Follow by Email

sábado, 26 de janeiro de 2013

A VIDA TEM SOLUÇÃO DEFINIDA E DEFINITIVA – 1ª PARTE

(RACIONAL SUPERIOR – 7ª Mensagem do 191º Volume do Histórico dos Livros Universo em Desencanto, colaboração enviada por Mário Toledo, Brasília, DF)
As velhas tradições hoje em apuros, devido a falência de tudo.
E o desequilíbrio imperando e todos sem saber o que fazer para conter essa avalanche de ruínas que está em todo o Universo.
Desequilíbrio físico, moral e financeiro, falência moral, física e financeira, liquidação moral, física e financeira.
E todo esse desequilíbrio causando um mal-estar e que, daí, geram as monstruosas violências.
Todos brigando, um brigueiro que vai pelo mundo afora entre grandes, pequenos, graúdos e miúdos.
Todos querendo endireitar, sem poder endireitar.
Todos querendo melhorar, sem conseguir melhorar.
Todos querendo acertar e sem conseguir acertar e todos desconhecendo as causas verdadeiras de tudo isto que está se passando em todo o Universo.
As guerras não cessam, quando não é num lado é em outro, e o brigueiro é permanente, e o fogo não cessa na face da Terra, porque estão todos sem saber que estão na era do fogo, uma era em que todos estão atravessando a fase de “salve-se quem puder e se puder”.
E daí, surgindo o descrédito das tábuas de valores e a crise imperando em todo o Universo e todos desconhecidos da verdadeira causa.
E hoje, todos que passaram a se conhecer, passaram a conhecer a verdadeira causa de tudo isto, que é a mudança da fase da natureza.
Terminou a fase do pensamento e entrou na natureza a fase do desenvolvimento do raciocínio.
Essa é que é a causa do desequilíbrio, da falência e da liquidação.
E por isso, não existem culpados. Ninguém é culpado do sofrimento de ninguém.
E por isso, todas essas ruínas estão se passando em todo o Universo.
E é por isso que ninguém é culpado do Universo estar nessas condições.
E por isso, ninguém é culpado do sofrimento de ninguém e sim uma mudança de fase da natureza.
Terminou a fase do pensamento, a fase do segundo milênio, a fase do animal Racional e entrou na natureza a Fase Racional, a fase do desenvolvimento do raciocínio, a fase do Terceiro Milênio, a fase do Aparelho Racional.
Essa mudança de fase da natureza é que é a causa de todos esses males que estão se passando em todo o Universo, porque não há efeitos sem causa.
Terminou a fase do pensamento.
A natureza deixou de alimentar o pensamento, porque terminou a fase do pensamento.
E o pensamento, por falta de alimento da natureza, começou a enfraquecer sem ninguém sentir.
E o enfraquecimento do pensamento é a causa de todas essas ruínas
que estão se passando em todo o Universo.
O pensamento de todos cada vez mais fraco, não dando mais para conter a avalanche de ruínas e, por isso, todos em apuros, sem saberem o que vão fazer.
E por falta do alimento da natureza para o pensamento, o pensamento de todos cada vez mais fraco e, de muitos, o pensamento já secou.
E esses que estão com o pensamento seco, não sentem mais o que
fazem, são os causadores das monstruosidades, porque o pensamento produz o sentimento, e o pensamento secou, secou também o sentimento.
E esses que estão com o pensamento seco, estão cometendo todas essas monstruosidades, porque já não sentem mais o que fazem.
Tem formato de civilizado, parece civilizado, mas não é, porque o civilizado ama o próximo como a si mesmo e não comete atos monstruosos.
Tudo isto porque a natureza deixou de alimentar essas duas energias do chão, deixou de alimentar a essência delas, que são quem transmite o pensamento e a imaginação. Porque a fase do pensamento terminou e a natureza deixou de alimentar essas duas energias e o pensamento de todos começou a enfraquecer – a causa de todo esse desequilíbrio que surgiu em todo o Universo.
E é por isso que ninguém é culpado do sofrimento de ninguém e sim a mudança da fase natural da natureza.
Agora, os que vivem sem se conhecer, começaram a botar culpa em cima uns dos outros, por não conhecerem as mudanças naturais da natureza e por não sentirem essa mudança de fase, por viverem artificialmente.
E quem vive artificialmente, vive contra a natureza.
E por viverem contra a natureza, não sentiam as suas mudanças.
Porque se sentissem a sua mudança, para a fase do desenvolvimento do raciocínio, hoje já estariam com o raciocínio desenvolvido e tudo iria muito melhor do que na fase do pensamento.
Estariam todos equilibrados e progredindo Racionalmente e a vida seria Racional.
Mas, por não sentirem a mudança de fase, entraram dentro da fase do raciocínio pensando.
E pensar dentro da fase do raciocínio, está contra a natureza, porque a natureza é do desenvolvimento do raciocínio e não do pensamento.
Pensar dentro da fase do raciocínio vai contra a natureza e, quem vai contra a natureza, vai contra si mesmo – uma das causas do desequilíbrio de tudo, da falência de tudo e da liquidação de tudo.
E é por isso que, todos que passaram a se conhecer, não medem esforços, nem sacrifícios, nem despesas, nem tempo, nem hora, nem distância, nem chuva, nem sol, para esclarecer à humanidade os verdadeiros motivos do desequilíbrio de tudo em todo o Universo, da falência de tudo em todo o Universo e da liquidação de tudo em todo o Universo.
Todos que passaram a se conhecer, não medem esforços, nem sacrifícios, nem despesas, nem tempo, nem horas, nem distância, nem chuva, nem sol, para esclarecer toda a humanidade do porquê todos estão assim, atravessando esse período de que ninguém se entende e o porquê deste brigueiro infernal, de uns contra os outros e destruindo uns aos outros.
E quem vive desconhecido de si mesmo não conhece as causas de todas essas ruínas. E para que todos passem a se conhecer, é conhecer o porquê desse desmoronamento em todo o Universo, para que todos conheçam as causas e tomem suas providências, conhecendo o que é a fase do desenvolvimento do raciocínio, o que é a Fase Racional, o que é a fase do Terceiro Milênio e o porquê que todos têm que desenvolver o seu raciocínio.
Porque no desenvolvimento do raciocínio está a verdadeira união de todos, universalmente e com esse restinho de pensamento enfraquecido, a desunião de todos.
Por que a desunião de todos?
Porque todos pensam diferente uns dos outros.
Cada qual com suas idéias, cada qual com seus ideais.
E onde todos pensam diferente não pode haver união de todos.
Por todos pensarem diferente uns dos outros, essa é a causa de viverem todos uns contra os outros.
(Continua na próxima postagem)

Nenhum comentário: