Follow by Email

quinta-feira, 22 de março de 2012

NO RACIOCÍNIO ESTÁ A SOLUÇÃO - PARTE II



Como podemos colaborar para fazer com que essa ENERGIA RACIONAL, que é o raciocínio, que está materializada em nossas cabeças, seja desmaterializada e tenha sua função ativada?
Muito simples!
Basta que cada pessoa estude a cultura que promove a desmaterialização do raciocínio. E que essa cultura é a CULTURA RACIONAL, a Cultura do MUNDO RACIONAL, que encontramos nos Livros Universo em Desencanto.
O raciocínio é um Habitante do MUNDO RACIONAL que está materializado, em forma de máquina do raciocínio. Preso à matéria.
A matéria, sendo elétrica e magnética, variante, gera um falso saber, também variante, sem condições de ativar a função do raciocínio, por ser um saber do chão.
E, assim, o raciocínio envolvido pela matéria, não encontra virtudes na matéria capazes de acionar o seu funcionamento.
Dizemos isso porque, como sabem de texto anteriores, as virtudes deste Habitante do MUNDO RACIONAL, que está materializado em nossas cabeças, como máquina do raciocínio, foram todas perdidas, se transformaram e se deformaram nessas sete partes que compõem o mundo em que vivemos: sol, lua, estrelas, água, terra, animais e vegetais, juntamente com as virtudes perdidas da Planície Racional, que hoje está transformada e deformada nesta Galáxia Térrea.
O Habitante do MUNDO RACIONAL, que está materializado na cabeça de cada animal Racional, bem como a Planície Racional, eram Habitantes do MUNDO RACIONAL, nossa origem verdadeira, o primeiro mundo.
E hoje esses habitantes estão fora do seu estado natural, transformados neste conjunto elétrico e magnético, que é esta Galáxia Térrea.
Tendo sido o sol formado das virtudes perdidas dos Habitantes do MUNDO RACIONAL. E as demais partes, lua, estrelas, água, terra, animais e vegetais, formadas das virtudes perdidas da Planície Racional.
E sendo os causadores deste segundo mundo em que vivemos, os Habitantes do MUNDO RACIONAL, somente eles têm condição de colocar fim na deformação que causaram.
Sim, porque a formação dos seis seres, lua, estrelas, água, terra, animais e vegetais, foi uma conseqüência da transformação da Planície Racional em goma e resina, pelo aquecimento do foco de luz formado pelas virtudes perdidas dos Racionais. A quentura do foco de luz esquentando a goma e a resina, fez com que elas também perdessem virtudes dando causa aqueles seis seres. Aí está a participação das virtudes dos Racionais na formação das demais partes – como foco de luz.
Esse foco de luz é hoje o que conhecemos como sol. Os detalhes sobre tudo isso serão melhor entendidos no capítulo “De onde viemos e para onde vamos” do 1º volume da Obra de Universo em Desencanto.
Sabemos que quando se elimina a causa, cessam-se os efeitos.
A causa deste segundo mundo em que vivemos, são os Habitantes do MUNDO RACIONAL, que saíram do MUNDO RACIONAL e entraram passeando numa pequena parte do MUNDO RACIONAL, a Planície Racional, que não estava pronta para entrar em progresso.
Os Habitantes do MUNDO RACIONAL resolveram progredir por conta própria naquela pequena parte que, não estando em condições de acompanhar aquele progresso, resultou no seu desligamento do MUNDO RACIONAL, vindo descendo, em espiral e, com ela, os Habitantes do MUNDO RACIONAL.
Sobre isso já falamos também em textos anteriores.
Os Habitantes do MUNDO RACIONAL e a Planície Racional, ambos fora do seu habitat.
E por estarem fora do seu habitat, resultou na transformação da Planície Racional em água e terra, energia elétrica e magnética, e na materialização dos Habitantes do MUNDO RACIONAL em forma de máquinas do raciocínio, em cima do início da água e da terra.
A penetração do líquido (início da água) na cinza (início da terra) deu causa à formação dos micróbios que deram causa ao animal Racional (macho e fêmea), o corpo animal, a parte animal, contendo o Habitante do MUNDO RACIONAL materializado, que é o raciocínio.
Portanto, a reconstrução deste segundo mundo em que vivemos, só pode ser feita pelo raciocínio, depois dessa energia desenvolvida, evoluída e ligada ao MUNDO RACIONAL, de lá recebendo todas as orientações para essa reconstrução.
E para que isso aconteça, é preciso que todos desenvolvam o seu raciocínio, lendo e relendo, estudando e reestudando CULTURA RACIONAL, para que o raciocínio, em contato com sua sabedoria verdadeira, assuma sua condição de fiel da balança da vida e equilibre o elétrico e magnético nosso e, conseqüentemente, deste segundo mundo em que vivemos.
Estes esclarecimentos, justificam porque com o pensamento e a imaginação ninguém resolve mais nada e o porquê a fase do pensamento teve que se findar, estando em liquidação, o que vem ocorrendo desde 1935.
Depois de todos com o raciocínio desenvolvido, todos ficarão equilibradíssimos e, em decorrência, o mundo em que vivemos também se equilibrará. Tudo e todos equilibrados, a Natureza satisfeita e equilibrada, cessará a ação elétrica e magnética de lapidação e liquidação, por o mundo passar a ser governado e ficar por conta do Mundo Superior, de onde somos originários, o MUNDO RACIONAL.
E, assim, o mundo em que vivemos passará a ser um Verdadeiro Paraíso Racional, tudo e todos irmanados pela ENERGIA RACIONAL, tudo e todos se compreendendo, se entendendo, passando a ser Um por todos e todos por UM, e que esse UM é o RACIONAL SUPERIOR.
Não haverá mais guerras, doenças, manifestações trágicas da natureza, porque a natureza eletromagnética estará absolutamente equilibrada. Acabar-se-ão as pestes, haverá muita fartura, não haverá mais dinheiro, que será substituído pelo sistema de trocas, não faltando nada a ninguém, todos satisfeitos, felizes e equilibrados, por estarem todos ligados, em vida, ao MUNDO RACIONAL. Tudo e todos se entendendo e se comunicando por uma linguagem única, a ENERGIA RACIONAL, numa verdadeira união de paz, amor, fraternidade e concórdia universal. Todos se comunicando pelo raciocínio.
Mas, para que isso aconteça, o mais rápido possível, é preciso que você, que está lendo este texto, faça somente uma coisa, que é a pequena parte que lhe compete neste apoteótico futuro: desenvolver o seu raciocínio, estudando a CULTURA RACIONAL, dos Livros Universo em Desencanto.

Nenhum comentário: