Follow by Email

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

UM PRESENTE MAIOR




A vida é um presente ímpar da natureza. E para um presente ímpar, toda consideração é pouca.

Muita calma, muita serenidade todos nós carecemos para que possamos refletir com acerto sobre essa grande dádiva que é a vida, tendo condições de dar a ela o sentido digno que ela merece.

Que nossas reflexões nos conduzam a conclusões cada vez mais próximas do acerto em tudo em nossas vidas!

Que queiramos esses acertos! Isso é muito importante: QUERER ESSES ACERTOS! Pois, a vontade é livre. Livre para o bem e livre para o mal.

Que queiramos sempre o bem verdadeiro. Que nossos comportamentos sejam uma prova constante desse querer positivo, pois, somente assim nossa Mãe Natureza nos abrilhantará com as orientações naturais para o natural da vida, que é o raciocínio.

E que o natural da vida, que é o raciocínio, é, na verdade, o amar ao próximo como a si mesmo e fazer o bem sem olhar a quem.

Só o raciocínio, que é uma energia da origem, a ENERGIA RACIONAL, tem força para nos manter amando o próximo como a nós mesmos e fazendo o bem sem olhar a quem.

Já tentamos esse amor ao próximo com o pensamento e não conseguimos. O pensamento não nos deu força suficiente para transformar em atitudes do nosso cotidiano essa lei natural tão linda.

E por que o pensamento não conseguiu nos colocar na prática constante e natural dessa primorosa lei natural?

Por que a vibração do pensamento, a freqüência vibratória do pensamento é variante, portanto, primária, não tendo consistência capaz de manter o sentimento aprumado naquilo que tem que ser.

Exemplificando: a pessoa sabe que não deva de comer além do limite, porque prejudica a sua saúde. Mas, a força do pensamento é desequilibrada, não sustenta aquele limite. É uma vibração que está sempre transbordando, tal como um câncer onde as células passam a se multiplicar desordenadamente. Assim é o pensamento.

E é essa também uma das razões por que o número de casos de câncer tem aumentado muito, porque o pensamento está cada dia mais fraco, ou seja, mais desequilibrado, mais transbordando os limites de forma monstruosa.

E a pessoa ligada ao pensamento, fica tomada daquela vibração desequilibrada, que leva a pessoa a agir tal como uma chaga cancerosa, querendo tudo experimentar mais e mais, de forma inconseqüente, trazendo prejuízos para si mesmo e para os demais.

E, assim, tomado dessa força do pensamento, todo o organismo da pessoa fica sob o comando desequilibrado do pensamento, causando todos os tipos de doença, porque os órgãos do corpo humano foram feitos para obedecer a limites. E impulsionados por uma freqüência vibratória desordenada, entram em curto circuito, donde vem a doença.

Para ver como não há efeito sem causa e que a causa de todas as doenças é o pensamento magnético, o pensamento mau, ou seja, a causa de todas as doenças é fluídica, pois o pensamento é um fluído. Tem o bom (aparente) e tem o mau.

Tudo é energia. Somos movidos por energias. E se a pessoa não procurar conhecer tudo sobre energias para saber o comportamento delas, fica ao sabor de todas as correntes negativas, por não saber identificar as correntes positivas das negativas. E, assim, a pessoa fica tal qual um aparelho de uso doméstico que não se comanda e, sim, é comandado de acordo com o gosto e a vontade de quem o utiliza.

E, assim, a pessoa perde totalmente, com o tempo, a sua verdadeira individualidade, que é RACIONAL, por não se comandar – tal qual um animal irracional. Sim, porque o irracional não se comanda. O irracional é comandado pela energia magnética, que é mal puro, é puro mal. E, por isso, o irracional se limita a ações para sua sobrevivência, independente de quem esteja prejudicando ou tirando a vida. É a vida das feras, uns engolindo os outros.

E não é isso que estamos assistindo entre os animais Racionais? Portanto, aí está a prova de que muita gente já desceu de classe em vida, tendo tudo de gente, aparência de gente, mas, já faz parte da classe dos irracionais. São os tais que não respeitam as vidas de um modo geral, dos animais Racionais e dos irracionais. São os que se acham no direito de ter tudo de bom e de melhor e que os demais que se danem.

São os que não se sensibilizam com nada e com ninguém, porque só enxergam o venha a nós e o vosso reino nada.

São os que enganam os incautos tirando-lhes tudo com promessas mentirosas de uma vida melhor, a qual não está no poder deles dar a qualquer que seja, nem a eles próprios.

São os que sacrificam seus semelhantes de todas as formas, jeitos e maneiras para regalo de suas conveniências.

São os que colocam a própria vida em risco, em nome da aparência.

São os que destroem a natureza de várias formas, jeitos e maneiras, somente para o seu benefício econômico e financeiro.

E são tantos os exemplos, que se for minuciar vai longe demais.

E, assim, quando a gente fala aqui neste blog que quem persiste no pensamento desce para a classe dos irracionais, não se trata de conversa fiada. Os Amigos e Amigas que nos visitam estão assistindo a toda hora essa descida de classe, que já não está esperando a transformação da pessoa de uma vida para outra para que essa descida de classe aconteça. É a prova a todo minuto à vista de todos, para que todos se interessem em conhecer de perto o que é o raciocínio.

E nossa Mãe Natureza é extremamente bondosa e justa! Ela vê todos por dentro e por fora e sabe quem realmente está querendo entrar na linha dos acertos, como vê também os que aparentam e dizem querer, mas, que suas atitudes provam o contrário.

A esses últimos a Natureza não favorece em nada. E é por isso que de vez em quando a gente se espanta com pessoas que a gente tinha em alto conceito e que, de repente, surpreendem-nos com comportamentos totalmente desumanos e reprováveis, provando estarem sem as bênçãos e proteção da Mãe Natureza.

A Natureza não dá orientações do bem para quem cultiva no seu íntimo só o mal. A natureza é justa. Enxerga todos por dentro e por fora. A pessoa pode enganar até o mundo todo, porém, jamais poderá enganar à Natureza.

Para ver o poder da Natureza, ela tem poder absoluto sobre tudo e sobre todos.

E, assim, o que para nós às vezes parece difícil, até impossível, para ela é tão fácil. Sabem por quê?

Por ela já estar vivendo uma fase esplendorosa de evolução, governada pela energia mais poderosa do universo, a ENERGIA RACIONAL, a energia da nossa verdadeira origem.

E na origem está DEUS, o Poder dos poderes, o RACIOCÍNIO SUPERIOR a todos os raciocínios e a ENERGIA SUPERIOR a todas as energias.

E é por isso que nossa Mãe Natureza, nessa sua fase mais linda, a Fase Racional, tornou-se ainda mais poderosa do que sempre foi.

E assim sendo, nossa Mãe Natureza tem em si, agora, nessa Fase do Terceiro Milênio, a Fase Racional, toda a solução dos problemas e casos intrincados de toda a humanidade.

Uma fase onde ela nos transmite todo o saber que nos faltava para, finalmente, sabermos quem somos, de onde viemos e para onde vamos.

Então, nossa Mãe Natureza está nos tirando do terreno das aparências, da vida sem base e sem lógica e nos elevando à vida da origem da causa de todos os feitos e efeitos.

Até que enfim vamos comprovar, na prática, de que não há efeito sem causa, aprendendo com nossa Mãe Natureza, na cultura natural dela, a CULTURA RACIONAL, quem somos, de onde viemos, para onde vamos e como vamos.

E é por isso que nessa fantástica cultura está a solução de tudo existente, porque nos conta a verdade sobre a formação e criação deste universo material em que vivemos. Tanto da sua parte visível, como da sua parte invisível. E esse conhecimento é que nos dá as referências certas, corretas, para um comportamento equilibrado e que esse comportamento equilibrado, por sua vez, é que nos faz merecedores de ter todos os nossos problemas e casos intrincados da nossa vida solucionados de forma definida e definitivamente.

Para ver como é fundamental estar em harmonia com nossa Mãe Natureza. E estar em harmonia com ela é estar inteirado de tudo que ela nos está transmitindo nesta fase do Terceiro Milênio, já que não há uma folha que caia que não seja por absoluta precisão e necessidade.

E se a CULTURA RACIONAL, que anteriormente a 1935, nunca se ouviu falar, se agora essa cultura está na Terra, é porque ela é precisa e necessária. Nosso dever é acompanhar nossa Mãe Natureza em seus movimentos, para que possamos ser beneficiados por ela.

É a mesma coisa de alguém que faz parte de uma empresa, da qual depende para sua sobrevivência. A pessoa precisa estar em harmonia com a empresa, caminhar paralelamente a ela para poder contar com ela, caso contrário, corre o risco de ser desligado da empresa, sem poder contar com ela para nada.

Portanto, todos precisam deixar o comodismo de lado, pois é sabido que nem todos gostam de ler, mas, em se tratando da sobrevivência de todos, pois a CULTURA RACIONAL é a cultura que regerá toda a humanidade nesta última fase da vida da matéria, desconhecê-la é se deletar deste grande processo de evolução da raça humana, evolução essa que está sendo feita pelo desenvolvimento do raciocínio, que é a glândula pineal.

E assim é que é preciso ler, ler, ler, estudar muito Cultura Racional para poder assimilar os novos valores e procedimentos da Fase do Terceiro Milênio, a Fase Racional.

A leitura traz o equilíbrio perfeito na vida da matéria. E este equilíbrio nos torna merecedores da solução de todos os nossos problemas pela Mãe Natureza. E com todos os nossos problemas resolvidos, há a nossa ligação à origem, em vida, a nossa ligação ao MUNDO RACIONAL.

Sim, porque todos os nossos problemas, na verdade, são decorrentes da nossa ligação ao campo eletromagnético, do pensamento e da imaginação, e que esses elementos nos tornam desequilibrados, agindo contra as leis naturais.

O que vem há muito impedindo a solução dos nossos problemas, dos nossos negócios e de nossas vidas pela Mãe Natureza, é a nossa ligação no campo errado. Somos animais Racionais. Portanto, nossa ENERGIA de comando é a ENERGIA RACIONAL e, não a energia elétrica e magnética. Estávamos ligados ao eletromagnetismo, somente para nossa lapidação e preparação. E já nos encontramos bem lapidados e preparados para aceitar nossa ligação na nossa energia natural, a ENERGIA RACIONAL.

E como a ENERGIA RACIONAL é a energia do puro bem, ligados a ela num piscar de olhos todos os nossos problemas são resolvidos, porque é a energia da origem de tudo e de todos, onde se encontra o conhecimento perfeito absoluto de tudo e de todos.

Portanto, nesta jubilosa Fase Racional não há problema que não tenha solução, por ser a fase de comando da ENERGIA RACIONAL. E a Natureza sendo governada pela ENERGIA RACIONAL, NÃO HÁ PROBLEMA QUE NÃO TENHA SOLUÇÃO, pois nossa Mãe Natureza já está de posse de todo o Conhecimento Racional que coloca fim nos mistérios, nos enigmas, nos fenômenos, nos finitos e transfinitos, que sempre nos conservaram presos às aparências.

E presos às algemas das aparências, vivíamos uma vida sem eira, nem beira, uma vida de sofrimentos atrozes, pela falta de conhecimento das causas de todos os feitos, da origem das causas de todos os feitos e da base da origem da causa de todos os feitos, vivendo, assim, num total desconhecimento do real da vida.

E acostumados nessa vida de aparências, passamos a admitir as aparências como verdades, mesmo sabendo que aparências não são verdades.

E essa forma primária de encarar a vida, impediu o desenvolvimento do nosso bom senso, fazendo-nos dar primazia à matéria, aos valores aparentes milenarmente instituídos na matéria, sem sentir que prejudicávamos e limitávamos a vida, porque o pensamento ia enfraquecendo e enfraquecendo o nosso sentimento. O sentimento cada vez mais fraco, não nos deixava perceber que caminhávamos cada dia mais para pior e, não para melhor.

A vida, minha gente, jamais deveria ter sido limitada em benefício dos valores aparentes instituídos.

O limite deveria ter sido dado às aparências, à matéria e, não à vida.

Fizemos o contrário.

Demos expansão sem limites aos gostos e às vontades, pondo em risco a vida que, a cada dia, foi ficando com menos espaço. E a matéria, as aparências, foram tomando um lugar que somente à vida deveria ter sido legado.

Isso foi acontecendo no âmbito individual de cada qual, de forma tão crescente e assustadora, que passou a constituir um inconsciente coletivo mundial.

Todos errados. Todos caminhando de marcha a ré, iludidos que acertavam, sonhando que progrediam.

E agora, quando todos sentem o peso negro dessa colheita tenebrosa, onde ninguém se entende e a linguagem comum são as revoltas e a destruição em tudo e por tudo, começam a querer encontrar os culpados, sendo que os culpados são todos que se distraíram e se iludiram com a matéria de tal forma, que perderam o fio da meada e passaram a ser robôs do pensamento. E o pensamento não foi feito para acertar.

E assim, o desequilíbrio moral, físico e financeiro foi tomando tal vulto, a ponto de ninguém mais saber o que está fazendo e para que.

Deixou de existir um objetivo único de vida. Perderam, todos, o sentido da vida.

Por quê?

Porque há muito abandonaram a vida, comprados e vendidos pela matéria. A que ponto humilhante chegamos!

E quem é a vida?

A vida é a Força Superior que nos mantém ligados à origem, que é DEUS.

E onde está essa vida?

Essa vida cada qual a traz dentro de si, representada numa pequenina glândula dentro de nossas cabeças, no centro do cérebro, a glândula pineal.

Tão pequenininha e tão poderosa!

Pois é, minha gente, e é sobre a importância desse desenvolvimento, do desenvolvimento do raciocínio, que é a vida real, que abordamos aqui neste blog.

Informem-se sobre o raciocínio e procurem divulgar essas informações, porque do equilíbrio de cada qual de nós o mundo está precisando e necessitando, para que tenhamos o mérito para a solução de todos os nossos problemas, por mais difíceis que sejam, pois, para a dona de todas as vidas, desde que se faça por onde, não existem problemas que não possam ser solucionados, pois quem manda em tudo e em todos é mesmo a NATUREZA MÃE.

Caminhemos braços dados com ela, desenvolvendo o nosso raciocínio nos Livros de CULTURA RACIONAL, Universo em Desencanto.

Para um presente ímpar como é a vida, um presente maior: o seu raciocínio!

Nenhum comentário: