Follow by Email

sábado, 19 de dezembro de 2015

É PRECISO SABER VIVER


(Gilberto Carnasciali, estudante de Cultura Racional, Miguel Pereira – RJ)

“Quem espera que a vida
Seja feita de ilusão
Pode até ficar maluco
Ou morrer na solidão
É preciso ter cuidado para mais tarde não sofrer.
Toda pedra do caminho
Você pode retirar
Numa flor que tem espinhos você pode se arranhar
Se o bem e o mal existem
Você pode escolher
É preciso saber viver”
(Titãs, Erasmo e Roberto Carlos)

Os autores se referem ao trajeto de uma vida na matéria, no qual aprendemos a nos desviar dos obstáculos, a nos defender das ciladas, enfim, a procurar viver uma vida melhor, mais tranqüila, mais equilibrada. Entretanto sabemos que seremos bem sucedidos apenas aparentemente, porque não é o homem que domina o pensamento, mas o pensamento que domina o homem, planejando sua vida como bem entender.
E não há como o homem dominar o pensamento, por ele próprio ser um instrumento do pensamento, vida menor que é, criado pela vida maior que deu vida a tudo mais, inclusive ao pensamento, que rege, determina, instrui o que deve ser pensado e executado pelo livre-pensador.
Esta é a única forma efetiva do ser vivente ser lapidado, pois é no pensamento que estão todos os ingredientes do sofrimento que são escolhidos, avaliados, adicionados e retirados, postos e repostos pela dona do pensamento, para amenizar a brutalidade, o atraso e a rudeza do animal de origem Racional.
Ninguém saberá viver antes de passar pelo processo de lapidação, porque ao libertar o ser vivente de seu primitivismo, permitirá a ele perceber, entender e conhecer a si próprio e o mundo que agora habita, o mundo feito de matéria, tal qual ele próprio é feito.
Foi assim que a Natureza, a vida maior que todas as vidas, passou a exercer sua função de mestra lapidadora, utilizando como seus instrumentos as energias elétrica e magnética e suas ferramentas o pensamento e o pensador.
Estamos falando de fases que se iniciaram na era dos monstros, depois dos selvagens, mais adiante a dos civilizados e a penúltima – a Fase do animal de origem Racional.
Animal Racional não lapidado equivale a uma besta humana, que trás em si toda a hereditariedade de sua ancestralidade, sedimentada em seu DNA no decorrer das eternidades.
Como eliminar esse atraso, essa brutalidade, essa rudeza? Só mesmo com o fogo da energia elétrica e o poder da energia magnética atuando no pensamento do vivente sob o comando da dona de sua vida; a Natureza.
Quem sabe viver a vida naturalmente é a Natureza, a única, mãe verdadeira de tudo e de todos, que nos gera, nos cria, nos sustenta, mãe de todas as espécies existentes no universo, por ser a mãe de todas as partículas que formam a vida; sol, lua, estrelas, água, terra, animais e vegetais.
Somente essa grandiosa e toda-poderosa energia, poderia com seu superior instinto maternal, criar, educar e instruir seus filhos, refinando-os para a nova fase chegada em 1935, a Fase Racional. O pensamento, por pertencer à fase anterior do animal de origem Racional, ou seja, a Fase do animal Racional, foi aos poucos se extinguindo, e com ele o seu relativo comedimento no viver a vida, sendo substituído gradualmente pelas energias elétrica e magnética, dois elementos violentos, malignos e destrutivos.
Ao cessar de existir a ferramenta primordial da Natureza para a lapidação dos humanos, a tarefa foi passada para as energias elétrica e magnética. A ausência do pensamento desequilibrou os viventes que passaram a ser submetidos a verdadeiras tempestades magnéticas causadoras de toda a sorte de maldades, não só pelo homem como pela própria Natureza manifestando-se em revolta contra as agressões que vem sofrendo ao longo da existência.
A Natureza agora é Racional, porque estamos na Fase Racional, do Aparelho Racional, e ela como supermãe Racional, passou a ensinar seus filhos a Raciocinar. Para tal disponibilizou uma portentosa Obra gerada pelo RACIONAL SUPERIOR, O RACIOCÍNIO Superior a todos os Raciocínios e ditada por Ele ao Senhor Manoel Jacintho Coelho aqui na Terra, no estado do Rio de Janeiro, então capital da República Federativa do Brasil. Essa magnífica obra enciclopédica de Cultura Racional abrangendo mais de mil volumes foi e está sendo impressa e editada no Retiro Racional, em Nova Iguaçu.
O leitor, através da leitura dessa magnânima escrituração Universo em Desencanto, alcançará um novo e mais elevado nível em sua vida fazendo contacto com seus irmãos puros, limpos e perfeitos através do Raciocínio e da Clarividência Racional. Por esse novo meio que a infinita bondade divina nos faculta, estamos vivendo nossos últimos tempos ou fase antes de nos descolarmos deste nosso habitat passageiro, tortuoso, deprimente, decadente e mortal.
Isto poderá ocorrer de duas formas: os que lerem, estudarem e aprenderem com atenção e seriedade a mensagem enviada por Deus para a nossa salvação, subirão para o MUNDO RACIONAL. Os que não se interessarem ou preferirem continuar vivendo a vida na matéria, descerão para classes inferiores.
Quem entender e captar a mensagem salvadora do nosso Pai terá sabido viver a vida na matéria e se Imunizado Racionalmente para voltar a viver a vida eterna na PLANÍCIE RACIONAL.
Isto é que é saber viver!
É saber quem sou, de onde vim, o que faço aqui neste mundo ilusório, para que estou aqui e para onde seguirei  quando meu corpo de matéria se extinguir pela última vez. É conhecer e discernir as sedutoras aparências ilusórias da matéria ao ponto de desprezá-las pela certeza que adquiriu em seus estudos de que a verdade é uma só, proveniente de um único mundo original, o MUNDO RACIONAL.
Viver na matéria, como a maioria o faz, sem se conhecer é não saber viver!
Portanto, quando você começar a ler o Livro Universo em Desencanto, estará galgando seu primeiro degrau rumo à eternidade.
 Quando você entender quem é o seu próximo e passar a querer o bem de tudo e de todos, então você já iniciou sua viagem de regresso para seu Mundo de Origem.
Quando você olhar para o verde da mata, o azul do céu, o branco das nuvens, o verde dos mares e sentir-se excluído dessa natureza, como se apreciasse apenas uma paisagem transferida da mente de um artista para sua tela, então você já se incluiu na nova fase da Natureza; desligou-se deste mundo material e ligou-se definitivamente ao MUNDO RACIONAL aqui na Terra.
Você desencantou-se!
Se seu entendimento permitir discernir entre a vida terrena e a vida Racional e souber viver as duas em uma só, então já terá percorrido um bom trecho da Estrada Racional, pois já vive em função do Raciocínio.
Já está quase lá!
Se você sente falta da leitura Racional diária, seja lá onde for e como for, vê e se comunica com seus irmãos puros, limpos e perfeitos pela Clarividência Racional, você já atingiu a elevação máxima que um terreno pode alcançar,  e está pronto para a derradeira transformação rumo ao Mundo Cósmico.
Você é um Aparelho Racional!
Este é o verdadeiro saber viver, que começa nas páginas de um livro histórico e que narra a vida de uns tantos seres puros, limpos e perfeitos, que adentraram uma parte da planície que não estava pronta para entrar em progresso. Após 21 eternidades de descida e degradação, perderam seus corpos originais e formaram-se em outros corpos de matéria degradada e poluída.
Viver por viver não leva a nada. É preciso saber viver Racionalmente para entender a verdadeira história da humanidade, do segundo mundo, consequência do primeiro, para poder retornar ao Mundo Original.
Saber viver Racionalmente é ler a Literatura Racional e divulgá-la aos 4 ventos, pois a aplicação para o visto de entrada no Paraíso Racional só é obtido mediante essas duas condições:
Ler e reler para se conhecer.
Fazer a divulgação da Obra de todas as formas e maneiras.
SALVE!

Nenhum comentário: