, o mundo dos eternos, o MUNDO RACIONAL.
Chega de nos permitirmos a essa condição humilhante de pensadores, sofredores e mortais. Chega dessa inversão de posições, onde o pensamento se tornou senhor, por longas eternidades perdidas. Sim, perdidas, porque tudo o que ele nos fez fazer, irradiando idéias, planos, sonhos, ilusões e fantasias, resultou neste SALVE-SE QUEM PUDER E SE PUDER que agora assistimos a cada segundo nos quatro cantos do mundo.
Precisamos assumir nossa condição DIVINA de senhores de nós mesmos. Precisamos raciocinar, ou seja, colocar em função o raciocínio, essa ENERGIA ETERNA da nossa origem, a ENERGIA RACIONAL, que está materializada e adormecida como máquina do raciocínio.
E para colocá-la em função é preciso desenvolvê-la. Mas, como, se perdemos a consciência verdadeira por nos esquecermos do conhecimento verdadeiro nessas infinidades de transformações de uma vida para outra na matéria? E sabemos que esse conhecimento superior é que faz funcionar o raciocínio!
Então, é preciso que alguém nos conte tudo sobre o conhecimento que perdemos.
E isso, graças à nossa Mãe Natureza já é possível. Que ela trouxe para nós esse conhecimento verdadeiro, vindo do mundo dos eternos, o MUNDO RACIONAL, que nos relata tudo sobre QUEM SOMOS, DE ONDE VIEMOS, PARA ONDE VAMOS E COMO VAMOS.
E para isso ela recebeu aqui na matéria um Irmão nosso, Habitante do MUNDO RACIONAL, de onde viemos e que ele aqui se materializou como um ser humano, mas com o raciocínio desenvolvido, para transmitir para o povo da Terra o conhecimento para o desenvolvimento do raciocínio.
Escolhido foi o nosso Brasil para nascedouro desse SER DIVINO, que conviveu conosco de 1903 a 1991, com o único objetivo de condensar em Livros todo o curso completo para nossa libertação da vida da matéria, curso esse que foi ditado do MUNDO RACIONAL, constituindo a CULTURA RACIONAL, dos Livros Universo em Desencanto.
E é por isso que o MUNDO RACIONAL está em festa, bem como toda a Natureza, por já se encontrar neste segundo mundo em que vivemos a solução de paz, amor e fraternidade que a humanidade sempre sonhou.
Mas, aí, vocês irão conjecturar:
“Mas, como a natureza está em festa se ela está se manifestando com tantas tragédias no mundo inteiro?”
Ah, minha gente, é que nós estamos falando da Natureza Racional e, não da natureza eletromagnética, a natureza deformada.
Com a mudança de fase da Natureza para a Fase Racional, a parte da natureza que não se rendeu à Fase Racional está tratando de liquidar tudo que fez, inclusive os pensadores.
Essa a razão deste site e dos demais de CULTURA RACIONAL, bem como de todos os outros nossos meios de divulgação da Fase Racional, para que todos se inteirem dessa mudança e mudem também para a Fase Racional, se harmonizando com a Natureza Racional.
A Natureza Racional está em festa. E a natureza eletromagnética que não se rendeu à Fase Racional está em liquidação.
E, assim, cada qual agora tem como optar: participar da festa ou entrar em liquidação.
Continuar fraquejando como sempre fraquejou, submisso como escravo do pensamento e da imaginação, ou se libertar para sempre pelo desenvolvimento do raciocínio, assumindo de vez a fortaleza que sempre foi no MUNDO RACIONAL?
Ser conduzido como escravo pelo pensamento? Ou ser conduzido como senhor pelo raciocínio, senhor de si mesmo?
A vontade é livre.
Mas, com certeza, não tem esse nem aquele que não saiba como é sofrida a vida de um escravo, pois, nessa escravidão da matéria todos estamos há muitas eternidades, onde o sofrimento nunca fez graça para ninguém rir.
E, aí, perguntarão vocês?
Mas, do jeito que as coisas andam no mundo, como não ser envolvido pelo sofrimento horroroso que não poupa lugar nenhum?
Ah, minha gente, aí está a beleza! Para aqueles que estão desenvolvendo o raciocínio, seriamente, estudando Cultura Racional diariamente, olha só, diariamente e quanto mais horas melhor, cumprindo com as determinações do MUNDO RACIONAL constantes nos Livros de Cultura Racional, toda proteção e amparo são dados a esses estudantes, que ficam completamente à margem dessa liquidação horrorosa, sendo orientados para se protegerem.
Quem adota a CULTURA RACIONAL, prova que quer ser forte novamente e, por isso, é fortalecido além de ser engrandecido pelo MUNDO RACIONAL.
Quem adota a CULTURA RACIONAL, prova que não aceita mais a situação de escravo do pensamento e, por isso, ganha as asas do raciocínio para se desprender do pensamento.
Não podemos perder mais tempo, a vida está cada dia mais curta, devido à degeneração e poluição da matéria, e o tempo é pouco para o desenvolvimento do raciocínio.
É preciso que cada qual acredite em si mesmo e, não no pensamento. Que cada qual acredite na fortaleza que tem dentro de si mesmo e coloque-a para entrar em função, tomando conhecimento de todo o saber que torna isso possível.
Todos estão cansados de tentar de todos os jeitos para se libertar de seus defeitos e não conseguem. Os defeitos são as algemas colocadas nos pensadores através das irradiações do pensamento e da imaginação, que são forças externas aos seres humanos.
A cultura artificial feita pelo pensamento e a imaginação teve longa vigência e não conseguiu nos libertar da ambição, da ganância, da vaidade e de seus desmembramentos. Será que não dá para enxergar que essa cultura artificial foi somente para nossa lapidação, jogando irmãos contra irmãos e enfraquecendo todos pelo fanatismo material?
Acorda, minha gente!
O raciocínio é pertence nosso, está dentro de nós, é o natural.
O pensamento e a imaginação são agentes externos, não nos pertencem.
Continuar acreditando no pensamento, em tudo que ele criou, como verdade, é renegar, o seu raciocínio, o seu poder absoluto interior. Continuar pensando é renegar DEUS.
Tudo tem limite. E chegamos ao limite de se admitir o pensamento como o construtor da vida.
Ao pensamento cabe apenas a gestão da vida e, não, a direção e comando dela, porque ele é essência da matéria. O construtor da vida e, portanto, responsável pela vida é o raciocínio, que é um Habitante do MUNDO RACIONAL que deu causa a este segundo mundo em que vivemos. Portanto, o raciocínio é o dono da vida e, não o pensamento.
E a matéria é conseqüência da transformação de uma pequena parte do MUNDO RACIONAL, a PLANÍCIE RACIONAL, que se desligou do MUNDO RACIONAL, quando uns tantos Habitantes do MUNDO RACIONAL nela adentraram para desenvolver um progresso para o qual essa Planície ainda não estava preparada, vindo essa Planície se transformar em energia elétrica e magnética, origem da matéria.
Para ver como o pensamento não pertence à origem, pertence à matéria.
Portanto, é inadmissível que os seres humanos continuem a cultuar uma coisa aparente como é o pensamento, em prejuízo do raciocínio, que é o VERDADEIRO DONO DA VIDA, por ser o raciocínio o filho legítimo de DEUS.
Estamos passando por uma fase de grande decisão na Terra. E aqui estamos nós neste site esclarecendo a todos com informações inéditas, importantíssimas para o equilíbrio de todos nesse evento universal.
Abram seus corações! Sejam amigos de si mesmos! Dêem crédito ao que estão tomando conhecimento neste site, para que a paz, o amor e a fraternidade que sempre sonharam, deixem de ser uma quimera na vida de todos, para ser uma realidade positiva consolidada.
Sejam fortes, procurando a certificação de tudo isso nos Livros de Cultura Racional, Universo em Desencanto.
Gosto
Seja o primeiro a gostar disso post.

Nenhum comentário: