Follow by Email

sábado, 31 de março de 2012

CANTAFÚRCIO. E O QUE É CANTAFÚRCIO?



(Valdir Santos Alexandrino)

É onde se desdobra o Encanto dos Seres Encantados de uma Natureza que derrama sobre a Humanidade, diuturnamente, um dilúvio de fluxos deformados; daí surgindo os estados dolorosos na saúde humana. Dores feitas ou por junção fluídica; ou, por anormalidades do natural da saúde humana.
De forma que, por o Ser Humano desconhecer o funcionamento verdadeiro de toda a ação heterogênea vibrando em aura circulatória (= VÓRTICES OU REDEMOINHOS) sobre a espécie de natureza humana; é que a vida da humanidade – exposta a todo esse Cantafúrcio – se faz crucificada.
E assim, a vida se tornou uma espiral de sofrimentos pela permanente exposição do Ser Humano aos fluidos maléficos de vários setores da Natureza Deformada.
Se os Seres Humanos conhecessem a mudança de Fase ocorrida na Natureza toda, que instalou mundialmente um desequilíbrio caótico em todas as esferas da vida em decadência; então aí,estariam se apressando em desenvolver o raciocínio dentro desta Fase Racional da Natureza.
O raciocínio é o pólo psicológico do equilíbrio de Razão Suprema; despertado pela Cultura Transcendental advinda para o equilíbrio do animal de origem Racional.
Esse “dom Racional”, quem nos dota dele, é a Natureza deformada que, qualifica o Ser Humano civilizado como um animal superior ao irracional; mas, um Racional inferior.
O irracional não tem raciocínio; não há dentro da cabeça dele, uma base biológica adequada ao exercício da função psicológica da Mecânica Racional.
Contudo, o Ser Humano, enquanto ainda remanescer nesta classe de animal Racional em liquidação, nivelado vai estar ao irracional; pois, dentro de sua cabeça também só há o pensamento elétrico e magnético e não, o raciocínio ativado.
A cabeça – este centro de comunicação com tudo e com todos – por viver recebendo as transmissões magnéticas e as transmissões elétricas, ela vai executando a voz do pensamento e da imaginação, da intuição e da inspiração. Porta voz da inconsciência; por não saber o que foi antes de assim ser.
A Força magnética é invisível e a Força elétrica também o é. E, essas duas Forças regentes, a cada momento, estão em constantes modificações. É por isto que: os pensamentos são inconstantes, variantes; os pensamentos não param.
A vida é um conjunto fluídico elétrico e magnético; ela é uma vida de organizações fluídicas; em que o Fluido é o abstrato desta Heptarquia que é a Galáxia Térrea; pois, o Fluido é aquilo que a pessoa sente; mas que, não consegue ver.
O Mundo é toda uma Composição Fluídica do Organismo natural dos Seres da Natureza em estado de degeneração e de decomposição.
A vida é organizada fluidicamente; pois, tudo tem vida; e, tudo que tem vida, transmite os seus fluidos. Basta ter vida corpórea para transmitir o seu espectro fluídico. Nos Fluídos estão as cargas elétricas e magnéticas que, impactam a natureza humana; colocando a sua vida em jogo.
A própria ação carvoeira da formação da vida, nela existe o carvão de origem de uma Resina torrada que originou e deu causa aos Seres naturais da Natureza poluída.
Todos os Seres expelem a sua combustão fluídica que, é uma combustão magnética invisível, deformada, a qual desequilibra o estado humano mental; pois, o pensamento não pára e é aí que reside o desequilíbrio mundial.
Por serem corpos em geração, formação e em decomposição, é que tudo quanto está gerando, efervescendo, vai desprendendo gases que, se avolumando, virando ar que, no ser conduzido por um vapor de alguma espécie e no ir se avolumando, se transforma em vento.
E esse vento produzindo os seus efeitos tempestivos ou não; porque tem vida; e assim também é, tudo quanto existe de vida fluídica. Existem as doenças causadas por anormalidades da saúde e também existem as doenças decorrentes de fluxos intermitentes derramados pela Natureza sobre a humanidade.

Um Fluido mau, transmitido pelo ar, surge uma epidemia.
Os Fluidos espirituais emanados dos espíritos; os Fluídos Planetários; os Fluídos das Faíscas elétricas; tudo isto entra em aura de vibração sobre todos os Seres.
O som é um Fluido; a pessoa o sente, mas não o vê.
A música tem o seu Fluído; daí ter música que desperta alegria e música que desperta melancolia; tem música que desperta tristeza e música que desperta euforia. Tem músicas que fazem bem por transmitirem fluidos positivos; e, tem músicas que fazem mal, devido a transmissão de fluidos negativos.
Há musicas que, o Fluido, de tão mal, até irritam a pessoa; tem músicas que enjoam e tem músicas que fazem rir; o Fluido penetra no sentimento e na audição.
Um susto, um Fluido mau; uma boa notícia, um Fluido bom.
Na composição desta Natureza Fluídica há uma miríade de Seres: há os micro-germens que as lentes alcançam e tem os micro-germens fluídicos que nem as poderosas lentes os enxergam.
Mas, todos esses Seres da Natureza tem o seu Fluido. A eletricidade é um Fluido – os elétrons em movimento; cada átomo é outro Fluido; a radioatividade é mais outro.
O calor tem o seu Fluido: é a quentura boa ou má. O Frio que, é a Força magnética do carbono, tem o seu Fluído bom ou mau. O vento tem o seu Fluido de carga magnética, ou elétrica.
Assim também, os odores e olores. As flores perfumadas e as sem perfume.
E o Ser Humano está sujeito a todas essas intempéries dos melancólicos Seres da Natureza, com seus Fluxos deformados irradiando-se noite e dia, movimentando a maneira e a ação de pensar através de sua força locomotora; e impactando ao motor sentimental imaginário e, também ao pensamento a um tal ponto de, as pessoas, viverem em tormentos, pelo excesso de pensamento incessante; oscilante, variante.
Um susto, um Fluído mau; uma boa notícia, um Fluido bom. O corpo celular de captação de energias, estando com as suas comportas abertas, o organismo se desorienta e a pessoa fica agitada. Uma vez, estas células estando fechadas, a pessoa se acalma. Uma pessoa antipática, acometida de um Fluido mau. Já, uma pessoa simpática, acometida de um Fluido bom. E assim, o estado nervoso, muitas vezes, se deve ao próprio estado de saúde; e outras vezes, é que, as transmissões fluídicas vão fazendo, do Ser Humano, um joguete dessa avalanche de Forças Fluídicas de todos os Seres da Natureza.
Uma Natureza assim deformada e desregulada, atuando sobre o Ser Humano tinha mesmo que fazer o seu corpo ser uma central astrológica recipiente de todo este antinômico demolidor da estabilidade do pensamento.
Aí está porque esta Humanidade desprevenida precisa conhecer o que é Imunização Racional para procurar se Imunizar e se ver livre de todo este estado de insegurança.

Esta é uma narrativa baseada nos Livros de Cultura Racional, apresentando: “Cantafúrcio – a espiral de sofrimento”.

Pela força magnética, a pessoa aqui vivente atrai, sobre si mesma, as correntes magnéticas, carregando-se a sua mente do magnetismo presente nas coisas, nos Seres da Natureza.
O nosso “assim ser”, como hoje bem o sabemos, é devido à Natureza – desta porção universal deformada – por ela ser elétrica e magnética; é que, das transmissões elétricas e magnéticas naturais dos astros, é de onde vibra, dentre nós, a força invisível mais poderosa.

Continua a cabeça humana em função como um robô da Natureza espiritual visível e invisível, também como um robô da matéria; que tem a sua Força radiativa fortíssima, tanto visivelmente (quando é palpável) quanto invisivelmente (mas, faz-se visível quando a sentimos). Daí, a mente adoecida. O desequilíbrio da razão dá causa ao sofrimento da humanidade.

Todos os vegetais transmitem as suas Energias, as pétalas de flores transmitem as suas Energias, as perfumadas e as não perfumadas, cada qual com a sua Energia Fluídica derramadas pela Natureza sobre a Humanidade; fluxos derramados provocando instabilidade sobre o estado normal da saúde.
E, ademais, a cabeça encantada funciona como um robô do sobrenatural. Dotada de três pólos diferentes: a parte que é ligada ao magnético, a parte que é ligada ao elétrico e a parte que é ligada ao natural, parte esta latente, por desenvolver-se Racionalmente.
Vivendo assim, como ferramenta – joguete da Natureza deste Conjunto das Sete Partes, onde as partículas das virtudes corpóreas – de tudo que tinha formação Racional – seguem Deformadas.
Sem o conhecimento de si mesmo e, não sabendo interpretar a verdade como ela é; então, o Ser Humano mantêm-se qual uma confusa Central Astrológica; um Aparelho Humano de matéria que, recebe e sedia todas as intuições dos Habitantes dos Planos Astrais. E também dos Planetas e demais corpos celestes.
Sendo a cabeça o aparelho de captação das transmissões irradiadas como pensamentos de uma variedade muito grande.
O pensamento ninguém vê esta corrente de vibração invisível atuando a Personalidade Interior que é o “eu”, a casa do fluido dirigente do “tu” que é a Personalidade que se vê exposta, material.
Há os bons Habitantes invisíveis do Campo Espacial de Astral Inferior produzindo o pensamento positivo, as meditações, os Planos e as reflexões construtivas. Na contramão, estão os Habitantes maus, produzindo o pensamento negativo. E, em um Plano Cósmico Superior – o da Energia Racional Mediadora – estão os Habitantes do Astral Superior produzindo o pensamento superior que, é o subconsciente perfeitamente equilibrado. Quando a Natureza fez todos, ela também fez em todos a cabeça funcionar com sete ponteiros: ponteiro do paladar – a boca; ponteiro do olfato – o nariz; ponteiro da visão – as vistas; ponteiro do som – os ouvidos.
E ela fez o dínamo que é o coração que, não pode parar de fornecer Energia; senão, a máquina de matéria de vida humana paralisa. O ver a vida às avessas, sempre destrói a vida.
O que não foi possível que a Natureza fizesse na Fase da natureza humana ser governada através do Pensamento elétrico e magnético, foi estabilizar o caráter e a personalidade de suas ferramentas viventes da classe corpórea de animal Racional. Sempre vivemos variando de caráter e de personalidade por, nunca termos vibrado com o sentimento de um Aparelho Humano Racional.



Com o raciocínio desenvolvido pelo Conhecimento de Cultura Racional, a pessoa tem a origem de si mesma desenvolvida em si mesma. Esses ainda são os primeiros passos; para aprender é preciso calma e tempo.
E daí, munida da solução da vida, definida e definitiva. Então aí, a personalidade passa a ser uma só; um caráter só; um Ser só; o verdadeiro equilíbrio de Razão Suprema sendo um só; e a verdade das verdades é uma só: é Racional!
E através dela, a Voz de Deus instalada em nosso íntimo; dentro de nós.
O raciocínio desenvolvido é o que a Cultura Racional chama de “Imunização Racional”; que é um Ser Orgânico do nosso verdadeiro estado de ser natural.
O nosso estado de ser natural verdadeiro é ser Racional puro, limpo e perfeito. E o raciocínio, organicamente ligado à nossa massa de matéria corpórea, depois dele desenvolvido pelos conteúdos lidos, relidos e estudados nos Livros do Universo de Discurso da Energia Racional; então aí, ponto final na ação regente da energia elétrica e magnética, uma das causas do desequilíbrio da humanidade.
Dizendo assim então que, uma vez Imunizados Racionalmente, estaremos completos de nosso verdadeiro Ser; munidos do verdadeiro saber; completos do verdadeiro natural de Racionais. Pois, a causa vital da vida é o raciocínio que, é de outra origem; a qual, o pensamento não alcança.
Está na hora de passarmos todos a adquirir o Conhecimento da solução do equilíbrio da vida, nos Livros de Cultura Racional! E então, vamos nos Conhecer?
SAÚDE E PAZ!

Nenhum comentário: